Portugal - O SalazarismoApós a I Guerra Mundial, Portugal enfrentava sérias dificuldades económicas efinanceiras causadora...
os poderes da Assembleia Nacional e do Presidente da República para reforçar os doGoverno, a Constituição de 1933 permite ...
a par das restantes potencias colonizadoras, em termos de capacidade de,nomeadamente, dominar e explorar os territorios ul...
exigindo liberdade de expressao e de imprensa e direitos iguais. A repressao policial fezmilhares de mortos e causou a rep...
Conclusão: Na meu estudo pude entender que. O Estado novo de Salazar eraautoritario, corporativisata, conservador, colonia...
BibliografiaManual de Historia 2007- Elaborado por: António Manuel Manso – UEM/Departamento de HistóriaUEM Faculdade de le...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

New microsoft office word document

280 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

New microsoft office word document

  1. 1. Portugal - O SalazarismoApós a I Guerra Mundial, Portugal enfrentava sérias dificuldades económicas efinanceiras causadoras de tensões sociais, sobretudo a nível da pequena e médiaburguesia e também no seio das classes populares. A estes problemas acrescentavam-seos desentendimentos políticos que culminaram com o golpe de estado de 1928, lideradopelo general Manuel Gomes da Costa.A fim de solucionar a crise económica vigente no país, foi chamado ao novo govemo oProfessorAntónio de Oliveira Salazar ( na altura docente de Economia na Universidade deCoimbra) paraocupar a pasta de Ministro das Finanças em 1928 ). Posteriormente, em 1933 Salazartornou-se12 Nesse mesmo ano também o Japão abandona a SDN e em 1936 assina com aAlemanha o Pacto anti-komintern.Nesta altura a tendência militarista do Sol Nascente visava a conquista do Norte daChina facto que degenerou na guerra sino-japonesa de 1937.13 A primeira tantativa de governo ditatorial, na Espanha, ocorreu em 1923 e foiliderada pelo General Primo de Rivera, mas o regime mais duradoiro foi o do GeneralFranco de 1936-1974).Presidente do Conselho e passou a acumular os dois cargos instituindo uma políticaditatorial. A sua govemação foi caracterizada pela introdução (por meio da Constituiçãode 1933) do sistema político designado "ESTADO NOVO CORPORATIVO", baseadonum sistema económico e social corporativo, no qual as liberdades se encontravamlimitadas em nome dos interesses gerais do país.Para implementar a sua política, Salazar pautou pela repressão sistemática dasliberdades individuais e criou várias instituições das quais se destacam: em 1936 aMocidade Portuguesa(organização juvenil de índole fascista); em 1945 a PIDE e em 1969 a DGS (DirecçãoGeral deSegurança). Em suma, como explica Margarida Mendes, o lema da governaçãosalazarista se baseava no lema seguinte : "Deus, Pátria, Família...No fundo, esvaziando
  2. 2. os poderes da Assembleia Nacional e do Presidente da República para reforçar os doGoverno, a Constituição de 1933 permite uma verdadeira ditadura pessoal doConselho...Qualquer colectividade, fosse política, cultural, desportiva, recreativa, socialou de benefecência teria de solicitar a prévia autorização do Governo que aprovava osseus estatos e homologava os corpos gerentes. Quanto à liberdade de expressão dopensamento, o regime actuava de forma preventiva através da censura prévia, nãoquerendo correr o risco de deixar escrever, falar ou mostrar"14.Após a sua morte em 1968, Salazar foi substituído por Marcelo Caetano, que deucontinuidade àpolítica fascista até 25 de Abril de 1974, altura em que ocorreu a Revolução dos Cravosem Portugal.Acto Colonial: Conjunto de leis referntes a administracao das Colonias econstantes da constituicao de 1933, instituida por salazar, publicadas pelo decretonumero 18570, em 18 de Junho de 1930. Nele se afirmava a missao civilizadoura dosportugueses nos territorios ultramarinos, consideradas possessoes imperiais inalienaveis.Em consequencia daquele pressuposto, reforcou-se a tutela metropolitana sobre ascolonias, tendo sido abandonadas as experiencias de descentralizacao administrativa e deabertura ao capital estrangeiro praticadas pela 1 republica. Ao inves, insistiu-se nafiscalizacao da metropole sobre os governadores coloniais e no estabelecimento de umregime economico do tipo”pacto colonial”, segundo o qual caberia as Colonias ser ummero fornecedor de materias-primas para a industria metropolitana, que obtinhaescoamento garantido nos mercados coloniais.Carta Organica, e’ a concentracao do poder no sistema economico das coloniasde acordo com as necessidades do seu desenvolvimento, a prioridade justa entre elas e ospaises vizinhos e os direitos e necessidades legitimas da Metropole e do ImperioColonial Portugues.O acto Colonial e a Carta Organica do imperio coloniual portugues de 1930,desenvolveram, rigorosamente , os principios ja delineados em 1926, os podereslegislativos e financeiros nas maos do Ministerio das Colonias, visando, colocar Portugal
  3. 3. a par das restantes potencias colonizadoras, em termos de capacidade de,nomeadamente, dominar e explorar os territorios ultramarinos.A administracaso local ficou sujeita ao mandato efectivo de Lisboa , pela reformaadministrativa de 1933, assegurando-se, assim, os interesses da burguesia portuguesa.Foi estabelecido, pela primeira vez, um regime de inspeccao administratiiva, cuja tarefaprincipal era verificar o grau de comprimento dos regulamentos vigentes.Ela foi publicada em 1933 e junto a lei da reforma administrativa ultramarina, puseramtermo aos direitos administrativos ou quase soberanos das companhias concessionariase transformaram as colonias numa entidade legal unica com a propria metropole , partedo Estado Portugues, e nao territorios autonomos.Mao Tsé-Tung Líder máximo da Revolução Chinesa, Mao Tsé-tung produziu uma série de textos em que esboçava uma teoria revolucionária de análise da realidade. O dirigente revolucionário Mao Tsé-Tung foi o artífice da nova China, surgida nos meados do séc. XX. O popularíssimo O Livro Vermelho é uma coletânea de citações do comandante Mao Tsé-Tung. A China desenvolveu grandes reformas na agricultura. A industrializacao foi tambem levado a cabo com a exploracao do carvao. A nivel ideologico, a revolucaosocialista foi mercada pela revolucao cultural, que, de 1966 a 1970, enalteceu o culto de personalidade, apresentando mao Tse-Tung como o lider do socialismo mundial, facto que levou a grandes e constante choquess com a URSS. Apos a morte de Mao Tse-Tung, Chiang Ching assumiu o poder e afastou do governo todos os apoiantes daquele; no final da decada de 80, a imagem de Mao. A meta do novo governo de Ching constituiu nas denominadas “ quatro Modernizacoes”: economia, defesa, ciencia e tecnologia. Perante a carestia do nivel de vida e a necessidade de reformas mais radicais, em 1989, um grupo de estudantes e de academicos ocopou a Praca de Tiannmen (Paz Celestial),
  4. 4. exigindo liberdade de expressao e de imprensa e direitos iguais. A repressao policial fezmilhares de mortos e causou a reprovacao geral um pouco por todo o mundo. Comoresultado disto, e sob influencia das mudancas intuladas Perestroika e Glasnost levada aefeito de Gorbatchov, na URSS o novo governo de Deng Shiao Ping imprimiu mudancasrumo a uma abertura tendente a economia de mercado e, pouco a pouco, o pais foiperdendo o controlo centralizado da economia do Estado, embora tenha mantido uma duralinha comunista.
  5. 5. Conclusão: Na meu estudo pude entender que. O Estado novo de Salazar eraautoritario, corporativisata, conservador, colonialista e repressivo. Ele foi um estadoditatorial. Assim tanto como o Acto Colonial e a Carta Organica eram tambemdictatoriais e metrapolitanas coloniais. E o Mao Tsé-Tung foi o artífice da nova China,surgida nos meados do séc. XX. Líder máximo da Revolução Chinesa, dirigenterevolucionário. A nivel ideologico, a revolucao socialista foi mercada pela revolucaocultural de 1966 a 1970.
  6. 6. BibliografiaManual de Historia 2007- Elaborado por: António Manuel Manso – UEM/Departamento de HistóriaUEM Faculdade de letra.Manual de Historia 10a classe. Dionisio Calisto Recama e Rui Amadeu Bonde

×