LEITURA DE ARTE...<br />               PRODUÇÃO DE SONHOS....<br />8º D / Profª. Eliane<br />CamilleCarot (1796/1875)<br /...
A  natureza de Deus<br />O  verde dos verdes                      <br />O pássaro a cantar<br />A  natureza é perfeita<br ...
A escuridão<br />Numa floresta eu pensei<br />E uma paisagem eu olhei<br />As árvores escuras ficaram <br />Virou um mundo...
A natureza<br />Quando a tarde chega<br />As árvores escurecem<br />Quando o sol se deita<br />O lago brilha ,<br />Quando...
Dia sombrio<br />Mesmo em lugar sombrio<br />Pode haver vida,<br />Porque as melhores coisas que <br />Podem existir,<br /...
O anoitecer<br />Na fazenda do fazendeiro<br />Os animais são sossegados<br />Mas ao anoitecer tudo muda<br />Os animais c...
O inesperado<br />Numa tarde sombria normal algo inesperado acontece<br />O céu escurece, o sol desaparece<br />Ó meu Deus...
Tarde sombria <br />Mesmo em uma noite aparentemente fria e sombria <br />Dá para ver as qualidades de um terminar de dia<...
Tarde Tristonha<br />A noite que surge<br />Com uma cor amarronzada<br />Com seus raios, traz medo<br />Dando mais tristez...
Dia nublado<br />Árvore, rio, boi bebendo água <br />Homem olhando o seco lugar<br />O homem só  vai ficar<br />O dia vai ...
Um lance de vista <br /> <br />É particularmente a obra-prima do horror<br />Mas, neste lance de vista<br />A noite se tor...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Produções poesia artes

297 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Produções poesia artes

  1. 1. LEITURA DE ARTE...<br /> PRODUÇÃO DE SONHOS....<br />8º D / Profª. Eliane<br />CamilleCarot (1796/1875)<br />O lago - 1861<br />
  2. 2. A natureza de Deus<br />O verde dos verdes <br />O pássaro a cantar<br />A natureza é perfeita<br />Nela Deus está<br /> A brisa mansa <br />O riacho muito calmo<br />As águas dos rios que <br />Correm pro mar <br />Natureza é vida<br />É sublime de amor<br />É a coisa mais bonita<br />A mão do Criador.<br />Kelli Santos de Souza<br />
  3. 3. A escuridão<br />Numa floresta eu pensei<br />E uma paisagem eu olhei<br />As árvores escuras ficaram <br />Virou um mundo de terror<br />Numa tarde sombria <br />O lago brilha<br />Um dia sem luz<br />O sol desaparece <br />As folhas secas<br />Caindo no chão<br />Será que as paisagens <br />Desaparecerão?<br />Um mundo sozinho <br />Sem vida na terra <br />Secando as plantas<br />Acabando com a terra <br />Preservar a terra<br />É ter educação<br />E um dia as paisagens<br />Bonitas ficarão.<br />Barbara Caroline Ferreira<br />
  4. 4. A natureza<br />Quando a tarde chega<br />As árvores escurecem<br />Quando o sol se deita<br />O lago brilha ,<br />Quando chega o anoitecer<br />Os animais bebem água no lago<br />Mas o que está acontecendo?<br />Estas árvores estão secas, <br />O lago está sombrio,tudo<br />Fica mais morto com a aparência muda!<br />No meio da tarde o céu escurece,o lago fica escuro,<br />As árvores perdem a harmonia, tudo fica sombrio, mas essa natureza nos mostra que estando sombria ou iluminada, ela sempre estará ali no mesmo lugar.<br />Aline de Souza<br />
  5. 5. Dia sombrio<br />Mesmo em lugar sombrio<br />Pode haver vida,<br />Porque as melhores coisas que <br />Podem existir,<br />Estão lá bem escondidas,<br />Livre dos perigos.<br />Dia sombrio para alguns,<br />Pode parecer uma tarde de nuvens,<br />Um dia de tristeza,<br />Mas ele apenas está escondendo as coisas<br />Mais puras e vivas da natureza.<br />Helison Lima Silva<br />
  6. 6. O anoitecer<br />Na fazenda do fazendeiro<br />Os animais são sossegados<br />Mas ao anoitecer tudo muda<br />Os animais correm e o fazendeiro dorme<br />Ao amanhecer nada muda<br />Tudo é igual <br />Mas uma coisa mudou <br />Amanheceu.<br />No entardecer os animais voltam <br />Para o lugar aonde vão <br />Todas as noites<br />Dormir na fazenda do fazendeiro<br />Quando amanhece o fazendeiro <br />Cuida dos animais <br />Que todos os dias dão o alimento ao fazendeiro<br />Em uma dessas noites o fazendeiro morre e... <br />Escurece a vida dos animais. <br /> Douglas Dutra de Oliveira <br />
  7. 7. O inesperado<br />Numa tarde sombria normal algo inesperado acontece<br />O céu escurece, o sol desaparece<br />Ó meu Deus, o que será que aconteceu?<br />Será que algo de ruim está para acontecer?<br />Meu Deus me dá uma luz, o que está pra acontecer?<br />Será que é uma grande tempestade?<br />Ou será que é uma grande chuva com muita ventania?<br />Parece que vai acabar a energia<br />Não vai ter como fazer a nossa folia<br />Meu Deus, que agonia!<br />Lais Pereira de Souza<br />
  8. 8. Tarde sombria <br />Mesmo em uma noite aparentemente fria e sombria <br />Dá para ver as qualidades de um terminar de dia<br />Flores bonitas e escuras, árvores grandes e troncudas<br />Lugar bonito e calmo, ótimo lugar para habitar<br />Quem mora lá fica meio assustado <br />Em uma escuridão no meio do nada<br />Mas com certeza também fica orgulhoso <br />Por aquilo que lá está plantado<br />Luiz Felipe Fernandes<br />
  9. 9. Tarde Tristonha<br />A noite que surge<br />Com uma cor amarronzada<br />Com seus raios, traz medo<br />Dando mais tristeza <br />A todas as pessoas da estrada<br />Quem anda na noite<br />Não conhece a razão<br />Do sentido da vida<br />Segue na escuridão<br />Na noite há trevas <br />E sombras<br />E é fria<br />É uma escuridão <br />Sem razão<br />Mas também há luz <br />Há luz que ilumina<br />A luz com certeza<br />O bem determina<br />E aqui termina o meu poema <br />Com seriedade e firmeza<br />Mas escute o meu conselho<br />A escuridão é dureza.<br /> Cristian Adan Silva Rodrigues <br />
  10. 10. Dia nublado<br />Árvore, rio, boi bebendo água <br />Homem olhando o seco lugar<br />O homem só vai ficar<br />O dia vai embora<br />A noite vem<br />Lugar fica feio <br />Parece queimado<br />O dia nublado<br />Entardece rápido<br />O tempo demora ... demora ...<br />Passar...<br /> Daniela Guimarães<br />
  11. 11. Um lance de vista <br /> <br />É particularmente a obra-prima do horror<br />Mas, neste lance de vista<br />A noite se torna um terror<br /> <br />Na sombra das árvores<br />Desabrocha a linda flor<br />Só que quando amanhece<br />Ela some: Oh não! Que dor! Que dor!<br /> <br />Que linda paisagem<br />Pena que logo anoiteceu<br />Oh, meu DEUS me diga:<br />O que será que aconteceu?<br /> <br />A natureza é linda<br />A natureza é bela<br />Só desfruta da natureza<br />Quem sabe cuidar dela.<br /> <br /> <br /> Sara Alves Soares<br />

×