SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
Baixar para ler offline
O Juízo Final
1º Trimestre de 2016
Lição 11
13 março 2016
"E vi um grande trono branco e
o que estava assentado sobre
ele, de cuja presença fugiu a
terra e o céu, e não se achou
lugar para eles." (Ap 20.11)
TEXTO ÁUREO
Prof.CelsoNapoleon
2
Todos os ímpios
terão de prestar
conta dos seus atos
perante o Supremo
Juiz.
VERDADE PRÁTICA
Prof.CelsoNapoleon
3
OBJETIVO GERAL
Prof.CelsoNapoleon
4
Mostrar que todos terão que
prestar conta dos seus atos
diante do Trono Branco.
I - Explicar os eventos que antecedem
ao juízo final;
II - O Saber como se dará o juízo final;
III - Relacionar as bases do juízo final.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Prof.CelsoNapoleon
5
18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está
condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de
Deus.
19 E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens
amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram
más.
11 E vi um grande trono branco,
e o que estava assentado sobre
ele, de cuja presença fugiu a terra
e o céu; e não se achou lugar para
eles.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Prof.CelsoNapoleon
6
João 3.18,19; Apocalipse 20.11-15
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Prof.CelsoNapoleon
7
12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam
diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se
outro livro, que é o da vida. E os mortos foram
julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros,
segundo as suas obras.
13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e
o inferno deram os mortos que neles havia; e foram
julgados cada um segundo as suas obras.
14 E a morte e o inferno foram lançados no lago de
fogo. Esta é a segunda morte.
15 E aquele que não foi achado escrito no livro da
vida foi lançado no lago de fogo.
João 3.18,19; Apocalipse 20.11-15
Todos, crentes
e não crentes,
terão que
enfrentar o
Supremo Juiz.
PONTO CENTRAL
8
Prof.CelsoNapoleon
INTRODUÇÃO
Na lição de hoje estudaremos a respeito do dia
do Juízo do Senhor. De acordo com a Palavra de
Deus, este será um dia de ajuste de contas,
onde todos os ímpios estarão perante Deus e
terão de responder por seus atos. 0 julgamento
se dará diante do "trono branco" de Deus.
(Ap 20.11)
Prof.CelsoNapoleon
9
INTRODUÇÃO
Deus ama a todos e deseja
que toda a humanidade
seja salva, mas para os que
não creem, os incrédulos,
Ele tem uma sentença que
já foi declarada por seu
Filho: “Quem crê nele não
é condenado; mas quem
não crê já está condenado,
porquanto não crê no
nome do unigénito Filho
de Deus" (Jo 3.18).
Prof.CelsoNapoleon
10
• 1. A última revolta de
Satanás.
I - EVENTOS QUE ANTECEDEM AO
JUÍZO FINAL
11
Depois de terminado o período do Milênio, Satanás será
solto para provar os que nasceram durante o Milênio e
que ainda não tiveram oportunidade de ter sua fé
provada, diante das tentações malignas (1 Pe. 1.7). Ele
enganará as nações e elas não se renderão a Cristo. 0
mesmo fez a multidão
que escolheu soltar a
Barrabás e condenar
Jesus (Mt 27.17-21).
Prof.CelsoNapoleon
12
Pela segunda vez. Deus vai mandar seus mensageiros
poderosos prender "o Dragão", “a antiga serpente“ (Ap
20.2), que estava no "abismo" (Ap 20.3): ”E o diabo, que
os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre,
onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite
serão atormentados para todo o
sempre" (Ap 20.10). Só depois da
última rebelião do maligno, e de
sua prisão para sempre, é que será
estabelecido o Juízo Final.
Prof.CelsoNapoleon
• 2. A Prisão eterna de Satanás.
I - EVENTOS QUE ANTECEDEM AO
JUÍZO FINAL
SINOPSE DO TÓPICO (1)
Prof.CelsoNapoleon
13
Antes do juízo final Satanás será
preso por um período determinado
de tempo.
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
14
1. O que é e quando se dará?
Será o Juízo de Deus sobre os ímpios e suas
impiedades, em todos os tempos e lugares. De acordo
com a Bíblia, o Juízo Final (do Trono Branco) ocorrerá
logo após a segunda prisão de Satanás, nos eventos
finais após o Milênio
(Ap 20.7,10), depois
de este ter enganado
mais uma vez as nações
(Ap 20.11).
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
15
2. Quem será o Juiz?
0 Pai é o Supremo Juiz, porém
Ele confiou ao seu filho Unigénito,
Jesus Cristo, toda a autoridade no céu
e na Terra (Jo 5.22,27). Segundo o
pastor Claudionor de Andrade, "para
assisti-lo no tribunal, Jesus terá ao
seu lado a Igreja Glorificada“ (1 Co
6.2,3). Jesus, juntamente com sua
Igreja "há de julgar os vivos e os
mortos na sua vinda e no seu Reino“
(2 Tm 4.1b; Sl 9.8).
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
16
2. Quem será o Juiz?
Se alguém quer ser livre
da condenação eterna,
necessita aqui na Terra, nos
dias em que vivemos (1 João
2.1,2), de se arrepender dos
seus pecados e entregar-se a
Jesus reconhecendo-o como
Salvador e Senhor, porque
depois será impossível
(Sal. 9.17).
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
17
2. Quem será o Juiz?
Paulo afirma que Deus "há de
julgar o mundo, por meio do
varão que destinou; e disso
deu certeza a todos,
ressuscitando-o dos mortos“
(At 17.31; Hb 12.23). Por meio
de Jesus será exercido o
julgamento, pois Ele será o
Supremo Juiz, assentado no
Trono Branco, no Juízo Final (Jo
5.22, 27; Ap 20.11).
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
18
2. Quem será o Juiz?
Diante de Jesus todo joelho se dobrará!
Queiram ou não, se prostrarão diante
d’Ele os ditadores, governantes, juízes,
juristas, políticos, cientistas, militares de
todas as patentes, milionários, em sua
soberba, arrogância e prepotência, e
também os pobres, analfabetos e
miseráveis, se não tiverem aceitado a
Cristo como Salvador. Diz a Bíblia:
"Porque está escrito: Pela minha vida, diz
o Senhor, todo
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
19
2. Quem será o Juiz?
Diante de Jesus todo joelho se
dobrará! Queiram ou não, se
prostrarão diante d’Ele os
ditadores, governantes, juízes,
juristas, políticos, cientistas,
militares de todas as patentes,
milionários, em sua soberba,
arrogância e prepotência, e
também os pobres,
analfabetos e miseráveis, se
não tiverem aceitado a Cristo
como Salvador.
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
20
2. Quem será o Juiz?
Diz a Bíblia: "Porque está escrito:
Pela minha vida, diz o Senhor, todo
joelho se dobrará diante de mim, e
toda língua confessará a Deus. De
maneira que cada um de nós dará
conta de si mesmo a Deus" (Rm
14.11,12). Glória a Deus, pois
atualmente já temos o privilégio de
dobrar os nossos joelhos e adorar
ao Senhor em espírito e em
verdade.
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
21
3. Quem terá de prestar contas ao justo Juiz?
Vejamos todos que serão
julgados:
1) Primeiro serão julgados
todos os que, desde
Caim, amam e praticam
a iniquidade. Estes, se
não se arrependerem de
seus pecados, vão
enfrentar o Juízo Divino;
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
22
3. Quem terá de prestar contas ao justo Juiz?
2) Também serão julgados
todos os que estiverem
vivos naquela ocasião;
3) Todos os salvos que tiveram
morrido durante o Milênio
(Dan. 12.2); 4) Os anjos
caídos, que se rebelaram
contra Deus, também terão
de comparecer ao
julgamento para receber o
seu castigo (Jud. 6).
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
23
3. Quem terá de prestar contas ao justo Juiz?
Também vão prestar contas a Deus todos os
falsos profetas, os falsos obreiros e
pseudopastores que afastaram as pessoas e as
impediram de conhecer o Filho de Deus.
I I - O JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
24
3. Quem terá de prestar contas ao justo Juiz?
Ali estarão também todos os governantes, magistrados,
juízes e políticos que aprovaram leis contra os princípios
divinos, leis que perverteram o direito dos pobres, dos
órfãos e das viúvas.
Vivos ou mortos, estes
não escaparão do
tribunal divino.
SINOPSE DO TÓPICO (2)
Prof.CelsoNapoleon
25
O Todo Poderoso
vai julgar as ações
de todos os
homens no dia do
Juízo Final.
SUBSÍDIO Escatológico
”0 Tribunal de Cristo
Algumas vezes, este julgamento é chamado de tribunal
bema (grego). 'Porque todos devemos comparecer ante
o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo
o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal’ (2
Cor. 5.10). No bema, Deus julgará as obras dos crentes,
e não seus pecados. Estes foram expiados
completamente por Jesus e Deus não se lembra mais
deles (Hb 10.17). No bema, todas as obras são avaliadas
segundo suas intenções e resultados.
Prof.CelsoNapoleon
26
SUBSÍDIO Escatológico
Visto que Deus é justo. Ele não pode deixar de examinar
as nossas obras, sejam boas ou más. 0 Tribunal de Cristo
é muitas vezes tratado como parte das doutrinas sobre
recompensas para os cristãos. Não se trata de um
julgamento para determinar se os crentes entrarão no
céu, mas para avaliar a quantidade e a qualidade dos
serviços prestados na terra. Sendo fiéis a Cristo, os
cristãos serão recompensados.
Prof.CelsoNapoleon
27
SUBSÍDIO Escatológico
0 julgamento das nações gentílicas com a segunda vinda
de Cristo, todas as nações do mundo comparecerão
perante Ele para serem julgadas (Mt 25.32)— cena
descrita na Bíblia como uma separação entre bodes e
ovelhas. Este julgamento fundamenta-se no tratamento
dispensado àqueles que Cristo identifica como 'um
destes meus pequeninos irmãos' (Mat. 25.40,45). Estes
podem ser (l) Israel, (2) a Igreja ou (3) os oprimidos.“
(LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica,
l. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, pp. 300,01).
Prof.CelsoNapoleon
28
Conheça Mais
"Serão lançados no lago de fogo. 0 juízo de Deus chega
ao fim. 0 lago de fogo é o destino derradeiro de tudo
aquilo que nos é pernicioso — Satanás, o falso profeta,
os demônios, a morte, o inferno e todos aqueles cujos
nomes não foram registrados no Livro da Vida, porque
não colocaram sua fé em Jesus Cristo. A visão de João
não permite áreas duvidosas no julgamento divino. Se
através da fé não nos identificamos com Cristo e não o
confessamos como o Senhor, não haverá qualquer
esperança, nenhuma segunda chance e nenhum outro
apelo". Leia mais em Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal,
CPAD, p. 1831.
Prof.CelsoNapoleon
29
1. Livros serão abertos.
III-A S BASES DO JUÍZO
FINAL
Prof.CelsoNapoleon
30
No dia do Juízo Final serão abertos
vários livros. Mas, que livros são
estes? Estes livros são uma
representação do julgamento divino.
Segundo a Palavra de Deus, neles
foram registradas todas as ações,
boas e más, praticadas por todos os
seres humanos desde o início do
mundo até o Dia do Julgamento (Apo.
20.11). O julgamento de Deus terá
como base os registros divinos que
estão contidos ali.
Prof.CelsoNapoleon
31
1. Livros serão abertos.
III-A S BASES DO JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
32
Ninguém poderá dizer que foi julgado
de maneira injusta, pois tudo estará
registrado com precisão. É
importante ressaltar que não
seremos salvos pelas nossas obras,
pois a salvação é unicamente pela fé,
pela graça divina. Mas as nossas
ações evidenciam a nossa conversão.
Aqueles que já experimentaram o
novo nascimento, precisam
demonstrar a nova vida em Cristo
mediante os seus frutos (ações).
2. Qual a sentença.
III-A S BASES DO JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
33
A Palavra de Deus afirma que
todos os que não forem
achados no Livro da Vida,
serão lançados no lago de fogo
e vão experimentar a segunda
morte. Estes estarão
eternamente separados de
Deus. Quão terrível juízo há
para aqueles que não
receberem pela fé a salvação.
2. Qual a sentença.
III-A S BASES DO JUÍZO FINAL
Prof.CelsoNapoleon
34
A Igreja precisa anunciar a todos a mensagem do
Evangelho, ganhando pessoas para Jesus enquanto
é tempo. Hoje é o tempo da oportunidade, o
tempo da salvação. Que sejamos como Noé que
apregoou para sua geração o juízo do Senhor.
Muitos rejeitaram a mensagem de Noé, porém o
dia da ira não tardou a chegar.
SINOPSE DO TÓPICO (3)
Prof.CelsoNapoleon
35
0 julgamento divino terá
como base os registros do
Todo-Poderoso.
SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO
Prof.CelsoNapoleon
36
"0 envio para o lago de fogo será para
sempre. Deus fez todos os seus
esforços para dar à humanidade todas
as oportunidades possíveis para o
arrependimento, mas este último ato
final de rebelião, depois de mil anos de
bênção [0 Milênio] marcará o final da
sua paciência. E todos os que
rejeitarem a Cristo como Senhor serão
condenados ao lago de fogo” (LAHAYE,
Tim. Enciclopédia Popular de Profecia
Bíblica, l. ed. Rio de Janeiro: CPAD,
2008, p.289).
CONCLUSÃO
Prof.CelsoNapoleon
37
0 Dia do Juízo de Deus virá
para todos. Você está
preparado? Ore, leia a Palavra
de Deus e jamais permita que
a carne, 0 Diabo e 0 mundo
venham fazer você pecar e
abandonar Jesus Cristo. Neste
mundo temos muitas
tribulações, mas “alegrai-vos,
antes, por estar 0 vosso nome
escrito nos céus" (Lc 10.20).
CONCLUSÃO
Prof.CelsoNapoleon
38
Se pela fé você já aceitou a
Jesus como seu único e
suficiente Salvador, sua
salvação já está garantida
e caso você permaneça fiel
até O fim, jamais passará
pelo Juízo Final: "Portanto,
agora, nenhuma
condenação há para os
que estão em Cristo Jesus,
que não andam segundo a
carne, mas segundo o
espírito" (Rm 8.1).
PARA REFLETIR
Prof.CelsoNapoleon
39
O que é o Juízo Final?
Será o Juízo de Deus sobre os ímpios e suas
impiedades, em todos os tempos e lugares.
Quando se dará o Juízo Final?
0 Juízo Final (do Trono Branco) ocorrerá logo após a
segunda prisão de Satanás, nos eventos finais após o
Milênio (Ap 20.7,10), depois de este ter enganado
mais uma vez as nações (Ap 20.11).
Quais são os eventos que antecedem o Juízo Final?
A última revolta de Satanás e a sua prisão eterna.
ArespeitodaEscatologiaBíblica,responda:
PARA REFLETIR
Prof.CelsoNapoleon
40
Quem será o Juiz?
0 Pai é o Supremo Juiz, porém Ele cofiou ao seu filho
Unigénito, Jesus Cristo, toda a autoridade no céu e na
Terra (Jo 5.22,27).
ArespeitodaEscatologiaBíblica,responda:
PARA REFLETIR
Prof.CelsoNapoleon
41
Quem terá que prestar contas ao justo Juiz?
Quem terá que prestar contas ao justo Juiz? Todos os
que, desde Caim, amam e praticam a iniquidade.
Estes, se não se arrependerem de seus pecados, vão
enfrentar o Juízo Divino; também serão julgados
todos os que estiverem vivos naquela ocasião; todos
os salvos que tiverem morrido durante o Milênio e os
anjos caídos, que se rebelaram contra Deus, também
terão de comparecer ao julgamento para receber o
seu castigo (Jd 6).
ArespeitodaEscatologiaBíblica,responda:
Prof.CelsoNapoleon
42
• Celso Napoleon
Theology from Cicero Canuto de Lima,
current FAESP - Evangelical School of São
Paulo. Technical Administration at State
Center for Technological Education Paula
Souza. Administration Graduating in UNESP
- Universidade Estadual Paulista "Julio de
Mesquita Filho" - Campus Tupa.
Telefone: (Celular): (14) 99773-8373
e-mail: celsonapoleon@hotmail.com
Face: www.facebook.com/celsonapoleon
Church: www.facebook.com/ieaduniverso

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°Trimestre 2016 Lição 10 Milênio - Um tempo glorios...
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°Trimestre 2016 Lição 10 Milênio - Um tempo glorios...EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°Trimestre 2016 Lição 10 Milênio - Um tempo glorios...
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°Trimestre 2016 Lição 10 Milênio - Um tempo glorios...GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
A Vinda de Jesus em Glória
A Vinda de Jesus em GlóriaA Vinda de Jesus em Glória
A Vinda de Jesus em GlóriaMárcio Martins
 
Lição 11 - O juízo final
Lição 11 - O juízo finalLição 11 - O juízo final
Lição 11 - O juízo finalAilton da Silva
 
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIALIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIALourinaldo Serafim
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Cap 8 2ª vinda de cristo
Cap 8   2ª vinda de cristoCap 8   2ª vinda de cristo
Cap 8 2ª vinda de cristoE. M. Silva
 
Lição 8 - A grande Tribulação
Lição 8 - A grande TribulaçãoLição 8 - A grande Tribulação
Lição 8 - A grande TribulaçãoAilton da Silva
 
EBD CPAD 1°TRIMESTRE 2016 Lição 9 - A vinda de Jesus em glória
EBD CPAD 1°TRIMESTRE 2016 Lição 9 - A vinda de Jesus em glóriaEBD CPAD 1°TRIMESTRE 2016 Lição 9 - A vinda de Jesus em glória
EBD CPAD 1°TRIMESTRE 2016 Lição 9 - A vinda de Jesus em glóriaGIDEONE Moura Santos Ferreira
 
LIÇÃO 08 - A GRANDE TRIBULAÇÃO
LIÇÃO 08 - A GRANDE TRIBULAÇÃOLIÇÃO 08 - A GRANDE TRIBULAÇÃO
LIÇÃO 08 - A GRANDE TRIBULAÇÃOLourinaldo Serafim
 
Lição 8 - A Grande Tribulação
Lição 8 - A Grande TribulaçãoLição 8 - A Grande Tribulação
Lição 8 - A Grande TribulaçãoAndrew Guimarães
 

Mais procurados (20)

Juízo final lição 11 completo
Juízo final   lição 11 completoJuízo final   lição 11 completo
Juízo final lição 11 completo
 
Juizo final
Juizo finalJuizo final
Juizo final
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°Trimestre 2016 Lição 10 Milênio - Um tempo glorios...
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°Trimestre 2016 Lição 10 Milênio - Um tempo glorios...EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°Trimestre 2016 Lição 10 Milênio - Um tempo glorios...
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°Trimestre 2016 Lição 10 Milênio - Um tempo glorios...
 
Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4
 
A Vinda de Jesus em Glória
A Vinda de Jesus em GlóriaA Vinda de Jesus em Glória
A Vinda de Jesus em Glória
 
Lição 18 - Livro de Apocalipse
Lição 18 - Livro de ApocalipseLição 18 - Livro de Apocalipse
Lição 18 - Livro de Apocalipse
 
Lição 11 - O juízo final
Lição 11 - O juízo finalLição 11 - O juízo final
Lição 11 - O juízo final
 
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIALIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
 
A grande tribulação
A grande tribulaçãoA grande tribulação
A grande tribulação
 
Cap 8 2ª vinda de cristo
Cap 8   2ª vinda de cristoCap 8   2ª vinda de cristo
Cap 8 2ª vinda de cristo
 
Lição 8 - A grande Tribulação
Lição 8 - A grande TribulaçãoLição 8 - A grande Tribulação
Lição 8 - A grande Tribulação
 
Lição 8slid
Lição 8slidLição 8slid
Lição 8slid
 
EBD CPAD 1°TRIMESTRE 2016 Lição 9 - A vinda de Jesus em glória
EBD CPAD 1°TRIMESTRE 2016 Lição 9 - A vinda de Jesus em glóriaEBD CPAD 1°TRIMESTRE 2016 Lição 9 - A vinda de Jesus em glória
EBD CPAD 1°TRIMESTRE 2016 Lição 9 - A vinda de Jesus em glória
 
A Segunda Vinda De Cristo
A Segunda Vinda De CristoA Segunda Vinda De Cristo
A Segunda Vinda De Cristo
 
LIÇÃO 08 - A GRANDE TRIBULAÇÃO
LIÇÃO 08 - A GRANDE TRIBULAÇÃOLIÇÃO 08 - A GRANDE TRIBULAÇÃO
LIÇÃO 08 - A GRANDE TRIBULAÇÃO
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
 
Eventos escatolottt
Eventos escatolotttEventos escatolottt
Eventos escatolottt
 
O Grande Julgamento
O Grande JulgamentoO Grande Julgamento
O Grande Julgamento
 
Lição 8 - A Grande Tribulação
Lição 8 - A Grande TribulaçãoLição 8 - A Grande Tribulação
Lição 8 - A Grande Tribulação
 

Destaque

10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecadoDaniel M Junior
 
O julgamento e a soberania pertencem a Deus
O julgamento e a soberania pertencem a DeusO julgamento e a soberania pertencem a Deus
O julgamento e a soberania pertencem a DeusMoisés Sampaio
 
Livro do ano 2015 para aventureiros king, o pregador que nã£o conseguia pregar
Livro do ano 2015 para aventureiros   king, o pregador que nã£o conseguia pregarLivro do ano 2015 para aventureiros   king, o pregador que nã£o conseguia pregar
Livro do ano 2015 para aventureiros king, o pregador que nã£o conseguia pregarsjfnet
 
Conselhos Necessários à Vida Cristã
Conselhos Necessários à Vida CristãConselhos Necessários à Vida Cristã
Conselhos Necessários à Vida CristãJUERP
 
Aproveite sua oportunidade para pregar.
Aproveite sua oportunidade para pregar.Aproveite sua oportunidade para pregar.
Aproveite sua oportunidade para pregar.Nehemias Santos
 
Pastor luiz antonio
Pastor luiz antonioPastor luiz antonio
Pastor luiz antonioRobson Lopes
 
Boletim Abril 2014
Boletim Abril 2014Boletim Abril 2014
Boletim Abril 2014willams
 
Acopladores pt 1
Acopladores pt  1Acopladores pt  1
Acopladores pt 1CORTARTEC
 
Evangelho - JESUS TE AMA!
Evangelho - JESUS TE AMA!Evangelho - JESUS TE AMA!
Evangelho - JESUS TE AMA!valmancarvalho
 
Curso de escatologia (7) juízo e purgatório
Curso de escatologia (7) juízo e purgatórioCurso de escatologia (7) juízo e purgatório
Curso de escatologia (7) juízo e purgatórioAfonso Murad (FAJE)
 
Chamados para Pregar e Abençoar - 10 ago14 - Lançamento Casas de Paz
Chamados para Pregar e Abençoar - 10 ago14 - Lançamento Casas de PazChamados para Pregar e Abençoar - 10 ago14 - Lançamento Casas de Paz
Chamados para Pregar e Abençoar - 10 ago14 - Lançamento Casas de PazPaulo Moral
 
Se nao eu, quem? Se não agora, Quando?
Se nao eu, quem? Se não agora, Quando?Se nao eu, quem? Se não agora, Quando?
Se nao eu, quem? Se não agora, Quando?Jocum
 
011 ó cristão, eia avante
011   ó cristão, eia avante011   ó cristão, eia avante
011 ó cristão, eia avanteAlexandre Vagner
 
Mito 3 a mulher não pode ensinar nem pregar a homens
Mito 3 a mulher não pode ensinar nem pregar a homensMito 3 a mulher não pode ensinar nem pregar a homens
Mito 3 a mulher não pode ensinar nem pregar a homensTérbia Leal
 
Você é chamado para pregar.
Você é chamado para pregar.Você é chamado para pregar.
Você é chamado para pregar.Nehemias Santos
 

Destaque (20)

10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado
 
O julgamento e a soberania pertencem a Deus
O julgamento e a soberania pertencem a DeusO julgamento e a soberania pertencem a Deus
O julgamento e a soberania pertencem a Deus
 
Livro do ano 2015 para aventureiros king, o pregador que nã£o conseguia pregar
Livro do ano 2015 para aventureiros   king, o pregador que nã£o conseguia pregarLivro do ano 2015 para aventureiros   king, o pregador que nã£o conseguia pregar
Livro do ano 2015 para aventureiros king, o pregador que nã£o conseguia pregar
 
Conselhos Necessários à Vida Cristã
Conselhos Necessários à Vida CristãConselhos Necessários à Vida Cristã
Conselhos Necessários à Vida Cristã
 
Aproveite sua oportunidade para pregar.
Aproveite sua oportunidade para pregar.Aproveite sua oportunidade para pregar.
Aproveite sua oportunidade para pregar.
 
Pastor luiz antonio
Pastor luiz antonioPastor luiz antonio
Pastor luiz antonio
 
Boletim Abril 2014
Boletim Abril 2014Boletim Abril 2014
Boletim Abril 2014
 
Castigo ou benção ?
Castigo ou  benção ?Castigo ou  benção ?
Castigo ou benção ?
 
Acopladores pt 1
Acopladores pt  1Acopladores pt  1
Acopladores pt 1
 
Evangelho - JESUS TE AMA!
Evangelho - JESUS TE AMA!Evangelho - JESUS TE AMA!
Evangelho - JESUS TE AMA!
 
Curso de escatologia (7) juízo e purgatório
Curso de escatologia (7) juízo e purgatórioCurso de escatologia (7) juízo e purgatório
Curso de escatologia (7) juízo e purgatório
 
Aula promessas de deus
Aula promessas de deusAula promessas de deus
Aula promessas de deus
 
Chamados para Pregar e Abençoar - 10 ago14 - Lançamento Casas de Paz
Chamados para Pregar e Abençoar - 10 ago14 - Lançamento Casas de PazChamados para Pregar e Abençoar - 10 ago14 - Lançamento Casas de Paz
Chamados para Pregar e Abençoar - 10 ago14 - Lançamento Casas de Paz
 
Se nao eu, quem? Se não agora, Quando?
Se nao eu, quem? Se não agora, Quando?Se nao eu, quem? Se não agora, Quando?
Se nao eu, quem? Se não agora, Quando?
 
Deus abomina a soberba
Deus abomina a soberbaDeus abomina a soberba
Deus abomina a soberba
 
011 ó cristão, eia avante
011   ó cristão, eia avante011   ó cristão, eia avante
011 ó cristão, eia avante
 
Honestidade
HonestidadeHonestidade
Honestidade
 
Deus é Justo
Deus é JustoDeus é Justo
Deus é Justo
 
Mito 3 a mulher não pode ensinar nem pregar a homens
Mito 3 a mulher não pode ensinar nem pregar a homensMito 3 a mulher não pode ensinar nem pregar a homens
Mito 3 a mulher não pode ensinar nem pregar a homens
 
Você é chamado para pregar.
Você é chamado para pregar.Você é chamado para pregar.
Você é chamado para pregar.
 

Semelhante a O Juízo Final: Todos prestarão contas de suas ações

Lição 10 - Escapando da Ira Futura
Lição 10 - Escapando da Ira FuturaLição 10 - Escapando da Ira Futura
Lição 10 - Escapando da Ira FuturaÉder Tomé
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroErberson Pinheiro
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouroLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouroNatalino das Neves Neves
 
Lição 12 EBD , 17 setembro 2017.
Lição 12  EBD , 17 setembro 2017.Lição 12  EBD , 17 setembro 2017.
Lição 12 EBD , 17 setembro 2017.RODRIGO FERREIRA
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptxKARINEVONEYVIEIRABAR
 
Lição 12 acontecimentos futuros
Lição 12   acontecimentos futurosLição 12   acontecimentos futuros
Lição 12 acontecimentos futurosajcm3110
 
Lição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulaçãoLição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulaçãoCelso Napoleon
 
A segunda vinda de Jesus Cristo
A segunda vinda de Jesus CristoA segunda vinda de Jesus Cristo
A segunda vinda de Jesus Cristodimas campos
 
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016Pr. Andre Luiz
 
Escatologia aula 5
Escatologia   aula 5Escatologia   aula 5
Escatologia aula 5Jose Ventura
 
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do SenhorUnidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do SenhorRamón Zazatt
 

Semelhante a O Juízo Final: Todos prestarão contas de suas ações (20)

Estudo os eventos finais
Estudo os eventos finaisEstudo os eventos finais
Estudo os eventos finais
 
Escatologia cap 10
Escatologia cap 10Escatologia cap 10
Escatologia cap 10
 
O grande trono branco.docx
O grande trono branco.docxO grande trono branco.docx
O grande trono branco.docx
 
Lição 10 - Escapando da Ira Futura
Lição 10 - Escapando da Ira FuturaLição 10 - Escapando da Ira Futura
Lição 10 - Escapando da Ira Futura
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouroLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
 
Lição 12 EBD , 17 setembro 2017.
Lição 12  EBD , 17 setembro 2017.Lição 12  EBD , 17 setembro 2017.
Lição 12 EBD , 17 setembro 2017.
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-11 ESPERANÇA E GLORIA PARA OS SALVOS.pptx
 
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
Uxvofimdasnacoes 091209200019-phpapp01
 
Lição 12 acontecimentos futuros
Lição 12   acontecimentos futurosLição 12   acontecimentos futuros
Lição 12 acontecimentos futuros
 
Lição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulaçãoLição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulação
 
A segunda vinda de Jesus Cristo
A segunda vinda de Jesus CristoA segunda vinda de Jesus Cristo
A segunda vinda de Jesus Cristo
 
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
 
Escatologia aula 5
Escatologia   aula 5Escatologia   aula 5
Escatologia aula 5
 
Eventos escatológicos
Eventos escatológicosEventos escatológicos
Eventos escatológicos
 
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do SenhorUnidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
 
A grande tribulação completa
A grande tribulação completaA grande tribulação completa
A grande tribulação completa
 
A grande tribulação completa 2
A grande tribulação completa 2A grande tribulação completa 2
A grande tribulação completa 2
 
Escatologia cap.03
Escatologia cap.03Escatologia cap.03
Escatologia cap.03
 

Mais de Celso Napoleon

Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptxLesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptxCelso Napoleon
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptxLesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptxCelso Napoleon
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptx
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptxLição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptx
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptxCelso Napoleon
 
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptx
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptxLesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptx
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptxCelso Napoleon
 
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptx
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptxLição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptx
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptxCelso Napoleon
 
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptx
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptxLesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptx
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptxCelso Napoleon
 
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptx
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptxLição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptx
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptxCelso Napoleon
 
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptx
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptxLesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptx
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptxCelso Napoleon
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxLição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxCelso Napoleon
 
Lição 9 - O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja.pptx
Lição 9 - O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja.pptxLição 9 - O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja.pptx
Lição 9 - O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja.pptxCelso Napoleon
 
Lesson 8 - Discipline in the Church.pptx
Lesson 8 - Discipline in the Church.pptxLesson 8 - Discipline in the Church.pptx
Lesson 8 - Discipline in the Church.pptxCelso Napoleon
 
Lesson 7 - The Ministry of the Church.pptx
Lesson 7 - The Ministry of the Church.pptxLesson 7 - The Ministry of the Church.pptx
Lesson 7 - The Ministry of the Church.pptxCelso Napoleon
 
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxLição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxCelso Napoleon
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxCelso Napoleon
 
Lesson 6 - Church: Organism and Organization.pptx
Lesson 6 - Church: Organism and Organization.pptxLesson 6 - Church: Organism and Organization.pptx
Lesson 6 - Church: Organism and Organization.pptxCelso Napoleon
 
Lição 6 - Igreja: Organismo e Organização.pptx
Lição 6 - Igreja: Organismo e Organização.pptxLição 6 - Igreja: Organismo e Organização.pptx
Lição 6 - Igreja: Organismo e Organização.pptxCelso Napoleon
 
Lesson 5 - The Mission of the Church of Christ.pptx
Lesson 5 - The Mission of the Church of Christ.pptxLesson 5 - The Mission of the Church of Christ.pptx
Lesson 5 - The Mission of the Church of Christ.pptxCelso Napoleon
 
Lição 5 - A Missão da Igreja de Cristo.pptx
Lição 5 - A Missão da Igreja de Cristo.pptxLição 5 - A Missão da Igreja de Cristo.pptx
Lição 5 - A Missão da Igreja de Cristo.pptxCelso Napoleon
 

Mais de Celso Napoleon (20)

Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptxLesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptxLesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptx
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptxLição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptx
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptx
 
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptx
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptxLesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptx
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptx
 
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptx
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptxLição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptx
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptx
 
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptx
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptxLesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptx
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptx
 
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptx
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptxLição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptx
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptx
 
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptx
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptxLesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptx
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptx
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxLição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
 
Lição 9 - O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja.pptx
Lição 9 - O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja.pptxLição 9 - O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja.pptx
Lição 9 - O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja.pptx
 
Lesson 8 - Discipline in the Church.pptx
Lesson 8 - Discipline in the Church.pptxLesson 8 - Discipline in the Church.pptx
Lesson 8 - Discipline in the Church.pptx
 
Lesson 7 - The Ministry of the Church.pptx
Lesson 7 - The Ministry of the Church.pptxLesson 7 - The Ministry of the Church.pptx
Lesson 7 - The Ministry of the Church.pptx
 
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxLição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
 
Lesson 6 - Church: Organism and Organization.pptx
Lesson 6 - Church: Organism and Organization.pptxLesson 6 - Church: Organism and Organization.pptx
Lesson 6 - Church: Organism and Organization.pptx
 
Lição 6 - Igreja: Organismo e Organização.pptx
Lição 6 - Igreja: Organismo e Organização.pptxLição 6 - Igreja: Organismo e Organização.pptx
Lição 6 - Igreja: Organismo e Organização.pptx
 
Lesson 5 - The Mission of the Church of Christ.pptx
Lesson 5 - The Mission of the Church of Christ.pptxLesson 5 - The Mission of the Church of Christ.pptx
Lesson 5 - The Mission of the Church of Christ.pptx
 
Lição 5 - A Missão da Igreja de Cristo.pptx
Lição 5 - A Missão da Igreja de Cristo.pptxLição 5 - A Missão da Igreja de Cristo.pptx
Lição 5 - A Missão da Igreja de Cristo.pptx
 

Último

Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do BrasilMary Alvarenga
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxLuisCarlosAlves10
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 

Último (20)

Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 

O Juízo Final: Todos prestarão contas de suas ações

  • 1. O Juízo Final 1º Trimestre de 2016 Lição 11 13 março 2016
  • 2. "E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu, e não se achou lugar para eles." (Ap 20.11) TEXTO ÁUREO Prof.CelsoNapoleon 2
  • 3. Todos os ímpios terão de prestar conta dos seus atos perante o Supremo Juiz. VERDADE PRÁTICA Prof.CelsoNapoleon 3
  • 4. OBJETIVO GERAL Prof.CelsoNapoleon 4 Mostrar que todos terão que prestar conta dos seus atos diante do Trono Branco.
  • 5. I - Explicar os eventos que antecedem ao juízo final; II - O Saber como se dará o juízo final; III - Relacionar as bases do juízo final. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Prof.CelsoNapoleon 5
  • 6. 18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. 19 E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. 11 E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Prof.CelsoNapoleon 6 João 3.18,19; Apocalipse 20.11-15
  • 7. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Prof.CelsoNapoleon 7 12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. 13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. 14 E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. 15 E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. João 3.18,19; Apocalipse 20.11-15
  • 8. Todos, crentes e não crentes, terão que enfrentar o Supremo Juiz. PONTO CENTRAL 8 Prof.CelsoNapoleon
  • 9. INTRODUÇÃO Na lição de hoje estudaremos a respeito do dia do Juízo do Senhor. De acordo com a Palavra de Deus, este será um dia de ajuste de contas, onde todos os ímpios estarão perante Deus e terão de responder por seus atos. 0 julgamento se dará diante do "trono branco" de Deus. (Ap 20.11) Prof.CelsoNapoleon 9
  • 10. INTRODUÇÃO Deus ama a todos e deseja que toda a humanidade seja salva, mas para os que não creem, os incrédulos, Ele tem uma sentença que já foi declarada por seu Filho: “Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigénito Filho de Deus" (Jo 3.18). Prof.CelsoNapoleon 10
  • 11. • 1. A última revolta de Satanás. I - EVENTOS QUE ANTECEDEM AO JUÍZO FINAL 11 Depois de terminado o período do Milênio, Satanás será solto para provar os que nasceram durante o Milênio e que ainda não tiveram oportunidade de ter sua fé provada, diante das tentações malignas (1 Pe. 1.7). Ele enganará as nações e elas não se renderão a Cristo. 0 mesmo fez a multidão que escolheu soltar a Barrabás e condenar Jesus (Mt 27.17-21). Prof.CelsoNapoleon
  • 12. 12 Pela segunda vez. Deus vai mandar seus mensageiros poderosos prender "o Dragão", “a antiga serpente“ (Ap 20.2), que estava no "abismo" (Ap 20.3): ”E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre" (Ap 20.10). Só depois da última rebelião do maligno, e de sua prisão para sempre, é que será estabelecido o Juízo Final. Prof.CelsoNapoleon • 2. A Prisão eterna de Satanás. I - EVENTOS QUE ANTECEDEM AO JUÍZO FINAL
  • 13. SINOPSE DO TÓPICO (1) Prof.CelsoNapoleon 13 Antes do juízo final Satanás será preso por um período determinado de tempo.
  • 14. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 14 1. O que é e quando se dará? Será o Juízo de Deus sobre os ímpios e suas impiedades, em todos os tempos e lugares. De acordo com a Bíblia, o Juízo Final (do Trono Branco) ocorrerá logo após a segunda prisão de Satanás, nos eventos finais após o Milênio (Ap 20.7,10), depois de este ter enganado mais uma vez as nações (Ap 20.11).
  • 15. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 15 2. Quem será o Juiz? 0 Pai é o Supremo Juiz, porém Ele confiou ao seu filho Unigénito, Jesus Cristo, toda a autoridade no céu e na Terra (Jo 5.22,27). Segundo o pastor Claudionor de Andrade, "para assisti-lo no tribunal, Jesus terá ao seu lado a Igreja Glorificada“ (1 Co 6.2,3). Jesus, juntamente com sua Igreja "há de julgar os vivos e os mortos na sua vinda e no seu Reino“ (2 Tm 4.1b; Sl 9.8).
  • 16. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 16 2. Quem será o Juiz? Se alguém quer ser livre da condenação eterna, necessita aqui na Terra, nos dias em que vivemos (1 João 2.1,2), de se arrepender dos seus pecados e entregar-se a Jesus reconhecendo-o como Salvador e Senhor, porque depois será impossível (Sal. 9.17).
  • 17. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 17 2. Quem será o Juiz? Paulo afirma que Deus "há de julgar o mundo, por meio do varão que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dos mortos“ (At 17.31; Hb 12.23). Por meio de Jesus será exercido o julgamento, pois Ele será o Supremo Juiz, assentado no Trono Branco, no Juízo Final (Jo 5.22, 27; Ap 20.11).
  • 18. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 18 2. Quem será o Juiz? Diante de Jesus todo joelho se dobrará! Queiram ou não, se prostrarão diante d’Ele os ditadores, governantes, juízes, juristas, políticos, cientistas, militares de todas as patentes, milionários, em sua soberba, arrogância e prepotência, e também os pobres, analfabetos e miseráveis, se não tiverem aceitado a Cristo como Salvador. Diz a Bíblia: "Porque está escrito: Pela minha vida, diz o Senhor, todo
  • 19. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 19 2. Quem será o Juiz? Diante de Jesus todo joelho se dobrará! Queiram ou não, se prostrarão diante d’Ele os ditadores, governantes, juízes, juristas, políticos, cientistas, militares de todas as patentes, milionários, em sua soberba, arrogância e prepotência, e também os pobres, analfabetos e miseráveis, se não tiverem aceitado a Cristo como Salvador.
  • 20. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 20 2. Quem será o Juiz? Diz a Bíblia: "Porque está escrito: Pela minha vida, diz o Senhor, todo joelho se dobrará diante de mim, e toda língua confessará a Deus. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Rm 14.11,12). Glória a Deus, pois atualmente já temos o privilégio de dobrar os nossos joelhos e adorar ao Senhor em espírito e em verdade.
  • 21. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 21 3. Quem terá de prestar contas ao justo Juiz? Vejamos todos que serão julgados: 1) Primeiro serão julgados todos os que, desde Caim, amam e praticam a iniquidade. Estes, se não se arrependerem de seus pecados, vão enfrentar o Juízo Divino;
  • 22. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 22 3. Quem terá de prestar contas ao justo Juiz? 2) Também serão julgados todos os que estiverem vivos naquela ocasião; 3) Todos os salvos que tiveram morrido durante o Milênio (Dan. 12.2); 4) Os anjos caídos, que se rebelaram contra Deus, também terão de comparecer ao julgamento para receber o seu castigo (Jud. 6).
  • 23. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 23 3. Quem terá de prestar contas ao justo Juiz? Também vão prestar contas a Deus todos os falsos profetas, os falsos obreiros e pseudopastores que afastaram as pessoas e as impediram de conhecer o Filho de Deus.
  • 24. I I - O JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 24 3. Quem terá de prestar contas ao justo Juiz? Ali estarão também todos os governantes, magistrados, juízes e políticos que aprovaram leis contra os princípios divinos, leis que perverteram o direito dos pobres, dos órfãos e das viúvas. Vivos ou mortos, estes não escaparão do tribunal divino.
  • 25. SINOPSE DO TÓPICO (2) Prof.CelsoNapoleon 25 O Todo Poderoso vai julgar as ações de todos os homens no dia do Juízo Final.
  • 26. SUBSÍDIO Escatológico ”0 Tribunal de Cristo Algumas vezes, este julgamento é chamado de tribunal bema (grego). 'Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal’ (2 Cor. 5.10). No bema, Deus julgará as obras dos crentes, e não seus pecados. Estes foram expiados completamente por Jesus e Deus não se lembra mais deles (Hb 10.17). No bema, todas as obras são avaliadas segundo suas intenções e resultados. Prof.CelsoNapoleon 26
  • 27. SUBSÍDIO Escatológico Visto que Deus é justo. Ele não pode deixar de examinar as nossas obras, sejam boas ou más. 0 Tribunal de Cristo é muitas vezes tratado como parte das doutrinas sobre recompensas para os cristãos. Não se trata de um julgamento para determinar se os crentes entrarão no céu, mas para avaliar a quantidade e a qualidade dos serviços prestados na terra. Sendo fiéis a Cristo, os cristãos serão recompensados. Prof.CelsoNapoleon 27
  • 28. SUBSÍDIO Escatológico 0 julgamento das nações gentílicas com a segunda vinda de Cristo, todas as nações do mundo comparecerão perante Ele para serem julgadas (Mt 25.32)— cena descrita na Bíblia como uma separação entre bodes e ovelhas. Este julgamento fundamenta-se no tratamento dispensado àqueles que Cristo identifica como 'um destes meus pequeninos irmãos' (Mat. 25.40,45). Estes podem ser (l) Israel, (2) a Igreja ou (3) os oprimidos.“ (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica, l. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, pp. 300,01). Prof.CelsoNapoleon 28
  • 29. Conheça Mais "Serão lançados no lago de fogo. 0 juízo de Deus chega ao fim. 0 lago de fogo é o destino derradeiro de tudo aquilo que nos é pernicioso — Satanás, o falso profeta, os demônios, a morte, o inferno e todos aqueles cujos nomes não foram registrados no Livro da Vida, porque não colocaram sua fé em Jesus Cristo. A visão de João não permite áreas duvidosas no julgamento divino. Se através da fé não nos identificamos com Cristo e não o confessamos como o Senhor, não haverá qualquer esperança, nenhuma segunda chance e nenhum outro apelo". Leia mais em Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, CPAD, p. 1831. Prof.CelsoNapoleon 29
  • 30. 1. Livros serão abertos. III-A S BASES DO JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 30 No dia do Juízo Final serão abertos vários livros. Mas, que livros são estes? Estes livros são uma representação do julgamento divino. Segundo a Palavra de Deus, neles foram registradas todas as ações, boas e más, praticadas por todos os seres humanos desde o início do mundo até o Dia do Julgamento (Apo. 20.11). O julgamento de Deus terá como base os registros divinos que estão contidos ali.
  • 32. 1. Livros serão abertos. III-A S BASES DO JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 32 Ninguém poderá dizer que foi julgado de maneira injusta, pois tudo estará registrado com precisão. É importante ressaltar que não seremos salvos pelas nossas obras, pois a salvação é unicamente pela fé, pela graça divina. Mas as nossas ações evidenciam a nossa conversão. Aqueles que já experimentaram o novo nascimento, precisam demonstrar a nova vida em Cristo mediante os seus frutos (ações).
  • 33. 2. Qual a sentença. III-A S BASES DO JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 33 A Palavra de Deus afirma que todos os que não forem achados no Livro da Vida, serão lançados no lago de fogo e vão experimentar a segunda morte. Estes estarão eternamente separados de Deus. Quão terrível juízo há para aqueles que não receberem pela fé a salvação.
  • 34. 2. Qual a sentença. III-A S BASES DO JUÍZO FINAL Prof.CelsoNapoleon 34 A Igreja precisa anunciar a todos a mensagem do Evangelho, ganhando pessoas para Jesus enquanto é tempo. Hoje é o tempo da oportunidade, o tempo da salvação. Que sejamos como Noé que apregoou para sua geração o juízo do Senhor. Muitos rejeitaram a mensagem de Noé, porém o dia da ira não tardou a chegar.
  • 35. SINOPSE DO TÓPICO (3) Prof.CelsoNapoleon 35 0 julgamento divino terá como base os registros do Todo-Poderoso.
  • 36. SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO Prof.CelsoNapoleon 36 "0 envio para o lago de fogo será para sempre. Deus fez todos os seus esforços para dar à humanidade todas as oportunidades possíveis para o arrependimento, mas este último ato final de rebelião, depois de mil anos de bênção [0 Milênio] marcará o final da sua paciência. E todos os que rejeitarem a Cristo como Senhor serão condenados ao lago de fogo” (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica, l. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, p.289).
  • 37. CONCLUSÃO Prof.CelsoNapoleon 37 0 Dia do Juízo de Deus virá para todos. Você está preparado? Ore, leia a Palavra de Deus e jamais permita que a carne, 0 Diabo e 0 mundo venham fazer você pecar e abandonar Jesus Cristo. Neste mundo temos muitas tribulações, mas “alegrai-vos, antes, por estar 0 vosso nome escrito nos céus" (Lc 10.20).
  • 38. CONCLUSÃO Prof.CelsoNapoleon 38 Se pela fé você já aceitou a Jesus como seu único e suficiente Salvador, sua salvação já está garantida e caso você permaneça fiel até O fim, jamais passará pelo Juízo Final: "Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito" (Rm 8.1).
  • 39. PARA REFLETIR Prof.CelsoNapoleon 39 O que é o Juízo Final? Será o Juízo de Deus sobre os ímpios e suas impiedades, em todos os tempos e lugares. Quando se dará o Juízo Final? 0 Juízo Final (do Trono Branco) ocorrerá logo após a segunda prisão de Satanás, nos eventos finais após o Milênio (Ap 20.7,10), depois de este ter enganado mais uma vez as nações (Ap 20.11). Quais são os eventos que antecedem o Juízo Final? A última revolta de Satanás e a sua prisão eterna. ArespeitodaEscatologiaBíblica,responda:
  • 40. PARA REFLETIR Prof.CelsoNapoleon 40 Quem será o Juiz? 0 Pai é o Supremo Juiz, porém Ele cofiou ao seu filho Unigénito, Jesus Cristo, toda a autoridade no céu e na Terra (Jo 5.22,27). ArespeitodaEscatologiaBíblica,responda:
  • 41. PARA REFLETIR Prof.CelsoNapoleon 41 Quem terá que prestar contas ao justo Juiz? Quem terá que prestar contas ao justo Juiz? Todos os que, desde Caim, amam e praticam a iniquidade. Estes, se não se arrependerem de seus pecados, vão enfrentar o Juízo Divino; também serão julgados todos os que estiverem vivos naquela ocasião; todos os salvos que tiverem morrido durante o Milênio e os anjos caídos, que se rebelaram contra Deus, também terão de comparecer ao julgamento para receber o seu castigo (Jd 6). ArespeitodaEscatologiaBíblica,responda:
  • 42. Prof.CelsoNapoleon 42 • Celso Napoleon Theology from Cicero Canuto de Lima, current FAESP - Evangelical School of São Paulo. Technical Administration at State Center for Technological Education Paula Souza. Administration Graduating in UNESP - Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - Campus Tupa. Telefone: (Celular): (14) 99773-8373 e-mail: celsonapoleon@hotmail.com Face: www.facebook.com/celsonapoleon Church: www.facebook.com/ieaduniverso