Cidadania
Cidadania é o conjunto de
direitos e liberdades sociais e
econômicas reconhecidas ou
não por um povo, país ou
nação.
A cidadania, tem origem na
Grécia clássica, sendo usada
para designar os direitos
relativos ao cidadão, ou seja,
ao indiví...
A cidadania moderna tem suas
origens também após a
segunda guerra mundial
(1945), com o aumento
substancial dos direitos s...
Por muito Tempo, após a Grécia Antiga, a
cidadania ficou estagnada e esquecida,
voltando a tona após a segunda Guerra
Mund...
Embora existam leis que visam reparar
injustiças, tais como: “Maria da Penha” e
“Afonso Arinos”, como no caso do Brasil, a...
Por isso hoje no Brasil, o
exercício da cidadania
assegurado pela constituição.
Contudo, o que ocorre é um
tanto utópico, ...
Ainda, percebemos as mazelas
e a pouca vergonha praticada
pelos políticos que temos em
nosso país. E o povo de modo
geral ...
No mundo, a cidadania
naturalizada é a
liberdade, como estabelecida
no artigo III da Declaração
Universal dos Direitos
hum...
Cidadânia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cidadânia

232 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
232
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cidadânia

  1. 1. Cidadania
  2. 2. Cidadania é o conjunto de direitos e liberdades sociais e econômicas reconhecidas ou não por um povo, país ou nação.
  3. 3. A cidadania, tem origem na Grécia clássica, sendo usada para designar os direitos relativos ao cidadão, ou seja, ao indivíduo, no referente aos negócios e as decisões políticas.
  4. 4. A cidadania moderna tem suas origens também após a segunda guerra mundial (1945), com o aumento substancial dos direitos sociais com a criação do Estado de Bem Estar Social (Welfare State).
  5. 5. Por muito Tempo, após a Grécia Antiga, a cidadania ficou estagnada e esquecida, voltando a tona após a segunda Guerra Mundial com a criação da ONU e da declaração Universal dos Direitos Humanos a partir de 1948, possibilitando que em muitos países ela viesse a ser buscada, e suprimindo os governos totalitários, assegurando por meio das constituições de muitos países os direitos de democracia, “isegoria” e isonomia.
  6. 6. Embora existam leis que visam reparar injustiças, tais como: “Maria da Penha” e “Afonso Arinos”, como no caso do Brasil, a cidadania que etimologicamente significa cidadão( ou aquele que vive na cidade), não basta estar na cidade e ser um indivíduo contemplativo, omisso e absorvido por si e para si. É necessário agir, porque a cidadania é vista no cidadão em ação porque os problemas da cidade dizem respeito a todos os cidadãos.
  7. 7. Por isso hoje no Brasil, o exercício da cidadania assegurado pela constituição. Contudo, o que ocorre é um tanto utópico, pois segundo o historiador José Murilo de Carvalho: “...a cidadania ideal é naturalizada pelo cotidiano das pessoas, como um bem ou valor pessoal, individual e, portanto, intransferível.”
  8. 8. Ainda, percebemos as mazelas e a pouca vergonha praticada pelos políticos que temos em nosso país. E o povo de modo geral está preocupado com futebol e carnaval.
  9. 9. No mundo, a cidadania naturalizada é a liberdade, como estabelecida no artigo III da Declaração Universal dos Direitos humanos, nos moldes dos Ideais da Revolução Francesa: “Toda pessoa tem o direito à vida, à liberdade, e à segurança pessoal.”

×