Iluminismo

3.203 visualizações

Publicada em

Iluminismo: contexto político, econômico, social, precursores, filósofos, princípios, liberalismo econômico, despotismo esclarecido.

Publicada em: Educação
2 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.203
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
213
Comentários
2
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Iluminismo

  1. 1. ILUMINISMO
  2. 2. 1. Conceito:o Movimento intelectual burguês em oposição ao Antigo Regime (Absolutismo).o Os pensadores iluministas não concordavam com as restrições absolutistas e defendiam razão, liberdade,igualdade,fraternidade.
  3. 3. Século das Luzes – Séc. XVIII:o A oposição ao Absolutismo e os ideais iluministas fizeram do séc. XVIII o Século das Luzes ou da Ilustração e do Iluminismo uma Revolução Intelectual.o O Iluminismo representou os sonhos burgueses no séc. XVIII.
  4. 4. “Os pensadores do século das luzes foram os primeiros a proclamar que os homens nascem livres, iguais, com direito à vida e à propriedade.Esses pensadores acreditavam na razão e no progresso, combatiam o misticismo, a ignorância, o absolutismo, a Igreja Católica e a intervenção do Estado na economia .”
  5. 5. 1. Contexto:A – Políticoo O Antigo Regime (Absolutismo) com tiranos que reinavam sob direito divino impedia os sonhos democráticos da burguesia.o Uma situação que favorecia a indignação e a resistência.
  6. 6. B – Econômicoo O Estado intervinha na economia através do Mercantilismo.o A burguesia prejudicada em seus negócios reivindicava liberdade no mercado. MERCANTILISMO Regras intervencionistas adotadas pelo Estado Absolutista para acumular metais preciosos. Protecionismo, monopólios, balança comercial favorável e colônias fortaleciam o Estado
  7. 7. C – Socialo Uma sociedade com privilégios ao Clero e à Nobreza às custas da exploração da burguesia, obrigada a pagar altos impostos. A sociedade era do tipo estamental e imobilista. Uma sociedade hierarquizada, em que Clero e Nobreza gozavam de regalias, cabia ao 3º Estado (burguesia, operários, camponeses) pagar altos impostos, o que gerava indignação e revolta.
  8. 8. CleroNobrezaPovo: burguesia, operários, camponeses
  9. 9. C – CulturalRacionalismo Cientificista:o Extensão do Renascimento.o Séc. XVII – Idade da Razão.o Negação do misticismo.o Força ao senso crítico. Com o Renascimento (sécs. XV – XVI) o Racionalismo se fortalece. Com a razão e as pesquisas em alta surgiram grandes descobertas: telescópio, órbita dos planetas, máquina de calcular, funcionamento do coração, geometria analítica, células, microscópio, lei da gravidade. Na Filosofia Francis Bacon e o Método indutivo e René Descartes com o Racionalismo..
  10. 10. 2 – PrecursoresRené Descartes (1596/1650)o Defensor da razão.o Criador da Geometria Analítica.o Criou o “Discurso do Método.”o Criou o Método Cartesiano.o Considerado o primeiro filósofo moderno.
  11. 11. Isaac Newton (1642/1727)o Pai da Física contemporânea.o Defendeu a razão e a ciência.Criações:o Binômio de Newton.o Lei da Gravitação Universal.o Natureza das cores.
  12. 12. John Locke (1632/1704)o Ideólogo do Liberalismo.o Crítico do Absolutismo “divino”.o Defendeu o governo democrático. Locke dizia que todos os homens, ao nascer, tinham direitos naturais: direito à vida, à liberdade e à propriedade. Para garantir esses direitos naturais, os homens haviam criado governos. Se esses governos, contudo, não respeitassem a vida, a liberdade e a propriedade, o povo tinha o direito de se revoltar contra eles. As pessoas podiam contestar um governo injusto e não eram obrigadas a aceitar suas decisões.
  13. 13. Iluminista Obra principal Idéias - pensamentoVoltaire Cartas Inglesas Crítico do Absolutismo Crítico do Misticismo(1694/1778) Defendeu a Liberdade de expressão. País atrasado: o Absolutismo País adiantado: o LiberalismoMontesquieu O Espírito das Leis Crítico do Absolutismo Defendeu a tripartição(1689/1755) do poder: Executivo, Legislativo, Judiciário.Rousseau Discurso sobre a origem Crítico do Absolutismo e os fundamentos da Defendeu a democracia(1712/1778) Teoria bom selvagem desigualdade entre os homens
  14. 14. François-Marie Arouet Voltaire
  15. 15. Charles-Louis de Secondat Montesquieu
  16. 16. Jean-Jacques Rousseau
  17. 17. Diderot e D’ Alembert:o Enciclopedistas e Contratualistas. Contratualistas.o Deístas ( Crença em Deus ).o Críticos do misticismo.o A razão e o conhecimento para o povo.o Pacto: governantes e governados.
  18. 18. Denis Diderot Jean D’Alembert (1713/1784) (1717/1783)
  19. 19. Princípios básicos:Universalidade:o Igualdade ampla de direitos.Individualidade:o Ser humano é único, não apenas parte de uma massa coletiva. AUTONOMIA Os homens estão aptos a pensar por si sem a tutela da religião ou ideologias e livres para agir no espaço público e construir sua sobrevivência..
  20. 20. Iluminista Obra principal Idéias pensamentoFisiocracia: Contra Mercantilismo.Governo da Natureza Liberdade de ação. Terra fonte de riqueza.Quesnay Quadro Econômico(1694/1774) “Laissez-faire, laissez- passer, le monde va deTourgot lui méme.”(1727/1781) Fundamentos Defesa livre mercado. Crítico dos impostos.Liberalismo: Contra Mercantilismo.Adam Smith Riqueza das Nações Defesa do Liberalismo.(1723/1790) Não intervenção doDavid Ricardo Princípios de economia Estado na economia.(1772/1823) política e tributação “Mão invisível do mercado”
  21. 21. Quesnay Tourgot
  22. 22. Adam Smith
  23. 23. 3 – Despotismo EsclarecidoDespotismo Ilustrado:o Conciliação entre Absolutismo e Iluminismo.o Temendo perder o poder, alguns déspotas realizaram reformas tendo por base os princípios iluministas.
  24. 24. Reformas:o Fim das torturas e da servidão.o Incentivo à educação e à cultura.Principais déspotas ilustrados:o José II – Áustria.o Carlos III – Espanha.o Pombal – Portugal.

×