Grécia pdf

2.970 visualizações

Publicada em

Grécia: períodos, Atenas, Esparta, sociedade, economia, educação, heranças.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.970
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
133
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grécia pdf

  1. 1. O MUNDO GREGO ANTIGUIDADE CLÁSSICA
  2. 2. 1. Períodos:o Pré – homérico.o Homérico.o Arcaico.o Clássico.o Macedônico.
  3. 3. 2. Geografia:o Europa Ocidental.o Península Balcânica.o Relevo acidentado.o Ilhas.o Isolamento geográfico natural.o Formação de Cidades – Estado .
  4. 4. A – Continental:o Parte ligada à Europa Ocidental.B – Peninsular:o Península Balcânica.o Peloponeso e Ática.C – Insular:o Litoral recortado por ilhas.
  5. 5. Civilização creto – micênica:oFusão das culturas micênica/cretense
  6. 6. Guerra de Tróia:Expansão de Creta e Micenas
  7. 7. Aspectos Econômicos:o Vocação marítima.o Comércio exterior.Agricultura:o Cereais e frutas nas encostas.Pecuária:o Bois, porcos, cabras.
  8. 8. 3. Pré – homérico :o Séc. XX a XII a.C.o Povoamento.o Povos indo – europeus.o Nômades e migrantes.o Aqueus, Eólios, Jônios e Dórios.
  9. 9. Dórios:1ª Diáspora Gregao Guerreiros violentos.o Ocuparam o Peloponeso.o Fundaram Esparta.o O terror forçou a 1ª diáspora.o Gregos povoaram a Ásia Menor.
  10. 10. 4. Homérico – Séc. XII a VIII a.C:A – Sistema Gentílico:o Genos – Clãs como base.o Consanguinidade – ligação .o Terras e trabalho coletivos.o Sistema igualitário.o Páter – famílias: administrador.
  11. 11. Crise do Genos:o Aumento populacional.o Escassez de terras férteis.o Técnicas primitivas.o Fome e miséria. CRISE DO GENOS E 2ª DIÁSPORA Devido à escassez de terras férteis e a quebra na produção o Páter-Famílias decidiu dividir as terras. O fato gerou disputa pela posse da terra levando à propriedade privada. Uma sociedade de classes baseada na luta pela terra substituiu o Comunismo Primitivo. Os marginais migraram para outras regiões da Europa.
  12. 12. Novas estruturas:o Propriedade privada.o Sociedade de classes. Eupátridas Proprietários Georgois Agricultores Thetas Marginais
  13. 13. 5. Arcaico – Séc. VIII a VI a.C. :o Fim do Sistema Gentílico.o Desenvolvimento político, social e econômico.o Formação das Cidades – Estado.o Construção de Templos.o Pintura e arte em cerâmica.o Bases da Democracia.
  14. 14. Formação das Cidades – Estadoo A Grécia conhecida como Hélade.o Os gregos chamados Helenos.o Frátrias formaram as tribos.o Tribos formaram Cidade – Estado.o Cidade era a Pólis.o De Pólis surgiu Política.
  15. 15. A – Esparta:o Fundada pelos Dórios.o Península do Peloponeso.o Sociedade aristocrática.o Conservadora.o Militarista.o Escravista.
  16. 16. B – Atenas:o Fundada pelos Jônios.o Península da Ática.o Berço da Política.o Sociedade de classes.o Democrática.o Escravista.
  17. 17. Sociedade: EspartanosEsparta Filhos de Dórios Cidadãos Periecos Periferia Comerciantes Artesãos Hilotas Servos do Estado
  18. 18. Sociedade Eupátridas ProprietáriosAtenas Cidadãos Metecos Comerciantes Artesãos Estrangeiros Escravos Guerras Dívidas
  19. 19. “Os instrumentos podem ser animados ou inanimados; assim os bens são instrumentos para a vida e o escravo um bem animado. Deduz –se, assim, a natureza e a função do escravo. Aquele que, por natureza, não pertence a si mesmo, sendo homem é naturalmente escravo. É coisa e propriedade de outro.” (Aristóteles – Política- Adaptação)
  20. 20. Política:Espartao Licurgo: Jurista organizador.o Diarquia:02 reis (Exército/Religião).o Assembléia: Aprovar/rejeitar leis.o Gerúsia: Preparavam leis para a Assembléia (gerontes 60 anos).o Éforos: 05 Chefes de Governo.
  21. 21. ESPARTA: ORGANOGRAMA DE PODER E ÉFOROS E S S P P DIARQUIA GERÚSIA A A R R T EXÉRCITO ASSEMBL. T A CIDADÃOS A N N O O PERIECOS S S HILOTAS
  22. 22. Bases estruturais de Atenas:Monarquia HereditáriaBasileus (Rei):o Juiz, Sacerdote, General.o Política, Exército, Religião.Areópago:o Tribunal:limitar atos e poderes do Rei.
  23. 23. Oligarquia (Aristocracia):Arcontado:o Os Eupátridas ocupavam cargos religiosos,militares,administrativos.o Arcontes: eleitos anualmente pelo Areópago.o A aristocracia eupátrida assumiu quando os arcontes perderam os poderes.
  24. 24. Transformações:o Expansão comercial.o Urbanização intensa.o Surgiram novas classes.o Pressões por direitos.o Partido popular cresce e exige Leis escritas e fim da escravidão.
  25. 25. Drácon:o Leis severas e rigorosas.o Pena de morte para pequenos delitos.o Pressões aumentaram.o A resistência foi intensificada por mais reivindicações.
  26. 26. Sólon:Econômicaso Incentivo ao comércio.o Padrão monetário.o Sistema de pesos e medidas.o Proibiu a exportação de cereais.o Apoiado pelos comerciantes.
  27. 27. Sociais:o Fim da escravidão por dívidas.o Anistia geral.o Regulamentou heranças.o Devolveu terras.o Acabou com as hipotecas.o Resolveu o problema da exclusão.
  28. 28. Políticaso Voto censitário ( por renda ).o Permitiu a ascensão política dos novos ricos.o Fim do monopólio político dos eupátridas.o Situação crítica que fez Sólon ser expulso de Atenas.
  29. 29. Crise Política:Pedianoso Aristocratas conservadores.o Exigiam o fim das reformas.Paralianoso Comerciantes e artesãos.o Moderados exigiam as reformas.
  30. 30. Diacrianos:o Pequenos proprietários, rendeiros e marginais.o Exigiam reformas radicais.Importanteo A situação crítica exigia medidas para que a elite eupátrida não perdesse o poder.
  31. 31. Tiranias:Psístrato – 560 a 527 a.C.o Eupátrida tomava o poder.o Obras públicas.o Reforma agrária.o Estimulou o comércio.o Ampliou a cidadania.
  32. 32. Hípias – 527 a 510 a. C.Hiparco – 508 a 502 a. C.o Crise política.o Hípias expulso de Atenas.o Hiparco assassinado.Iságoras – 502 a. C:o Buscou apoio de Esparta.
  33. 33. Democracia AtenienseClístenes (510 a.C)o Assumiu após revolta popular.o As tribos atenienses (Demos) eram representadas na Eclésia.Eclésiao Assembléia dos Cidadãos.
  34. 34. Bulé (Conselho dos 500)o Preparava leis e projetos para a Eclésia.Heliéia (500 cidadãos)o Tribunal de Justiça.o Corpo de jurados com conduta ilibada que julgavam crimes.
  35. 35. Areópago:o Passou a julgar atos públicos.Estrategos:o Chefes políticos na paz.o Chefes militares na guerra.Ostracismo:o Suspensão de direitos políticos.o Exílio ao inimigo da Democracia.
  36. 36. Democracia Elitistao Restrita aos cidadãos.o Somente 10% da população tinham direitos políticos.o Participação direta.o Não representativa. DEMOCRACIA EXCLUDENTENão participavam da Democracia: mulheres, escravos, menores, estrangeiros e os não – eupátridas.
  37. 37. Educação:EspartaMilitarismo:o Formar para a guerra.Laconismo:o Falar suscintamente.Xenofobia:o Aversão a estrangeiros.
  38. 38. Valores:o Disciplina.o Obediência.o Civismo.o Perfeição.Papel da mulher espartana:o Gerar soldados perfeitos.o Administrar a casa.
  39. 39. “Os pais não eram livres para educar seus filhos como quisessem. Quando nascia, a criança era examinada por anciãos. Se fosse frágil, era atirada do alto domonte Taigeto. Se não fosse saudável,não seria vantajoso para ela nem para o Estado deixa –la viver.” (Plutarco)
  40. 40. Papel da mulher ateniense:o Obediente.o Fiel.o Submissa.o Procriava.o Cuidava da casa.o Praticava funções religiosas.
  41. 41. Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas Vivem pros seus maridos, orgulho e raça de Atenas. Quando amadas, se perfumam, se banham com leite, se arrumam suas melenas. Quando fustigadas não choram! Se ajoelham, pedem imploram mais duras penas; Quando eles embarcam soldados elas tecemlongos bordados; e quando eles voltam, sedentos, querem arrancar, violentos, carícias plenas, obscenas. Elas não têm gosto ou vontade, Nem defeito, nem qualidade; Têm medo apenas. Não tem sonhos, só tem presságios. O seu homem, mares, naufrágios... Lindas sirenas, morenas. Mulheres de Atenas Chico Buarque
  42. 42. AtenasEducação elitista:o Cidadania plena.o Voltada para a formação política, artes, cultura física e democracia.o Foco na cultura geral.o Um pedagogo era o educador.
  43. 43. 6. Clássico (Séc. VI – IV a.C)o Disputas por hegemonia.o Guerras contra o Império Persa.o Guerras entre Cidades – Estado.A – Guerras Médicas:o Greco – Pérsicas.o Persas avançaram sobre gregos.
  44. 44. Batalha de Maratona:o 490 a. C.o Vitória ateniense.Batalha das Termópilas:o 480 a. C.o Persas vencem espartanos no Desfiladeiro das Termópilas.
  45. 45. Batalha de Salamina:o 480 a.C.o Atenienses venceram os persas.Batalha de Platéia:o 480 a.C.o Atenas, Esparta e aliados vencem os persas.
  46. 46. Paz de Cálias ou de Suza:o Persas reconheceram Atenas como potência hegemônica.Imperialismo Ateniense:o A Liga de Delos foi criada por Atenas na luta contra os Persas.o Após a guerra os aliados ainda pagavam tributos para manter as obras de Péricles.
  47. 47. B – Século de Péricles – V a.C.:o Período de grande prosperidade, estabilidade e democracia: obras, empregos, artistas, filósofos.o Os recursos eram oriundos das cidades aliadas à Liga de Delos.o Sem guerra não deveria haver Liga e impostos.
  48. 48. C – Guerra do Peloponeso:o 431 a 362 a. C.o O Imperialismo de Atenas não agradou Esparta e aliadas.Liga do Peloponeso:o Esparta fundou uma Liga para lutar contra a Liga de Delos.
  49. 49. Batalhas:Égos – Pótamos (404 a.C.)o Córcira uniu – se à Atenas.o Esparta avançou sobre Atenas.o Atenas resistia à guerra e à peste.o A Paz de Nícias estabeleceu uma trégua de 10 anos.o Esparta destruiu/venceu Atenas.
  50. 50. Esparta hegemônica:o Esparta mantém a sua Liga.o Cobra tributos das aliadas.Batalha de Leuctras – 371 a.C.o Tebas e a Liga Tebana, com o apoio de Atenas vencem Esparta.o Tebas mantém – se hegemônica.
  51. 51. Batalha de Mantinéia – 362 a.C.o Esparta e Atenas se unem para vencer a Liga Tebana.Importanteo Séculos de guerras contra os persas e entre cidades – Estado consumiram homens e riquezas, favorecendo os macedônicos.
  52. 52. 7. Macedônico (338-146a.C)o Macedônicos dominam a Grécia.Batalha de Queronéia:o Filipe II lidera a vitória sobre os gregos.Alexandre Magno (O grande):o Expansão territorial.
  53. 53. o Venceu os Persas na Batalha de Issos.o Chegou nos limites da Índia.o Morreu em 323 a.C. com 33 anos.Helenismo:o Fusão das culturas grega, persa, egípcia.o Elementos gregos e orientais.
  54. 54. 8. Heranças:o Política e Democracia.o Teatro: Tragédia, Comédia. (Ésquilo, Sófocles, Aristófanes).o Poesia: Píndaro.o História: Heródoto e Tucídides.o Medicina: Hipócrates.
  55. 55. oFísica: Atomismo.o Matemática:Tales, Pitágoras.o Filosofia: Filósofos da natureza (Anaxímenes,Anaximandro,Tales), Sócrates, Platão, Aristóteles.o Racionalismo.o Humanismo.
  56. 56. o Jogos Olímpicos.o Arquitetura:Estilos Dórico, Jônico, Coríntio.o Escultura: Míron.o Religião: Deuses humanizados e mitológicos.
  57. 57. GRÉCIA EM IMAGENS
  58. 58. ADONIS
  59. 59. AFRODITE
  60. 60. AFRODITE
  61. 61. APOLO
  62. 62. ATENA
  63. 63. HÉRCULES E DIOMEDES
  64. 64. O DISCÓBULOMÍRON
  65. 65. MITOLOGIA EHUMANISMO
  66. 66. ESTILO CORÍNTIO ESTILO DÓRICOESTILO JÔNICO

×