Artigo científico

552 visualizações

Publicada em

Aula sobre artigo científico (2º período Letras)

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
552
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo científico

  1. 1. O Artigo Científico Professora Ma. Virgínia Celeste Carvalho
  2. 2. ... Mas o que é Artigo Científico?2  É um texto pelo qual as academias de ensino superior demonstram à sociedade os resultados dos investimentos concedidos;  É um texto-resultado de nossas inquietações e pesquisas acadêmicas;  É um texto que deve ser enviado para os congressos dos quais participamos;  É um texto publicado em revistas específicas de cada área do conhecimento;  Enfim, é o método avaliativo mais significativo, pois, ao produzir um artigo, o pesquisador é levado a pensar sobre os assuntos, não apenas repeti-los.
  3. 3. ANTES DO ARTIGO... HÁ UMA PESQUISA3  Áreas de conhecimento;  Pergunta-problema;  Revisão teórica;  Objetivos;  Metodologia.
  4. 4. 4 EXEMPLOS DE ÁREAS E SUBÁREAS DE CONHECIMENTO Letras Linguística Literatura Linguística aplicada ao ensino de Língua Portuguesa Linguística aplicada ao ensino de Língua Estrangeiras Análise do Discurso Variações Linguísticas Literatura Comparada Literatura e Estudos Culturais Literatura e outras Artes Literatura, Sociedade e Memória
  5. 5. ANTES DO ARTIGO... HÁ UMA PESQUISA... Exemplo 5  Áreas de conhecimento: Literatura, sociedade e memória  Pergunta-problema: Por que o autor do romance se debruça sobre a imagem da casa? Qual a significação disso?  Revisão teórica: Gaston Bachelard, Mikhail Bakhtin.  Objetivos: Estudar a imagem da Casa no romance.  Metodologia: Analisar a luz da fenomenologia e da semiologia o romance Tradição e Ruptura em Lavoura Arcaica
  6. 6. Estrutura de um Artigo6  Resumo/ Palavras-chave;  Abstract/ Keywords (Resumen/ Palabras llaves);  Introdução;  Desenvolvimento  Revisão teórica;  Análise dos dados;  Considerações finais;  Referencial bibliográfico;  10 a 20 laudas (ou conforme pedido).
  7. 7. Importante: Mesmo que a ABNT sugira normas gerais, cada revista e as Universidades acabam pedindo algumas mudanças na formatação, por isso, antes de decorar a ABNT, é necessário entendê-la para ter segurança ao formatar o artigo como pedido 7
  8. 8. O Resumo/ Palavras-Chave8  Geralmente cada revista ou evento pede determinado número de palavras. Entre 100 e 500.  Deve conter: objetivo, metodologia e a conclusão geral a que se chegou;  Deve vir acompanhado de palavras-chave que reflitam o tema pesquisado e a teoria utilizada;  Deve ser conciso, sem citações diretas;  Geralmente vem em fonte menor do que o resto do texto, espaçamento simples e não possui paragrafação;  O resumo só deve ser feito depois do artigo pronto.
  9. 9. Exemplo de Resumo/ Palavras-Chave9 Gaston Bachelard, em sue livro Poética do Espaço, faz um estudo fenomenológico sobre a imagem da Casa: como ela está impregnada por uma parcela de humano — o que lhe confere significações além de sua existência material — e como a sensação do sujeito ante esse local tem uma parcela constitutiva na construção do poético. Ele propõe uma topoanálise: reflexão sobre a espacialidade, ou seja, como no poético a verticalidade e a horizontalidade espaciais implicam em uma simbologia da alma, do espírito e da consciência humana. A partir dessa leitura, pretende-se estudar a representação da Casa na romance Lavoura Arcaica¸ de Raduan Nassar. Percebe-se que a construção ficcional dá-se de forma dupla: uma casa símbolo da tradição e outra, em negativo, da ruptura. Palavras-Chave: Espaço, Topoanálise, Imagem, Poético, Ficção
  10. 10. Introdução10  Iniciar pelo conhecimento partilhado entre autor e leitor;  Iniciar por um panorama histórico do problema;  Iniciar por uma definição etimológica de uma palavra- chave;  Apresentar de forma sucinta o que já foi dito sobre o assunto;  Apresentar o passo a passo do artigo;  Também é aconselhável deixar a introdução para ser feita posteriormente.
  11. 11. Exemplo de Introdução11 Ao passar de uma leitura descompromissada para uma análise crítica, percebe-se o quanto analisar uma obra literária é sempre uma escolha, se não ingrata, difícil; dificuldade que só cresce a cada releitura feita (um paradoxo: por outro lado, só com releituras é que se pode ter firmeza nas afirmações críticas). A preocupação inicial, na leitura de Lavoura Arcaica, era desenvolver um estudo semiológico sobre o espaço – sua construção, importância e como ele se conjuga com os demais aspectos romanescos. Dessa forma, o objetivo geral das presentes linhas é, após discutir os pressupostos teóricos, demonstrar como a construção do espaço ficcional se conjuga com as demais categorias narrativas, influenciando e sendo influenciado por elas.
  12. 12. (Desenvolvimento)12  PressupostosTeóricos;  Apresentação detalhada do problema;  Citações de autores importantes;  Apresentar de forma crítica o que já foi dito sobre o assunto;  Apresentar a análise;  É aconselhável ser a primeira fase a ser feita.
  13. 13. Exemplo de divisão do desenvolvimento13  2 Fundamentação teórica  2.1 Preocupações semiológicas  2.2 A importância do espaço no romance  2.3 Em busca do poético  3 Duas casas  3.1 Lugares, espaços, objetos  3.2 A estrutura da tradição  3.3 A semente da ruptura
  14. 14. Considerações finais14  Retomada do problema;  Retomada dos objetivos;  Apresentação dos resultados/ conclusões;  Não deve conter citações nem ideias “novas”;  Não deve conter análise de dados;  Poderá trazer expectativas de artigos futuros.
  15. 15. Exemplo de Considerações Finais15 Nesse trabalho tentou-se evidenciar a importância da construção espacial no romance Lavoura Arcaica, sua conjugação com as demais categoriais narrativas – tempo e personagem – e como ele constrói a significação do todo romanesco. Foi percebido que o espaço ganha seu delineamento e suas cores em sua relação subjetiva com as personagens.
  16. 16. Referencial Bibliográfico16 BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. 7ª ed. Trad.: Antonio de Pádua Danesi. São Paulo: Martins Fontes, 2005. BAKHTIN, Mikhail. O tempo e o espaço nas obras de Goethe. In: ______. Estética da criação verbal. 4ª ed. Trad.: Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003. p. 225-258.
  17. 17. Citações Indiretas17 Embora Bakhtin (1998, p. 87), reconheça que plurilinguismo social possa ocorrer na poesia lírica é só no romance que se desenvolverá a interação dialógica do objeto com as vozes sociais que o perpassam.
  18. 18. Citações Diretas18  Menos de 3 linhas: Porque esse espaço “casa” é diversas vezes uma extensão do eu lírico, o filósofo o toma como imagem e não como metáfora: “a metáfora vem dar um corpo concreto a uma impressão difícil de exprimir” (BACHELARD, 2003, p. 82), enquanto a imagem guarda parte do ser do escritor, doando experiências desse ser ao leitor.
  19. 19. Citações indiretas19  Mais de 3 linhas: A partilha que é feita das tarefas também provoca a divisão dos espaços em ambientes femininos e masculinos: [...] o pensamento ocupado com nossas irmãs em casa, perdidas entre os afazeres na cozinha e os bordados na varanda, na máquina de costura e os bordados na varanda, na máquina de costura ou pondo ordem na despensa [...] (NASSAR, 2003, p. 26)

×