Delimitação do tema de uma
                 investigação
                  Métodos de Investigação em Psicologia
         ...
Conteúdos

    1. Processo de “descobrir” uma pergunta de
       investigação
    2. Processo de “refinar” uma pergunta de...
Para a próxima semana
    1.    Procurar na internet, imprimir, e trazer para a aula, os seguintes
          artigos (trab...
Para próxima semana
    2.      Numa biblioteca, numa base de dados electrónica de artigos, ou
            on-line:
     ...
1. Processo de descobrir uma
       pergunta de investigação
                        Interesse ou pergunta geral


       ...
Processo de descobrir uma pergunta de investigação (Field, 2003)
                        aplicado a Rodrigues & Garcia Mar...
Principais tipos de literatura científica
       em Psicologia

              Publicações                   Publicações
  ...
Como obter literatura científica?
     Bibliotecas:
       Em Lisboa, exemplos: UAL, Hospital Júlio de Matos, Hospital S...
Obtenção de livros e artigos on-line
    Exemplos de fontes on-line gratuitos:




                                       ...
www.bvs-psi.org.br




                           www.erudit.org




10   Célia Sales - UAL                 Fev-10
www.unesco.org/en/education/publications
11   Célia Sales - UAL                                        Fev-10
www.doaj.org


12   Célia Sales - UAL                  Fev-10
Bases de dados eletrónicas

                                     PsyInfo
                                   PsycArticles
 ...
Principais publicações periódicas
     de revisão (review) em Psicologia

                             Psychological Revie...
2. Processo de “refinar” uma
         pergunta de investigação
        Uma vez recolhida e lida, “por alto”, a bibliografi...
 Imagine que está a “refinar” uma pergunta de investigação
       para responder à curiosidade “porque é que as pessoas s...
Hill & Hill (2005)
            Será que chego ao mesmo resultado se repetir o estudo?
                                   ...
Hill & Hill (2005)
        Será que chego ao mesmo resultado se usar um método diferente?

                             C...
Hill & Hill (2005)
        A que resultado chegamos se fizermos o estudo “como deve ser”?


                             ...
Hill & Hill (2005)
        Como posso “ir para além” destes estudos?

                                 Extensão de um est...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Delimitacao Tema Investigacao (MIP 1)

2.192 visualizações

Publicada em

Métodos de Investigação em Psicologia. Professora Doutora Célia Sales. Universidade Autónoma de Lisboa (UAL).

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.192
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • O objectivo de pedir estes 2 artigos, é eles verem a diferenca entre um estudo qe se enquadra no modelo ou paradigma experimental e o modelo correlacional
  • O interesse ou pergunta geral pode advir por duas vias: Um interesse teórico, académico, uma questão para a qual se procura resposta. Exemplo: Será que o exercício físico diminui a ansiedade? Uma questão prática, que resulta de uma necessidade concreta. Por exemplo: Será que os alunos da UAL estão satisfeitos com a universidade? Ou, será que os Portugueses têm hábitos de poupança de água? Seja qual for a via que nos leva a investigar determinado tema, o facto de realizarmos uma investigação em Psicologia, implica que participamos numa comunidade científica: Vamos ver o que se sabe sobre o tema, como em sido estudado, quais as regras para uma investigação rigorosa, e depois partilhamos com a comunidade científica a nossa investigação (apresentação em congressos, publicações de artigos). Como psicólogos, quer nos dediquemos à investigação, quer actuando em contextos profissionais, temos a obrigação de contribuir, sempre que fazemos estudos, para o desenvolvimento da Psicologia como ciência: (1) investigando de forma “correcta” e informada; (2) publicando, nomeadamente, artigos.
  • Influência do contexto no sentimento de atracção: Experiência de Dutton e Aaron (1974) Influência da activação fisiológica no sentimento de atracção: Cantor, Zillmann & Bryant (1975)
  • www.soc.surrey.ac.uk/sru/sru1.html Tem artigos sobre metodologia mt bons
  • Password e username iguais: ual2010
  • Artigos: -
  • Ao ler certo artigo, temos que saber para “onde olhar” Temos que avaliar se o estudo está bem feito ou mal feito
  • Perda de peso nos pombos: Num estudo em psicologia animal, em que era necessário controlar o peso dos pombos, suspeitou-se que a perda de peso se devia ao stress de serem agarrados para serem pesados, e não devido ao fenómeno que se estava a estudar (tipo de comida dos pombos). Para estudar esta nova hipótese, fez-se um novo estudo, em que se mantinham todos os procedimentos, excepto a maneira como se media o peso dos animais, sem implicar a sua manipulação. Verificou-se que, ao não serem agarrados, os pombos não perdiam peso.
  • Delimitacao Tema Investigacao (MIP 1)

    1. 1. Delimitação do tema de uma investigação Métodos de Investigação em Psicologia Universidade Autónoma de Lisboa Professora Doutora Célia M.D. Sales 1 Célia Sales - UAL Fev-10
    2. 2. Conteúdos 1. Processo de “descobrir” uma pergunta de investigação 2. Processo de “refinar” uma pergunta de investigação  Pergunta de investigação (O Quê?)  O método a usar para procurar a resposta (Como?) 2 Célia Sales - UAL Fev-10
    3. 3. Para a próxima semana 1. Procurar na internet, imprimir, e trazer para a aula, os seguintes artigos (trabalho individual):  Carvalhosa, S. F., Lima, L., & Matos, M. G. (2001). Bullying – A provocação/vitimização entre pares no contexto escolar português. Análise Psicológica, 4(19), 523-537.  Rodrigues, D. & Garcia-Marques, T. (2005). Marquemos o encontro ao cimo da escada: O papel da activação fisiológica na atracção interpessoal. Análise Psicológica, 4(23), 427-436. 3 Célia Sales - UAL Fev-10
    4. 4. Para próxima semana 2. Numa biblioteca, numa base de dados electrónica de artigos, ou on-line:  Escolher dois artigos a seu gosto, e trazer fotocópias:  Artigo de revisão  Artigo empírico 3. Na Biblioteca da UAL, requisitar e trazer dois livros (por grupo):  Livro  Livro Coordenado 4 Célia Sales - UAL Fev-10
    5. 5. 1. Processo de descobrir uma pergunta de investigação Interesse ou pergunta geral Pergunta específica Descobrir o que já se sabe sobre esse tópico e que perguntas estão ainda por responder 5 Célia Sales - UAL Como? Fev-10
    6. 6. Processo de descobrir uma pergunta de investigação (Field, 2003) aplicado a Rodrigues & Garcia Marques (2005) FONTE DESCOBERTA Curiosidade Como é que as pessoas se apaixonam? Manual geral Atracção Atracção Manual especializado (Handbooks) “à primeira vista” A atracção “à primeira vista”, Artigo de review é afectada pelo contexto Resume o que se sabe sobre o tema (O QUÊ / COMO se estudou) A atracção romântica “à primeira Artigos específicos vista” é afectada pela activação Célia Sales - UAL 6em revistas científicas mais recentes fisiológica Fev-10
    7. 7. Principais tipos de literatura científica em Psicologia Publicações Publicações Não-periódicas periódicas (livros) (artigos) Livros Livros Artigos Artigos de coordenados empíricos revisão (ou editados) 7 Célia Sales - UAL Fev-10
    8. 8. Como obter literatura científica?  Bibliotecas:  Em Lisboa, exemplos: UAL, Hospital Júlio de Matos, Hospital Santa Maria, ISCTE, Faculdade de Psicologia, ISPA.  On-line  Bases de dados electrónicas:  Abstract (resumo)  Full text (todo o artigo)  PsyInfo – base de dados de resumos, em língua inglesa, actualizada mensalmente pela APA (anteriormente chamava-se PsychLit); disponível na biblioteca da UAL.  MEDLINE – excelente base de dados de artigos médicos e psicológicos; acesso gratuito aos abstracts, pela internet. 8 Célia Sales - UAL Fev-10
    9. 9. Obtenção de livros e artigos on-line Exemplos de fontes on-line gratuitos: www.scielo.oces.mctes.pt 9 Célia Sales - UAL Fev-10
    10. 10. www.bvs-psi.org.br www.erudit.org 10 Célia Sales - UAL Fev-10
    11. 11. www.unesco.org/en/education/publications 11 Célia Sales - UAL Fev-10
    12. 12. www.doaj.org 12 Célia Sales - UAL Fev-10
    13. 13. Bases de dados eletrónicas PsyInfo PsycArticles PsyCritiques Acesso gratuito à comunidade UAL http://search.ebscohost.com/ 13 Célia Sales - UAL Fev-10
    14. 14. Principais publicações periódicas de revisão (review) em Psicologia Psychological Review Psychological Bulletin Annual Review of Psychology Behavioural and Brain Sciences Muito importante! As referências bibliográficas destes artigos são preciosas, pois dão- nos uma panorâmica dos principais autores e linhas de trabalho. 14 Célia Sales - UAL Fev-10
    15. 15. 2. Processo de “refinar” uma pergunta de investigação Uma vez recolhida e lida, “por alto”, a bibliografia, precisamos organizá-la:  Especificamente, o que é que eu vou estudar? Como?  Para decidirmos COMO, é necessário conhecer o que já está estudado 15 Célia Sales - UAL Fev-10
    16. 16.  Imagine que está a “refinar” uma pergunta de investigação para responder à curiosidade “porque é que as pessoas se apaixonam”. Seleccionou 80 artigos (1 estudo por artigo).  Poderá decidir, essencialmente, entre os seguintes tipos de investigação:  Réplica de um estudo  Confirmação de um estudo  Melhoria de um estudo  Extensão de um trabalho 16 Célia Sales - UAL Fev-10
    17. 17. Hill & Hill (2005)  Será que chego ao mesmo resultado se repetir o estudo? Réplica de um estudo  “Utiliza hipóteses, métodos, situação e tipo de amostra IGUAIS aos utilizados no trabalho apresentado na literatura” (Hill & Hill, 2005, p. 31)  É útil quando encontramos um estudo isolado bem feito, com resultados e conclusões interessantes 17 Célia Sales - UAL Fev-10
    18. 18. Hill & Hill (2005)  Será que chego ao mesmo resultado se usar um método diferente? Confirmação de um estudo  Utiliza as mesmas hipóteses, situação e tipo de amostra  Utiliza métodos de investigação (e análise de dados) diferentes  É útil em três panoramas:  Estudo isolado bem feito  Quando estamos perante um conjunto de estudos bem feitos, que usam os mesmos métodos e chegam às mesmas conclusões  Quando estamos perante um conjunto de estudos bem feitos, que usam os mesmos métodos mas chegam a conclusões diferentes 18 Célia Sales - UAL Fev-10
    19. 19. Hill & Hill (2005)  A que resultado chegamos se fizermos o estudo “como deve ser”? Melhoria de um estudo  Estuda a mesma hipótese geral  Operacionaliza hipóteses de forma diferente, outros métodos de investigação e análise, e/ou amostragem mais adequados  É útil em vários panoramas:  Estudo isolado “mal feito”  As várias situações em que os estudos foram “mal feitos” 19 Célia Sales - UAL Fev-10
    20. 20. Hill & Hill (2005)  Como posso “ir para além” destes estudos? Extensão de um estudo  Implica um trabalho criativo. Exemplos:  Propor uma hipótese diferente para explicar os resultados de um trabalho na literatura (Ex: Perda de peso nos pombos...)  Aplicar a novas situações as hipóteses já bem confirmadas na literatura (outro tipo país, outro tipo de respondentes, etc...)  Deduzir uma hipótese nova, interessante e importante, a partir das conclusões de trabalho bem feito apresentado na literatura  Aplica-se a estudos bem feitos (isolados ou de grupo) 20 Célia Sales - UAL Fev-10

    ×