Código deontológico dos Médico

5.665 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
145
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Código deontológico dos Médico

  1. 1. Código Deontológico<br />(Deontologia Médica)<br />Classificação: BOM +<br />
  2. 2. ARTIGO 1.º(Deontologia Médica)<br />A Deontologia Médica é o conjunto de regras de natureza ética que, com carácter de permanência e a necessária adequação histórica na sua formulação, o Médico deve observar e em que se deve inspirar no exercício da sua actividade profissional.<br />
  3. 3. ARTIGO 2.º(Normas Complementares)<br />O Conselho Nacional Executivo da Ordem dos Médicos, depois de ouvido o Conselho Nacional de Deontologia Médica e tendo em conta os usos e costumes da profissão, pode complementar, sempre que necessário, as normas deste Código<br />
  4. 4. ARTIGO 3.º(Âmbito)<br />1. As disposições reguladoras da Deontologia Médica são aplicáveis a todos os Médicos, no exercício da sua profissão, qualquer que seja o regime em que esta seja exercida. <br />2. Os princípios afirmados no número anterior não são prejudicados pelo facto de, em face de leis em vigor, não ser possível a sua aplicação ou sancionada a sua violação.<br />
  5. 5. ARTIGO 4.º(Independência dos Médicos) <br />1. O Médico, no exercício da sua profissão, é técnica e deontologicamente independente e responsável pelos seus actos, não podendo ser subordinado à orientação técnica e deontológica de estranhos à profissão médica no exercício das funções clínicas. <br />2. O disposto no número anterior não contraria a existência de hierarquias técnicas institucionais legal ou contratualmente estabelecidas, não podendo em nenhum caso um Médico ser constrangido a praticar actos Médicos contra sua vontade<br />
  6. 6. ARTIGO 6.º(Princípio Geral)<br />1. O Médico deve exercer a sua profissão com o maior respeito pelo direito à Saúde dos doentes e da comunidade. <br />2. O Médico não deve considerar o exercício da Medicina como uma actividade orientada para fins lucrativos, sem prejuízo do seu direito a uma justa remuneração, devendo a profissão ser fundamentalmente exercida em beneficio dos doentes e da comunidade. <br />3. São designadamente vedadas todas as práticas não justificadas pelo interesse do doente ou que pressuponham ou criem falsas necessidades de consumo médico.<br />
  7. 7. ARTIGO 8.º<br />O Médico deve, em qualquer lugar ou circunstância, prestar tratamento de urgência a pessoas que se encontrem em perigo imediato, independentemente da sua função especifica ou da sua formação especializada.<br />
  8. 8. ARTIGO 9.º<br />Em caso de calamidade pública ou de epidemia, o Médico, sem abandonar os seus doentes, deve pôr-se à disposição das autoridades competentes pare prestar os serviços profissionais que, nessas circunstâncias, sejam necessários e possíveis.<br />
  9. 9. ARTIGO 12.º<br />Em todas as circunstâncias deve o Médico ter comportamento público e profissional adequado à dignidade da sua profissão.<br />
  10. 10. ARTIGO 31.ºLivre escolha do doente)<br />O doente tem o direito de escolher livremente o seu Médico, nisso residindo um princípio fundamental da relação entre o doente e o Médico e que este deve respeitar e defender.<br />
  11. 11. ARTIGO 35.º(Direito de recusa de assistência)<br />O Médico pode recusar-se a prestar assistência a um doente, excepto encontrando-se este em perigo iminente de vida, ou não havendo outro Médico de qualificação equivalente a quem o doente possa recorrer.<br />
  12. 12. Análise <br />Estes Artigos são importantes para os médicos saberem os seus direitos na sua profissão e terem a informação que devem, para tratar os doentes da mesma maneira de que as outras pessoas, não interessando o facto de ser pobre ou rico..<br />
  13. 13. Alguns destes artigos são essenciais para estes médicos porque assim melhoram a sua profissão e a sua confiança no seu trabalho.<br />É muito importante também que os médicos tenham consciência dos seus erros, na sua profissão. <br />
  14. 14. Trabalho Realizado por:<br />Bartolomeu Pereira <br />Josemar Luciano<br />C.L.C- cultura Língua e comunicação<br />www.republicadireito.com/tabelas/upload/codigomedicina.doc<br />17/02/2011<br />
  15. 15. Reflexão<br />Área de Competência-Chave: Cidadania e Profissionalidade<br />Tema: Deontologia e Normas Profissionais<br />DR2:Adoptar normas deontológicas e profissionais como valores de referência não transaccionáveis em contextos profissionais.<br />Critério de evidência:Identificar deontologia e normas profissionais<br />Reflexão da aprendizagem: ______________________________________________________________________________________________________________<br />______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________<br />

×