Investimento                                                                     investir (in-ves-tir)                    ...
O que é?SEGUNDO LEMES, RIGO E CHEROBIN “ENTENDE-SE POR INVESTIMENTO TODA AAPLICAÇÃO DE CAPITAL EM ALGUM ATIVO; TANGÍVEL OU...
O administrador financeiroO administrador financeiro deve preocupar-se comtrês tipos básicos de questões:• Orçamento de Ca...
Estrutura do BalançoPatrimonial•   O balanço patrimonial é parte de    um conjunto de relatórios que    compõem as demonst...
Como funciona?• Função financeira esta diretamente relacionada  com a decisão de se fazer um investimento  e à decisão de ...
Decisões de Investimentos• São fundamentos de decisões que podem promover  alterações no volume de capital voltado à produ...
Tipos de investimentoDiferentes situações com que se pode defrontar uma empresa no momento de tomarsuas decisões.Os princi...
Private Equity•   É um tipo de atividade financeira realizada por instituições que investem    essencialmente em empresas ...
• Em 2010, os private equity participaram em 41% das  fusões e aquisições que acontecem no País até agosto• As empresas po...
Private Equity e Venture Capital para Empreendedores
Exemplos recentes• BTG Pactual e CCR• Camil Alimentos
Outros tipos•   Fundos de investimento: uma comunhão de recursos, captados de    pessoas físicas ou jurídicas, com o objet...
Investimentos no Brasil• Em comparação com os demais países  desenvolvidos, o Brasil é o que se mostra  mais seguro pelo f...
Conclusão• A questão da gestão financeira nas empresas é de  extrema importância, pois muitas questões  envolvem esse assu...
Finanças Pessoais• Quais critérios analisar antes de escolher um tipo  de investimento?- Objetivo!- Qual o custo da aplica...
Camilla ScavoneFabiana MelloFernanda AnjosJosenara LellisRenata Mazoca OBRIGADA!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Investimento a longo prazo

2.124 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.124
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Investimento a longo prazo

  1. 1. Investimento investir (in-ves-tir) v.t.INVESTIMENTO A LONGO PRAZO e v.i. Dar, com certas formalidades, posse ou investidura a;GESTÃO FINANCEIRA – 2011 - BSP empossar. Atacar, acometer: César investiu a Gália. Atirar-se com ímpeto, correr precipitadamente: investiu contra o adversário. Aplicar, empregar, inverter capitais com finalidade lucrativa; fazer investimento (de capitais).
  2. 2. O que é?SEGUNDO LEMES, RIGO E CHEROBIN “ENTENDE-SE POR INVESTIMENTO TODA AAPLICAÇÃO DE CAPITAL EM ALGUM ATIVO; TANGÍVEL OU NÃO, PARA OBTERDETERMINADO RETORNO NO FUTURO”. OU SEJA, INVESTIMENTO PODE SERUMA CRIAÇÃO DE EMPRESA OU UM PROJETO DE UMA EMPRESA EXISTENTE.
  3. 3. O administrador financeiroO administrador financeiro deve preocupar-se comtrês tipos básicos de questões:• Orçamento de Capital- procura identificar as oportunidades de investimento cujo valor para a empresa é superior a seu custo de aquisição.- Porque? Pois o valor do fluxo de caixa gerado por um ativo supera o custo desse ativo.• Estrutura de Capital• Administração do Capital de Giro
  4. 4. Estrutura do BalançoPatrimonial• O balanço patrimonial é parte de um conjunto de relatórios que compõem as demonstrações contábeis de uma entidade.• Entre os elementos temos os Investimentos, que é registrado dentro dos Ativo Não Circulante• No subgrupo Investimentos do Ativo Não Circulante devem ser classificadas:- as participações societárias permanentes;- aquisição de ações;- outros títulos de participação societária.
  5. 5. Como funciona?• Função financeira esta diretamente relacionada com a decisão de se fazer um investimento e à decisão de se fazer um financiamento.• A preocupação primordial diz respeito à avaliação e escolha de alternativas de aplicação de recursos nas atividades normais da empresa.
  6. 6. Decisões de Investimentos• São fundamentos de decisões que podem promover alterações no volume de capital voltado à produção de bens e serviços.• Envolve os mais diferentes ativos, como:máquinas e equipamentos, tecnologia, educação, benspúblicos, entre outros.• Para tomar a decisão é necessário elaborar e avaliar as propostas de aplicações de capital com o objetivo de produzir retorno de ativos ( circulantes e realizáveis a longo prazo) aos proprietários.
  7. 7. Tipos de investimentoDiferentes situações com que se pode defrontar uma empresa no momento de tomarsuas decisões.Os principais tipos de investimentos com os quais pode defronta-se uma empresa sãoclassificados da seguinte foram:• Investimento economicamente independente• Investimentos com restrição orçamentária• Investimento economicamente dependentes• Investimento mutuamente excludentes• Investimento com dependência estatística
  8. 8. Private Equity• É um tipo de atividade financeira realizada por instituições que investem essencialmente em empresas que ainda não são listadas em bolsa de valores, com o objetivo de alavancar seu desenvolvimento. Esses investimentos são realizados via Fundos de Private Equity.• No Brasil: as gestoras com maior volume de investimento no mercado de Private Equity são GP Investmentos, Advent e Gávea Investimentos.• Por que investem?- Diversificação de carteira- Aumentar rentabilidade da carteira- Risco não correlacionado com a bolsa- É forma superior de propriedade• ABVCAP (Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital): é uma instituição sem fins lucrativos, que fomenta o investimento de longo prazo no Brasil desde 2000.• Principais formas de atuação:- Venture capital: investimento na fundação de uma empresa nova ou expansão de uma empresa pequena;- Buy-out: aquisição de parte significativa ou até mesmo o controle de uma empresa mais madura em seu estágio de desenvolvimento;- Situações extraordinárias: investimento em empresas que passam por dificuldades financeiras ou sofrem mudanças impactantes, tais como mudanças regulatórias e de tendências do mercado.
  9. 9. • Em 2010, os private equity participaram em 41% das fusões e aquisições que acontecem no País até agosto• As empresas possuem faturamento na casa das dezenas ou centenas de milhões de reais• Objetivo: dar um impulso financeiro à companhia para que ela se prepare para abrir capital na bolsa de valores, por exemplo• Empresas de capital aberto também podem receber os recursos dos private equity• Objetivo: obter lucro ao vender suas participações na empresa• Saída ou desinvestimento: acontece quando o fundo vende suas participações.• Outra saída é a venda para investidores estratégicos, como outras empresas interessadas em adquirir o empreendimento ou linhas de serviços da companhia
  10. 10. Private Equity e Venture Capital para Empreendedores
  11. 11. Exemplos recentes• BTG Pactual e CCR• Camil Alimentos
  12. 12. Outros tipos• Fundos de investimento: uma comunhão de recursos, captados de pessoas físicas ou jurídicas, com o objetivo de obter ganhos financeiros a partir da aplicação em títulos e valores mobiliários;• Caderneta de poupança: muito popular entre investidores de menor renda;• CDB (Certificado de Depósito Bancário) e RDB (Recibos de Depósito Bancário): títulos de renda fixa;• Títulos Públicos;• Ações: valor mobiliário, emitido por sociedades anônimas, que representa uma parcela do seu capital social;• Renda Fixa vs Renda Variável;• Debêntures: valor mobiliário emitido por sociedades por ações, representativo de dívida, que assegura a seus detentores o direito de crédito contra a companhia emissora;• Clubes de investimento: comunhão de recursos de pessoas físicas - no máximo 150 participantes;
  13. 13. Investimentos no Brasil• Em comparação com os demais países desenvolvidos, o Brasil é o que se mostra mais seguro pelo fato de os bancos mostrarem balanços fortes, importantes para ajudar no momento de transição da crise econômica mundial, principalmente ligada à Europa
  14. 14. Conclusão• A questão da gestão financeira nas empresas é de extrema importância, pois muitas questões envolvem esse assunto, inclusive outros assuntos que possuem gerencias separadas e enfoques bem diferentes tem um relacionamento muito forte com gestão financeira. Praticamente tudo que se pensa dentro de uma corporação tem um impacto financeiro no orçamento sendo então necessário uma avaliação profunda no diz respeito à novos investimentos e seus prováveis retornos e custos reais.
  15. 15. Finanças Pessoais• Quais critérios analisar antes de escolher um tipo de investimento?- Objetivo!- Qual o custo da aplicação?- Caderneta de poupança é bom para longo prazo?- Antes de colocar a mão no bolso, procure se informar.- Pergunte sempre ao gerente: o que acontece com minhas aplicações no pior cenário?- Monte uma Planilha de Orçamento Mensal, veja o salto restante e analise a melhor opção de investimento.
  16. 16. Camilla ScavoneFabiana MelloFernanda AnjosJosenara LellisRenata Mazoca OBRIGADA!

×