O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

MARCA BELO HORIZONTE FILM COMMISSION

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Confira estes a seguir

1 de 48 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Semelhante a MARCA BELO HORIZONTE FILM COMMISSION (20)

Mais de Claudio Diniz - Designer Gráfico (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

MARCA BELO HORIZONTE FILM COMMISSION

  1. 1. Belo Horizonte PLANO DE COMUNICAÇÃO FILM COMMISSION
  2. 2. Os principais polos de produção audiovisual do Brasil e do mundo contam com a estrutura de uma Film Commission. Elas são essenciais para a regulamentação e incentivo à produção audiovisual, além de tornarem atraente para produtores, investidores e realizadores de fora a realização de suas filmagens no local de atuação do órgão. As Film Commissions que funcionam no Brasil e na América Latina, por sua vez, são geralmente baseadas em lei ou decreto que cria autoridade fílmica centralizada. Em síntese, Film Commission é uma estrutura administrativa, podendo ser da administração direta ou indireta, voltada para incentivo às produções audiovisuais realizadas em determinada localidade, por meio da facilitação das filmagens, bem como do incentivo direto. Com o crescimento exponencial dos investimentos no audiovisual, torna-se urgente a estruturação de uma Film Commission em Belo Horizonte. Projeta-se uma entrada de ao menos 40 milhões de reais de investimento na produção de conteúdo audiovisual em Belo Horizonte no ano de 2021, sem contabilizar os recursos movimentados na publicidade. Levando em conta que cada R$1 investido no setor audiovisual em 2014 em Minas Gerais movimentou, em média, R$1,88 em setores diversos, como alimentação, transporte, comunicações e outros, podemos estimar um impacto de no mínimo 70 milhões de reais na economia de Belo Horizonte. 1. INTRODUÇÃO Além de possibilitar a organização e regulamentação dos processos de filmagem em Belo Horizonte, atraindo produções para o município, a Film Commission tem um papel crucial para o turismo na cidade e no mapeamento do setor do audiovisual local, valendo-se de informações importantíssimas para a construção de política pública, como os dados relativos a geração de emprego do setor. A PBH deu seu primeiro passo na construção de sua Film Commission ao final de 2016, quando foi publicado no Diário Oficial do Município o decreto Nº 16.515, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2016, que estabelece a criação da COMISSÃO DE FILMAGENS E GRAVAÇÕES DO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE. Embora tal decreto tenha dado início às atividades da Comissão de Filmagens, sua atuação dentro do município ainda é muito insípida, incapaz de atender tanto às demandas do setor audiovisual, quanto as do poder público. Para avançar na implementação da Belo Horizonte Film Commission, a construção de uma estratégia de comunicação é fundamental para que o órgão ganhe relevância e seja de conhecimento público. Desta forma, segue Plano de Comunicação:
  3. 3. Realizar uma divulgação ampla, de alcance local e nacional, do lançamento da BELO HORIZONTE FILM COMMISSION, iniciativa que integra a política pública audiovisual do município, criada com o objetivo de estimular a produção de produtos audiovisuais na nossa cidade, tanto para os profissionais belo-horizontinos quanto para profissionais de outras localidades e regiões, visando potencializar a atratividade da cidade para este tipo de mercado. 2. OBJETIVO GERAL
  4. 4. • Comunicar à população, especialmente aos profissionais do audiovisual, sobre a estruturação e lançamento da Belo Horizonte Film Commission, de modo que se fique evidente o papel dessa comissão e o novo funcionamento nos processos de autorizações de filmagens na cidade estabelecido por ela; • Firmar a Belo Horizonte Film Commission como referência dentro da política de audiovisual da cidade, junto ao programa BH nas Telas, inclusive com uma identidade visual facilmente reconhecida pela população, especialmente profissionais do audiovisual. • Fortalecer a percepção de Belo Horizonte como cidade com vocação para a produção audiovisual e os benefícios em se filmar aqui, o que poderá ser feito por meio da construção de canais de comunicação efetivos da Belo Horizonte Film Commission e de uma ampla divulgação da iniciativa junto à imprensa, com o envio de pautas especiais à mídia especializada, local e nacional. 3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS
  5. 5. 4.1. CRIAÇÃO DE IDENTIDADE VISUAL • Foi criada uma proposta de identidade que dialoga com o caráter de uma Film Commission, buscando remeter à constituição de um ambiente favorável para a produção cinematográfica na cidade. A identidade possui uma conexão com o programa BH nas Telas, como um meio de reforçar a conexão da Film Commission com o mesmo e como parte integrante da política pública municipal do audiovisual. 4. DESCRIÇÃO DAS AÇÕES
  6. 6. BELO HORIZONTE FILM COMMISSION ASSINATURA VISUAL CONCEITOS
  7. 7. Belo Horizonte e o Audiovisual • filmes • séries • documentários • publicidade • etc.
  8. 8. Belo Horizonte • cidade surpreendente
  9. 9. Belo Horizonte • cidade surpreendente • nome visual, imagético
  10. 10. Belo Horizonte • cidade surpreendente • nome visual, imagético • paisagens cinematográficas
  11. 11. Belo Horizonte • cidade surpreendente • nome visual, imagético • paisagens cinematográficas • vistas incríveis
  12. 12. ASSINATURA VISUAL ESTRUTURA BELO HORIZONTE FILM COMMISSION
  13. 13. Cor • Argumento Cromático AMARELO Psicologia/simbologia • deleite, prazer e recreação • atenção • inteligência • prosperidade • amplitude • sociabilidade, extroversão, alegria e comunicação* • luminosidade, energia, luz e raios solares • operacionalidade*, locomoção e ação* FARINA, Modesto; PEREZ, Clotilde; BASTOS, Dorinho. Psicodinâmica das cores em Comunicação. São Paulo: Edgard Blücher, 2006. HELLER, Eva. A Psicologia das Cores. São Paulo: Gustavo Giller, 2013. NEGRÃO, Celso; CAMARGO, Eleida. Design de Embalagem -- do marketing a produção. São Paulo: Novatec Editora, 2008. * relacionados diretamente ao propósito de uma Film Commission
  14. 14. Cor • Argumento Cromático TURQUESA (azul + verde) Psicologia/simbologia Verde • acesso*, abertura*, “sinal verde”, “green card” e tolerância • liberdade e sustentabilidade • crescimento*, negócios que florescem*e fertilidade • segurança*, firmeza e equilíbrio* Turquesa • frescor de montanhas • força e expressão* FARINA, Modesto; PEREZ, Clotilde; BASTOS, Dorinho. Psicodinâmica das cores em Comunicação. São Paulo: Edgard Blücher, 2006. HELLER, Eva. A Psicologia das Cores. São Paulo: Gustavo Giller, 2013. NEGRÃO, Celso; CAMARGO, Eleida. Design de Embalagem -- do marketing a produção. São Paulo: Novatec Editora, 2008. * relacionados diretamente ao propósito de uma Film Commission Azul • espaço*, infinito* • viagem • intelectualidade • confiança
  15. 15. Cor • Argumento Cromático PRETO Psicologia/simbologia • cor preferida dos designers e jovens • elegância • objetividade* • autoridade* FARINA, Modesto; PEREZ, Clotilde; BASTOS, Dorinho. Psicodinâmica das cores em Comunicação. São Paulo: Edgard Blücher, 2006. HELLER, Eva. A Psicologia das Cores. São Paulo: Gustavo Giller, 2013. NEGRÃO, Celso; CAMARGO, Eleida. Design de Embalagem -- do marketing a produção. São Paulo: Novatec Editora, 2008. * relacionados diretamente ao propósito de uma Film Commission
  16. 16. Tipografia especial para meios eletrônicos. abcdefghijklmnopqrstuvxy- wz!@#$%¨&*()_-+=´`[{}]|,<>.:;?/1234567890 ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVXY- WZ!@#$%¨&*()_-+=´`[{}]|,<>.:;?/1234567890 Tipografia • Logotipo DIN CONDENSED
  17. 17. Referências Visuais • Simbologia SOL Luz, energia, esclarecimento, iluminação, clareza...
  18. 18. Referências Visuais • Simbologia HORIZONTE Campo de visão, contorno, montanhas, visibilidade, delimitações, perspectiva, olhar para o futuro...
  19. 19. Referências Visuais • Simbologia OBTURADOR ∙ DIAFRAGMA Exposição, abertura, sensibilidade, acesso, entrada, captação, velocidade...
  20. 20. ASSINATURA VISUAL CONSTRUÇÃO BELO HORIZONTE FILM COMMISSION
  21. 21. logotipo ∙ tipografia: Din Condesed
  22. 22. símbolo 1 ∙ horizonte crescimento montanhas ascenção logotipo ∙ tipografia: Din Condesed
  23. 23. símbolo 2 ∙ obturador diafragma sol/luz logotipo ∙ tipografia: Din Condesed símbolo 1 ∙ horizonte crescimento montanhas ascenção
  24. 24. Versão Prioritária
  25. 25. Versão Positiva
  26. 26. Versão Negativa
  27. 27. Versão Reticulada
  28. 28. Versão Outline Positiva
  29. 29. Versão Outline Negativa
  30. 30. 3 cm 2 cm 4 cm 5 cm 6 cm 9 cm 15 cm redução máxima 2 cm de largura em teste de impressão Redução
  31. 31. Assinatura com BH nas Telas e PBH (Horizontal)
  32. 32. Assinaturas com BH nas Telas e PBH (Horizontal)
  33. 33. Assinatura com BH nas Telas e PBH (Vertical)
  34. 34. Assinaturas com BH nas Telas e PBH (Vertical)
  35. 35. ASSINATURA VISUAL APLICAÇÕES BELO HORIZONTE FILM COMMISSION
  36. 36. 4.2. HOTSITE Consideramos essencial que a Film Commission tenha um hotsite próprio, dentro do Portal Belo Horizonte, tendo em vista seus objetivos e o caráter de atrair negócios do audiovisual para serem realizados na cidade. Caso a criação dessa página seja aprovada, daremos sequência à elaboração da arquitetura e layout da mesma (em consonância com a identidade visual da Film Commission), para envio para aprovação junto à Sucom anteriormente ao início da programação do mesmo. Reforçamos que o objetivo é colocar o hotsite no ar somente no dia do evento de lançamento da Belo Horizonte Film Commission (item 4.5 deste documento).
  37. 37. 4.3. CATÁLOGO DE LOCAÇÕES Sugerimos a criação de um catálogo com algumas locações públicas da cidade de Belo Horizonte, com fotos e descrição de cada espaço. Tal catálogo deve contemplar, minimamente, os principais equipamentos do sistema da Cultura, bem como as áreas públicas mais visadas na nossa cidade. Daremos sequência ao levantamento de locais, produção fotográfica, textual e diagramação, com layout alinhado à identidade do programa, para aprovação do mesmo junto à Sucom. Objetivo é inclui-lo no hotsite da Film Commission, bem como tê-lo como um material de divulgação e utilização pela equipe à frente do projeto.
  38. 38. 4.4. VÍDEO INSTITUCIONAL Produção de vídeo institucional de apresentação da Belo Horizonte Film Commission, apresentando a iniciativa, seu funcionamento e como poderá beneficiar os profissionais do audiovisual e facilitar o processo de liberação de filmagens em Belo Horizonte. Proposta de roteiro para a produção do vídeo será encaminhada para aprovação da Sucom, anteriormente ao início da produção do mesmo. Aqui, mais uma vez, a identidade visual da Film Commission deve ser utilizada, buscando-se gerar a identificação pelo público das iniciativas previstas no projeto.
  39. 39. 4.5. LANÇAMENTO DA FILM COMMISSION Evento de lançamento da Belo Horizonte Film Commission, no mês de dezembro. Realização de coletiva de imprensa na Prefeitura de Belo Horizonte, para apresentação do projeto.
  40. 40. 5. CRONOGRAMA https://docs.google.com/spreadsheets/d/1H3UK3Mw_NGzFPYEUEmhU21ckVw_ajo3i/edit#gid=1617524026
  41. 41. Obrigado!

×