Pré Câmbrico E Paleozóico

20.558 visualizações

Publicada em

Trabalho feito por Manuel Laranjo para a disciplina de Biologia e Geologia (ano 1)
ano lectivo 2007/ 2008

Publicada em: Tecnologia
1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20.558
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7.171
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pré Câmbrico E Paleozóico

  1. 1. História na era do Pré-Câmbrico e do Paleozóico Manuel Laranjo 10º CT (Biologia e Geologia, 2007/2008)
  2. 2. Pré-Câmbrico <ul><li>Sendo o Pré-Câmbrico uma era muito longa, cerca de 4 mil milhões de anos, foi dividida em Hadeano, Arqueano, Proterozóico. </li></ul>
  3. 3. Hadeano <ul><li>Formação do sistema solar e a Terra. </li></ul><ul><li>Formação da Terra rochosa fora de colisões de planetésimos. </li></ul><ul><li>Formação da Crosta, bombardeio cósmico de cometas e planetóides. </li></ul><ul><li>Oceano primitivo começa a se formar. </li></ul>
  4. 4. Arqueano <ul><li>A Crosta já formada se estrutura. </li></ul><ul><li>Aparecimento de um oceano planetário. </li></ul><ul><li>Formação dos continentes e um processo primordial da deriva Continental. </li></ul><ul><li>Processos bioenergéticos: Procariontes (Arqueobactérias, Eubactérias) Atmosfera redutora com pouquíssimo oxigênio. </li></ul><ul><li>Ocorre no final o declínio das Arqueobactérias e aparecem os estromatólitos coloniais. </li></ul>
  5. 5. Proterozóico <ul><li>Eucariontes aparecem a partir dos procariontes. </li></ul><ul><li>A Deriva Continental começa em definitivo. </li></ul><ul><li>Idades do Gelo. </li></ul><ul><li>Pangeas Pré-Cambricas. </li></ul><ul><li>Os primeiros organismos Multicelulares aparecem. </li></ul>
  6. 6. Paleozóico
  7. 7. Paleozóico <ul><li>O paleozóico é conhecido por dois dos eventos mais importantes na historia da vida animal. Em seu começo, nos animais multicelulares houve uma &quot;explosão evolutiva dramática&quot;, e quase todos os filos animais vivos apareceram dentro dos primeiros milhões dos anos. </li></ul><ul><li>Já no extremo oposto do paleozóico, a extinção maciça a maior da historia, que extinguiu aproximadamente 90% de todas as espécies animais marinhas. As causas de ambos estes eventos não são compreendidas ainda. </li></ul>
  8. 8. Câmbrico
  9. 9. Câmbrico <ul><li>Começou à 542 milhões de anos e terminou à 488 milhões de anos atrás </li></ul><ul><li>O Câmbrico marca um ponto importante no historia da vida na terra, é o período de tempo em que a maioria dos grupos principais de animais apareceram no registro do fóssil. Este evento é chamado as vezes de &quot;a explosão câmbrica&quot;, por causa do tempo relativamente curto sobre em que esta diversidade de espécies aparece. </li></ul><ul><li>Como por exemplo, trilobites e esponjas. </li></ul><ul><li>Este acaba com a extinção de cerca de 50% das famílias animais </li></ul>
  10. 10. Ordovícico
  11. 11. Ordovícico <ul><li>O Ordovícico está compreendido entre 488 milhões e 433 milhões de anos atrás </li></ul><ul><li>Este e o mais conhecido pela presença de invertebrados marinhos diversos </li></ul><ul><li>Como por exemplo peixes primitivos e corais. </li></ul><ul><li>Este acaba com extinção de cerca de 25% dos invertebrados marinhos </li></ul>
  12. 12. Silúrico <ul><li>Está compreendido entre 433 milhões e 416 milhões de anos atrás </li></ul><ul><li>Aparecem os primeiros peixes com mandíbulas. </li></ul><ul><li>Aparecem as primeiras plantas vascularizadas que começam a colonização da parte emersa dos continentes. </li></ul>
  13. 13. Devónico
  14. 14. Ordovícico <ul><li>O Ordovícico está compreendido entre 488 milhões e 433 milhões de anos atrás </li></ul><ul><li>Este e o mais conhecido pela presença de invertebrados marinhos diversos </li></ul><ul><li>Como por exemplo peixes primitivos e corais. </li></ul><ul><li>Este acaba com extinção de cerca de 25% dos invertebrados marinhos </li></ul>
  15. 15. Carbonífero
  16. 16. Carbonífero <ul><li>Está compreendido entre 360 milhões e 300milhões de anos atrás </li></ul><ul><li>O clima quente e húmido favorece o desenvolvimento de vastas florestas de plantas com esporos – fetos e gimnospérmicas. </li></ul><ul><li>Surgem os primeiros répteis e há uma grande difusão de insectos que incluem libélulas gigantes. </li></ul>
  17. 17. Pérmico
  18. 18. Pérmico <ul><li>Está compreendido entre 300 milhões e 25 milhões de anos atrás </li></ul><ul><li>Os animais continuam a colonização dos mares e da terra firme. </li></ul><ul><li>Surgem os primeiros mamíferos com forte declínio dos anfíbios. </li></ul><ul><li>Está a finalizar-se a Era Paleozóica com o maior episódio de extinção em massa registado. No final do Pérmico cerca de 50% das espécies de seres vivos, incluindo 95% de espécies marinhas, desapareceram, entre as quais as trilobites e goniatites. </li></ul>
  19. 19. RECONSTITUIÇÕES PALEOGEOGRÁFICAS DA TERRA Do Pré-Câmbrico ao paleozóico
  20. 20. Pré-Câmbrico <ul><li>A ausência de fósseis de partes duras de organismos e a escassez de dados paleomagnéticos fiáveis torna difícil a produção de mapas paleogeográficos do Pré-Câmbrico. Com os dados existentes, a reconstituição paleogeográfica mais antiga que se consegue efectuar é a referente há 650 milhões de anos. </li></ul><ul><li>Todavia, o Pré-Câmbrico tardio é muito interessante pois os continentes estavam a colidir conduzindo à formação de um supercontinente, e porque a Terra estava sujeita a grandes glaciações </li></ul><ul><li>No final do Pré-Câmbrico, há cerca de 550 milhões de anos, os três continentes colidiram, formando o supercontinente Panócia. Esta colisão está geologicamente expressa pela orogenia pan-africana </li></ul>
  21. 21. Câmbrico <ul><li>A Panócia, o supercontinente constituído no final do Pré-Câmbrico, há cerca de 600 milhões de anos, tinha-se já começado a fragmentar no início do Paleozóico. Estava em expansão um novo oceano, o Iapetus, localizado entre os continentes Paleo-Laurência (América do Norte), Báltico (Europa do Norte) e Sibéria. </li></ul><ul><li>A Paleo-Gondwana, o supercontinente formado durante a orogenia pan-africana, no Pré-Câmbrico, subsistia como o maior continente da época, localizando-se entre o Equador e o Pólo Sul.   </li></ul>
  22. 22. Ordovícico <ul><li>No Ordovícico os continentes continuam a afastar-se uns dos outros e a fragmentar-se. </li></ul><ul><li>Na Paeo-Gondwana encontram-se desde depósitos correspondentes a águas quentes (tais como calcários e rochas evaporíticas), localizados nas zonas equatoriais (Austrália, Índia, China e Antárctica), até depósitos glaciais situados nas áreas que então estavam junto ao Pólo Sul (África e América do Sul). </li></ul>
  23. 23. Silúrico <ul><li>Em meados do Paleozóico, há cerca de 400 milhões de anos, a Paleo-Laurência e a Báltica colidiram, fechando-se, consequentemente, o oceano Iapetus. Esta colisão foi precedida em muitas zonas pela obducção de arcos insulares marginais, do que resultou a formação das cadeias montanhosas caledónica (na escandinávia, Grã-Bretanha e Groenlândia) e Apalachiana (na periferia oriental da América do Norte). Foram as orogenias Caledónica e Apalachiana. </li></ul><ul><li>Foi também a meio do Paleozóico que se estabeleceram riftes entre a China do Norte e do Sul e a margem indo-australiana da Gondwana, tendo-se as China deslocado para norte através do oceano Paleo-Tethys.     </li></ul>
  24. 24. Devónico <ul><li>Os continentes continuam a fragmentar-se </li></ul>
  25. 25. Carbónico Inferior <ul><li>No final do Paleozóico a maior parte dos oceanos que se tinha constituído devido à fragmentação da Panócia testavam em colisão, aglutinando-se novamente num supercontinente, a Pangea. </li></ul><ul><li>A Pangea, centrada no equador, distribuía-se desde o pólo norte até ao pólo sul, separando o oceano Paleo-Tethys (a oriente) do oceano Pantalassa (a ocidente). </li></ul>
  26. 26. Carbónico Superior <ul><li>Durante o Carbónico superior, na parte montanhosa da Pangea central, constituíram-se grandes depósitos de carvão numa faixa equatorial chuvosa.   </li></ul>
  27. 27. Pérmico <ul><li>No Carbónico superior e no Pérmico inferior as regiões sul da Pangea (América do Sul setentrional, África do Sul, Antárctica, Índia e Austrália) estavam glaciadas. Existem também evidências de uma calote polar a norte, na Sibéria oriental, durante o Pérmico. </li></ul>
  28. 28. Bibliografia <ul><li>http://e-geo.ineti.pt/geociencias/edicoes_online/diversos/guiao_fosseis/capitulo3.htm </li></ul><ul><li>http://www.geocities.com/achahud/ </li></ul>

×