SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
Centro de Competências de Ciências Sociais
Curso de 1.º Ciclo em Ciências da Educação
Unidade Curricular: Educação Patrimonial
Ano lectivo -2010/2011 –3ºAno –1.º Semestre
Docente Guida Mendes
Elementos do grupo:
Catherine Barreto
Cezel Gonçalves
Simone Silva
Novembro de 2010
7 Tipos de Líderes
 Os indivíduos Agressivos Dinâmicos são líderes
natos da sociedade;
 Gostam do poder e lidam bem com ele;
 São exigentes para com aqueles com quem
trabalham e têm expectativas muito elevadas;
 Na dificuldade em admitirem as suas falhas e em
apresentarem desculpas pelos erros cometidos;
 São intrigantes, não se oferecendo como um livro
aberto; são contemplativos e, por vezes, até
misteriosos;
Se é um Agressivo Dinâmico, realizará melhor o seu
papel como líder se:
 Concentrar-se em questões educacionais
fundamentais;
 Incentivar os outros a darem o seu melhor;
 Aprender a admitir os seus erros;
 Obrigar a escutar os outros com atenção;
 Concentrar nas pessoas
 De entre todos os grupos qualitativos de
comportamento, os Agressivos Dinâmicos são
 Aqueles que têm um impacto maior nas outras
pessoas.
 São espontâneos;
 Inteligentes e criadores de mudança social;
 Observam as situações e planeiam naturalmente
maneiras de remediar «dificuldades existentes;
 Inconformistas carismáticas;
 Normalmente, não se sentem confortáveis com
relacionamentos exclusivos, pois são sociáveis e
desejam trabalhar e aprender com diferentes tipos
de pessoas;
 Os seus pontos maus são a sua teimosia, a
dificuldade em admitir erros e o facto de,
ocasionalmente, passarem dos limites;
 Podem ainda ser consideravelmente egoístas e
controladores, em virtude das componentes do
seu tipo de personalidade;
 Desconfiam instintivamente da autoridade;
 O seu forte individualismo pode, por vezes, causar-
lhes problemas;
 Gostam de interagir com outras pessoas;
Se é um Assertivo Dinâmico, realizará melhor o seu
papel como líder se:
 Definir propostas de mudança realistas;
 Tiver consciência de que nem a centralização
nem a descentralização funcionam por si só. São
necessárias ambas.
 Carismáticos, calorosos, sinceros, de confiança,
possuidores de bom humor e compaixão;
 Fortes e, no entanto, amáveis;
 São independentes, intuitivos e bons a aproximar
as pessoas;
Se é um Empático Dinâmico, realizará melhor o seu papel
como líder se:
 Reservar tempo para si mesmo;
 Estabelecer prioridades;
 Considerar assumir posições de direcção de pequena
ou média importância;
 O seu impulso não é o de dirigir os outros, mas o de os
ajudar.
 Os Empáticos Dinâmicos são, aquele que é mais
sensível às necessidades das pessoas, sentindo-se mais
realizados nas profissões onde podem ajudar os outros.
 Agressivos Adaptáveis sentem-se atraídos pelas
pessoas poderosas e possuem os recursos
necessários para trabalhar com elas;
 Muito secretos e explorarem as pessoas;
 Oportunistas brilhantes que conseguem levar as
coisas a cabo;
 Conquistam a liderança.
 Perseguem os seus interesses de forma agressiva.
Se é um Agressivo Adaptável, realizará melhor o seu
papel como líder se:
 Tomar consciência de que os fins não justificam os
meios;
 Fizer aliados;
 Tiver consciência das suas competências
contextuais;
De todos os grupos de personalidade, os Agressivos
Adaptáveis são os que possuem mais recursos e
são, potencialmente, mais poderosos.
 Possuem o género de competências práticas de
liderança que fazem deles bons administradores e
dirigentes de escolas;
 São constantes, fiáveis, trabalhadores, muito
organizados e responsáveis, tendencialmente muito
arrumados e orientados para a família;
 Prestam muita atenção aos pormenores e são menos
imaginativos que outros tipos qualitativos;
 Os indivíduos pertencentes a este grupo preferem a
ordem e a estabilidade, esforçando-se para atingir o
equilíbrio;
 Têm dificuldades em trabalhar num ambiente caótico;
 São também inteligentes, determinados e pragmáticos;
 Possuem princípios muito fortes e são de um grande civismo.
No seu melhor, são excelentes profissionais, com os quais se
pode sempre contar em situações de crise;
 No seu pior, podem exibir um comportamento compulsivo e
intolerante;
Se é um Assertivo Adaptável, realizará melhor o seu papel
como líder se:
 Compreender a importância e o valor das mudanças
sistémicas;
 Aprender a tolerar a desordem;
 Se concentrar na liderança educacional;
 Se empenhar em construir consensos e em delegar
responsabilidades.
Entre todos os tipos qualitativos, aqueles que possuem uma
enorme capacidade de planear, organizar e coordenar
acontecimentos. São essenciais para maximizar a eficiência
de qualquer organização educacional
 Quando orientados e encorajados, os Empáticos
Adaptáveis podem fazer uso da sua natureza;
 Serena e caridosa para providenciar o género de
liderança pessoal necessária em determinadas situações;
 Inspiram confiança por serem inteligentes, leais, bem-
humorados e se preocuparem com os outros;
 Outras pessoas confiam na sua liderança por serem
realistas, apolíticos e desprovidos de instintos
manipuladores. Contudo, apesar destes atributos, a sua
capacidade para liderar é a menor de todos os tipos
qualitativos;
 Consequentemente, na maioria das situações
desempenharão o papel de seguidores da liderança de
outrem.
Se é um Empático Adaptável, realizará melhor o seu
papel como líder se:
 Servir de modelo a seguir ao encorajar a
participação igualitária;
 Ajudar os outros a dar o seu melhor;
 Estabelecer e comunicar valores fundamentais.
Os Empáticos Adaptáveis são os trabalhadores
competentes que podem, quando dotados dos
poderes adequados, agir como líderes dentro de
esferas de influência específicas.
 Dão mostras de uma sensibilidade apurada e de
capacidades de percepção;
 Vivem absorvidos pelo seu trabalho, são reflexivos,
auto-suficientes, criativos. Por vezes voláteis e
visionários, questionam a vida a si mesmos;
 Vêem o mundo de forma diferente da maioria dos
outros tipos qualitativos, sendo normalmente artistas,
designers e escritores;
 Têm ideias brilhantes e inovadoras sobre reformas
totais ou parciais, sendo capazes de lidar com os
problemas criativamente;
 Afastam-se de posições de gestão, a sua visão e
liderança constituem contribuições inestimáveis que
tornam a realidade da escola mais interessante.
Se é um Assertivo Criativo, realizará melhor o seu
papel como líder se:
 Ajudar os outros a descobrir alternativas às práticas
correntes;
 Desenvolver uma visão colectiva da direcção a
seguir pela escola.
 Chamar a atenção para a importância da
aprendizagem contínua, tanto para alunos como
para professores. (activo).
 Os Assertivos Criativos assumem-se como criadores
e concretizadores naturais.
© GLANZ, Jeffrey, À Descoberta do seu Estilo de Liderança, Edições Asa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceito de poder e autoridade
Conceito de poder e autoridadeConceito de poder e autoridade
Conceito de poder e autoridadeElicio Lima
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...Janaina Ferreira
 
1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivaçãoVolas
 
Aula 4 - Análise da concorrência e matrizes de diagnóstico
Aula 4 -  Análise da concorrência e matrizes de diagnósticoAula 4 -  Análise da concorrência e matrizes de diagnóstico
Aula 4 - Análise da concorrência e matrizes de diagnósticoKesia Rozzett Oliveira
 
Liderança - Características do líder
Liderança - Características do líderLiderança - Características do líder
Liderança - Características do líderDeise Rocha
 
Liderança segundo o monge e o executivo
Liderança segundo o monge e o executivoLiderança segundo o monge e o executivo
Liderança segundo o monge e o executivoAndre Nascimento
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalCintia Meneghini
 
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalAula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalFelipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Simulados de negociação
Simulados de negociaçãoSimulados de negociação
Simulados de negociaçãoNiloar Bissani
 
Psicologia e Motivação
 Psicologia e Motivação Psicologia e Motivação
Psicologia e Motivaçãoweronicasdj
 
Comportamento Comunicacional: Passivo - Passividade
Comportamento Comunicacional: Passivo - PassividadeComportamento Comunicacional: Passivo - Passividade
Comportamento Comunicacional: Passivo - PassividadeCatarina Simões
 

Mais procurados (20)

Conceito de poder e autoridade
Conceito de poder e autoridadeConceito de poder e autoridade
Conceito de poder e autoridade
 
10 Dinamicas DE GRUPO
10 Dinamicas DE GRUPO10 Dinamicas DE GRUPO
10 Dinamicas DE GRUPO
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
 
Relacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20hRelacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20h
 
Tipos de empreendedores
Tipos de empreendedoresTipos de empreendedores
Tipos de empreendedores
 
1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação
 
Aula 03 autoconhecimento
Aula 03 autoconhecimentoAula 03 autoconhecimento
Aula 03 autoconhecimento
 
Aula 4 - Análise da concorrência e matrizes de diagnóstico
Aula 4 -  Análise da concorrência e matrizes de diagnósticoAula 4 -  Análise da concorrência e matrizes de diagnóstico
Aula 4 - Análise da concorrência e matrizes de diagnóstico
 
Liderança - Características do líder
Liderança - Características do líderLiderança - Características do líder
Liderança - Características do líder
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Liderança segundo o monge e o executivo
Liderança segundo o monge e o executivoLiderança segundo o monge e o executivo
Liderança segundo o monge e o executivo
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocional
 
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalAula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
O que é liderança
O que é liderançaO que é liderança
O que é liderança
 
Simulados de negociação
Simulados de negociaçãoSimulados de negociação
Simulados de negociação
 
Questões de Concurso - Marketing (com gabarito)
Questões de Concurso - Marketing (com gabarito)Questões de Concurso - Marketing (com gabarito)
Questões de Concurso - Marketing (com gabarito)
 
Autoconhecimento & Carreira
Autoconhecimento & CarreiraAutoconhecimento & Carreira
Autoconhecimento & Carreira
 
Psicologia e Motivação
 Psicologia e Motivação Psicologia e Motivação
Psicologia e Motivação
 
Comportamento Comunicacional: Passivo - Passividade
Comportamento Comunicacional: Passivo - PassividadeComportamento Comunicacional: Passivo - Passividade
Comportamento Comunicacional: Passivo - Passividade
 

Destaque

Entrevista biodiversidade perigosa
Entrevista   biodiversidade perigosaEntrevista   biodiversidade perigosa
Entrevista biodiversidade perigosaBibJoseRegio
 
Реклама в коммуникационном процессе. Модуль 1.
Реклама в коммуникационном процессе. Модуль 1.Реклама в коммуникационном процессе. Модуль 1.
Реклама в коммуникационном процессе. Модуль 1.Usanov Aleksey
 
Indenização das empresas urbs
Indenização das empresas   urbsIndenização das empresas   urbs
Indenização das empresas urbsProfessora Josete
 
Ciat overview wecabren sc, nov 2010 [compatibility mode]
Ciat overview  wecabren sc, nov 2010 [compatibility mode]Ciat overview  wecabren sc, nov 2010 [compatibility mode]
Ciat overview wecabren sc, nov 2010 [compatibility mode]CIAT
 

Destaque (6)

Entrevista biodiversidade perigosa
Entrevista   biodiversidade perigosaEntrevista   biodiversidade perigosa
Entrevista biodiversidade perigosa
 
Реклама в коммуникационном процессе. Модуль 1.
Реклама в коммуникационном процессе. Модуль 1.Реклама в коммуникационном процессе. Модуль 1.
Реклама в коммуникационном процессе. Модуль 1.
 
Indenização das empresas urbs
Indenização das empresas   urbsIndenização das empresas   urbs
Indenização das empresas urbs
 
Tips Time Management Presentation
Tips Time Management PresentationTips Time Management Presentation
Tips Time Management Presentation
 
Ref FEA
Ref FEARef FEA
Ref FEA
 
Ciat overview wecabren sc, nov 2010 [compatibility mode]
Ciat overview  wecabren sc, nov 2010 [compatibility mode]Ciat overview  wecabren sc, nov 2010 [compatibility mode]
Ciat overview wecabren sc, nov 2010 [compatibility mode]
 

Semelhante a Os vários tipos de líder

Liderança
LiderançaLiderança
LiderançaVSofia
 
Liderança Escolar
Liderança EscolarLiderança Escolar
Liderança EscolarVSofia
 
Assertivos adaptáveis
Assertivos adaptáveisAssertivos adaptáveis
Assertivos adaptáveisluisateixeira
 
Exemplo de relatório de pda
Exemplo de relatório de pdaExemplo de relatório de pda
Exemplo de relatório de pdaFred Graef
 
MATERIAL 2 - Perfil dos Mestres Conselheiros
MATERIAL 2 - Perfil dos Mestres ConselheirosMATERIAL 2 - Perfil dos Mestres Conselheiros
MATERIAL 2 - Perfil dos Mestres ConselheirosJoanson Sousa
 
inMBA - Tema Liderança - Aula 2
inMBA - Tema Liderança - Aula 2inMBA - Tema Liderança - Aula 2
inMBA - Tema Liderança - Aula 2Marcus Pimenta
 
Teoria da personalidade II
Teoria da personalidade IITeoria da personalidade II
Teoria da personalidade IILeandrocesarcn
 
Liderança e a Inteligência Emocional
Liderança e a Inteligência EmocionalLiderança e a Inteligência Emocional
Liderança e a Inteligência EmocionalRafael Taguchi
 
Aula sobre liderança
Aula sobre liderançaAula sobre liderança
Aula sobre liderançaSarah Bruck
 
Workshop_Yokanam_Fundação_Estudar
Workshop_Yokanam_Fundação_EstudarWorkshop_Yokanam_Fundação_Estudar
Workshop_Yokanam_Fundação_EstudarCarlos Sousa
 
Artigo 2 - Lideres e Gerentes
Artigo 2 - Lideres e GerentesArtigo 2 - Lideres e Gerentes
Artigo 2 - Lideres e GerentesJosé Zanco
 
48 qualidades de uma pessoa48 qualidades de uma pessoa.docx
48 qualidades de uma pessoa48 qualidades de uma pessoa.docx48 qualidades de uma pessoa48 qualidades de uma pessoa.docx
48 qualidades de uma pessoa48 qualidades de uma pessoa.docxFranciscoAssis242717
 
03. Debora Miceli: Liderança do Futuro - O líder do futuro - Conduzindo a or...
03. Debora Miceli: Liderança do Futuro -  O líder do futuro - Conduzindo a or...03. Debora Miceli: Liderança do Futuro -  O líder do futuro - Conduzindo a or...
03. Debora Miceli: Liderança do Futuro - O líder do futuro - Conduzindo a or...Debora Miceli
 
Dom ines co_inventario_comportamental_constantino_nascimento
Dom ines co_inventario_comportamental_constantino_nascimentoDom ines co_inventario_comportamental_constantino_nascimento
Dom ines co_inventario_comportamental_constantino_nascimentoConstantino Nascimento
 
O papel do gestor como lider de sua equipe
O papel do gestor como lider de sua equipeO papel do gestor como lider de sua equipe
O papel do gestor como lider de sua equipeEditora Moderna
 

Semelhante a Os vários tipos de líder (20)

Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Liderança Escolar
Liderança EscolarLiderança Escolar
Liderança Escolar
 
Assertivos adaptáveis
Assertivos adaptáveisAssertivos adaptáveis
Assertivos adaptáveis
 
Exemplo de relatório de pda
Exemplo de relatório de pdaExemplo de relatório de pda
Exemplo de relatório de pda
 
MATERIAL 2 - Perfil dos Mestres Conselheiros
MATERIAL 2 - Perfil dos Mestres ConselheirosMATERIAL 2 - Perfil dos Mestres Conselheiros
MATERIAL 2 - Perfil dos Mestres Conselheiros
 
Priscila Stuani
Priscila StuaniPriscila Stuani
Priscila Stuani
 
inMBA - Tema Liderança - Aula 2
inMBA - Tema Liderança - Aula 2inMBA - Tema Liderança - Aula 2
inMBA - Tema Liderança - Aula 2
 
Teoria da personalidade II
Teoria da personalidade IITeoria da personalidade II
Teoria da personalidade II
 
Chefia e liderança
Chefia e liderançaChefia e liderança
Chefia e liderança
 
Líderes em Ação
Líderes em AçãoLíderes em Ação
Líderes em Ação
 
18414605 o-monge-e-o-executivo
18414605 o-monge-e-o-executivo18414605 o-monge-e-o-executivo
18414605 o-monge-e-o-executivo
 
Liderança e a Inteligência Emocional
Liderança e a Inteligência EmocionalLiderança e a Inteligência Emocional
Liderança e a Inteligência Emocional
 
Aula sobre liderança
Aula sobre liderançaAula sobre liderança
Aula sobre liderança
 
Workshop_Yokanam_Fundação_Estudar
Workshop_Yokanam_Fundação_EstudarWorkshop_Yokanam_Fundação_Estudar
Workshop_Yokanam_Fundação_Estudar
 
Artigo 2 - Lideres e Gerentes
Artigo 2 - Lideres e GerentesArtigo 2 - Lideres e Gerentes
Artigo 2 - Lideres e Gerentes
 
48 qualidades de uma pessoa48 qualidades de uma pessoa.docx
48 qualidades de uma pessoa48 qualidades de uma pessoa.docx48 qualidades de uma pessoa48 qualidades de uma pessoa.docx
48 qualidades de uma pessoa48 qualidades de uma pessoa.docx
 
03. Debora Miceli: Liderança do Futuro - O líder do futuro - Conduzindo a or...
03. Debora Miceli: Liderança do Futuro -  O líder do futuro - Conduzindo a or...03. Debora Miceli: Liderança do Futuro -  O líder do futuro - Conduzindo a or...
03. Debora Miceli: Liderança do Futuro - O líder do futuro - Conduzindo a or...
 
Dom ines co_inventario_comportamental_constantino_nascimento
Dom ines co_inventario_comportamental_constantino_nascimentoDom ines co_inventario_comportamental_constantino_nascimento
Dom ines co_inventario_comportamental_constantino_nascimento
 
O papel do gestor como lider de sua equipe
O papel do gestor como lider de sua equipeO papel do gestor como lider de sua equipe
O papel do gestor como lider de sua equipe
 
Perfil pessoal 2021
Perfil pessoal 2021Perfil pessoal 2021
Perfil pessoal 2021
 

Mais de catherineee

Lista de Candidatos Excluídos - Recrutamento de Pessoal para o Lar de Idosos ...
Lista de Candidatos Excluídos - Recrutamento de Pessoal para o Lar de Idosos ...Lista de Candidatos Excluídos - Recrutamento de Pessoal para o Lar de Idosos ...
Lista de Candidatos Excluídos - Recrutamento de Pessoal para o Lar de Idosos ...catherineee
 
Os vários tipos de líder
Os vários tipos de líderOs vários tipos de líder
Os vários tipos de lídercatherineee
 
Autonomia de escola
Autonomia de escolaAutonomia de escola
Autonomia de escolacatherineee
 
Administração e gestão das escolas
Administração e gestão das escolasAdministração e gestão das escolas
Administração e gestão das escolascatherineee
 
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010catherineee
 
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010catherineee
 
Estatísticas do Bullying
Estatísticas do BullyingEstatísticas do Bullying
Estatísticas do Bullyingcatherineee
 
A Escola e a Abordagem Comparada. Novas realidades e novos olhares
A Escola e a Abordagem Comparada. Novas realidades e novos olharesA Escola e a Abordagem Comparada. Novas realidades e novos olhares
A Escola e a Abordagem Comparada. Novas realidades e novos olharescatherineee
 
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A EuropaPromover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europacatherineee
 
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A EuropaPromover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europacatherineee
 
Departamento De CiêNcias Da EducaçãO
Departamento De CiêNcias Da EducaçãODepartamento De CiêNcias Da EducaçãO
Departamento De CiêNcias Da EducaçãOcatherineee
 

Mais de catherineee (14)

Lista de Candidatos Excluídos - Recrutamento de Pessoal para o Lar de Idosos ...
Lista de Candidatos Excluídos - Recrutamento de Pessoal para o Lar de Idosos ...Lista de Candidatos Excluídos - Recrutamento de Pessoal para o Lar de Idosos ...
Lista de Candidatos Excluídos - Recrutamento de Pessoal para o Lar de Idosos ...
 
Os vários tipos de líder
Os vários tipos de líderOs vários tipos de líder
Os vários tipos de líder
 
Autonomia de escola
Autonomia de escolaAutonomia de escola
Autonomia de escola
 
Administração e gestão das escolas
Administração e gestão das escolasAdministração e gestão das escolas
Administração e gestão das escolas
 
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
 
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
Trabalho Edu Comparada 23 01 2010
 
Estatísticas do Bullying
Estatísticas do BullyingEstatísticas do Bullying
Estatísticas do Bullying
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
A Escola e a Abordagem Comparada. Novas realidades e novos olhares
A Escola e a Abordagem Comparada. Novas realidades e novos olharesA Escola e a Abordagem Comparada. Novas realidades e novos olhares
A Escola e a Abordagem Comparada. Novas realidades e novos olhares
 
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A EuropaPromover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
 
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A EuropaPromover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
Promover A CompreensãO Da EducaçãO Em Toda A Europa
 
ECO-França
ECO-FrançaECO-França
ECO-França
 
Departamento De CiêNcias Da EducaçãO
Departamento De CiêNcias Da EducaçãODepartamento De CiêNcias Da EducaçãO
Departamento De CiêNcias Da EducaçãO
 

Os vários tipos de líder

  • 1. Centro de Competências de Ciências Sociais Curso de 1.º Ciclo em Ciências da Educação Unidade Curricular: Educação Patrimonial Ano lectivo -2010/2011 –3ºAno –1.º Semestre Docente Guida Mendes Elementos do grupo: Catherine Barreto Cezel Gonçalves Simone Silva Novembro de 2010 7 Tipos de Líderes
  • 2.  Os indivíduos Agressivos Dinâmicos são líderes natos da sociedade;  Gostam do poder e lidam bem com ele;  São exigentes para com aqueles com quem trabalham e têm expectativas muito elevadas;  Na dificuldade em admitirem as suas falhas e em apresentarem desculpas pelos erros cometidos;  São intrigantes, não se oferecendo como um livro aberto; são contemplativos e, por vezes, até misteriosos;
  • 3. Se é um Agressivo Dinâmico, realizará melhor o seu papel como líder se:  Concentrar-se em questões educacionais fundamentais;  Incentivar os outros a darem o seu melhor;  Aprender a admitir os seus erros;  Obrigar a escutar os outros com atenção;  Concentrar nas pessoas  De entre todos os grupos qualitativos de comportamento, os Agressivos Dinâmicos são  Aqueles que têm um impacto maior nas outras pessoas.
  • 4.  São espontâneos;  Inteligentes e criadores de mudança social;  Observam as situações e planeiam naturalmente maneiras de remediar «dificuldades existentes;  Inconformistas carismáticas;  Normalmente, não se sentem confortáveis com relacionamentos exclusivos, pois são sociáveis e desejam trabalhar e aprender com diferentes tipos de pessoas;  Os seus pontos maus são a sua teimosia, a dificuldade em admitir erros e o facto de, ocasionalmente, passarem dos limites;
  • 5.  Podem ainda ser consideravelmente egoístas e controladores, em virtude das componentes do seu tipo de personalidade;  Desconfiam instintivamente da autoridade;  O seu forte individualismo pode, por vezes, causar- lhes problemas;  Gostam de interagir com outras pessoas; Se é um Assertivo Dinâmico, realizará melhor o seu papel como líder se:  Definir propostas de mudança realistas;  Tiver consciência de que nem a centralização nem a descentralização funcionam por si só. São necessárias ambas.
  • 6.  Carismáticos, calorosos, sinceros, de confiança, possuidores de bom humor e compaixão;  Fortes e, no entanto, amáveis;  São independentes, intuitivos e bons a aproximar as pessoas;
  • 7. Se é um Empático Dinâmico, realizará melhor o seu papel como líder se:  Reservar tempo para si mesmo;  Estabelecer prioridades;  Considerar assumir posições de direcção de pequena ou média importância;  O seu impulso não é o de dirigir os outros, mas o de os ajudar.  Os Empáticos Dinâmicos são, aquele que é mais sensível às necessidades das pessoas, sentindo-se mais realizados nas profissões onde podem ajudar os outros.
  • 8.  Agressivos Adaptáveis sentem-se atraídos pelas pessoas poderosas e possuem os recursos necessários para trabalhar com elas;  Muito secretos e explorarem as pessoas;  Oportunistas brilhantes que conseguem levar as coisas a cabo;  Conquistam a liderança.  Perseguem os seus interesses de forma agressiva.
  • 9. Se é um Agressivo Adaptável, realizará melhor o seu papel como líder se:  Tomar consciência de que os fins não justificam os meios;  Fizer aliados;  Tiver consciência das suas competências contextuais; De todos os grupos de personalidade, os Agressivos Adaptáveis são os que possuem mais recursos e são, potencialmente, mais poderosos.
  • 10.  Possuem o género de competências práticas de liderança que fazem deles bons administradores e dirigentes de escolas;  São constantes, fiáveis, trabalhadores, muito organizados e responsáveis, tendencialmente muito arrumados e orientados para a família;  Prestam muita atenção aos pormenores e são menos imaginativos que outros tipos qualitativos;  Os indivíduos pertencentes a este grupo preferem a ordem e a estabilidade, esforçando-se para atingir o equilíbrio;  Têm dificuldades em trabalhar num ambiente caótico;  São também inteligentes, determinados e pragmáticos;
  • 11.  Possuem princípios muito fortes e são de um grande civismo. No seu melhor, são excelentes profissionais, com os quais se pode sempre contar em situações de crise;  No seu pior, podem exibir um comportamento compulsivo e intolerante; Se é um Assertivo Adaptável, realizará melhor o seu papel como líder se:  Compreender a importância e o valor das mudanças sistémicas;  Aprender a tolerar a desordem;  Se concentrar na liderança educacional;  Se empenhar em construir consensos e em delegar responsabilidades. Entre todos os tipos qualitativos, aqueles que possuem uma enorme capacidade de planear, organizar e coordenar acontecimentos. São essenciais para maximizar a eficiência de qualquer organização educacional
  • 12.  Quando orientados e encorajados, os Empáticos Adaptáveis podem fazer uso da sua natureza;  Serena e caridosa para providenciar o género de liderança pessoal necessária em determinadas situações;  Inspiram confiança por serem inteligentes, leais, bem- humorados e se preocuparem com os outros;  Outras pessoas confiam na sua liderança por serem realistas, apolíticos e desprovidos de instintos manipuladores. Contudo, apesar destes atributos, a sua capacidade para liderar é a menor de todos os tipos qualitativos;  Consequentemente, na maioria das situações desempenharão o papel de seguidores da liderança de outrem.
  • 13. Se é um Empático Adaptável, realizará melhor o seu papel como líder se:  Servir de modelo a seguir ao encorajar a participação igualitária;  Ajudar os outros a dar o seu melhor;  Estabelecer e comunicar valores fundamentais. Os Empáticos Adaptáveis são os trabalhadores competentes que podem, quando dotados dos poderes adequados, agir como líderes dentro de esferas de influência específicas.
  • 14.  Dão mostras de uma sensibilidade apurada e de capacidades de percepção;  Vivem absorvidos pelo seu trabalho, são reflexivos, auto-suficientes, criativos. Por vezes voláteis e visionários, questionam a vida a si mesmos;  Vêem o mundo de forma diferente da maioria dos outros tipos qualitativos, sendo normalmente artistas, designers e escritores;  Têm ideias brilhantes e inovadoras sobre reformas totais ou parciais, sendo capazes de lidar com os problemas criativamente;  Afastam-se de posições de gestão, a sua visão e liderança constituem contribuições inestimáveis que tornam a realidade da escola mais interessante.
  • 15. Se é um Assertivo Criativo, realizará melhor o seu papel como líder se:  Ajudar os outros a descobrir alternativas às práticas correntes;  Desenvolver uma visão colectiva da direcção a seguir pela escola.  Chamar a atenção para a importância da aprendizagem contínua, tanto para alunos como para professores. (activo).  Os Assertivos Criativos assumem-se como criadores e concretizadores naturais.
  • 16. © GLANZ, Jeffrey, À Descoberta do seu Estilo de Liderança, Edições Asa