O que comemos

136 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
136
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que comemos

  1. 1. Como na Vida! Numa Escola de Compreender o Mundo Projeto 3º Ciclo do Ensino Básico 8º ano - ano letivo 2011/12 1. Análise de uma receita recolhida na visita de estudoRestaurante “Mauritânia”:- Quinta-Feira: arroz de cabidela; pataniscas com arroz de tomate; bolo de bolacha; leite decreme; salada de fruta= 8 euros.Podemos verificar que com os descobrimentos portugueses a alimentação europeia foibastante influenciada com o aparecimento de vários produtos de todo o mundo. Por exemplo:o arroz vindo da China, o bacalhau na confecção das pataniscas trazido da Noruega, o tomateoriginário da América; as diferentes frutas da América e Ásia; o açúcar da Índia. 2. Porque aconteceu a viagem dos alimentos?A viagem dos alimentos aconteceu devido às rotas transoceânicas dos portugueses eespanhóis. Claro que todas estas viagens só puderam acontecer com os avanços nos cálculosmatemáticos para se calcular a latitude, na geografia pois passou-se a ter novosconhecimentos sobre os diferentes continentes, nas ciências com avanços na astronomia parase localizarem. Fig. 1- Viagem dos alimentosCatarina Soares 8ºA nº7
  2. 2. Nas rotas portuguesas existem as rotas atlânticas da África, Terra Nova e Brasil, e as rotas doCabo na India. Fig. 2- As rotas portuguesas: rotas atlânticas e do Cabo.Nas rotas espanholas existiu a rota de Acapulco em Manila e a rota de Sevilha na Américaespanhola. Fig.3- As rotas das viagens marítimas portuguesas e espanholas.Catarina Soares 8ºA nº7
  3. 3. 3. Porque viajavam os alimentos?Os alimentos viajavam porque os europeus precisavam das mercadorias orientais a preçosmais baixos para enriquecerem, para os europeus satisfazerem as suas necessidadesalimentares (trigo, carne, etc…) e a burguesia queria aumentar os seus lucros, através docomércio internacional. As mercadorias coloniais obtidas a baixo preço, eram vendidas pelosburgueses na Europa a elevados preços, mesmo descontando nos custos dos transportes, porisso obtinham-se lucros elevados. Tudo isto levou ao capitalismo comercial. 4. Que consequências tiveram a viagem dos alimentos na humanidade?Com a viagem dos alimentos a humanidade aumentou a quantidade, qualidade e variedadedas dietas alimentares, a agricultura modificou nas regiões e por isso também as paisagens sealteraram, toda a população mundial passou a ter os mesmos hábitos alimentares. Ou seja, aviagem dos alimentos influenciou o modo de vida de toda a humanidade e qualquer crise numdos pontos do mundo reflectia-se no dia-a-dia de cada pessoa. 5. Quais as vantagens da expansão portuguesa?A expansão portuguesa trouxe diversas vantagens para Portugal: a língua portuguesaexpandiu-se por todo o mundo devido às nossas descobertas e comunicação com os outrospovos ao fazerem-se as trocas comerciais, e também a língua portuguesa influenciou osdiferentes povos, por exemplo o Japão, mas também ou outros povos influenciaram-nos a nós;houve também grandes avanços na matemática, pois desenvolveu-se o cálculo da altitude,latitude e localização dos astros; na geografia, pois antes dos descobrimentos desconhecia-se aexistência da Améria, pensava-se que a África e Ásia eram muito maiores e que o oceanoÍndico formava um lago; nas ciências houve bastantes avanços pois porque se desenvolveramos conhecimentos na astronomia, composição dos diferentes solos dos continentes; outravantagem dos descobrimentos portugueses são as grandes obras que foram escritas ao longodos anos até à atualidade sobre esta enorme e aventureira viagem, como por exemplo OBojador de Sophia de Mello Breyner Andersen.Catarina Soares 8ºA nº7

×