Os impactos sociais da incineração

3.240 visualizações

Publicada em

Autora: Jutta Gutberlet
Seminário
Reciclagem: metodologias sustentáveis para os resíduos e a inclusão social.
Câmara Municipal de São Paulo, 28.05.2010

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.240
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
68
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os impactos sociais da incineração

  1. 1. Os impactos sociais da incineração Jutta Gutberlet Seminário Reciclagem: metodologias sustentáveis para os resíduos e a inclusão social. Câmara Municipal de São Paulo, 28.05.2010
  2. 2. Os impactos sociais da incineração  Preâmbulo: desenvolvimento, lixo e desperdício  Quadro internacional de tratamento de resíduos sólidos com enfoque na incineração  Potencial socioambiental da coleta seletiva solidária  Impactos sociais da incineração  Conclusão: contribuições para uma política de resíduos sólidos inclusiva e sustentável
  3. 3. Preâmbulo: desenvolvimento, lixo e desperdício  Lógica do crescimento econômico quantitativo e contínuo  Produção insustentável  Consumo em massa  Percepção desvalorizada do lixo (e dos catadores)  Raciocínio cartesiano (falta de integração na analise)
  4. 4. Aumento exponencial  Extração de recursos naturais (petróleo, madeira, etc.),  Perda da biodiversidade,  Perda da diversidade cultural (línguas indígenas),  ....Crime, concentração de renda, consumo, degradação ambiental, etc. Temp. media Fonte:  Gustav Speth (2008) The Pop. Uso de água Bridge at the end of the CO2 Floresta world: Capitalism, the # de species Perda Environment, and Crossing Consumo de papel camada from Crisis to Sustainability” Uso de veículos ozônio Investimentos globais
  5. 5. Imagens familiares
  6. 6. Elementos para a coleta seletiva solidária
  7. 7. Quadro internacional de tratamento de resíduos sólidos com enfoque na incineração  Hierarquia na gestão dos resíduos sólidos na União Européia (UE) evitar —> reusar —> reciclar —> recuperar energia —> aterrar  Questões socioeconômicas e culturais da geração e da gestão de resíduos sólidos no Brasil precisam ser consideradas.
  8. 8.  Destinação dos resíduos sólidos urbanos no Brasil por tamanho do município (em %) Fontes: Abrelpe (2007) e Brasil (2009).
  9. 9. Facetas da Incineração  Liberação de gases tóxicos e produz cinzas tóxicas;  Exploração de matérias virgens para a produção de novos bens de consumo (o que também aumenta o gasto de energia);  Perda da oportunidade para o consumo responsável e a diminuição do desperdício (pois a incineração requer crescente quantidade de resíduos sólidos para gerar mais energia);  Não cria emprego e não possibilita o desenvolvimento humano dos segmentos que hoje estão excluídos ou permanecem em pobreza.
  10. 10. O potencial socioambiental da coleta seletiva solidária  O problema mundial do desemprego em 2009  212 milhões de pessoas desempregadas (alta de 34 milhões desde 2007)  1,5 bilhões de pessoas no mundo em situação de emprego precário  633 milhões de trabalhadores estavam ganhando abaixo de 1,25 US$/dia  215 milhões na beira da pobreza (OIT 2010)
  11. 11. Situação de emprego no Brasil  Pessoas de 10 ou mais anos de idade, ocupadas, por classe de rendimento de trabalho (2007) Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Trabalho e Rendimento, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2007.
  12. 12.  Oportunidades para gerar emprego com a coleta seletiva e a reciclagem  1 milhão de catadores/as, cuja maioria trabalha independentemente e o restante está inserido em cerca de 500 organizações (Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis, 2010)  Empreendimentos de reciclagem Fonte: Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), Comunicação Prefeitura Diadema, Maio 2010.
  13. 13. Impactos sociais da incineração  Geração de emprego com a recuperação de resíduos sólidos, nos Estados Unidos Fonte: Pesquisa realizada pelo: Institute for Local Self-Reliance, 1997, citado em: Tangri, N. (2003), Waste incineration: a dying technology. Berkeley: GAIA.
  14. 14.  Incinerar significa tirar a oportunidade das pessoas e dos segmentos da cadeia do reciclável, que já se ocupam com reuso e reciclagem de resíduos sólidos.  Apoio financeiro para a coleta seletiva  Pagamento pelos serviços ambientais  Serviço de coleta e separação de recursos (destinação dos resíduos sólidos);  Serviço de educação ambiental na comunidade;  Credito carbono pela recuperação de recursos naturais;  Pagamento pela poupança de matéria prima virgem...
  15. 15. Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (2010)  Remuneração da reciclagem como serviço ambiental urbano (benefício pela reinserção de um produto secundário na cadeia produtiva, evitando os impactos ambientais a montante do ponto de reinserção):  Os benefícios potenciais da reciclagem caso todo o resíduo reciclável que hoje é encaminhado para aterros e lixões nas cidades brasileiras fosse reciclado, são estimados em R$ 8 bilhões anuais (IPEA, 2010, p. 7).  Aproximadamente 606 kg até 1.608 kg de materiais recuperados por catador cooperativado, por mês no Brasil.  Os benefícios atuais baseado nos índices de reciclagem atuais são entre R$1,4 e 3,3 bilhões de Reais ao país (IPEA, 2010, p. 8).
  16. 16. Conclusão: contribuições para uma política de resíduos sólidos inclusiva e sustentável  Incineração:  gera contaminação do ar e produz um passivo ambiental com as cinzas decorrentes da incineração,  incentiva a continuação do consumo irresponsável,  incentiva a continua exploração de nova matéria-prima,  gera um numero insignificante de novos empregos,  tira empregos dos que já trabalham na coleta seletiva e na reciclagem.
  17. 17.  Coleta seletiva solidaria:  despolui o ambiente,  tem grande potencial de incentivar o consumo responsável,  contribui para diminuir a exploração de nova matéria- prima,  contribui para diminuir o efeito estufa,  gera um grande numero de novos empregos,  propicia oportunidades para o desenvolvimento humano.
  18. 18. OBRIGADA !

×