SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Contando
Histórias
O menino e a avaliação
Era uma vez um menino que tinha uma avaliação e ele
estava ansioso para fazer ela. Mas, ele estudou muito e muito e
ele tirou nota mil na prova e ficou feliz com a avaliação.
E sua mãe ficou feliz e, quando ele chegou em casa sua
mãe deu um presente. Ele ficou muito feliz.
O menino ganhou um celular e disse muito obrigado para a
sua mãe.
Ele sempre adorou estudar!
William e Ana
EraumavezacachorraBelaquemoravaemumapartamentoeela
saiuparapassear. Foitãolongeeelafugiuparalongeefoicapturadapor
umcanil.
Elaconseguiufugirdocanilevoltouparacasaecomeu suaração.
Nasuacasinha, elaencontrouumoutrocachorroqueeraseuirmão. Eles
brincaramjuntos poruns dias. Mas, elafugiudecasaparairprocuraruma
casanovaparaelamorare viverfelizparasempre.
A cachorra perdida
Arthur
Cristo andou tanto que achou Torres e alguns
homens convidaram ele para passear e ele ficou
muito feliz. Os homens compraram uma casa nova
para ele. Ela tem uma piscina nova e fica perto de
uma praia bonita.
A praia tem muita gente e Cristo se divertiu muito
e ele foi na praia com os amigos dele e foi convidado
para jantar com os primos dele e Cristo teve a ideia
de convidar pra morar na casa de Cristo e os primos
ficaram muitos felizes e Cristo e os primos ficaram
muitos felizes para sempre.
A liberdade de um homem chamado Cristo.
Cristóvão e Isabella
Era uma vez um menino que gostava de jogar
futebol e ele fazia muitos gols. Também, tinha um
que nunca fazia gol e o menino que sempre fazia gols
ria muito do outro.
Num dia, o menino que não fazia gol ele fez
muitos gols e dai o menino nunca mais riu do outro e
eles ficaram amigos.
Passou o tempo e viraram adolescentes ,com 18
anos, eles foram convidados para jogarem na Seleção
Brasileira.
Quando adultos, eles ficaram famosos e as
pessoas sempre queriam autógrafos.
Os dois amigos
Isabela e Guilherme
Era uma vez um unicórnio e uma menina que passeava no parque. Na
volta para casa ela se perdeu e viu um unicórnio ela não acreditava que
estava vendo o que estava vendo.
Após o susto, a menina disse: -Acalma você é um unicórnio. E ele
respondeu: -Sim eu sou um unicórnio. A menina convidou ele para ser sua
amiga e ele aceitou e ficou feliz.
- Vamos para casa a minha casa? Perguntou a menina. -Sim
respondeu o unicórnio, mas e sua mãe não vai ficar brava com você? Mas
claro que não respondeu a menina. Vamos ser amigos para sempre? -Sim
respondeu o unicórnio...
E, viveram felizes para sempre.
Um unicórnio e uma menina
Isabella e Vitória Aita
Aparedefalante
Era uma vez uma casa que lá dentro era tudo
pequenininho até as paredes. Então, você imagina o ar
condicionado, tambémmuito pequenininho.
Depois de dois anos, nessa mesma casa, uma parede
começou a falar tão alto, mas tão alto, que umcaçador que
passavanaflorestaconseguiaouvir.
Ele foi ver o que estava acontecendo quando entrou
naquela casa e levou o maior susto. Porque uma parede
estava falando sozinha e ele achou que era um pesadelo e
paraprovarseeleestavasonhando sebeliscou. Mas, não era
umsonho ecorreuparaforadacasaeaparededisse: - Ei não
váembora, não voutemachucar!
O caçador ficou dentro da casa e os dois viraram
amigos.
Isabelle e Rhanen
O Capk maluco
O Capk estava passeando quando ele viu uma casa e entrou. Viu
um laboratório e ele mexeu em algumas coisas e ficou maluco, pois
mexeu em tudo. Quando ele voltou ao normal ele aprendeu muitas
coisas, pois quando ele tinha ficado maluco na cabeça dele, tinha
mudado que ele pensava. Então, ele sabe como fazer um
experimento, ele criou uma poção de encolher.
Ele testou em um urso de pelúcia e ele achava que deu certo.
Testou também em todas as pessoas da cidade dele e, deu errado.
Pois, as pessoas ficaram umas formiguinhas.
Lara e Vitória B.
A joaninha sem pintinhas pretas.
Era uma vez uma joaninha muito
triste.
Porque ela era deferente de todas.
Todo dia ela acordava triste e ia tomar
café da manhã e ela ia ver sua vó . Um
dia ela ficou doente. Ela passou vários
dias na cama. No outro dia ela acordou
E teve uma surpresa ela tinha finalmente
ganhado suas pintinhas e ela feliz.
LAURA E ARTUR N.
Era uma vez um menino que foi para a escola. Era o dia da prova de
matemática e estava difícil, ele estava confuso com os cálculos e ficou com dor
de barriga.
Ele ficou com dúvida de 50-10 também 100-90, então ele ficou triste durante
a prova. No meia da prova Jonas, lembrou de como é 50-10.
Chegou a hora do recreio e depois continuou a prova e o Jonas continuou
confiante, que ele ia conseguir passar na prova.
Quando a professora entregou a prova ficou ansioso com a nota que foi
muito boa. Tirou nota 10 e daí ele ficou muito feliz com sua nota.
A prova do menino
Luiza e Miguel
O Harry Potter Mágico
O Harry Potter ouviu um barulho estranho e era os feiticeiros que estavam
por perto. Eles tentavam fazer um feitiço muito poderoso e na hora um bruxo fez um
feitiço muito mais forte que prendeu todas as pessoas no castelo numa gaiola .
Mas o Harry não foi preso. Pois ele se escondeu no seu quarto e ele
colocou sua capa e pegou sua varinha para derrotar o bruxo malvado e
ganhou a batalha e comemorou com todos os seus amigos .
MANUELA e Vinícius
Era uma vez uma menina que se chamava Alice. Ela tinha olhos azuis e vivia no campo com seu
avô.
Um dia, ela se perdeu na mata e achou uma bruxa que dava arrepio. E a bruxa pegou a menina
e disse que só a devolvia se ela se casasse com o avô dela. A menina ficou assustada com o pedido
da bruxa.
Então, foi quando a menina teve uma ideia de mentir para bruxa . A ideia foi que seu avô já era
casado e a bruxa ficou muito triste.
Sorte que a bruxa deixou a chave perto da menina e ela pegou a chave e fugiu da casa da bruxa.
A bruxa num piscar de olhos viu a porta aberta e foi para a casa da menina com sua vassoura .
Passou pela mata e achou a casa onde eles moravam.
E ela se explicou para eles e a menina viu que a bruxa estava triste e ela contou a verdade para
a bruxa. Assim, a bruxa se casou com o avô da menina e e o casamento foi um sucesso.
A história que marcou minha vida.
Martina e Giulia.
O zoo da comédia
Apareceu um unicórnio que se fez passar por
uma vaca.
Para esconder o seu chifre e enganar o dono do
zoo. O dono ao olhar para a vaca que tinha poderes,
viu então que era uma cobra que a mordeu e foi
parar no hospital.
A vaca ela foi despachada do zoo, pois ela fez
muita folia e foi morar em um sítio para ficar com as
outras vacas. Lá, ela falou que era um unicórnio e fez
algo errado.
Depois de um tempo, ela nunca mais fez coisas
ruins.
Vitor e Milena.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A na mendes 2
A na mendes 2A na mendes 2
A na mendes 2
marocaba
 
Resumo do livro a vida nas palavras de inês tavares de alice vieira
Resumo do livro a vida nas palavras de inês tavares de alice vieiraResumo do livro a vida nas palavras de inês tavares de alice vieira
Resumo do livro a vida nas palavras de inês tavares de alice vieira
mafaldagrego
 
Wiki barbara e valesca
Wiki barbara e valescaWiki barbara e valesca
Wiki barbara e valesca
bluiza
 
01 honestidade - para maternal (2)
01   honestidade - para  maternal (2)01   honestidade - para  maternal (2)
01 honestidade - para maternal (2)
Alice Lirio
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
sallesz
 
Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
Gisela Alves
 

Mais procurados (19)

A na mendes 2
A na mendes 2A na mendes 2
A na mendes 2
 
A Pequena Aventureira
A Pequena AventureiraA Pequena Aventureira
A Pequena Aventureira
 
A Pequena Aventureira
A Pequena AventureiraA Pequena Aventureira
A Pequena Aventureira
 
Resumo do livro a vida nas palavras de inês tavares de alice vieira
Resumo do livro a vida nas palavras de inês tavares de alice vieiraResumo do livro a vida nas palavras de inês tavares de alice vieira
Resumo do livro a vida nas palavras de inês tavares de alice vieira
 
Letras com rugas
Letras com rugasLetras com rugas
Letras com rugas
 
Produção de texto 2ºsemestre
Produção de texto 2ºsemestreProdução de texto 2ºsemestre
Produção de texto 2ºsemestre
 
A bondade de pita livro
A bondade de pita livroA bondade de pita livro
A bondade de pita livro
 
Uma vida atrapalhada e outras coisas
Uma vida atrapalhada e outras coisasUma vida atrapalhada e outras coisas
Uma vida atrapalhada e outras coisas
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
 
Livro virtual 5º ano a profª claudete
Livro virtual 5º ano a profª claudeteLivro virtual 5º ano a profª claudete
Livro virtual 5º ano a profª claudete
 
Wiki barbara e valesca
Wiki barbara e valescaWiki barbara e valesca
Wiki barbara e valesca
 
Billy e a fera
Billy e a feraBilly e a fera
Billy e a fera
 
01 honestidade - para maternal (2)
01   honestidade - para  maternal (2)01   honestidade - para  maternal (2)
01 honestidade - para maternal (2)
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
 
Chapeuzinho Vermelho Parodizado
Chapeuzinho Vermelho ParodizadoChapeuzinho Vermelho Parodizado
Chapeuzinho Vermelho Parodizado
 
Beijos Magicos. Ana Maria Machado
Beijos Magicos. Ana Maria MachadoBeijos Magicos. Ana Maria Machado
Beijos Magicos. Ana Maria Machado
 
Teste executavel3
Teste executavel3Teste executavel3
Teste executavel3
 
Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
 
Uma Aventura
Uma AventuraUma Aventura
Uma Aventura
 

Semelhante a Contando Histórias (20)

Dia das bruxas 1
Dia das bruxas 1Dia das bruxas 1
Dia das bruxas 1
 
Livrinho 4ªF
Livrinho 4ªFLivrinho 4ªF
Livrinho 4ªF
 
Apres.textos2014
Apres.textos2014Apres.textos2014
Apres.textos2014
 
Texto livre
Texto livreTexto livre
Texto livre
 
Contando Histórias
Contando HistóriasContando Histórias
Contando Histórias
 
Dia das bruxas
Dia das bruxasDia das bruxas
Dia das bruxas
 
Lurdes Serrano (FT1)
Lurdes Serrano (FT1)Lurdes Serrano (FT1)
Lurdes Serrano (FT1)
 
Livro Digital
Livro DigitalLivro Digital
Livro Digital
 
Livrinho 4ª J
Livrinho 4ª JLivrinho 4ª J
Livrinho 4ª J
 
Textos a pares
Textos a paresTextos a pares
Textos a pares
 
A lenda da fada dos dentes
A lenda da fada dos dentesA lenda da fada dos dentes
A lenda da fada dos dentes
 
Os contos
Os  contosOs  contos
Os contos
 
Livro final
Livro finalLivro final
Livro final
 
Os contos do 5.º E
Os contos  do 5.º EOs contos  do 5.º E
Os contos do 5.º E
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
 
Cartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdfCartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdf
 
Cartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdfCartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdf
 
Minha webquest
Minha webquestMinha webquest
Minha webquest
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Hora do conto
Hora do contoHora do conto
Hora do conto
 

Mais de Cassiano Santana (20)

Alfabeto na Informática
Alfabeto na InformáticaAlfabeto na Informática
Alfabeto na Informática
 
Alfabeto na Informática
Alfabeto na InformáticaAlfabeto na Informática
Alfabeto na Informática
 
Alfabeto na Informática
Alfabeto na InformáticaAlfabeto na Informática
Alfabeto na Informática
 
Alfabeto na Informática
Alfabeto na InformáticaAlfabeto na Informática
Alfabeto na Informática
 
Passeio
PasseioPasseio
Passeio
 
Passeio
PasseioPasseio
Passeio
 
Passeio
PasseioPasseio
Passeio
 
Passeio
PasseioPasseio
Passeio
 
Cartão de Páscoa
Cartão de PáscoaCartão de Páscoa
Cartão de Páscoa
 
Campo e Cidade
Campo e CidadeCampo e Cidade
Campo e Cidade
 
Campo e Cidade
Campo e CidadeCampo e Cidade
Campo e Cidade
 
Campo e Cidade
Campo e CidadeCampo e Cidade
Campo e Cidade
 
Campo e Cidade
Campo e CidadeCampo e Cidade
Campo e Cidade
 
Projeto Maps
Projeto MapsProjeto Maps
Projeto Maps
 
Projeto Maps
Projeto MapsProjeto Maps
Projeto Maps
 
Projeto Maps
Projeto MapsProjeto Maps
Projeto Maps
 
Projeto Maps
Projeto MapsProjeto Maps
Projeto Maps
 
Mensagens de Páscoa
Mensagens de PáscoaMensagens de Páscoa
Mensagens de Páscoa
 
Mensagens de Páscoa
Mensagens de PáscoaMensagens de Páscoa
Mensagens de Páscoa
 
Mensagens de Páscoa
Mensagens de PáscoaMensagens de Páscoa
Mensagens de Páscoa
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 

Contando Histórias

  • 2. O menino e a avaliação Era uma vez um menino que tinha uma avaliação e ele estava ansioso para fazer ela. Mas, ele estudou muito e muito e ele tirou nota mil na prova e ficou feliz com a avaliação. E sua mãe ficou feliz e, quando ele chegou em casa sua mãe deu um presente. Ele ficou muito feliz. O menino ganhou um celular e disse muito obrigado para a sua mãe. Ele sempre adorou estudar! William e Ana
  • 3. EraumavezacachorraBelaquemoravaemumapartamentoeela saiuparapassear. Foitãolongeeelafugiuparalongeefoicapturadapor umcanil. Elaconseguiufugirdocanilevoltouparacasaecomeu suaração. Nasuacasinha, elaencontrouumoutrocachorroqueeraseuirmão. Eles brincaramjuntos poruns dias. Mas, elafugiudecasaparairprocuraruma casanovaparaelamorare viverfelizparasempre. A cachorra perdida Arthur
  • 4. Cristo andou tanto que achou Torres e alguns homens convidaram ele para passear e ele ficou muito feliz. Os homens compraram uma casa nova para ele. Ela tem uma piscina nova e fica perto de uma praia bonita. A praia tem muita gente e Cristo se divertiu muito e ele foi na praia com os amigos dele e foi convidado para jantar com os primos dele e Cristo teve a ideia de convidar pra morar na casa de Cristo e os primos ficaram muitos felizes e Cristo e os primos ficaram muitos felizes para sempre. A liberdade de um homem chamado Cristo. Cristóvão e Isabella
  • 5. Era uma vez um menino que gostava de jogar futebol e ele fazia muitos gols. Também, tinha um que nunca fazia gol e o menino que sempre fazia gols ria muito do outro. Num dia, o menino que não fazia gol ele fez muitos gols e dai o menino nunca mais riu do outro e eles ficaram amigos. Passou o tempo e viraram adolescentes ,com 18 anos, eles foram convidados para jogarem na Seleção Brasileira. Quando adultos, eles ficaram famosos e as pessoas sempre queriam autógrafos. Os dois amigos Isabela e Guilherme
  • 6. Era uma vez um unicórnio e uma menina que passeava no parque. Na volta para casa ela se perdeu e viu um unicórnio ela não acreditava que estava vendo o que estava vendo. Após o susto, a menina disse: -Acalma você é um unicórnio. E ele respondeu: -Sim eu sou um unicórnio. A menina convidou ele para ser sua amiga e ele aceitou e ficou feliz. - Vamos para casa a minha casa? Perguntou a menina. -Sim respondeu o unicórnio, mas e sua mãe não vai ficar brava com você? Mas claro que não respondeu a menina. Vamos ser amigos para sempre? -Sim respondeu o unicórnio... E, viveram felizes para sempre. Um unicórnio e uma menina Isabella e Vitória Aita
  • 7. Aparedefalante Era uma vez uma casa que lá dentro era tudo pequenininho até as paredes. Então, você imagina o ar condicionado, tambémmuito pequenininho. Depois de dois anos, nessa mesma casa, uma parede começou a falar tão alto, mas tão alto, que umcaçador que passavanaflorestaconseguiaouvir. Ele foi ver o que estava acontecendo quando entrou naquela casa e levou o maior susto. Porque uma parede estava falando sozinha e ele achou que era um pesadelo e paraprovarseeleestavasonhando sebeliscou. Mas, não era umsonho ecorreuparaforadacasaeaparededisse: - Ei não váembora, não voutemachucar! O caçador ficou dentro da casa e os dois viraram amigos. Isabelle e Rhanen
  • 8. O Capk maluco O Capk estava passeando quando ele viu uma casa e entrou. Viu um laboratório e ele mexeu em algumas coisas e ficou maluco, pois mexeu em tudo. Quando ele voltou ao normal ele aprendeu muitas coisas, pois quando ele tinha ficado maluco na cabeça dele, tinha mudado que ele pensava. Então, ele sabe como fazer um experimento, ele criou uma poção de encolher. Ele testou em um urso de pelúcia e ele achava que deu certo. Testou também em todas as pessoas da cidade dele e, deu errado. Pois, as pessoas ficaram umas formiguinhas. Lara e Vitória B.
  • 9. A joaninha sem pintinhas pretas. Era uma vez uma joaninha muito triste. Porque ela era deferente de todas. Todo dia ela acordava triste e ia tomar café da manhã e ela ia ver sua vó . Um dia ela ficou doente. Ela passou vários dias na cama. No outro dia ela acordou E teve uma surpresa ela tinha finalmente ganhado suas pintinhas e ela feliz. LAURA E ARTUR N.
  • 10. Era uma vez um menino que foi para a escola. Era o dia da prova de matemática e estava difícil, ele estava confuso com os cálculos e ficou com dor de barriga. Ele ficou com dúvida de 50-10 também 100-90, então ele ficou triste durante a prova. No meia da prova Jonas, lembrou de como é 50-10. Chegou a hora do recreio e depois continuou a prova e o Jonas continuou confiante, que ele ia conseguir passar na prova. Quando a professora entregou a prova ficou ansioso com a nota que foi muito boa. Tirou nota 10 e daí ele ficou muito feliz com sua nota. A prova do menino Luiza e Miguel
  • 11. O Harry Potter Mágico O Harry Potter ouviu um barulho estranho e era os feiticeiros que estavam por perto. Eles tentavam fazer um feitiço muito poderoso e na hora um bruxo fez um feitiço muito mais forte que prendeu todas as pessoas no castelo numa gaiola . Mas o Harry não foi preso. Pois ele se escondeu no seu quarto e ele colocou sua capa e pegou sua varinha para derrotar o bruxo malvado e ganhou a batalha e comemorou com todos os seus amigos . MANUELA e Vinícius
  • 12. Era uma vez uma menina que se chamava Alice. Ela tinha olhos azuis e vivia no campo com seu avô. Um dia, ela se perdeu na mata e achou uma bruxa que dava arrepio. E a bruxa pegou a menina e disse que só a devolvia se ela se casasse com o avô dela. A menina ficou assustada com o pedido da bruxa. Então, foi quando a menina teve uma ideia de mentir para bruxa . A ideia foi que seu avô já era casado e a bruxa ficou muito triste. Sorte que a bruxa deixou a chave perto da menina e ela pegou a chave e fugiu da casa da bruxa. A bruxa num piscar de olhos viu a porta aberta e foi para a casa da menina com sua vassoura . Passou pela mata e achou a casa onde eles moravam. E ela se explicou para eles e a menina viu que a bruxa estava triste e ela contou a verdade para a bruxa. Assim, a bruxa se casou com o avô da menina e e o casamento foi um sucesso. A história que marcou minha vida. Martina e Giulia.
  • 13. O zoo da comédia Apareceu um unicórnio que se fez passar por uma vaca. Para esconder o seu chifre e enganar o dono do zoo. O dono ao olhar para a vaca que tinha poderes, viu então que era uma cobra que a mordeu e foi parar no hospital. A vaca ela foi despachada do zoo, pois ela fez muita folia e foi morar em um sítio para ficar com as outras vacas. Lá, ela falou que era um unicórnio e fez algo errado. Depois de um tempo, ela nunca mais fez coisas ruins. Vitor e Milena.