ORIENTAÇÃO PARA CONSCIENTIZAÇÃOALCOOLISMO NÃO TEM CURA -Então ao invés de colocar médicos, psicólogos, psiquiatras aqui pa...
traços de personalidade forte, ou seja, tem gente que bebe para namorar, mas tem quembebe para roubar e até matar além de ...
Então qualquer quer for o estado clínico de nosso irmão no tocante a doenças paralelas nóscontamos com os recursos normais...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Orientação alcoolismo não tem cura

391 visualizações

Publicada em

casa do alcoólatra (31) 3454.74.69

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
391
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orientação alcoolismo não tem cura

  1. 1. ORIENTAÇÃO PARA CONSCIENTIZAÇÃOALCOOLISMO NÃO TEM CURA -Então ao invés de colocar médicos, psicólogos, psiquiatras aqui para atender suas doençasparalelas uma vez que não existe medicamento nem tratamento certo para o alcoolismo não émais fácil encaminhá-los para os hospitais e clínicas onde já se tem tudo pronto? - Tambémalcoolismo é uma doença altamente espiritual então faço o mesmo processo – ao invés demontar uma catedral aqui eu os encaminho para suas próprias religiões. E, para encerrar tem
  2. 2. traços de personalidade forte, ou seja, tem gente que bebe para namorar, mas tem quembebe para roubar e até matar além de outros distúrbios. – faço o mesmo processo oriento aparar com estes distúrbios. Se não parar entrego para que a família ou polícia resolva o caso.Em resumo: não vamos clinicar doenças paralelas, não vamos aplicar nenhuma religião e nãovamos trancar nem escravizar ninguém – também não vamos tolerar mau-elemento em nossomeio.Por não ter cura, só existe uma saída: - PARALIZAÇÃO – Só que gostamos tanto de beber quepassou de um vício e virou uma doença incurável. Então nenhum alcoólatra quer paralisar como seu alcoolismo, se quiséssemos não teríamos virado alcoólatras. – mas nós precisamos, poisnosso alcoolismo não só nos afetou como afetou nossa família e até outras pessoas que nosamam foram afetadas. Mesmo sendo alcoólatras, já estamos cientes que estamos passando daconta. Que precisamos de um tratamento ou alguma tragédia vai acontecer ou já estáacontecendo.Quando alguma família me procura para que possamos ajudar um alcoólatra geralmente meuirmão (ã) está todo (a) arrebentado (a), física tanto quanto mentalmente, emocionalmente eespiritualmente – sem contar os traços de personalidade.Como estamos resolvendo:Existe ao lado da minha residência “CASA DO ALCOOLATRA” um grupo de ALCOOLICOSANÔNIMOS – portanto para assistir a reunião basta sair dum portão e entrar no outro – fácil,fácil. – Este grupo possui a melhor informação sobre o alcoolismo além da tradicional reuniãode palavra franca ou cabeceira de mesa (monólogo) – ele também acompanha 9 (nove) livrosde AA sem contar filmes e matérias que debatemos sempre. Um dos melhores grupos onde sevê seu alto índice de recuperação – Então solicito ao meu irmão que vá descansar, procure se alimentar bem, tomar um bombanho que procure dormir bem – isto é para que ele possa apenas prestar um pouco aatenção na reunião – também nos três primeiros dias solicito que não pegue nada pesado,nada de corte e nem fique em lugar alto. E, assim meu irmão faz, mas freqüentando a reuniãoonde tem centenas de pessoas com o mesmo problema, ou seja, passaram exatamente peloque ele está passando e estão muito bem. Por si só ele leva um susto quando a cabeçacomeça a melhorar e ele percebe bem que não é o único que não é o resto do mundo e quehá uma solução. Que se tantos conseguiram ele também tem chance de sair desta misériaque é o alcoolismo. Eu geralmente uso os seguintes remédios para ajudar: - Se está nervoso sujeito a convulsãodou chá de cidreira – Se está com o fígado doendo ou passando mal de ressaca alcoólica douchá de boldo – Se está fraco um mingau de fubá com ovo e couve sempre resolve – Se com istotiver alguma coisa além eu mando para o hospital imediatamente. Se no hospital resolverrápido qualquer irmão da casa pode levar e trazer mas se for caso que necessite internamentopara tratamento de alguma doença paralela chamamos a família que acompanha até a alta enos traz nosso irmão de volta.
  3. 3. Então qualquer quer for o estado clínico de nosso irmão no tocante a doenças paralelas nóscontamos com os recursos normais, - Mas para cuidar do alcoolismo ou outra dependência eleterá que freqüentar nos primeiro três dias de 5 a 6 reuniões. – Ai sim chamamos a família eperguntamos se ele quer ou não paralisar – neste instante ele já sabe que alcoolismo é umadoença que se freqüentar um ambiente de iguais bem como um grupo de auto-ajuda ele darásossego pra todo mundo inclusive pra ele mesmo – Que pode contar com o apoio de todosmoradores bem como uma alimentação saudável um ambiente de iguais. Tudo isto parafacilitar o tratamento num grupo de auto-ajuda - é sugerido que more aqui no mínimo 4meses. – neste período graças ao AA, será orientado muito bem sobre tudo de alcoolismo bemcomo outra dependência química - haverá uma CONSCIENTIZAÇÃO. – graças a meu iguaisestou paralisado com o alcoolismo e sem consumir qualquer tipo de drogo há mais de 30 anos– sou consciente que se tomar o primeiro gole tudo voltará e a vida de coitado me pegará devolta.Em resumo – Alcoolismo não tem tratamento clínico (não existe remédio) o que necessitamosé de CONSCIENTIZAÇÃO. Para não voltarmos ao primeiro gole Manoel Coutinho

×