vídeoLAB - vídeo e realidade

347 visualizações

Publicada em

Material de apoio para a dinâmica do projeto vídeoLAB - Programa de Inclusão Digital da Fundação Banco do Brasil.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
347
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

vídeoLAB - vídeo e realidade

  1. 1. Material de ApoioOficina de produção de vídeo de bolso para educadores doPrograma de Inclusão Digital do Banco do Brasil. Objetivos da atividade# Desenvolver habilidades tecnológicas para produção de vídeo;# Estimular uma leitura crítica e criativa da sua realidade social;
  2. 2. ideiaA realidade é sempre um ponto departida, não apenas para quemquer retratar o mundo através devídeos documentários. Conhecersobre seu tempo e seu espaço é terclareza e liberdade paradesconstruir a nossa vida cotidianaem situações e surpreendentesnas mais diversas telas dos nossostempos. identidade
  3. 3. Dimensões da realidadePara iniciar nossa investigação sobre comoregistrar e interferir na nossa realidade com aprodução de vídeo propomos aqui umareflexão, um exercício de sensibilidade epercepção sobre o nosso entorno a partir dostrês elementos destacados abaixoambiente
  4. 4. ampliar o olhar divulgaçãotransformações interesse públicotransformadores documentaçãoespaços públicos apoio a aprendizagem
  5. 5. Nossas históriasDepois de olharmos de uma maneiradiferente para o nosso cotidiano, quaishistórias encontramos que merecem serregistradas?Dividiremos a turma em três grupos ecada um escolherá um dos três temas:PESSOAS/ACONTECIMENTO/ AMBIENTE
  6. 6. O que queremos mostrar? O que precisamos mostrar?Conseguimos visualizar as cenas?
  7. 7. ponto de vista descrição expressão
  8. 8. O registro audiovisual nos permiteexplorar a construção de imagens nãousuais, que não são naturalmentepercebidas no dia a dia. Com o uso decelulares e outros dispositivos móveis épossível explorar ainda mais acomposição de imagens diferentes queprovoquem diferentes reações em queestá assistindo. Explore estaspossibilidades !!!!
  9. 9. para refletir• A ideia do documentário deve ajudá-lo a desenvolver uma lista de tomadas para seu documentário.• Deve sugerir onde você deve ir para filmar as evidências visuais de que você precisa.
  10. 10. pré-roteiro Esta lista, é claro, é apenas um instrumento de apoio para a observação e para a tomada de decisão na hora da filmagem. Não é para ir a campo e tentar encontrar exatamente as imagens que estão listadas. O exercício de listar as possíveis cenas a serem filmadas ajuda você a se preparar para reconhecer os tipos de imagem que você precisa quando elas aparecerem.ordene o encadeamento dos acontecimentos como devem estar no vídeo
  11. 11. roteiro/ plajenamento desenho/indicações entrevistas /cena / sequência: indicações som : Produção: Local: Horario: Contato: Equipe: OBS:
  12. 12. arte coletivaFunções básicas necessárias para se realizarum filme:direção, produção, arte, som, montagem/finalização. Com exceção do montadorque, dependendo da produção, podetrabalhar sozinho, todas as demais funçõespressupõe equipes, cujo número deintegrantes também é variável de acordo coma necessidade e/ou disponibilidade daprodução. Mas, em linhas gerais, uma equipefunciona com uma média de 3integrantes, sendo um diretor e doisassistentes
  13. 13. www.casadaarvore.art.brCasa da Árvore Projetos SociaisCasa da Árvore ONGONGcasadaarvore

×