O Livro Transmídia: oportunidades & perigos

1.631 visualizações

Publicada em

Apresentação feita no evento Zona Digital do Oi Futuro Flamengo no dia 30/11/2012. O conteúdo enfoca a situação atual do livro digital expandido (enhanced e-book) e as oportunidades e perigos que seu desenvolmento implica.

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.631
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Livro Transmídia: oportunidades & perigos

  1. 1. O Livro TransmídiaOportunidades & Perigos Zona Digital, Oi Futuro, Rio de Janeiro, 30/11/2012 Por Carlo Carrenho @carrenho
  2. 2. “Neste momento, os formatos de mídia digital ainda tendem a copiar os atributos das publicações impressas. Desenvolver novos modelos apropriados ao potencial da mídia digital é urgente e necessário. Este desafio deve ser aceito por meio de uma colaboração de agentes da cadeia de valor (autores,editores, bibliotecas, centros computação, provedores etc.). Trata-se de uma oportunidade fantástica.”Andreas DegkwitzDiretor da Biblioteca daUniversidade Humboldt de Berlim
  3. 3. O livro digital permitiu ainteratividade entre o leitor e o conteúdo, mas é no livroexpandido ou transmídia que a interação ganha um papel revolucionário.
  4. 4. O livro digital trouxe a midiabilidade social para a leitura, mas é no livroexpandido ou transmídia que ainteração social se torna parte da experiência de ler.
  5. 5. “Escrevo há muito tempo. Costumo dizer que seainda não aprendi não foi por falta de prática.Comecei cedo; minhas recordações de infânciaestão ligadas a isso: a ouvir e contar histórias. Nãosó histórias de personagens que meemocionaram, me intrigaram, me encantaram, meassustaram – o Saci-Pererê, o Negrinho dePastoreio, a Cuca, Hércules, Teseu, os Argonautas,Mickey Mouse, Tarzan, os Macabeus, os piratas,Emília, João Felpudo, Huck Finn –, mas também ashistórias que eu ouvia de meus pais, de parentes,dos vizinhos, e aquelas que eu próprio inventava”.
  6. 6. “A história é feita de palavras. Palavras sãofundamentais para quem escreve, como amadeira, a serra, o martelo, os pregos, para omarceneiro. Esta comparação, no meu caso, émais do que adequada. Passei boa parte da minhainfância na oficina de móveis do meu tio. Comonão podia comprar brinquedos em lojas – erammuito caros –, eu próprio os fabricava, utilizando amadeira que sobrava dos móveis. Lembro destesbrinquedos com saudades. Ensinaram-metambém a usar a imaginação para com ela supriras deficiências dos objetos toscos.”
  7. 7. “Minha casa era precária – o assoalho cedia aopasso, ratos disputavam corridas no forro –, eminúscula. Havia uma saleta na frente (...) e, nofundo, o pátio, onde o capim vicejava, selvagem:mar. Neste mar, eu navegava rumo a paísesdistantes a bordo de meu navio (um caixote demadeira). Piratas a bombordo! Monstros aestibordo! Os perigos, eu os enfrentavagalhardamente, mas jamais desembarquei nasmíticas regiões que povoavam a minhaimaginação; de alguma maneira foi o que fizcom a minha ficção”. [O Texto, ou: a Vida, Record, 2007]
  8. 8. O uso da imaginação e odesenvolvimento da capacidade de abstração que a narrativaprovoca podem chegar perto da extinção no livro transmídia.
  9. 9. “Não precisamos de livros (…). O que não podemos viver sem são ideias. A vida na Terra seria severamente diminuída sem obras escritas bem elaboradas e bem pesquisadas capazes de comunicartécnicas, insight e ideias criativas de um ser humano aoutro (…). O que seria terrivelmente assustador de seperder não é o livro em si, mas a tradição de textos de formato longo.”Diane WachtellDiretora-executiva daThe New Press
  10. 10. “Um mundo sem livros onde as pessoas aprendem aler e pesquisar por meio de fragmentos, tags, notas econteúdo wiki será um mundo de pessoas que não só serão incapazes de ler livros – mas também serão incapazes de escrevê-los.”John DonatichDiretora-executivo daYale University Press
  11. 11. O consumo de conteúdo cada vez mais fracionado,caótico e transmidiático pode ser uma ameaça, inclusive econômica, aos textos de longo formato.
  12. 12. Carlo Carrenho Fundador do PublishNews & Consultor Editorial Twitter: @carrenho E-mail: carrenho @ gmail.comEsta apresentação está disponível em: www.slideshare.net/carrenho www.publishnews.com.br

×