O Livro de Autoajuda

5.464 visualizações

Publicada em

Aula proferida no curso Publishing Management: O Negócio do Livro, da Fundação Getúlio Vargas, em 13/03/2010

Publicada em: Educação, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

O Livro de Autoajuda

  1. 1. O Livro de AutoajudaPublishing Management: O Negócio do Livro<br />Fundação Getúlio Vargas<br />Rio de Janeiro, março de 2010<br />Por Carlo Carrenho<br />
  2. 2. I. O que é livro de autoajuda?<br />Quais destes livros são de autoajuda?<br />A Arte de Se Fazer Respeitar<br />A Arte de Ser Feliz<br />O Futuro da Humanidade<br />A Arte de Lidar com as Mulheres<br />A Arte de Insultar<br />
  3. 3. I. O que é livro de autoajuda?<br />Quais destes livros são de autoajuda?<br />A Arte de Se Fazer Respeitar / Arthur Schopenhauer<br />A Arte de Ser Feliz / Arthur Schopenhauer<br />O Futuro da Humanidade / Augusto Cury<br />A Arte de Lidar com as Mulheres / Arthur Schopenhauer<br />A Arte de Insultar / Arthur Schopenhauer<br />
  4. 4. I. O que é livro de autoajuda?<br />Do ponto de vista editorial:<br />“Livro de autoajuda é um livro de linguagem e conteúdo simples, sem atributos literários para um leitor menos exigente e qualificado.”<br />
  5. 5. I. O que é livro de autoajuda?<br />Do ponto de vista comercial:<br />“Livro de autoajuda é um livro que vende muito porque atinge um público maior de leitores. É feito para um consumidor exigente e leva em consideração a vontade do mercado e não do editor atrás da mesa.”<br />
  6. 6. I. O que é livro de autoajuda?<br />Do ponto de vista da produção:<br />“Livro de autoajuda é um livro cujos atributos comerciais da capa estão acima do que quaisquer outros interesses artísticos ou de design criativo. Ou seja tem título imenso, nome do autor maior ainda, e transmite de forma simples e direta a mensagem do livro.”<br />
  7. 7. I. O que é livro de autoajuda?<br />Do ponto de vista da divulgação:<br />“Livro de autoajuda é um livro que os jornalistas culturais desdenham e que nunca aparece nos espaços de mídia tradicionalmente dedicado a livros, mas que encontra seu espaço em outras editorias.”<br />
  8. 8. I. O que é livro de autoajuda?<br />Do ponto de vista da experiência do consumidor:<br />“Livro de autoajuda é um livro que apresenta ao leitor uma fórmula ou caminho simples para alcançar um objetivo ou sonho individual, e cuja simples leitura já é um exercício de resgate da auto-estima, seja pelo conteúdo seja pela compreensão de um tema percebido como complexo.”<br />
  9. 9. I. O que é livro de autoajuda?<br />A essência trina do livro<br />Todo livro é:<br /><ul><li> Um objeto cultural e literário
  10. 10. Um objeto educativo
  11. 11. Um produto comercial</li></ul>Qualquer discussão sobre o livro deve considerar este caráter trino e deixar claro qual faceta se discute e se enfoca.<br />
  12. 12. I. O que é livro de autoajuda?<br />Do ponto de vista da essência trina do livro:<br />“O livro de autoajuda é acima de tudo um produto. Seu caráter educativo e literário são secundários.”<br />
  13. 13. I. O que é livro de autoajuda?<br />Conclusão:<br />“Livro de autoajuda é um livro de linguagem simples para um leitor menos exigente que vende bem porque atinge um público maior. Sua produção privilegia aspectos de mercado e ele sofre grande rejeição da mídia tradicional. Seu conteúdo apresenta ao leitor uma fórmula simples para alcançar objetivos e sonhos estritamente individuais e sua mera leitura já é um exercício de resgate da auto-estima.”<br />
  14. 14. I. O que é livro de autoajuda?<br />Missão da Sextante:<br />“Publicar livros com temas universais, que sejam claros, acessíveis e que tragam uma significativa contribuição para a felicidade, o bem-viver e o crescimento pessoal. A especialidade da Sextante são os títulos de auto-ajuda, espiritualidade e livros-presente, publicando também ensaios, livros de negócios, ficção e arte.”<br />
  15. 15. II. Aspectos editoriais<br /><ul><li>Aquisição: irrelevância do aspecto literário
  16. 16. Relevância do tema x Relevância do autor
  17. 17. Consumidor é Rei
  18. 18. “Biografia” de auto-ajuda
  19. 19. A importância do GhostWriter</li></li></ul><li>III. Aspectos da produção<br /><ul><li> Qualidade do produto
  20. 20. “Embalagem” acima de tudo</li></li></ul><li>IV. Aspectos comerciais<br /><ul><li> Preço acessível
  21. 21. Dilema do R$ 19,90
  22. 22. Resistência das livrarias lítero-chiques
  23. 23. Importância dos canais alternativos
  24. 24. Avon
  25. 25. Supermercados
  26. 26. Lojas de conveniência
  27. 27. Mercado cristão / espírita</li></li></ul><li>
  28. 28. V. Aspectos de divulgação<br /><ul><li> Preconceito da mídia
  29. 29. Não há atratividade para os espaços literários
  30. 30. Muitos autores não são boas fontes</li></li></ul><li>VI. As subcategorias de autoajuda<br /><ul><li> Sucesso e auto-estima
  31. 31. Relacionamentos e cuidado familiar
  32. 32. Saúde
  33. 33. Desenvolvimento profissional (business light)
  34. 34. Gerenciamento pessoal (finanças, tempo, organização)
  35. 35. Religiosos</li></ul>Curiosamente, livros de autoajuda podem serde ficção ou não-ficção.<br />
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38.
  39. 39.
  40. 40.
  41. 41.
  42. 42. VII. Quem é o leitor de autoajuda?<br />Mas, afinal, é possível caracterizar o leitor de autoajuda?<br />
  43. 43.
  44. 44.
  45. 45.
  46. 46.
  47. 47. VIII. Um parênteses:<br />(Quem consome livro no Brasil?)<br />
  48. 48.
  49. 49.
  50. 50. Dados da Associação Brasileira de Empresa de Pesquisa (ABEP)<br />
  51. 51.
  52. 52. IX. As editoras de autoajuda<br /><ul><li> Sextante (1998)
  53. 53. Editora Gente
  54. 54. Thomas Nelson Brasil
  55. 55. Campus</li></li></ul><li>X. A tentação da autoajuda<br /><ul><li> Objetiva / Fontanar
  56. 56. Nova Fronteira / Sem Fronteiras
  57. 57. Editoras religiosas</li></li></ul><li>XI. As listas de mais vendidos de autoajuda<br /><ul><li> Lista do New York Times de “Advice, How-toandMiscellaneous” criada em 1984
  58. 58. Lista de “Autoajuda e Esoterismo” da VEJA criada em 1996
  59. 59. A lista de Autoajuda, atualmente, é um pouco mais dífícil que a de não-ficção, mas é comum que o topo da segunda seja mais difícil que o topo da lista de autoajuda.</li></li></ul><li>
  60. 60.
  61. 61.
  62. 62. XIII. O autor de autoajuda<br />E o autor de autojuda, como seria?<br />Este é um caso em que um filme é melhor que mil palavras ou que o próprio palestrante.<br />
  63. 63. http://www.youtube.com/watch?v=x6KT4DjaQ4o<br />
  64. 64. XIII. O editor de autoajuda<br />Ser editor de autoajuda é:<br /><ul><li> Trocar o desafio intelectual pelo desafio empresarial
  65. 65. Publicar para um público consumidor a que não se pertence
  66. 66. Saber maximizar as qualidades não literárias do livro</li></li></ul><li>XIV. Contato<br />Carlo Carrenho<br />carlo@thomasnelson.com.br<br />http://www.facebook.com/carrenho<br />http://twitter.com/carrenho<br />

×