Botânica grupos vegetais

15.638 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.638
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
452
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
422
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Botânica grupos vegetais

  1. 1. REINO PLANTAEProf. Marcos Lopesbiolopes.blogspot.comprofbiolopes@hotmail.com
  2. 2. Relações filogenéticas Embriófitas Traqueófitas (plantas vasculares) Espermatófitas (plantas que produzem sementes) Algas verdes(grupo externo) Briófitas Pteridófitas Gimnospermas Angiospermas Flores e frutos Sementes Vasos condutores de seiva Embrião retido no gametângio feminino Gametângios revestidos por células estéreis
  3. 3. CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO• QUANTO A ORGANIZAÇÃO DO CORPO – TALÓFITAS (BRIÓFITAS) – CORMÓFITAS (PTERIDÓFITAS, GIMNOSPERMAS E ANGIOSPERMAS)• QUANTO AOS TECIDOS DE TRANSPORTE DE SEIVAS – AVASCULARES (BRIÓFITAS) – VASCULARES (PTERIDÓFITAS, GIMNOSPERMAS E ANGIOSPERMAS)
  4. 4. CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO• QUANTO AOS ÓRGÃOS DE REPRODUÇÃO – CRIPTÓGAMAS (BRIÓFITAS E PTERIDÓFITAS) – FANERÓGAMAS (GIMNOSPERMAS E ANGIOSPERMAS)
  5. 5. CICLOS REPRODUTIVOS
  6. 6. CICLO HAPLÔNTICO: meiose zigótica ou inicial (algas)
  7. 7. CICLO DIPLÔNTICO: meiose gamética ou final
  8. 8. CICLO HAPLÔNTICO-DIPLÔNTICO: alternância de gerações
  9. 9. Briófitas
  10. 10. CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS1. O corpo é formado por rizóides, caulóides e filóides (talófitas)3. São plantas criptógamas (não produzem flor, semente ou fruto)3. Foram as primeiras plantas que ocuparem o ambiente terrestre;4. Vivem em ambientes úmidos, pois dependem da água do meio ambiente para a fecundação;
  11. 11. 5. São as únicas plantasavasculares6. São seres haplodiplobiontes,onde a fase gametofítica (n) éduradoura e a esporofítica (2n) épassageira;7. Reproduzem-se por metagêneseou alternância de gerações;8. Neste grupo o gametófito édióico (sexo separado);
  12. 12. 9. Nas briófitas a fase de esporófito(2n) é dependente do gametófito (n)feminino quanto a nutrição.10. Gameta masculino: anterozoide;11. Gameta feminino: oosfera.
  13. 13. Ciclo de vida: Briófitas Cápsula (2n) Esporos (n) eliminados Meiose no interior da cápsula, Cápsula da cápsula formando esporos (n)Gametófito feminino (n) Esporófito (2n) Haste Anterozóides (n) Pé (gametas masculinos) Germinação Arquegônio (n) (gametângio feminino) Oosfera (n) (gameta feminino) Anterídio (n) (gametângio Fecundação masculino) Arquegônio (n) e divisão mitótica Gametófito Gametófito com embrião (2n) feminino (n) masculino (n)
  14. 14. Pteridófitas
  15. 15. CARACTERÍSTICAS GERAIS1. O corpo é formado por raíz, caule e folhas com folíolos (cormófitas);2. São plantas criptógamas;3. Dependem de água para reprodução;4. São vasculares
  16. 16. 5. A fase duradoura é o esporófito ea fasepassageira é o gametófito (prótalo);6. O esporófito possui esporângios,que se agrupam em estruturaschamadas soros;7. Gameta masculino: anterozoide;8. Gameta feminino: oosfera.
  17. 17. Ciclo de vida: Pteridófitas Germinação Prótalo Esporo (n) gametófito Meiose (n)Esporângio(2n) Oosfera Anterídio (n) (n) Arquegônio Anterozóides Gametófito (n) (n) (n) Esporófito (2n) Fecundação Esporófito (2n) Zigoto (2n)
  18. 18. Gimnospermas
  19. 19. CARACTERÍSTICAS GERAIS1. Plantas com sementes sem frutos3. Exemplos: pinheiros, ciprestes e sequoias (coníferas)5. Possuem vasos condutores de seiva7. Não dependem da água para a fecundação (conquista evolutiva)
  20. 20. 1. Órgãos de reprodução: • ESTRÓBILO (cone) ♀ • ESTRÓBILO (cone) ♂2. Algumas plantas são: • MONÓICAS (cones ♂ e ♀ na mesma planta) • Pinus sylvestris (pinheiro-europeu) • DIÓICAS (plantas de sexos separados) • Araucaria angustifolia (pinheiro-do- paraná)
  21. 21. FORMAÇÃO E ESTRUTURADO ESTRÓBILO MASCULINO• NO EIXO CENTRAL LOCALIZAM-SE OS MICROSPORÓFILOS QUE ABRIGAM OS MICROSPORÂNGIOS QUE GUARDA AS CÉLULAS-MÃE DOS MICRÓSPOROS (2n)• O MICRÓSPORO (n) SOFRE MITOSE (DIFERENCIAÇÃO) E SEU NÚCLEO FORMA: – O NÚCLEO VEGETATIVO (n) – O NÚCLEO REPRODUTIVO (n)
  22. 22. FORMAÇÃO E ESTRUTURADO ESTRÓBILO MASCULINO
  23. 23. GRÃO DE PÓLEN
  24. 24. FORMAÇÃO E ESTRUTURA DO ESTRÓBILO FEMININO• NO EIXO CENTRAL ESTÃO INSERIDAS OS MEGASPORÓFILOS QUE ABRIGAM OS MEGASPORÂNGIOS (ÓVULOS)• CADA ÓVULO ABRIGA UMA CÉLULA- MÃE DO MEGÁSPORO (2n) QUE SOFRE MEIOSE E DÁ ORIGEM A QUATRO CÉLULAS (n)
  25. 25. FORMAÇÃO E ESTRUTURADO ESTRÓBILO FEMININO
  26. 26. FORMAÇÃO E ESTRUTURA DO ESTRÓBILO FEMININO• TRÊS CÉLULAS (n) SE DEGENERAM E APENAS UMA SE TRANSFORMA NO MEGÁSPORO FUNCIONAL QUE GERMINA E ORIGINA O SACO EMBRIONÁRIO (GAMETÓFITO ♀)• NO INTERIOR DO SACO EMBRIONÁRIO FORMAM-SE VÁRIOS ARQUEGÔNIOS, CADA UM CONTENDO UMA OOSFERA (GAMETA ♀)
  27. 27. FORMAÇÃO E ESTRUTURADO ESTRÓBILO FEMININO
  28. 28. MECANISMO REPRODUTIVO DAS GIMNOSPERMAS1. OS GRÃOS DE PÓLEN SÃO LEVADOS PELO VENTO DO CONE ♂ ATÉ O CONE ♀;3. AO GERMINAR O GRÃO DE PÓLEN ORIGINA O TUBO POLÍNICO DEVIDO O NÚCLEO VEGETATIVO;5. O TUBO POLÍNICO PENETRA NO ÓVULO PELA MICRÓPILA EM DIREÇÃO AO ARQUEGÔNIO;
  29. 29. MECANISMO REPRODUTIVO DAS GIMNOSPERMAS• NO INTERIOR DO TUBO POLÍNICO (POR MITOSE) O NÚCLEO REPRODUTIVO FORMA NÚCLEOS ESPERMÁTICOS – GAMETAS MASCULINOS• UM DOS NÚCLEOS ESPERMÁTICOS DEGENERA E O OUTRO FECUDA A OOSFERA – GAMETA FEMININO, FORMANDO O ZIGOTO QUE DARÁ ORIGEM AO EMBRIÃO
  30. 30. Ciclo de vida: Gimnospermas Estróbilo masculino Grãos de pólen Meiose com formação são liberados de grãos de pólen Escama ovulífera Célula Estróbilo feminino Meiose generativa Célula Megásporo do tubo funcional (n) Sacos aéreos Gametófito feminino (n) Formação do tubo Germinação polínico e fecundação Pinhão Arquegônio (2n)Esporófito com oosfera (n)maduro (2n) Embrião (2n)
  31. 31. NÃO ESQUEÇA!!!• O ÓVULO NÃO É O GAMETA FEMININO DA PLANTA, O GAMETA FEMININO É A OOSFERA• CADA ÓVULO REPRESENTA UM MEGASPORÂNGIO QUE QUANDO MADURO CONTÉM NO SEU INTERIOR O GAMETÓFITO ♀ – MEGAPRÓTALO• JÁ OS GAMETAS MASCULINOS SÃO OS NÚCLEOS ESPERMÁTICOS FORMADOS NO INTERIOR DO GRÃO DE PÓLEN• POR ESSE MOTIVO O GRÃO DE PÓLEN É CHAMADO DE GAMETÓFITO ♂- MICROPRÓTALO
  32. 32. FORMAÇÃO DA SEMENTE• O ÓVULO FORMA A SEMENTE• A SEMENTE POSSUI O EMBRIÃO (2n) UM TECIDO NUTRITIVO CHAMADO ENDOSPERMA PRIMÁRIO (n) E A CASCA (TEGUMENTO)• AO GERMINAR AS SEMENTES FORMAM NOVOS ESPORÓFITOS (NOVAS PLANTAS)• A SEMENTE É CONSIDERADA A FORTALEZA DO EMBRIÃO E O ÓRGÃO DE CONQUISTA DO AMBIENTE TERRESTRE
  33. 33. (UNESP) Observe o ciclo reprodutivo dopinheiro.
  34. 34. Responda:a) Em que estágios deste ciclo ocorre redução do número de cromossomos?b) Indique as estruturas citadas no ciclo que correspondem às palavras em destaque na seguinte estrofe popular: "Pinheiro me dá uma PINHA Pinha me dá um PINHÃO Menina me dá um beijo Que eu te dou meu coração".
  35. 35. Estróbilo feminino maduro (pinha) com suas sementes (pinhões)
  36. 36. Angiospermas
  37. 37. CARACTERÍSTICAS GERAIS1. PLANTAS COM RAIZ, CAULE, FOLHA, FLOR, SEMENTE E FRUTO3. SÃO VASCULARES E INDEPENDEM DA ÁGUA PARA FECUNDAÇÃO5. REPRODUZEM-SE POR ALTERNÂNCIA DE GERAÇÕES
  38. 38. CARACTERÍSTICAS GERAIS1. SÃO IMPORTANTES PARA O EQUILÍBRIO DOS ECOSSISTEMAS E PARA OS INTERESSES HUMANOS, COMO NA ORNAMENTAÇÃO E NAS INDÚSTRIAS: – ALIMENTÍCIA – DE ÁLCOOL E AÇÚCAR – MADEREIRA – DE PAPEL – TÊXTIL – FARMACOLÓGICA
  39. 39. ESTRUTURAS DE UMA FLOR
  40. 40. OBSERVAÇÕES• CÁLICE: É O CONJUNTO DE SÉPALAS• COROLA: CONJUNTO DE PÉTALAS• GINECEU: CONJUNTO DE CARPELOS• ANDROCEU: CONJUNTO DE ESTAMES• FLORES DE CÁLICE E COROLA SÃO CLASSIFICADAS COMO ACLAMÍDEAS OU APERIANTADAS
  41. 41. Ciclo de vida: Angiospermas Frutos SementeEndosperma (3n) Parede Célula vegetativado óvulo Envoltórios Célula Antera Embrião (2n) geradora Grão de pólen (gametófito masculino) Óvulo Tubo polínico Células Meiose Zigoto espermáticas Núcleos Meiose Saco embrionário (gametófito polares (n) Megásporo Dupla feminino) fecundação Células que Polinização Oosfera (n) degeneram
  42. 42. ETAPAS DO PROCESSO REPRODUTIVO2. POLINIZAÇÃO4. GERMINAÇÃO DO PÓLEN6. FERTILIZAÇÃO
  43. 43. FRUTOS (ESTRUTURAS E CLASSIFICAÇÃO) PÊSSEGO (FRUTO – DRUPA)• PERICARPO = EPICARPO + MESOCARPO + ENDOCARPO• FRUTOS CARNOSOS (PERICARPO SUCULENTO)• FRUTOS SECOS (PERICARPO SECO)
  44. 44. FRUTOS(ESTRUTURAS E CLASSIFICAÇÃO) MARACUJÁ
  45. 45. + CLASSIFICAÇÕES
  46. 46. PSEUDOFRUTO(FRUTO FALSO)
  47. 47. SEMENTES• DISPERSÃO DAS SEMENTES – DISTRIBUIÇÃO DAS SEMENTES POR MEIO DE MODIFICAÇÕES DO FRUTO OU DA PRÓPRIA SEMENTE » COCO-DA-BAHIA » DENTE-DE-LEÃO » CARRAPICHO• ESTRUTURAS – TEGUMENTO (CASCA) – ENDOSPERMA (ALBÚMEN) – EMBRIÃO – COTILÉDONE
  48. 48. DIVISÃO DAS ANGIOSPERMAS• ANGIOSPERMAS MONOCOTILEDÔNEAS: PLANTAS COM SEMENTES COM APENAS 1 COTILÉDONE, ONDE O MESMO SERVE COMO ESTRUTURA QUE TRANSFERE ALIMENTO DO ENDOSPERMA AO EMBRIÃO – MILHO, CANA-DE-AÇÚCAR, BAMBÚ e PALMEIRA• ANGIOSPERMAS DICOTILEDÔNEAS: PLANTAS COM SEMENTES QUE POSSUEM 2 COTILÊDONES QUE SÃO AS PRÓPRIAS RESERVAS NUTRITIVAS DO EMBRIÃO – FEIJÃO, LARANJA, MELANCIA E AMENDOIM
  49. 49. PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE ASANGIOSPERMA S

×