Boas práticas de mídias sociais para Pequenas e Médias Empresas

1.434 visualizações

Publicada em

Apresentação feita no palco Sebrae na #CampusPartyBrasil2014

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boas práticas de mídias sociais para Pequenas e Médias Empresas

  1. 1. Boas práticas de mídias sociais para empreendedores Cases e recomendações para PMEs no ambiente das redes sociais online Janeiro de 2014 Carolina Terra http://www.meadiciona.com/carolterra
  2. 2. Carolina Frazon Terra é formada em Relações Públicas pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP/Bauru), especialista em Gestão Estratégica de Comunicação Organizacional e Relações Públicas, doutora e mestre em Interfaces Sociais da Comunicação, ambas pela Escola de Comunicações e Artes da USP . Iniciou sua carreira em Bauru, atuando em empresas como FIAT e Associação Hospitalar de Bauru. Atuou como Relações Públicas da Vivo, foi coordenadora de comunicação corporativa do MercadoLivre e diretora de Mídias Sociais da Agência Ideal. Hoje, é gerente de mídias digitais da Nestlé/Garoto e trabalha com consultoria de mídias sociais para empresas como Bayer, Garoto e diversas agências de comunicação. Além disso, é docente para os cursos de Relações Públicas e Publicidade e Propaganda da Fecap, da Cásper Líbero, e de pós na ECA-USP, FIA, ESPM e Belas Artes, em São Paulo. É autora dos livros Blogs Corporativos (Difusão Editora), Mídias Sociais...e agora? (Difusão Editora e Editora Senac Rio) e editora dos blogs RPalavreando (http://rpalavreando.com.br) e Relações (www.blogrelacoes.com.br).
  3. 3. “Eu acho bom que as marcas tenham algo como uma pele grossa hoje em dia”. Alex Bogusky, chairman da Crispin Porter, o “Google” das agências dos EUA.
  4. 4. Cenário da Comunicação
  5. 5. A comunicação mudou!
  6. 6. Novo consumidor social
  7. 7. Próxima geração predominante de consumidores Fonte: http://www.edelman.com.br/propriedades/8095-3/
  8. 8. O novo consumidor social Fonte: Pesquisa Mídias Sociais nas Empresas, realizada pela Deloitte em 2010
  9. 9. Prosumer
  10. 10. Monitorar é fundamental • É uma prática ou serviço realizado por profissionais ou agências especializadas, buscando coletar, classificar, categorizar e analisar todas as menções a uma marca, seus concorrentes, à área de atuação de uma empresa ou a seus públicos-alvo.
  11. 11. Monitorar é fundamental • Serviço de inteligência competitiva, que permite: a)Conhecer melhor os consumidores e produtores b)Vigiar o mercado; identificar,prever e analisar tendências c)Evitar e gerenciar crises de imagem d)Desenvolver novos produtos
  12. 12. Kit Kat e Oreo disputam consumidora via Twitter
  13. 13. Fonte: Pesquisa feita pelo Instituto Nielsen em 50 países e publicada na edição de 13 de Julho de 2009 do Meio & Mensagem O curioso é que anúncios em vídeos online, em banners e em telefones celulares ficaram nas três últimas posições, mostrando que o consumidor prefere outras formas de propaganda.
  14. 14. Opiniões online influenciam tomada de decisão
  15. 15. Como fazer • Diagnosticar o estado da marca e de seus principais produtos e serviços nas redes sociais online • Planejar e propor ações que inspirem os consumidores acerca do universo que envolve a empresa • Engajar-se em fóruns que permitam a participação de usuários corporativos; estabelecer canais de comunicação sinceros, transparentes e ágeis com os públicos;
  16. 16. Como fazer • Alterar o paradigma do controle da informação e da marca; • Criar uma cultura interna de participação, colaboração e coletividade a fim de refletir tais princípios externamente; • Entender a dinâmica de funcionamento deste universo e abrir-se para uma via de entendimento com consumidores.
  17. 17. Como fazer • Defina seu público alvo • Não fale demais de você • Produza conteúdo próprio • Use as ferramentas • Relacione-se assistência. com os • Use outras redes • Dedique tempo e recursos • Incentive a colaboração clientes. Atenda-o, dê
  18. 18. Como fazer • GOB2B: a brasileira GOB2B é uma rede social pensada para integrar empresários com interesses em comum. • Catarse: a brasileira Catarse é uma comunidade de financiamento coletivo. Apresente seu projeto gratuitamente e ofereça vantagens a usuários que colaborarem. • 12 designer: uma das partes mais complicadas de um novo negócio é a definição do nome empresa. Para auxiliar nessa e outras questões como logotipo e ideias para negócios, surgiu a 12 designer, comunidade alemã que oferece serviços na área de publicidade.
  19. 19. Planejamento é o primeiro passo
  20. 20. Presença online
  21. 21. Pesquise, estude, informe-se
  22. 22. Cuidado com o conteúdo produzido
  23. 23. Aproveite-se de datas comemorativas ou de oportunidade
  24. 24. Mostre-se atento ao cotidiano do cliente
  25. 25. Preste serviço ao cliente: padaria avisa quando sai pão quente via Twitter
  26. 26. Promova-se
  27. 27. Use as mídias próprias
  28. 28. “Venda sua pauta” para a imprensa
  29. 29. Apareça
  30. 30. Inspire-se!
  31. 31. Rio de Janeiro já recebeu os primeiros códigos em pontos turísticos • De acordo com da Secretaria municipal de Conservação e Serviços Públicos, o Grupo Máquina PR e a agência Zóio, responsáveis pelo projeto, serão instalados mais de 30 códigos em lugares como os Arcos da Lapa, a Vista Chinesa e o Jardim Botânico. Fonte: Administradores (23/01/13)
  32. 32. Faça suas compras de supermercado na plataforma do metrô
  33. 33. Máquina da Hellmann´s dá receitas e pratos com diversas combinações
  34. 34. Imagens dos usuários vão para a revista da Gol
  35. 35. Restaurante de NY cria cardápio via fotos do Instagram
  36. 36. Recomendações
  37. 37. Como potencializar as iniciativas e gerar engajamento • Esteja presente. Ofereça descontos, benefícios, incentivos. Reconheça os clientes assíduos e fiéis.
  38. 38. Como potencializar as iniciativas e gerar engajamento • Divulgação dos perfis oficiais no site institucional, nos produtos, nos materiais de comunicação, nas assinaturas de e-mail, nos cartões de visita, nas embalagens de produtos, no mobiliário da empresa etc.
  39. 39. Como potencializar as iniciativas e gerar engajamento • Insira os botões de compartilhamento, like e follow no site institucional
  40. 40. • Divulgação dos perfis oficiais no site institucional, nos produtos, nos materiais de comunicação, nas assinaturas de email, nos cartões de visita, nas embalagens de produtos, no mobiliário da empresa etc.
  41. 41. Como potencializar as iniciativas e gerar engajamento • Realizar ações que movimentem os usuários, promova interação e, sobretudo, viralização.
  42. 42. Como potencializar as iniciativas e gerar engajamento • Acompanhe o mercado, a concorrência e as marcas de maior destaque nas mídias sociais para ver o que andam fazendo.
  43. 43. Como potencializar as iniciativas e gerar engajamento
  44. 44. Como calcular atratividade • Pelos aspectos quantitativos o likes o shares o views o recomendações o indicações o menções o RTs o interações o aumento de vendas o aumento no número de fãs, seguidores
  45. 45. Como calcular atratividade • Pelos aspectos qualitativos o formadores de opinião o tipos de assuntos o mídia espontânea o solicitações de entrevistas o pedidos de trabalhos o melhoria da imagem institucional e dos produtos
  46. 46. Como integrar plataformas • Plataforma principal e oficial é o site. • Dele, derivam os perfis de mídias sociais • Dos perfis institucionais, derivam os de produto • Todos devem se referenciar, se citar, promover hiperlinkagem entre si.
  47. 47. Quanto custa?
  48. 48. Obrigada! http://www.meadiciona.com/carolterra Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação Grupo de Pesquisa em Comunicação, Jornalismo e Mídias Digitais Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e Relações Públicas

×