Universidade Tecnológica Federal do Paraná                                          Departamento Acadêmico de Química e Bi...
04. (ACAFE-SC) Dado o sistema N2 + 3 H2 ⇄ 2 NH3, a constante de equilíbrio é:05. (UFMG) Considere a reação hipotéticaConsi...
07. A uma dada temperatura, a reação:                     2 HI(g) ⇄ H2(g) + I2(g)   apresenta as seguintes concentrações n...
10.         Em um recipiente de 400 mL, são colocados 2 mols de PCl5 gasoso a umadeterminada temperatura. Esse gas se deco...
13.        Considere a reação em equilíbrio químico:                         N2(g) + O2(g) ⇄ 2 NO(g)É possível desloca-lo ...
GABARITO     1- b     2- e     3- c     4- d     5- c     6- e                                   -1     7- Kc = 0,05 ou Kc...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lista de exercícios equilibrio químico regiane

24.183 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
303
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lista de exercícios equilibrio químico regiane

  1. 1. Universidade Tecnológica Federal do Paraná Departamento Acadêmico de Química e Biologia Curso: Técnico Integrado Profa. Regiane L. B. Strapasson Lista de exercícios: Equilíbrio Químico01. Uma reação química atinge o equilíbrio químico quando:a) ocorre simultaneamente nos sentidos direto e inverso.b) as velocidades das reações direta e inversa são iguais.c) os reagentes são totalmente consumidos.d) a temperatura do sistema é igual à do ambiente.e) a razão entre as concentrações de reagentes e produtos é unitária.02. (CEFET – PR) Com relação ao equilíbrio químico, afirma-se:I. O equilíbrio químico só pode ser atingido em sistemas fechados (onde não há troca de matéria com o meio ambiente).II. Num equilíbrio químico, as propriedades macroscópicas do sistema (concentração, densidade, massa e cor) permanecem constantes.III. Num equilíbrio químico, as propriedades macroscópicas do sistema (colisões entre moléculas, formação de complexos ativados e transformações de uma substâncias em outras) permanecem em evolução, pois o equilíbrio é dinâmico.É (são) correta(s) a(s) afirmação(ões):a) Somente I e II.b) Somente I e III.c) Somente II e III.d) Somente I.e) I, II e III03. (PUC-PR) O gráfico relaciona o número de mols de M e P à medida que a reação se processa para o equilíbrio: mM + nN ⇄ pP + qQ ConcentraçãoDe acordo com o gráfico, é correto afirmar:a) em t1, a reação alcançou o equilíbrio;b) no equilíbrio, a concentração de M é maior que a concentração de P;c) em t2, a reação alcança o equilíbrio;d) no equilíbrio, as concentrações de M e P são iguais;e) em t1, a velocidade da reação direta é igual à velocidade da reação inversa.
  2. 2. 04. (ACAFE-SC) Dado o sistema N2 + 3 H2 ⇄ 2 NH3, a constante de equilíbrio é:05. (UFMG) Considere a reação hipotéticaConsidere também o gráfico da velocidade em função do tempo dessa reação.Com base nessas informações, todas as afirmativas estão corretas, exceto:a) no instante inicial, a velocidade v1 é máxima.b) no instante inicial, as concentrações de C e D são nulas.c) no instante x, as concentrações dos reagentes e produtos são as mesmas.d) no instante x, a velocidade v2 é máxima.e) no instante x, as concentrações de A e B são as mesmas que no instante y.06. Na equação abaixo, após atingir o equilíbrio químico, podemos concluir a respeito da constante de equilíbrio que: a) Quanto maior for o valor de Kc, menor será o rendimento da reação direta. b) Kc independe da temperatura. c) Se as velocidades das reações direta e inversa forem iguais, então K = 0. d) Kc depende das molaridades iniciais dos reagentes. e) Quanto maior for o valor de Kc, maior será a concentração dos produtos.
  3. 3. 07. A uma dada temperatura, a reação: 2 HI(g) ⇄ H2(g) + I2(g) apresenta as seguintes concentrações no equilíbrio: -2 [HI] = 2,2 x 10 mol/L -3 [H2] = 1,0 x 10 mol/L -2 [I2] = 2,5 x 10 mol/L Calcular a constante de equilíbrio, Kc, dessa reação.08. Um equilíbrio envolvido na formação da chuva ácida está representado pela equação: 2 SO2(g) + O2(g) ⇄ 2 SO3(g)Em um recipiente de 1 litro, foram misturados 6 mols de dióxido de enxofre e 5 mols deoxigênio. Depois de algum tempo o sistema atingiu o equilíbrio, o número de mols de trióxidode enxofre medido foi 4. O valor aproximado da constante de equilíbrio é: a) 0,53 b) 0,66 c) 0,75 d) 1,33 e) 2,3309. Foram colocados em um recipiente fechado, de capacidade 2 litros: 6,5 mols de CO e5 mols de NO2. À 200ºC o equilíbrio foi atingido e verificou-se que haviam sido formados 3,5mols de CO2. Podemos dizer que o valor de Kc para o equilíbrio dessa reação é: a) 4,23 b) 3,84 c) 2,72 d) 1,96 e) 3,72
  4. 4. 10. Em um recipiente de 400 mL, são colocados 2 mols de PCl5 gasoso a umadeterminada temperatura. Esse gas se decompõe segundo a reação química abaixo, e, oequilíbrio foi alcançado quando 20% do pentacloreto de fósforo reagiram (% em mols). O valorda constante de equilíbrio, Kc, nessas condições, vale: a) 4,0 b) 1,0 c) 0,5 d) 0,25 e) 0,02511. Qual o efeito produzido sobre o equilíbrio 2 NO(g) + O2(g) ⇄ 2 NO2(g) ∆H < 0, quando se provoca: a) aumento da concentração de NO? b) diminuição da concentração de O2? c) diminuição da concentração de NO2? d) diminuição da pressão total? e) aumento da temperatura?12. Nitrogênio e hidrogênio reagem para formar amônia segundo a equação: N2(g) + 3 H2(g) ⇄ 2 NH3(g) + 22 KcalSe a mistura dos três gases estiver em equilíbrio, qual o efeito, em cada situação, sobre aquantidade de amônia, se provocar: I- Compressão da mistura II- Aumento da temperatura III- Introdução de hidrogênio a) Aumenta, aumenta, aumenta b) Diminui, aumenta, diminui c) Aumenta, aumenta, diminui d) Diminui, diminui, aumenta e) Aumenta, diminui, aumenta
  5. 5. 13. Considere a reação em equilíbrio químico: N2(g) + O2(g) ⇄ 2 NO(g)É possível desloca-lo para a direita: a) Retirando N2 existente. b) Removendo NO formado. c) Introduzindo catalisador. d) Diminuindo a pressão, à temperatura constante. e) Aumentando a pressão, à temperatura constante.14. Queremos aumentar a concentração de CO2(g) no equilíbrio abaixo: CO(g) + H2O (g) ⇄ CO2(g) + H2 (g)Para isso ocorrer devemos: a) Aumentar a pressão sobre o sistema. b) Diminuir a pressão sobre o sistema. c) Adicionar H2(g) ao sistema. d) Retirar H2O (g) do sistema e) Adicionar CO(g) ao sistema.15. O equilíbrio gasoso, representado pela equação: N2(g) + O2(g) ⇄ 2 NO(g) - 88KJÉ deslocado no sentido de formação de NO(g), se: a) A pressão for abaixada. b) N2(g) for retirado. c) A temperatura for aumentada. d) For adicionado um catalisador sólido ao sistema. e) O volume do recipiente for diminuído.16. Um recipiente fechado contém o sistema gasoso representado pela equação: 2 SO2(g) + O2(g) ⇄ 2 SO3(g)Sob pressão de 6,0 atm e constituído por 0,4 mols de SO2(g), 1,6 mols de O2(g) , O2(g) e 2,0 molsde SO3(g). Determine o valor da constante de equilíbrio do sistema em termos de pressões parciais.
  6. 6. GABARITO 1- b 2- e 3- c 4- d 5- c 6- e -1 7- Kc = 0,05 ou Kc = 0,5.10 8- d 9- c 10- d 11- a) O equilíbrio é deslocado para a direita, aumentando a formação de NO2. b) O equilíbrio é deslocado para a esquerda, diminuindo a formação de NO2. c) O equilíbrio é deslocado para a direita, aumentando a formação de NO2. d) O equilíbrio é deslocado para a esquerda, diminuindo a formação de NO2. e) A reação direita é exotérmica (∆H < 0), aumentando a temperatura, favorece a reação inversa, então o equilíbrio é deslocado para a esquerda, diminuindo a formação de NO2. 12- e 13- b 14- e 15- c 16- Kp = 10,4

×