Melhor Ensino, Melhor GestãoFormação de Professores de Língua Portuguesa1ª edição 2013Professoras:Ana Paula Lemes da S Amé...
Sequência DidáticaO Primeiro Beijo, Clarice LispectorSequências didáticas são um conjunto de atividadesligadas entre si, p...
Atividade 1Apresentação e análise das imagensInferências sobre o contexto de cada imagem
Atividade 2Após apresentar as imagens que representam o beijo, o professordeverá questionar sobre as possíveis situações q...
Atividade 3Informações e curiosidades sobre as imagensanalisadasRecorte e distribuição dos itens abaixo aosalunos para lei...
Beijo da Times Square1. Beijar ajuda a relaxar e a reduzir os efeitos do estresse;2. Durante o ato do beijo você coloca 29...
Atividade 4•O beijo também é cantadoApreciação das músicas•“Doce Vampiro” (Rita Lee)http://letras.kboing.com.br/#!/rita-le...
Atividade 5Leitura oral e compartilhada do textoO PRIMEIRO BEIJOClarice LispectorOs dois mais murmuravam que conversavam: ...
E mesmo a sede começara: brincar com a turma, falar bem alto, mais alto queo barulho do motor, rir, gritar, pensar, sentir...
O instinto animal dentro dele não errara: na curva inesperada da estrada,entre arbustos estava... o chafariz de onde brota...
Ele a havia beijado.Sofreu um tremor que não se via por fora e que se iniciou bem dentro dele etomou-lhe o corpo todo esto...
Atividade 6Entendimento do texto•É possível entender o primeiro beijo da personagem como um beijo relatado em tempocronoló...
Atividade 7Construção coletiva de argumentossobre o tema abordadoNeste momento, ao falar sobre o beijo, o alunodeverá:•con...
Atividade 8Produção textualA proposta de redação possibilita ao aluno escolher um entre dois gênerostextuais apresentados:...
ReferênciasSequência Didática. Joaquim Dolz, Michèle Noverraz, Bernard Schneuwly:https://didaticaportugues.blogspot.com.br...
Denise
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Denise

225 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
225
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Denise

  1. 1. Melhor Ensino, Melhor GestãoFormação de Professores de Língua Portuguesa1ª edição 2013Professoras:Ana Paula Lemes da S AméricoDenise de Souza SilvaVera Lúcia de CamargoDoranice ZampieriIzabel CavalcantiLetícia de Campos PaulinoNeide A Bugari NunesAmanda Thaís da Luz Santos
  2. 2. Sequência DidáticaO Primeiro Beijo, Clarice LispectorSequências didáticas são um conjunto de atividadesligadas entre si, planejadas para ensinar um conteúdo, etapa poretapa. Devem ser organizadas de acordo com os objetivos que oprofessor quer alcançar para a aprendizagem de seus alunos;elas envolvem atividades de aprendizagem e de avaliação.De acordo com professores Joaquim Dolz, MichèleNoverraz e Bernard Schneuwly, o domínio de um gênero textualpermite ao aluno “escrever ou falar de uma maneira maisadequada numa dada situação de comunicação.”
  3. 3. Atividade 1Apresentação e análise das imagensInferências sobre o contexto de cada imagem
  4. 4. Atividade 2Após apresentar as imagens que representam o beijo, o professordeverá questionar sobre as possíveis situações que possibilitaram arealização do ato.Ativação de conhecimentos prévios- O beijo é uma prática em seu contexto de vida?- O beijo possui significados diferentes nas várias fases da vida deuma pessoa?- Em que situações ele pode acontecer?- É possível considerar o beijo um gesto mecânico? Quando?- Pode-se levar em consideração a questão cultural para oentendimento de um beijo?- Você se lembra de algum beijo que representou algum fatohistórico importante?- Quem se lembra do primeiro beijo?
  5. 5. Atividade 3Informações e curiosidades sobre as imagensanalisadasRecorte e distribuição dos itens abaixo aosalunos para leitura e comentários referentes.Neste momento, o professor deverá orientarseus alunos sobre a distinção entre uma situaçãocontroversa e uma verdade científica.
  6. 6. Beijo da Times Square1. Beijar ajuda a relaxar e a reduzir os efeitos do estresse;2. Durante o ato do beijo você coloca 29 músculos faciais em movimento. Em outras palavras, o beijo pode ser usado comoexercício eficiente para prevenir o aparecimento de rugas;3. Um beijo romântico rápido queima entre uma e três calorias. Um beijo de boca aberta com contato de língua de curtaduração pode queimar cinco calorias. Um beijo de um minuto pode gastar até 26 calorias, isso é o dobro do gasto de uma corridaintensa, na subida;4. Quem beija troca saliva contendo diversas substâncias como gordura, sais minerais, proteínas, etc. A troca destassubstâncias pode incentivar a produção de anticorpos pela sua relação com antígenos associados a diferentes doenças;5. Beijar ajuda a prevenir contra cáries, pois aumenta a produção de saliva que colabora na limpeza da boca;6. Estima-se que os homens que beijam suas esposas ao se despedir, antes de sair de casa, vivem cinco anos mais eganham salários maiores do que aqueles que apenas batem a porta. Os homens da última categoria também tendem a sofrer maisacidentes de trânsito;7. Uma pessoa comum passa 20.160 minutos (14 dias) da sua vida beijando;8. Nos EUA, os beijos nas bochechas só são dados por pessoas íntimas e não é o cumprimento padrão como no Brasil ouna Europa;9. A palavra ‘ósculo’ é sinônimo de ‘beijo’ em português. A palavra é originada do latim ‘osculum’, que significa ‘bocapequena’, ou seja, o movimento feito com os lábios no momento do beijo;10. O beijo mais longo durou 31 horas e foi realizado para um programa de televisão chamado “Ricki Lake” em 2002, nacidade de New Jersey;11. Em alguns locais ou certas ocasiões beijar é crime. Nos EUA, no estado de Indiana, é ilegal que um homem de bigode“beije habitualmente seres humanos”. Na cidade de Hartford, Connecticut, é ilegal que um marido beije a esposa no domingo;12. Nos tempos medievais os beijos eram levados a sério. Se um casal era pego “nos agarros” poderia ser forçado a casar;13. Estudos indicam que 66% das pessoas mantêm os olhos fechados enquanto beija. O restante sente prazer em observara miríade de emoções no rosto do parceiro (a);14. O prazer do beijo pode estar ligado ao fato do tato labial ser duzentas vezes mais sensível do que o tato nos dedos;15. Os corpos das pessoas, enquanto ocorre o beijo, produzem substâncias 200 vezes mais poderosas do que a morfina emtermos de efeito narcótico. É por isso que um casal pode sentir euforia ou êxtase durante um beijo.16. A fotografia intitulada “O Beijo” foi tirada na Times Square no dia 14 de agosto de 1945 por Alfred Eisenstaedt. Nessedia, os americanos saíram às ruas para comemorar o fim da Segunda Guerra Mundial.O Marinheiro se perdeu na História e nunca foi localizado, mas a enfermeira foi Edith Shain, que na época tinha 26 anos etrabalhava para o Doctors Hospital de Nova York, e morreu aos 91 em 2010.http://fotonahistoria.blogspot.com.br/2012/04/o-beijo-da-times-square.html
  7. 7. Atividade 4•O beijo também é cantadoApreciação das músicas•“Doce Vampiro” (Rita Lee)http://letras.kboing.com.br/#!/rita-lee/doce-vampiro/•“Um beijo” (Luan Santana)http://letras.kboing.com.br/#!/luan-santana/
  8. 8. Atividade 5Leitura oral e compartilhada do textoO PRIMEIRO BEIJOClarice LispectorOs dois mais murmuravam que conversavam: havia pouco, iniciara-se o namoro eambos andavam tontos, era o amor. Amor com o que vem junto: ciúme.- Está bem, acredito que sou a sua primeira namorada, fico feliz com isso. Mas me digaa verdade, só a verdade: você nunca beijou uma mulher antes de me beijar? Ele foisimples:- Sim, já beijei antes uma mulher.- Quem era ela? Perguntou com dor.Ele tentou contar toscamente, não sabia como dizer.O ônibus da excursão subia lentamente a serra. Ele, um dos garotos no meio dagarotada em algazarra, deixava a brisa fresca bater-lhe no rosto e entrar-lhe peloscabelos com dedos longos, finos e sem peso como os de uma mãe. Ficar às vezesquieto, sem quase pensar, e apenas sentir - era tão bom. A concentração no sentir eradifícil no meio da balbúrdia dos companheiros.
  9. 9. E mesmo a sede começara: brincar com a turma, falar bem alto, mais alto queo barulho do motor, rir, gritar, pensar, sentir, puxa vida! Como deixava agarganta seca.E nem sombra de água. O jeito era juntar saliva, e foi o que fez. Depois dereunida na boca ardente, engolia-a, lentamente, outra vez e mais outra. Eramorna, porém, a saliva, e não tirava a sede. Uma sede enorme maior do queele próprio, que lhe tomava agora o corpo todo.A brisa fina, antes tão boa, agora ao sol do meio dia tornara-se quente e áridae ao penetrar pelo nariz secava ainda mais a pouca saliva que pacientementejuntava.E se fechasse as narinas e respirasse um pouco menos daquele vento dedeserto? Tentou por instantes, mas logo sufocava. O jeito era mesmo esperar,esperar. Talvez minutos apenas, enquanto sua sede era de anos.Não sabia como e por que, mas agora se sentia mais perto da água,pressentia-a mais próxima, e seus olhos saltavam para fora da janelaprocurando a estrada, penetrando entre os arbustos, espreitando, farejando.
  10. 10. O instinto animal dentro dele não errara: na curva inesperada da estrada,entre arbustos estava... o chafariz de onde brotava num filete a águasonhada. O ônibus parou, todos estavam com sede, mas ele conseguiu ser oprimeiro a chegar ao chafariz de pedra, antes de todos.De olhos fechados entreabriu os lábios e colou-os ferozmente ao orifício deonde jorrava a água. O primeiro gole fresco desceu, escorrendo pelo peito atéa barriga. Era a vida voltando, e com esta encharcou todo o seu interiorarenoso até se saciar. Agora podia abrir os olhos.Abriu-os e viu, bem junto de sua cara, dois olhos de estátua fitando-o e viuque era a estátua de uma mulher e que era da boca da mulher que saía aágua. Lembrou-se de que realmente ao primeiro gole sentira nos lábios umcontato gélido, mais frio do que a água.E soube então que havia colado sua boca na boca da estátua da mulher depedra. A vida havia jorrado dessa boca, de uma boca para outra.Intuitivamente, confuso na sua inocência, sentia intrigado: mas não é de umamulher que sai o líquido vivificador, o líquido germinador da vida... Olhou aestátua nua.
  11. 11. Ele a havia beijado.Sofreu um tremor que não se via por fora e que se iniciou bem dentro dele etomou-lhe o corpo todo estourando pelo rosto em brasa viva. Deu um passopara trás ou para frente, nem sabia mais o que fazia. Perturbado, atônito,percebeu que uma parte de seu corpo, sempre antes relaxada, estava agoracom uma tensão agressiva, e isso nunca lhe tinha acontecido.Estava de pé, docemente agressivo, sozinho no meio dos outros, de coraçãobatendo fundo, espaçado, sentindo o mundo se transformar. A vida erainteiramente nova, era outra, descoberta com sobressalto. Perplexo, numequilíbrio frágil.Até que, vinda da profundeza de seu ser, jorrou de uma fonte oculta nele averdade. Que logo o encheu de susto e logo também de um orgulho antesjamais sentido: ele...Ele se tornara homem.(In "Felicidade Clandestina" - Ed. Rocco - Rio de Janeiro, 1998)
  12. 12. Atividade 6Entendimento do texto•É possível entender o primeiro beijo da personagem como um beijo relatado em tempocronológico ou psicológico? Por quê?•Dada a linguagem subjetiva do texto, comente o paradoxo: “Estava de pé, docementeagressivo...”•Após a leitura do conto, pode-se pensar no primeiro beijo apenas no aspecto cronológico, oupode-se considerar o primeiro beijo a partir de uma forte emoção?4) Em sua opinião, qual das imagens apresentadas, antes da leitura, que mais se aproximada temática do texto? Justifique.•O conto “O primeiro beijo”, de Clarice Lispector, tem como protagonista uma personagem que sedepara com a descoberta de sua masculinidade. A tomada de consciência de que se tornara um“homem” foi provocada por algo que se evidencia no seguinte trecho:•Não sabia como e por que, mas agora se sentia mais perto da água.(B) Uma sede enorme, maior do que ele próprio que lhe tomava agora o corpo todo.(C) E soube então que havia colado sua boca na boca da estátua da mulher de pedra.(D) Até que vinda da profundeza do seu ser, jorrou de uma fonte oculta nele a verdade.(E) De olhos fechados entreabriu os lábios e colocou-os ferozmente ao orifício de onde jorrava aágua.
  13. 13. Atividade 7Construção coletiva de argumentossobre o tema abordadoNeste momento, ao falar sobre o beijo, o alunodeverá:•contextualizá-lo histórico, geográfico e socialmente;•interpretá-lo quanto aos valores culturais,emocionais, intencionais...•apresentar uma tese e defendê-la coerentemente.
  14. 14. Atividade 8Produção textualA proposta de redação possibilita ao aluno escolher um entre dois gênerostextuais apresentados: o relato e o artigo de opinião.a) Escreva um texto relatando a sensação do seu primeiro beijo.b) Escreva um artigo de opinião a partir do tema: O primeiro beijo éinesquecível.Atenção!•O texto deve ser escrito utilizando-se da norma culta da língua.•É considerado adequado, no mínimo, 15 e, no máximo, 30 linhas.•Lembre-se de abordar o tema proposto e dar um título ao texto.
  15. 15. ReferênciasSequência Didática. Joaquim Dolz, Michèle Noverraz, Bernard Schneuwly:https://didaticaportugues.blogspot.com.brImagens. https://www.google.com.br

×