Avestruz mgme

502 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
502
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avestruz mgme

  1. 1. SEQUÊNCIA DIDÁTICAAVESTRUZ/ MARIO PRATAGrupoEscola AzariasMaria IsabelSueliEscola Benedito RodriguesLauridesClotildeFernandaAdiEscola Carlos augustoCarlosCarolineCátiaCleidirFabianoLuciana
  2. 2. AVESTRUZ Atividade 1: Roda de conversa: Vocês conhecem uma crônica? Quais as características desse gênero? E Mario Prata, alguém já ouviu falar dele ou leualgum de seus textos?
  3. 3. CRÔNICA A crônica é o relato de um ou mais acontecimentos emum determinado tempo. A quantidade de personagensé reduzida, podendo inclusive não haver personagens É a narração de um fato do cotidiano daspessoas, algo que naturalmente acontece com muitaspessoas. Esse fato é incrementado com um tom deironia e bom humor, fazendo com que as pessoasvejam por outra ótica aquilo que parece óbvio demaispara ser observado. A origem da palavra crônica é grega, vem de chronos(tempo), é por isso que uma das características dessetipo de texto é o caráter contemporâneo.
  4. 4. MARIO PRATA Mario Prata é um escritor, dramaturgo,jornalista e cronista brasileiro. É natural deUberaba, Minas Gerais, mas viveu boa parte dainfância e adolescência em Lins, interior de SãoPaulo. Em mais de 50 anos de escrita, tem nocurrículo 3 mil crônicas e cerca de 80 títulos,entre romances, livros de contos, roteiros epeças teatrais. Na carreira, recebeu 18 prêmiosnacionais e estrangeiros, com obrasreconhecidas no cinema, literatura, teatro e
  5. 5. LEVANTAMENTO PRÉVIO Atividade 2 e 3: O que é o que é?Tem o pescoço grandeCome qualquer coisaTem asas mas não voaÉ ágilTem dois dedos em cada péPesa até 160 quilosChega a quase três metros de alturaE aí, já descobriu que bicho é?Seu nome é Struthio Camelus Australis.
  6. 6. AVESTRUZ
  7. 7. RODA DE CONVERSA Quem aqui tem um bicho de estimação? Vocês conhecem alguém que tem algum animal deestimação estranho ou perigoso? Você conhece a expressão “fulano tem estômagode avestruz”, o que isso significa? E um avestruz, seria possível ter um em casa? Esse é o título do texto que vamos ler, anotemsuas opiniões: Esse título desperta sua atenção? Sim ou não? Oque ele sugere? Pelo título, dá para imaginar oassunto da crônica? Você pode imaginar ocenário?
  8. 8. LEITURA COMPARTILHADAAVESTRUZO filho de uma grande amiga pediu, de presente pelos seus dez anos, umaavestruz. Cismou, fazer o quê? Moram em um apartamento em Higienópolis, SãoPaulo. E ela me mandou um e-mail dizendo que a culpa era minha. Sim, porque foi aquiao lado de casa, em Floripa, que o menino conheceu as avestruzes. Tem umaplantação, digo, criação deles. Aquilo impressionou o garoto.Culpado, fui até o local saber se eles vendiam filhotes de avestruzes. E seentregavam em domicílio.E fiquei a observar a ave. Se é que podemos chamar aquilo de ave. A avestruzfoi um erro da natureza, minha amiga. Na hora de criar a avestruz, deus devia estarmuito cansado e cometeu alguns erros. Deve ter criado primeiro o corpo, que seassemelha, em tamanho, a um boi. Sabe quanto pesa uma avestruz? Entre 100 e 160quilos, fui logo avisando a minha amiga. E a altura pode chegar a quase três metros.2,7 para ser mais exato.Mas eu estava falando da sua criação por deus. Colocou um pescoço que nãotem absolutamente nada a ver com o corpo. Não devia mais ter estoque de asas noparaíso, então colocou asas atrofiadas. Talvez até sabiamente para evitar que saíssemvoando em bandos por aí assustando as demais aves normais.Outra coisa que faltou foram dedos para os pés. Colocou apenas dois dedosem cada pé.Sacanagem, Senhor!
  9. 9. Depois olhou para sua obra e não sabia se era uma ave ou umcamelo. Tanto é que logo depois, Adão, dando os nomes a tudo que via pelafrente, olhou para aquele ser meio abominável e disse: Struthio camelusaustralis. Que éo nome oficial da coisa. Acho que o struthio deve ser aquele pescoço fino emforma de salsicha.Pois um animal daquele tamanho deveria botar ovos proporcionais aoseu corpo. Outro erro. É grande, mas nem tanto. E me explicava o criador queelas vivem até os setenta anos e se reproduzem plenamente até osquarenta, entrando depois na menopausa, não têm, portanto, TPM. Umaavestruz com TPM é perigosíssima!Podem gerar de dez a trinta crias por ano, expliquei ao garoto, filho daminha amiga. Pois ele ficou mais animado ainda, imaginando aquele bando deavestruzes correndo pela sala do apartamento.Ele insiste, quer que eu leve uma avestruz para ele de avião, nodomingo. Não sabia mais o que fazer.Foi quando descobri que elas comem o que encontram pelafrente, inclusive pedaços de ferro e madeiras. Joguinhos eletrônicos, porexemplo. máquina digital de fotografia, times inteiros de futebol de botãoe, principalmente, chuteiras. E, se descuidar, um mouse de vez em quando caibem.Parece que convenci o garoto. Me telefonou e disse que troca oavestruz por cinco gaivotas e um urubu.Pedi para a minha amiga levar o garoto num psicólogo. Afinal, tenhomais o que fazer do que ser gigolô de avestruz.
  10. 10.  Durante a 1ª Leitura – professor, fazer a leituraem voz alta e ir mostrando como deve ser aentonação correta para essa leitura que tem umtom de humor, por exemplo e outras questõesreferentes à leitura (voz clara, alta, respeitando apontuação) Localização de informações: Solicitarque, durante a leitura, os alunos utilizem“procedimentos tais comosublinhar, copiar, iluminar informações relevantespara buscar passagens essenciais e abandonarinformações periféricas”. Desse modo, é possível que os alunos localizem: Vocabulário referente à Avestruz;
  11. 11. ANALISANDO O SENTIDO DO TEXTO Atividade 4: Retomar o texto para identificar palavras-chave. Pedir para que osalunos anotem as palavras que não conhecem seu significado e, emcasa, pesquisar no dicionário e trazer na próxima aula. Retomar a construção do sentido do texto, fazendo inferênciaslocais, como por exemplo, perguntar por que o autor diz que Deusdevia estar muito cansado na hora de criar a avestruz e que por issoteria cometido alguns erros. Fazer inferências globais perguntando: 1- Por que o menino desejou tanto ter uma avestruz? 2- Quais os argumentos que a mãe tinha para negar o pedido dofilho? 3- Como você acha que seus pais agiriam? 4- Por que o menino só mudou de ideia a partir do conhecimentodos hábitos alimentares da ave? Você agiria da mesma forma? 5- O que é nome oficial? 6- Por que o autor sugeriu à amiga que levasse o filho aopsicólogo?
  12. 12. DISCUTIR NARRATIVAAtividade 5:Montar uma tabela com as seguintesinformações:TítuloAutorSuporteFinalidadePersonagensTempoEspaçoassunto
  13. 13. INTERTEXTUALIDADEATIVIDADE 6POEMA: O AVESTRUZDISPONÍVEL EM:HTTP://DEVERSOEMVERSOS.BLOGSPOT.COM.BR/2012/10/O-AVESTRUZ.HTML O OVO DO AVESTRUZ E EU.O galo cantouA ovelha despertouE estava com fome!O avestruz espertoPapou tudo quehavia por perto.Comeu melanciaFeijão e ervilhaTomate, capimE a boneca da menina.O galo brigouA menina chorouO avestruz esperto,Da confusão escapou. https://www.youtube.com/watch?v=MHw5nnrsYAw
  14. 14. TRABALHANDO OUTROS GÊNEROSAtividade 7PESQUISA( sala do acessa): Avestruz:características e curiosidades; Imagens...Atividade 8Produção em grupo de uma história em quadrinhoscom base na crônica Avestruz.Estudo dos balões; ( sala do acessa)Produção da história.Atividade 9Produção, em grupo, manual de instruções paracriar uma avestruz dentro de um apartamento .
  15. 15. ATIVIDADE 10SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM: ELABORAÇÃO DE APRECIAÇÕES ESTÉTICAS E AFETIVAS;ELABORAÇÃO DE APRECIAÇÕES RELATIVAS A VALORES ÉTICOS E POLÍTICOS.Debate: Imposição de limites pelos pais: Você acha normal o pedido do garoto? E os pais atenderem ao pedido do garoto,você concorda? Os filhos fazem pedidos absurdos comoesses aos pais? Como os pais devem reagir nesse tipo desituação?
  16. 16. ADAPTANDO A ATIVIDADE PARA ALUNOESPECIAL (D.A) Pensando na sala de aula como um todo,precisamos levar em conta a necessidade deadaptar as atividades para os alunos deinclusão. Pensando nisso, adaptamos essa atividadepensando no aluno D.A. Para isso é necessáriotransformar o texto numa linguagem fácil, comrepresentação concreta, para que o aluno surdopossa vivenciar a situação, usando todos ossentidos e as pistas visuais.
  17. 17.  Dentro deles destaca-se Adaptação do texto: AvestruzÉ uma das maiores aves do mundo- chegaa ter 2,70 metros e pesa entre 100 a 160 quilos,possui um pescoço bem comprido, pernas longase apenas dois dedos nos pés.Vivem até 70 anos e podem gerar de 10 a30 ovos por ano, esse animal come tudo queencontra.Mas um certo menino o queria como bichode estimação dentro de seu apartamento.
  18. 18. ATIVIDADES Mostrar um avestruz por meio de imagem; E fazer os seguintes questionamentos. Você gostaria de ter esse animal? Fazer as demais atividades junto com o aluno: Destacar as palavras conhecidas. Ordenar as palavras e formar frases curtas; Interpretação textual: Sobre o que o texto está falando? Você já viu essa ave? Quantos metros essa ave tem? Vivem quantos anos? Pode gerar quantos ovos por ano? Para concluir: Produzir uma história em quadrinhos baseada no texto.

×