Cláudio manuel da costa

2.931 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.931
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
83
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cláudio manuel da costa

  1. 1. Cláudio Manuel da Costa Nascimento: 5 de junho de 1729 Morte: 4 de julho de 1789
  2. 2. Biografia na circunvizinhança da Cláudio Manuel da Costa nasceu em Minas Gerais, cidade de Mariana, em junho de 1729. Era filho do lavrador e minerador João Gonçalves da Costa e de Teresa Ribeiro de Alvarenga. Depois de iniciar os seus estudos em Vila Rica (Ouro Preto) e cursar filosofia no Rio de Janeiro, seguiu em 1749 para Lisboa e, posteriormente, para Coimbra, onde se formou em Cânones, em 1753. Em Portugal, entrou em contato com as ideais iluministas e iniciou a sua carreira literária publicando, em opúsculos, pelo menos três poemas: "Munúsculo métrico", "Labirinto de Amor" e "Epicédio". De volta ao Brasil, dedicou-se à advocacia, sendo nomeado secretário do governo de Minas Gerais, cargo que ocupou entre 1762 e 1765. A literatura, sua grande paixão, não foi esquecida, e Cláudio Manuel da Costa criou uma academia, a Colônia Ultramarina. Em 1773, adotou o nome árcade de Glauceste Satúrnio. Anos mais tarde, participou, ao lado de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, Inácio José de Alvarenga Peixoto e outros, da Inconfidência Mineira. No dia 4 de julho de 1789, Cláudio Manuel da Costa cometeu suicídio dentro da prisão, embora alguns historiadores afirmem que o poeta foi assassinado. O seu corpo foi encontrado pendente de uma trave.
  3. 3. Influências e características O autor tinha um pseudônimo árcade: Glauceste Satúrnio, o qual era um pastor que se inspirava em sua musa Nise. Contudo, suas poesias ainda apresentavam indícios do Quinhentismo e do Barroco. Em 1773, escreveu seu poema mais eloqüente “Vila Rica”, o qual foi publicado somente após sua morte. Nesse poema há exaltação dos feitos dos bandeirantes, fundadores de diversas cidades da região mineira, além de narrar a história da atual Ouro Preto. O poeta gerou forte influência nas obras dos autores árcades Tomás Antônio Gonzaga e Inácio da Silva Alvarenga, considerado como precursor do Arcadismo brasileiro. Cláudio Manuel produziu poemas com temática pastoril, com estrutura perfeita de soneto, além de trazer reflexões sobre a vida, sobre a moral e sobre o amor. Contemporâneo da Arcádia Lusitana, Cláudio Manuel da Costa foi um poeta de técnica apurada, um escritor que procurou equilibrar a sua forte vocação barroca ao estilo neoclássico. O poeta mineiro também introduziu, em seus textos, elementos locais, descrevendo paisagens e expressando um forte sentimento nacionalista.
  4. 4. Principais Obras  Culto Métrico, 1749.  Munúsculo Métrico,1751. Epicédio, 1753  O Parnaso Obsequioso, 1768  Vila Rica, 1773.  Poesias Manuscritas, 1779.
  5. 5. Trecho do poema Vila Rica, Canto VII O conceito, que pede a autoridade, Necessária se faz uma igualdade De razão e discurso; quem duvida, Que de um cego furor corre impelida A fanática idéia desta gente? Que a todos falta um condutor prudente Que os dirija ao acerto? Quem ignora Que um monstruoso corpo se devora A si mesmo, e converte em seu estrago O que pensa e medita? Ao brando afago Talvez venha ceder: e quando abuse Da brandura, e obstinados se recuse A render ao meu Rei toda a obediência, Então porei em prática a violência; Farei que as armas e o valor contestem O bárbaro atentado; e que detestem A preço do seu sangue a torpe idéia. Vocabulário simples Busca de clareza das ideias Ideias Iluministas
  6. 6. Trechos do Poema Vila Rica “Enfim serás cantada,Vila Rica Teu nome alegre noticia,e já chamava Viva o senado! Viva! Repetia.” “Ito monte,que o longe o eco ouvia. Destes penhascos fez a natureza. O berço, em que nasci .Oh quem cuidara que entre penhas tão duras se criara uma alma terna,um peito sem dureza.” Ideias Iluministas Pastoralismo Bucolismo
  7. 7. Análise do Poema “Vila Rica” O poema “ Vila Rica “ que é composto em prosa paralela, exerce uma função épica. O autor busca clareza de ideias e usa de um vocabulário simples. O poema é composto principalmente por ideais iluministas e um forte sentimento nacionalista. há também grande presença de elementos locais no poema, características do Pastoralismo e o Bucolismo muito comuns aos autores árcades da época.
  8. 8. Bibliografia http://www.brasilescola.com/literatura/claudio-manuel-costa.htm  http://educacao.uol.com.br/biografias/claudio-manuel-da-costa.jhtm  http://pt.wikipedia.org/wiki/Cl%C3%A1udio_Manuel_da_Costa Alunos(a)  Carolina Ferreira Peterle  Bruna Alaína Justino  Jackson

×