Prasys gerenciamento de riscos ágil

228 visualizações

Publicada em

Metodologia objetiva de gerenciamento de riscos para empresas com pouca cultura em planejamento.

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
228
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prasys gerenciamento de riscos ágil

  1. 1. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de GestãoGerenciamento de Riscosem Projetos como Ferramenta de Gestão Carlos Alexandre RechLyra –PMP Consultor em Gerenciamento de Projetos: ⁻Portfólio, Programas, Projetos, Riscos, Construtibilidade e Processos; ⁻Áreas: Construção, O&G, Engª, TI, CFTV-Urb, Telecom, Negócios; ⁻Professor Ger. Projetos (UVA, Estácio, IBEC, UFF, Embratel, Petrobras, Facthum); ⁻Empresas: Promon, Siemens, Telletra, Itaú, Proderj, TJERJ, CET-Rio, URBS-Curitiba, IBM, HP, WBS, Petrobras; ⁻Engenheiro Eletrônico; Telecomunicações; Análise de Sistemas e de Processos. ⁻ABNT/CEE93 -Gestão Projetos, Pgm. e Prtf. -E06/2013 -GT de Ger. de Riscos; ⁻Voluntário -PMI Rio Chapter;
  2. 2. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP•Adaptaçãodos processos de Gerenciamento de Riscos à realidade da organização; •Técnicapara melhoria do desempenhodos projetos; •Evidenciar resultados positivos como Valorpara a organização; •Conseguir a Aderênciae Patrocínioda alta gerência; •Case de metodologia aplicada a uma construtora típica de médio porte. Objetivos
  3. 3. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP
  4. 4. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPPERFILDOGERENCIAMENTODERISCOS Reference: ”PMSURVEY.ORG 2012 Edition. Project Management Institute Chapters. " Mais de 65% das organizações não conseguem terminar metade de seus projetos. Apenas 30% das organizações possuem processos formais de Gerenciamento de Riscos. Contexto Brasil Mais de 60% experimentam problemas nos seus projetos.
  5. 5. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP •Clausulas de riscos inseridas nos contratos; (Lei SarbanesOxley); •Gerenciamento de risco pelo planejamento corporativo do empreendimento; •No nível Operacional: foco na execução e realização das obras (prazo, custo e SMS). Cultura em riscos insipiente. Contexto Corporativo PERFILDOGERENCIAMENTODERISCOS
  6. 6. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPContexto Organizacional -ConstrutoraMedição; PlanejamentoElemento estranho; Gerenciamento de RiscoGerencial“Deixa que a gente resolve!” Problemas? Executor, Tocador de Obras. FocoExecutar para faturar; PERFILDOGERENCIAMENTODERISCOS
  7. 7. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPContexto Contratual •Preço Global; •Serviços de Risco; Contratos •Prazo; •Relatórios periódicos. Escopo •Custo mínimo.Diretriz •Agregar o Gerenciamento de Riscos aos processos de gestão do projeto. DesafioAdicionar Valor à OrganizaçãoPERFILDOGERENCIAMENTODERISCOS
  8. 8. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPDesafio Não tratar os problemas antes que eles aconteçam. Quanto custa isto? Evidenciar o Valor do Gerenciamento de Riscos para a empresa? Contexto CulturalPERFILDOGERENCIAMENTODERISCOS
  9. 9. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP
  10. 10. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPMETODOLOGIADEGERENCIAMENTODERISCOSTeoria x Realidade
  11. 11. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP Duração: 300 dias Atividades: 6.000; Riscos com plano de resposta: 400 Atividades adicionais: 1.200 (>20%); Esforço: 1.200 x 4 Hh= 4.800 Hh= $480.000; Duração = 4.800 /(5 recx 4 horas) = 240 dias (80%); Limite para tratar riscos: 1.800 Hh; Capacidade: 5 recx 4 Hhx 90 dias = 1.800 Hh= $180.000 Limite: Riscos com plano de resposta:150 Adequar o Gerenciamento de Riscos à Capacidade de Tratamento. Equilibrar as ações para Redução das Perdas com a Capacidade dos Recursos disponíveis para tratar os Riscos; METODOLOGIADEGERENCIAMENTODERISCOS
  12. 12. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPModelo de Gerenciamento de Risco do CII METODOLOGIADEGERENCIAMENTODERISCOS
  13. 13. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPBrainstormDirigido; Riscos Globais. Identificação Análise Determinística Qualitativa Análise Determinística Quantitativa Análise Probabilística Execução e Avaliação das AçõesSubjetiva, Tempo A_M_B Lista de Riscos Quantificação; VME –Pré; Plano Resp.; VME –Pós, ΔVME, Ações% Data Contratual; Critic./sensib; Estim., incertezas; Mapeam. riscos. Exec. Ações, ResultadoIndicadores do Projeto. Metodologia de Gerenciamento de Riscos PropostaMETODOLOGIADEGERENCIAMENTODERISCOSPontos de Atenção; Capacidade; Escalas; Limites. Plano
  14. 14. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP
  15. 15. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP QSMS/ Recursos Humanos Estrutura Organizacional/ Financeiro Planejamento/ Risco Administrativo/ Logística Projeto Suprimentos Constr. Civil Montagem Comissiona- mento Atividades de ApoioAtividades Primárias EntregaPontos de Atenção para a Identificação dos Risco e Análise ProbabilísticaCadeia de ValorMETODOLOGIADEGERENCIAMENTODERISCOS
  16. 16. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPEfeitos(Tempo) “Como um resultado de <causa>, pode ocorrer <evento de risco>, o que pode ocasionar <efeito> sobre o(s) objetivo)s do projeto (Prazo).” Definição e Análise Qualitativa dos RiscoIDENTIFICAÇÃOEANÁLISEQUALITATIVADOSRISCOSProbabilidade: MA, A, M, B, MB. Classificação: A, M, B. Avaliação QualitativaEvento de Risco(Incertezas) Causas(Fatos ou Condições) Pontos de AtençãoImpacto: MA, A, M, B, MB.
  17. 17. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP
  18. 18. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP Confiabilidade Evolução do Planejamento e do Caminho CríticoANÁLISEPROBABILÍSTICADOCRONOGRAMA Projeto Entrega 1 Entrega 2 Pacote1.2 Pacote2.1 Pacote1.1 •Atividade 1.1.1 •Atividade 1.1.2 •Atividade 1.1.3
  19. 19. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPCONFIABILIDADEDOCRONOGRAMAANÁLISEPROBABILÍSTICADOCRONOGRAMA
  20. 20. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPATIVIDADESDEMAIORSENSIBILIDADEANÁLISEPROBABILÍSTICADOCRONOGRAMA
  21. 21. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPANÁLISEDASATIVIDADSDOCAMINHOCRÍTICOESTOCÁSTICO Análise das atividades de maior sensibilidadeANÁLISEPROBABILÍSTICADOCRONOGRAMAAtividade de maior sensibilidade Riscos Identificados
  22. 22. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP
  23. 23. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPEfeitosAvaliação QuantitativaIDENTIFICAÇÃOEANÁLISEQUALITATIVADOSRISCOSProbabilidade (%): 10 -25 -... –80Impacto (dias): 5 –10 -... –45Avaliação QuantitativaEvento de Risco(Incertezas)Causas Investigação; Potencializadores; Hierarquia; Origem. Valor Monet. ($): 0,3 –... –1,2 M Gatilhos; Especificação; Quantificação; Destino. VME ($): 0,3≤ 0,6≤ 1,0 M
  24. 24. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPANÁLISEQUANTITATIVADOSRISCOS Critérios contratuais para avaliação dos riscos IMPACTO PRAZO: Prazo do contrato: 900 dc Qualitativa Pontuação Aumento no prazo** Quantitativo (dia) MA 0,5 > 5,0%45 A 0,4 >= 3,0%27 M 0,3 >= 1,0%9 B 0,2 >= 0,5%5 MB 0,1 < 0,5%5 PROBABILIDADE Qualificação Pontuação % MA 0,580 A 0,470 M 0,350 B 0,225 MB 0,110 NÍVEL DO RISCO(VME) = $1.728.000 x 70% = $1.209.600 IMPACTO Impacto no Prazo = A –0,4 ->27 dias Custo = 100 H’s x $80/Hh x 8,0 h/dia = $64.000/dia x 27 dias = $1.728.000 + maq + multa + perdas + retrabalho Limites para VME Pré Classif. Pontuação Limites Estratégia B ≤ 0,05 360.000 Aceitar M ≤ 0,11 1.000.000 Observar A > 0,11 1.000.000 Tratar Probabilidade A = 0,4 = 70%
  25. 25. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP Avaliação PréMitigação Avaliação Pós Mitigação Plano de Respostas Evento Causas Pl. Ações Atraso Pós Impacto $ Pós Esforço Hh Custo Plano Impacto $ Pós Total % Pós VME Pós Redução ΔVME Pós Evento 3 Causa 2 Causa 4 Pl. Ação 2 Pl. Ação 4 M = 12 1.116.000 500 50.000 1.166.000 10 116.600 1.371.400 Evento 5 Causa 1 Pl. Ação 1 A =30 2.790.000 6.000 600.000 3.390.000 70 2.373.000 882.000 Evento Causas Efeitos Controles Atraso Pré Impacto $ Pré % Pré VME Pré Evento 1 Causa 1 Causa2 Efeito 1 Efeito2 Controle 1 Controle2 M = 15 1.350.000 B=25 337.000 Evento 2 Causa 3 Efeito 3 Controle 3 A = 30 2.700.000 M=25 675.000 Evento 3 Causa 2 Causa 4 Efeito 2 Efeito 4 Controle 2 Controle 4 M = 20 1.860.000 MA=80 1.488.000 Evento 5 Causa 1 Efeito 1 Controle 1 MA = 50 4.650.000 A=70 3.255.000Classificação dos Riscos pelo Valor da Redução do VME
  26. 26. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP
  27. 27. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP InternaCausas Plano de ContingênciaEvidenciar, diligenciar Mitigar, eliminarTransferir, diligenciarControles PreventivosOrigemControles CorretivosEvento de RiscoEfeitosTRATAMENTODOSRISCOSEstratégias Externa Cliente Negociação Pleito
  28. 28. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMP Identificação (Porquê ?) Ação Corretiva (como?) Física (imediata) Pode ocorrer o evento? Efeitos físicas (imediata); Processo (básica) Pode ocorrer a causa física? Falhas dos processos; Organizacional (controle) Pode o processo pode falhar? Políticas organizacionais; Efeito Evento 1Causa Evento 2 Evento nTRATAMENTODOSRISCOSEfeitos Comuns dos Riscos
  29. 29. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPTRATAMENTODOSRISCOS Processos de Gestão do ProjetoResp.AçõesPl. Resp.EvidênciasPrazoIndicador do projetoÍndice A Ação 2.1 Pl. Resp2 Evid.2.1 .. /... / ... Redução de Não conformidade; Ação 2.3 Pl. Resp2 Evid. 2.3 .. /.. / ... Aumento do BAD; B Ação 2.2 Pl. Resp2 Evid. 2.2 .. /... / ... Aumento % data contratual; Ação 1.1 Pl. Resp1 Evid. 1.1 .. /... / ... Aumento do TIR; C Ação 4.1 Pl. Resp4 Evid. 4.1 .. /... / ... Redução de atraso nas entregas; Ação 1.2 Pl. Resp1 Evid. 1.2 .. /... / ... Redução rejeição das entregas; Execução e Avaliação das Ações Ações Indicadores do Projeto Plano de Resposta Resultados
  30. 30. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPRESUMO Sincronicidadecom a organização; Pontos de Atenção da Cadeia de Valor (Identificação dos Riscos e Análise Probabilística); Foco nas atividades do Caminho Crítico (Estimativas estocásticas); Análise das atividades de maior sensibilidade; Riscos das atividades de maior sensibilidade; Avaliação Quantitativa pela Redução do VME dos Riscos; Inclusão das Ações dos Planos de Respostas nos processos de Gestão do projeto; Avaliação pelos indicadores de desempenho do Contrato. Retrospectiva
  31. 31. Gerenciamento de Riscos em Projetos como Ferramenta de Gestão Alexandre Lyra -PMPObrigado Carlos Alexandre RechLyra -PMP alyra@prasys.com.brhttp://br.linkedin.com/pub/carlos-alexandre-rech-lyra-pmp/1/748/a76/ 55 21 9973 9243

×