SlideShare uma empresa Scribd logo

Eletricidade predial simbologiav2

Eletricidade predial

1 de 23
Instalações Eléctricas de BT
Carlos Eduardo do Vale Melo
http://carlosvmelo.wordpress.com
@carlosvmelo
Instalações Eléctricas de BT
Uma instalação elétrica é definida pelo
conjunto de materiais e componentes eléctricos
essenciais ao funcionamento de um circuito ou
sistema eléctrico.
Simbologia e Convenções
Simbologia e Convenções
Simbologia e Convenções
Simbologia e Convenções

Recomendados

Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardo
Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardoEletricista predial previsão de carga-carlos eduardo
Eletricista predial previsão de carga-carlos eduardoCarlos Melo
 
Construção de Redes de Distribuição
Construção de Redes de DistribuiçãoConstrução de Redes de Distribuição
Construção de Redes de DistribuiçãoMoisés Gomes de Lima
 
Instalações elétricas prática - SENAI
Instalações elétricas   prática - SENAIInstalações elétricas   prática - SENAI
Instalações elétricas prática - SENAILeonardo Chaves
 
Projetos elétricos residenciais - Completo
Projetos elétricos residenciais  - CompletoProjetos elétricos residenciais  - Completo
Projetos elétricos residenciais - CompletoSala da Elétrica
 
Noções básicas de instalações elétricas prediais
Noções básicas de instalações elétricas prediaisNoções básicas de instalações elétricas prediais
Noções básicas de instalações elétricas prediaisRone Sousa
 
Levantamento de carga
Levantamento de cargaLevantamento de carga
Levantamento de cargaCarlos Melo
 
Apostila CEFET - Instalações Elétricas
Apostila CEFET - Instalações ElétricasApostila CEFET - Instalações Elétricas
Apostila CEFET - Instalações ElétricasFermi Xalegre
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Elementos de subestação
Elementos de subestaçãoElementos de subestação
Elementos de subestaçãoRafael Silveira
 
Redes e Subestação de Energia Iª PARTE
Redes e Subestação de Energia Iª PARTERedes e Subestação de Energia Iª PARTE
Redes e Subestação de Energia Iª PARTEAdão manuel Gonga
 
Manual do-eletricista-residencial
Manual do-eletricista-residencialManual do-eletricista-residencial
Manual do-eletricista-residencialallan
 
Projeto exemplo - instalação elétrica residencial e predial
Projeto exemplo - instalação elétrica residencial e predialProjeto exemplo - instalação elétrica residencial e predial
Projeto exemplo - instalação elétrica residencial e predialRICARDO TAMIETTI
 
Dispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Dispositivos Utilizados em Comandos ElétricosDispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Dispositivos Utilizados em Comandos ElétricosJadson Caetano
 
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencialGuia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencialRanieri Abrantes Sarmento
 
Memorial de calculo de carga instalada e demanda
Memorial de calculo de carga instalada e demandaMemorial de calculo de carga instalada e demanda
Memorial de calculo de carga instalada e demandaPaulo H Bueno
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_ii
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iiInstalações elétricas industriais_slides_parte_ii
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iiJeziel Rodrigues
 
Dispositivos de Comandos elétricos
Dispositivos de Comandos elétricosDispositivos de Comandos elétricos
Dispositivos de Comandos elétricosEduardo Sacomano
 
SegurançA Em InstalaçõEs E ServiçOs Com Eletricidade Mod I
SegurançA Em InstalaçõEs E ServiçOs Com Eletricidade     Mod ISegurançA Em InstalaçõEs E ServiçOs Com Eletricidade     Mod I
SegurançA Em InstalaçõEs E ServiçOs Com Eletricidade Mod ISantos de Castro
 
Projetos elétricos residenciais - Palestra 1 de 4
Projetos elétricos residenciais - Palestra 1 de 4Projetos elétricos residenciais - Palestra 1 de 4
Projetos elétricos residenciais - Palestra 1 de 4Sala da Elétrica
 
Regras e projetos de instalação de quadros elétricos
Regras e projetos de instalação de quadros elétricosRegras e projetos de instalação de quadros elétricos
Regras e projetos de instalação de quadros elétricosClaudio Arkan
 
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.pptNR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.pptTalmom Taciano
 

Mais procurados (20)

Elementos de subestação
Elementos de subestaçãoElementos de subestação
Elementos de subestação
 
Aula disjuntor
Aula disjuntorAula disjuntor
Aula disjuntor
 
Redes e Subestação de Energia Iª PARTE
Redes e Subestação de Energia Iª PARTERedes e Subestação de Energia Iª PARTE
Redes e Subestação de Energia Iª PARTE
 
Manual do-eletricista-residencial
Manual do-eletricista-residencialManual do-eletricista-residencial
Manual do-eletricista-residencial
 
Projeto exemplo - instalação elétrica residencial e predial
Projeto exemplo - instalação elétrica residencial e predialProjeto exemplo - instalação elétrica residencial e predial
Projeto exemplo - instalação elétrica residencial e predial
 
Maquinas eletricas senai
Maquinas eletricas senaiMaquinas eletricas senai
Maquinas eletricas senai
 
Dispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Dispositivos Utilizados em Comandos ElétricosDispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Dispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
 
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencialGuia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
Guia orientativo para elaboracao de projeto eletrico residencial
 
Memorial de calculo de carga instalada e demanda
Memorial de calculo de carga instalada e demandaMemorial de calculo de carga instalada e demanda
Memorial de calculo de carga instalada e demanda
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_ii
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iiInstalações elétricas industriais_slides_parte_ii
Instalações elétricas industriais_slides_parte_ii
 
Dispositivos de Comandos elétricos
Dispositivos de Comandos elétricosDispositivos de Comandos elétricos
Dispositivos de Comandos elétricos
 
Cpfl normas
Cpfl normasCpfl normas
Cpfl normas
 
Nr10 conceitos cp2
Nr10 conceitos cp2Nr10 conceitos cp2
Nr10 conceitos cp2
 
Comissionamento de Subestacoes
Comissionamento de SubestacoesComissionamento de Subestacoes
Comissionamento de Subestacoes
 
SegurançA Em InstalaçõEs E ServiçOs Com Eletricidade Mod I
SegurançA Em InstalaçõEs E ServiçOs Com Eletricidade     Mod ISegurançA Em InstalaçõEs E ServiçOs Com Eletricidade     Mod I
SegurançA Em InstalaçõEs E ServiçOs Com Eletricidade Mod I
 
Aula 1(1)
Aula 1(1)Aula 1(1)
Aula 1(1)
 
Projetos elétricos residenciais - Palestra 1 de 4
Projetos elétricos residenciais - Palestra 1 de 4Projetos elétricos residenciais - Palestra 1 de 4
Projetos elétricos residenciais - Palestra 1 de 4
 
Manual de Instalação Elétrica
Manual de Instalação ElétricaManual de Instalação Elétrica
Manual de Instalação Elétrica
 
Regras e projetos de instalação de quadros elétricos
Regras e projetos de instalação de quadros elétricosRegras e projetos de instalação de quadros elétricos
Regras e projetos de instalação de quadros elétricos
 
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.pptNR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
 

Destaque

Instalações prediais 2015 carlos eduardov3
Instalações prediais 2015 carlos eduardov3Instalações prediais 2015 carlos eduardov3
Instalações prediais 2015 carlos eduardov3Carlos Melo
 
Dimensionamento tomadas
Dimensionamento tomadasDimensionamento tomadas
Dimensionamento tomadasCarlos Melo
 
Pesquisa_accenture
Pesquisa_accenturePesquisa_accenture
Pesquisa_accentureCarlos Melo
 
Sistemas flexíveis de manufatura aula2
Sistemas flexíveis de manufatura   aula2Sistemas flexíveis de manufatura   aula2
Sistemas flexíveis de manufatura aula2Carlos Melo
 
Nr 10-carlos-melo
Nr 10-carlos-meloNr 10-carlos-melo
Nr 10-carlos-meloCarlos Melo
 
Prova segurança de redes
Prova segurança de redesProva segurança de redes
Prova segurança de redesCarlos Melo
 
Configurando servidor web https no apache2 ed
Configurando servidor web https no apache2 edConfigurando servidor web https no apache2 ed
Configurando servidor web https no apache2 edCarlos Melo
 
Segurança autenticação apache -ppt
Segurança autenticação apache -pptSegurança autenticação apache -ppt
Segurança autenticação apache -pptCarlos Melo
 
Fraudes eletrônicas segurança de redes -ppt
Fraudes eletrônicas   segurança de redes -pptFraudes eletrônicas   segurança de redes -ppt
Fraudes eletrônicas segurança de redes -pptCarlos Melo
 
SENAI - Segurança firewall
SENAI - Segurança   firewall SENAI - Segurança   firewall
SENAI - Segurança firewall Carlos Melo
 
E cap 5- divisão da instalação em circuitos
E cap 5- divisão da instalação em circuitosE cap 5- divisão da instalação em circuitos
E cap 5- divisão da instalação em circuitosAndré Felipe
 
Dicas instalações elétricas prediais - residenciais
Dicas   instalações elétricas prediais - residenciaisDicas   instalações elétricas prediais - residenciais
Dicas instalações elétricas prediais - residenciaisFermi Xalegre
 
Curso LIDE - Leitura e Interpretação de Diagramas Elétricos
Curso LIDE - Leitura e Interpretação de Diagramas ElétricosCurso LIDE - Leitura e Interpretação de Diagramas Elétricos
Curso LIDE - Leitura e Interpretação de Diagramas ElétricosSala da Elétrica
 
Ete projetos elétricos 2
Ete projetos elétricos 2Ete projetos elétricos 2
Ete projetos elétricos 2Carlos Melo
 
Engenharia social senai - ppt
Engenharia social senai - pptEngenharia social senai - ppt
Engenharia social senai - pptCarlos Melo
 
Sistemas operacionais de redes sambacomo pdc
Sistemas operacionais de redes sambacomo pdcSistemas operacionais de redes sambacomo pdc
Sistemas operacionais de redes sambacomo pdcCarlos Melo
 

Destaque (20)

Instalações prediais 2015 carlos eduardov3
Instalações prediais 2015 carlos eduardov3Instalações prediais 2015 carlos eduardov3
Instalações prediais 2015 carlos eduardov3
 
Dimensionamento tomadas
Dimensionamento tomadasDimensionamento tomadas
Dimensionamento tomadas
 
Pesquisa_accenture
Pesquisa_accenturePesquisa_accenture
Pesquisa_accenture
 
Abnt 2011
Abnt 2011Abnt 2011
Abnt 2011
 
Sistemas flexíveis de manufatura aula2
Sistemas flexíveis de manufatura   aula2Sistemas flexíveis de manufatura   aula2
Sistemas flexíveis de manufatura aula2
 
Perguntas nr10
Perguntas nr10Perguntas nr10
Perguntas nr10
 
Nr 10-carlos-melo
Nr 10-carlos-meloNr 10-carlos-melo
Nr 10-carlos-melo
 
Prova segurança de redes
Prova segurança de redesProva segurança de redes
Prova segurança de redes
 
Configurando servidor web https no apache2 ed
Configurando servidor web https no apache2 edConfigurando servidor web https no apache2 ed
Configurando servidor web https no apache2 ed
 
Segurança autenticação apache -ppt
Segurança autenticação apache -pptSegurança autenticação apache -ppt
Segurança autenticação apache -ppt
 
Apostila projetos elétricos 2015 1
Apostila projetos elétricos 2015 1Apostila projetos elétricos 2015 1
Apostila projetos elétricos 2015 1
 
Fraudes eletrônicas segurança de redes -ppt
Fraudes eletrônicas   segurança de redes -pptFraudes eletrônicas   segurança de redes -ppt
Fraudes eletrônicas segurança de redes -ppt
 
SENAI - Segurança firewall
SENAI - Segurança   firewall SENAI - Segurança   firewall
SENAI - Segurança firewall
 
E cap 5- divisão da instalação em circuitos
E cap 5- divisão da instalação em circuitosE cap 5- divisão da instalação em circuitos
E cap 5- divisão da instalação em circuitos
 
Dicas instalações elétricas prediais - residenciais
Dicas   instalações elétricas prediais - residenciaisDicas   instalações elétricas prediais - residenciais
Dicas instalações elétricas prediais - residenciais
 
Curso LIDE - Leitura e Interpretação de Diagramas Elétricos
Curso LIDE - Leitura e Interpretação de Diagramas ElétricosCurso LIDE - Leitura e Interpretação de Diagramas Elétricos
Curso LIDE - Leitura e Interpretação de Diagramas Elétricos
 
Ete projetos elétricos 2
Ete projetos elétricos 2Ete projetos elétricos 2
Ete projetos elétricos 2
 
Engenharia social senai - ppt
Engenharia social senai - pptEngenharia social senai - ppt
Engenharia social senai - ppt
 
Sistemas operacionais de redes sambacomo pdc
Sistemas operacionais de redes sambacomo pdcSistemas operacionais de redes sambacomo pdc
Sistemas operacionais de redes sambacomo pdc
 
Proftpd
ProftpdProftpd
Proftpd
 

Semelhante a Eletricidade predial simbologiav2

Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1Keila Guedes
 
Apostila comandos eletricos
Apostila comandos eletricosApostila comandos eletricos
Apostila comandos eletricosMarcelo Pozati
 
Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1andydurdem
 
Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1andydurdem
 
04_elementosdesubestao-130123052021-phpapp01.pdf
04_elementosdesubestao-130123052021-phpapp01.pdf04_elementosdesubestao-130123052021-phpapp01.pdf
04_elementosdesubestao-130123052021-phpapp01.pdfOlney joner
 
Instalações elétricas comerciais
Instalações elétricas comerciaisInstalações elétricas comerciais
Instalações elétricas comerciaisAnderson Rodrigues
 
Aula 01 e 02 - Sistemas Elétricos - Introdução.pptx
Aula 01 e 02 - Sistemas Elétricos - Introdução.pptxAula 01 e 02 - Sistemas Elétricos - Introdução.pptx
Aula 01 e 02 - Sistemas Elétricos - Introdução.pptxRafaelFranco466245
 
Comados eletricos.pdf
Comados eletricos.pdfComados eletricos.pdf
Comados eletricos.pdfMrioCouto1
 
Manual de instala__es_el_tricas_2_1
Manual de instala__es_el_tricas_2_1Manual de instala__es_el_tricas_2_1
Manual de instala__es_el_tricas_2_1Ueslei Santos
 
INSTALA%C3%87%C3%95ES EL%C3%89TRICAS RESIDENCIAIS PARTE 2.pdf
INSTALA%C3%87%C3%95ES EL%C3%89TRICAS RESIDENCIAIS PARTE 2.pdfINSTALA%C3%87%C3%95ES EL%C3%89TRICAS RESIDENCIAIS PARTE 2.pdf
INSTALA%C3%87%C3%95ES EL%C3%89TRICAS RESIDENCIAIS PARTE 2.pdfCristianoNardesPause1
 
Apostila instalações eletricas residenciais
Apostila   instalações eletricas residenciaisApostila   instalações eletricas residenciais
Apostila instalações eletricas residenciaisJarbas Rossatto
 
Curso tecnico eletromecanica
Curso tecnico eletromecanicaCurso tecnico eletromecanica
Curso tecnico eletromecanicaLuiz Henrique
 

Semelhante a Eletricidade predial simbologiav2 (20)

Instalacoes eletricas 1
Instalacoes eletricas 1Instalacoes eletricas 1
Instalacoes eletricas 1
 
PRA NS 6019.pdf
PRA NS 6019.pdfPRA NS 6019.pdf
PRA NS 6019.pdf
 
Apostila comandos eletricos
Apostila comandos eletricosApostila comandos eletricos
Apostila comandos eletricos
 
Comandos eletr
Comandos eletrComandos eletr
Comandos eletr
 
Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1
 
Apostila comandos eletricos
Apostila comandos eletricosApostila comandos eletricos
Apostila comandos eletricos
 
Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1
 
Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1Apostila comandos eletricos1
Apostila comandos eletricos1
 
04_elementosdesubestao-130123052021-phpapp01.pdf
04_elementosdesubestao-130123052021-phpapp01.pdf04_elementosdesubestao-130123052021-phpapp01.pdf
04_elementosdesubestao-130123052021-phpapp01.pdf
 
Instalações elétricas comerciais
Instalações elétricas comerciaisInstalações elétricas comerciais
Instalações elétricas comerciais
 
Aula 01 e 02 - Sistemas Elétricos - Introdução.pptx
Aula 01 e 02 - Sistemas Elétricos - Introdução.pptxAula 01 e 02 - Sistemas Elétricos - Introdução.pptx
Aula 01 e 02 - Sistemas Elétricos - Introdução.pptx
 
Comados eletricos.pdf
Comados eletricos.pdfComados eletricos.pdf
Comados eletricos.pdf
 
Subesta o
Subesta  oSubesta  o
Subesta o
 
Manual de instala__es_el_tricas_2_1
Manual de instala__es_el_tricas_2_1Manual de instala__es_el_tricas_2_1
Manual de instala__es_el_tricas_2_1
 
Manual pirelli_Parte_2.pdf
Manual pirelli_Parte_2.pdfManual pirelli_Parte_2.pdf
Manual pirelli_Parte_2.pdf
 
INSTALA%C3%87%C3%95ES EL%C3%89TRICAS RESIDENCIAIS PARTE 2.pdf
INSTALA%C3%87%C3%95ES EL%C3%89TRICAS RESIDENCIAIS PARTE 2.pdfINSTALA%C3%87%C3%95ES EL%C3%89TRICAS RESIDENCIAIS PARTE 2.pdf
INSTALA%C3%87%C3%95ES EL%C3%89TRICAS RESIDENCIAIS PARTE 2.pdf
 
Prismian
PrismianPrismian
Prismian
 
Apostila instalações eletricas residenciais
Apostila   instalações eletricas residenciaisApostila   instalações eletricas residenciais
Apostila instalações eletricas residenciais
 
Comandos eléctricos
Comandos eléctricosComandos eléctricos
Comandos eléctricos
 
Curso tecnico eletromecanica
Curso tecnico eletromecanicaCurso tecnico eletromecanica
Curso tecnico eletromecanica
 

Mais de Carlos Melo

Gestão de projetos introduçao
Gestão de projetos introduçaoGestão de projetos introduçao
Gestão de projetos introduçaoCarlos Melo
 
Roteiro da aula prática de sexta à tarde
Roteiro da aula prática de sexta à tardeRoteiro da aula prática de sexta à tarde
Roteiro da aula prática de sexta à tardeCarlos Melo
 
5a.aulacapacitor
5a.aulacapacitor5a.aulacapacitor
5a.aulacapacitorCarlos Melo
 
Atividade final acionamentos
Atividade final   acionamentosAtividade final   acionamentos
Atividade final acionamentosCarlos Melo
 
Questões clp-automação
Questões clp-automaçãoQuestões clp-automação
Questões clp-automaçãoCarlos Melo
 
Apresentação12
Apresentação12Apresentação12
Apresentação12Carlos Melo
 
Gestão da manutenção os 2
Gestão da manutenção os 2Gestão da manutenção os 2
Gestão da manutenção os 2Carlos Melo
 
Gestão da manutenção os 1
Gestão da manutenção os 1Gestão da manutenção os 1
Gestão da manutenção os 1Carlos Melo
 
Desenho técnico cap1
Desenho técnico   cap1Desenho técnico   cap1
Desenho técnico cap1Carlos Melo
 
Eletrônica básica
Eletrônica básicaEletrônica básica
Eletrônica básicaCarlos Melo
 
Analise de circuito indutores
Analise de circuito   indutoresAnalise de circuito   indutores
Analise de circuito indutoresCarlos Melo
 
Notas ete jags - destec
Notas ete   jags - destecNotas ete   jags - destec
Notas ete jags - destecCarlos Melo
 
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12Carlos Melo
 
Recuperação descrição
Recuperação   descriçãoRecuperação   descrição
Recuperação descriçãoCarlos Melo
 
Uc3.desenho técnico aplicado_a_eletromecânica (1)
Uc3.desenho técnico aplicado_a_eletromecânica (1)Uc3.desenho técnico aplicado_a_eletromecânica (1)
Uc3.desenho técnico aplicado_a_eletromecânica (1)Carlos Melo
 

Mais de Carlos Melo (20)

Treinamento 1
Treinamento 1Treinamento 1
Treinamento 1
 
Zener
ZenerZener
Zener
 
Gestão de projetos introduçao
Gestão de projetos introduçaoGestão de projetos introduçao
Gestão de projetos introduçao
 
Capacitancia
CapacitanciaCapacitancia
Capacitancia
 
Roteiro da aula prática de sexta à tarde
Roteiro da aula prática de sexta à tardeRoteiro da aula prática de sexta à tarde
Roteiro da aula prática de sexta à tarde
 
5a.aulacapacitor
5a.aulacapacitor5a.aulacapacitor
5a.aulacapacitor
 
Atividade final acionamentos
Atividade final   acionamentosAtividade final   acionamentos
Atividade final acionamentos
 
Questões clp-automação
Questões clp-automaçãoQuestões clp-automação
Questões clp-automação
 
Apresentação12
Apresentação12Apresentação12
Apresentação12
 
Pneumática
PneumáticaPneumática
Pneumática
 
Gestão da manutenção os 2
Gestão da manutenção os 2Gestão da manutenção os 2
Gestão da manutenção os 2
 
Gestão da manutenção os 1
Gestão da manutenção os 1Gestão da manutenção os 1
Gestão da manutenção os 1
 
Desenho técnico cap1
Desenho técnico   cap1Desenho técnico   cap1
Desenho técnico cap1
 
Eletrônica básica
Eletrônica básicaEletrônica básica
Eletrônica básica
 
Analise de circuito indutores
Analise de circuito   indutoresAnalise de circuito   indutores
Analise de circuito indutores
 
Notas ete jags - destec
Notas ete   jags - destecNotas ete   jags - destec
Notas ete jags - destec
 
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
 
Recuperação descrição
Recuperação   descriçãoRecuperação   descrição
Recuperação descrição
 
Recuperação 1
Recuperação 1Recuperação 1
Recuperação 1
 
Uc3.desenho técnico aplicado_a_eletromecânica (1)
Uc3.desenho técnico aplicado_a_eletromecânica (1)Uc3.desenho técnico aplicado_a_eletromecânica (1)
Uc3.desenho técnico aplicado_a_eletromecânica (1)
 

Último

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 

Eletricidade predial simbologiav2

  • 1. Instalações Eléctricas de BT Carlos Eduardo do Vale Melo http://carlosvmelo.wordpress.com @carlosvmelo
  • 2. Instalações Eléctricas de BT Uma instalação elétrica é definida pelo conjunto de materiais e componentes eléctricos essenciais ao funcionamento de um circuito ou sistema eléctrico.
  • 11. Esquemas Fundamentais de Ligações das Instalações Elétricas 1. Comando simples Um único interruptor accionando um ou mais pontos de luz. Deve-se observar a corrente máxima suportada pelo interruptor para o accionamento de mais de um ponto. Diagrama esquemático
  • 12. Comando de duas seções Um interruptor accionando um conjunto de um ou mais pontos de luz. Deve-se observar a corrente máxima suportada pelo interruptor para accionamento de vários pontos. Diagrama esquemático
  • 13. Comando Three-Way Comando que utiliza dois interruptores de modo a accionar um ponto ou conjunto de pontos de locais distintos. Usualmente utilizado em escadas, corredores de tamanho médio, salas compridas, etc. Diagrama esquemático
  • 14. Comando Four-Way O comando four-way é utilizado de maneira similar ao three- way. Entretanto, é possível acionar um mesmo ponto ou um conjunto de pontos de luz a partir de n locais. A configuração para este circuito de comando utiliza 2 interruptores three-way e n – 2 interruptores four-way. Diagrama esquemático
  • 15. Tecnologia em materiais eléctricos Além das tomadas e interruptores expostos anteriormente, devem ser levados em conta outros materiais eléctricos para o projecto de instalações. É de fundamental importância verificar o tipo de instalação dos eléctrodos e caixas estampadas (embutidos ou expostos)
  • 16. Eletrôdos e materiais acessórios São considerados eléctrodos apenas ductos resistentes à constituição mecânica e não propagadores de chamas. Podem ser classificados como: • Rígidos – Metálicos – Plásticos (PVC) • Flexíveis – Metálicos – Plásticos • Especiais – Fibro-cimento – Ferro galvanizado – Etc.
  • 17. Caixas estampadas São caixas utilizadas para colocação de interruptores e tomadas. Servem ainda para conter derivações e emendas e como caixas de passagem. Podem ser de: • 5x10cm (2x4 pol): • 25 Ou 10x10cm (4x4 pol):
  • 18. Caixa octogonal (ponto de luz) São caixas próprias para a utilização como pontos de luz. Algumas delas possuem fundo móvel, possibilitando a fixação de eléctrodos. Servem ainda como caixas de passagens e para conter emendas e derivações.
  • 19. Disjuntores Dispositivos de protecção e interrupção eventual de circuitos. Mais detalhes serão dados na etapa de dimensionamento de disjuntores. Podem ser monopolares, bipolares ou tripolares, de acordo com o número de fases do circuito.
  • 20. Disjuntores • Existem ainda os dispositivos Diferenciais Residuais (DR). Eles podem ser interruptores ou disjuntores. Mais detalhes na seção de dimensionamento de disjuntores.
  • 21. Divisão de circuitos Circuito é o conjunto de equipamentos e condutores eléctricos ligados ao mesmo dispositivo de protecção Elementos de circuitos 1. Quadro de Distribuição de Circuitos (QDC): Componente da instalação que recebe os condutores oriundos do quadro de medição. Nele também se encontram os dispositivos de protecção.
  • 22. .
  • 23. Disjuntores: Dispositivos electromecânicos de protecção e seccionamento de circuitos. Esta protecção pode estar relacionada com sobrecorrentes ou correntes de faltas. Uma sobrecorrente é uma corrente eléctrica cujo valor excede, em pequena escala, o valor da corrente nominal ou valor normal de funcionamento do equipamento. Condutores: São os elementos de ligação entre o QDC e os pontos de luz ou de tomada, bem como entre interruptores e pontos de luz. Pontos de luz, e de tomadas são, ainda, partes constituintes de um circuito.