“ Os meus desenhos inspiram mas não devem ser definidos. Não determinam coisa alguma. Tal como a música, eles nos conduzem...
<ul><li>1840  - Nasceu em Bordeaux a 20 de Abril; </li></ul><ul><li>Passou a sua infância em Peyrelebade, ao cuidado de um...
<ul><li>1864  – Matriculou-se na Escola de Belas-Artes de Paris, cidade para onde foi viver, vindo mais tarde a abandonar ...
<ul><li>1884  -  Huysmans (escritor) publicou o seu romance  “  À Rebours ”, no qual se baseia na personalidade de Redon e...
<ul><li>1894 e 1895  - Sofre uma séria doença que aparentemente foi um “divisor de águas em sua vida”; </li></ul><ul><li>1...
<ul><li>1ª Fase </li></ul><ul><li>Utilização maioritariamente de carvão; </li></ul><ul><li>Monocromatismo (utilização de u...
<ul><li>2ª Fase </li></ul><ul><li>Utilização de pastel e tinta de óleo; </li></ul><ul><li>Utilização de cor, de um colorid...
<ul><li>1ª Fase </li></ul><ul><li>Cenas misteriosas e imaginárias; </li></ul><ul><li>Paisagens e estudos florais; </li></u...
<ul><li>2ª Fase </li></ul><ul><li>Retratos; </li></ul><ul><li>Nus; </li></ul><ul><li>Mitológicos; </li></ul><ul><li>Paisag...
<ul><li>“ Aranha “, carvão - 49,5 X 37,5 cm  </li></ul><ul><li>1881 </li></ul>
<ul><li>“ Le Juré – O sonho termina com a morte” , 1887 </li></ul><ul><li>Litogravura, 23,8 x 18,7 cm. Biblioteca Nacional...
<ul><li>“ O Buda” – 1905 </li></ul><ul><li>pastel sobre papel  </li></ul><ul><li>- 98 X 93 cm </li></ul>
<ul><li>“ Ophelia”, c. 1900-1905 </li></ul><ul><li>Pastel em papel, 50.5 x </li></ul><ul><li>67.3 cm </li></ul>
<ul><li>Jeanne d’Arc – (1412  - 1431) </li></ul><ul><li>Pastel sobre tela, 27,5 x 52 cm. </li></ul><ul><li>Museu d’Orsay, ...
<ul><li>“ Oannès”, 1907 </li></ul><ul><li>Óleo sobre madeira 65 x 50 cm </li></ul>
<ul><li>“ Eu amo a natureza em todas as suas </li></ul><ul><li>formas, eu amo-a desde a </li></ul><ul><li>menor lâmina de ...
<ul><li>Catarina Reis, nº12 – 11ºF; </li></ul>Escola Secundária da Portela
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Odilon Redon

1.622 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pela Catarina Reis no âmbito da disciplina de História da Cultura e das Artes da Escola Secundária da Portela no ano lectivo de 2010/2011.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.622
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
119
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Odilon Redon

  1. 1. “ Os meus desenhos inspiram mas não devem ser definidos. Não determinam coisa alguma. Tal como a música, eles nos conduzem ao mundo do ambíguo e do indeterminado.”
  2. 2. <ul><li>1840 - Nasceu em Bordeaux a 20 de Abril; </li></ul><ul><li>Passou a sua infância em Peyrelebade, ao cuidado de um tio; </li></ul><ul><li>Ao longo da adolescência produziu desenhos e gravuras a carvão, com temas algo macabros, tendo sido Stanislas Gorin a inicia-lo no desenho; </li></ul><ul><li>1861 – Conheceu o notável botânico Armand Clavaud; </li></ul>
  3. 3. <ul><li>1864 – Matriculou-se na Escola de Belas-Artes de Paris, cidade para onde foi viver, vindo mais tarde a abandonar a escola; </li></ul><ul><li>1874 – Morte de seu pai. Tornou-se visitante assíduo do Salão de Madame de Rayssac; </li></ul><ul><li>A partir de 1875 começou a ganhar maior reconhecimento; </li></ul><ul><li>1879 – Produziu o seu primeiro álbum de litogravuras: “Em Sonho”; </li></ul><ul><li>1880 – Casou com Camille Falte; </li></ul><ul><li>1881 e 1882 - Fez duas pequenas exposições dos seus desenhos a carvão; </li></ul>
  4. 4. <ul><li>1884 - Huysmans (escritor) publicou o seu romance “ À Rebours ”, no qual se baseia na personalidade de Redon e nos seus desenhos. Fundou com Gaugin e Seurat o ”Salão dos Independentes”. Participou nas exposições do grupo Le XX, em Bruxelas; </li></ul><ul><li>1886 – Seu filho Jean, de 6 meses, falece; </li></ul><ul><li>1890 – Influenciado por Gauguin, deu início a uma nova carreira como colorista, produzindo pastéis e pinturas em cores vivas. Passa por uma espécie de crise religiosa; </li></ul>
  5. 5. <ul><li>1894 e 1895 - Sofre uma séria doença que aparentemente foi um “divisor de águas em sua vida”; </li></ul><ul><li>1897 – Nascimento do seu filho Arï; </li></ul><ul><li>1903 – Foi agraciado com a Legião de Honra; </li></ul><ul><li>1904 – Exposição dedicada à sua obra, no Salão de Outono; </li></ul><ul><li>1916 – Falece a 6 de Julho; </li></ul>
  6. 6. <ul><li>1ª Fase </li></ul><ul><li>Utilização maioritariamente de carvão; </li></ul><ul><li>Monocromatismo (utilização de uma única cor); </li></ul><ul><li>Utilização de claro-escuro e do “sfumato”; </li></ul>
  7. 7. <ul><li>2ª Fase </li></ul><ul><li>Utilização de pastel e tinta de óleo; </li></ul><ul><li>Utilização de cor, de um colorido luminoso; </li></ul><ul><li>Tons puros, como azuis e amarelos justapostos; </li></ul><ul><li>Textura pigmentada e mesclada; </li></ul><ul><li>Utilização de claro-escuro; </li></ul>
  8. 8. <ul><li>1ª Fase </li></ul><ul><li>Cenas misteriosas e imaginárias; </li></ul><ul><li>Paisagens e estudos florais; </li></ul><ul><li>“ Sombrios negros”, desenhos de temas macabros; </li></ul><ul><li>Criaturas estranhas e monstruosas; </li></ul>
  9. 9. <ul><li>2ª Fase </li></ul><ul><li>Retratos; </li></ul><ul><li>Nus; </li></ul><ul><li>Mitológicos; </li></ul><ul><li>Paisagens; </li></ul><ul><li>Florais; </li></ul>
  10. 10. <ul><li>“ Aranha “, carvão - 49,5 X 37,5 cm </li></ul><ul><li>1881 </li></ul>
  11. 11. <ul><li>“ Le Juré – O sonho termina com a morte” , 1887 </li></ul><ul><li>Litogravura, 23,8 x 18,7 cm. Biblioteca Nacional, Paris – França </li></ul>
  12. 12. <ul><li>“ O Buda” – 1905 </li></ul><ul><li>pastel sobre papel </li></ul><ul><li>- 98 X 93 cm </li></ul>
  13. 13. <ul><li>“ Ophelia”, c. 1900-1905 </li></ul><ul><li>Pastel em papel, 50.5 x </li></ul><ul><li>67.3 cm </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Jeanne d’Arc – (1412 - 1431) </li></ul><ul><li>Pastel sobre tela, 27,5 x 52 cm. </li></ul><ul><li>Museu d’Orsay, Paris </li></ul>
  15. 15. <ul><li>“ Oannès”, 1907 </li></ul><ul><li>Óleo sobre madeira 65 x 50 cm </li></ul>
  16. 16. <ul><li>“ Eu amo a natureza em todas as suas </li></ul><ul><li>formas, eu amo-a desde a </li></ul><ul><li>menor lâmina de grama, à humilde flor, à </li></ul><ul><li>árvore, aos fundamentos </li></ul><ul><li>e rochas, até  aos majestosos picos das </li></ul><ul><li>montanhas. Todas as coisas pelos seus </li></ul><ul><li>próprios personagens, em vez de um </li></ul><ul><li>todo. Eu arrepio-me profundamente com </li></ul><ul><li>os mistérios da solidão” </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Catarina Reis, nº12 – 11ºF; </li></ul>Escola Secundária da Portela

×