Módulo 3: Renascimento   Recurso: “Mosteiro dos Jerónimos”
Lisboa – 1844                        2Frederico Perry Vidal
SÉC. XV          3
D. João II     D. Manuel I(1455 – 1495)   (1469– 1521)                               4
5
Mosteiro dos Jerónimos• 1496   – D. Manuel I faz um pedido à Santa Sé para construir um grande     mosteiro à entrada de L...
SÉC. XVI           7
8
Mosteiro dos Jerónimos• 1501  – Início dos trabalhos;  – Foram custeadas por D. Manuel I     • "Vintena da Pimenta" (aprox...
Mosteiro dos Jerónimos• Arquitectos/responsáveis pela obra   –   Diogo de Boitaca (c.1460-1528);   –   João de Castilho (c...
Mosteiro dos Jerónimos• Ordem Monástica  – Monges da ordem de S. Jerónimo;  – Funções:     • rezar pela alma do rei;     •...
12
SÉC. XVII E SÉC. XVIII                         13
Mosteiro dos Jerónimos• 16 de Julho de 1604  – alvará de Filipe II de Portugal - proibe o enterramento de outras    pessoa...
Filipe Lobo, 1657, Lisboa, MNAA                                  15
Mosteiro dos Jerónimos• 1755  – Terramoto de Lisboa;  – Só a balaustrada e parte do chão do coro alto ruíram;  – As obras ...
17
Mosteiro dos Jerónimos                         18
SÉC. XIX           19
Gravura a água-tinta  Henry L`Evêque                       20       1816
Batty, Robert Mosteiro de Santa Maria de                                                 21Belém - Jerónimos). Gravura abe...
Vicente Urrabieta y Ortiz (1813-1879) Reunida em Lisboa a soberba armada                                                  ...
Mosteiro dos Jerónimos• 1833  – decreto de 28 de Dezembro;  – Secularização do Mosteiro dos Jerónimos;  – Entregue à Real ...
24
25
Mosteiro dos Jerónimos• 1867 e 1878  – Os cenógrafos italianos do    teatro de S. Carlos, Rambois e    Cinatti reformulam ...
- 1878 - derrocada do corpocentral do dormitório.                              27
28
29
Mosteiro dos Jerónimos– Demolição da galilé e a  sala dos reis,  construção dos  torreões do lado  nascente do dormitório,...
Mosteiro dos Jerónimos• A partir 1884   – Obras sobre a direção do Eng. Raymundo Valladas      • restauro do Claustro;    ...
32
33
34
35
Mosteiro dos Jerónimos• 1899  – o anexo que passa a servir de Museu Nacional da Indústria    e Comércio;• 1900  – O Museu ...
1895 – projeto de Domingos Parente da Silva,                                               37
SÉC. XX          38
39
40
Mosteiro dos Jerónimos• 1940  – Exposição do Mundo Português• 1983  – Mosteiro dos Jerónimos é classificado como patrimóni...
42
ELEMENTOS ARQUITÉCTONICOS                            43
Mosteiro dos Jerónimos• Igreja   – planta em cruz latina;   – três naves à mesma altura (igreja salão);   – única abóbada ...
45
46
47
48
49
50
51
• Capela-mor   – andada construir     por D.     Catarina, mulher     de D. João III, em     1571;   – Obra de Jerónimo   ...
Mosteiro dos Jerónimos– Túmulos  • nas arcadas abertas entre os pares de colunas laterais,    encontram-se, assentes sobre...
54
Mosteiro dos Jerónimos• Portal Sul   – Construído entre 1516 e 1518 por João de Castilho;   – Segue o projecto de Diogo de...
56
• Iconografia   – A figura central é Nossa     Senhora de Belém com     o Menino, ostentando     na mão o vaso das     ofe...
– Nos tímpanos  figuram duas  cenas da vida de  S. Jerónimo   • com vestes de     cardeal     arrancando o     espinho da ...
• Entre as portas  geminadas da  Igreja, uma estátua  representa o Infante D.  Henrique armado  cavaleiro• Dominando este ...
Mosteiro dos Jerónimos• Portal Principal   – Mais pequeno e menos aparatoso que o Portal Sul   – Está orientado a Nascente...
61
A encimar o portal estão três nichos que acolhemconjuntos de estatuária com cenas do nascimento de                        ...
• Lateralmente estão  as estátuas orantes  dos reis fundadores,  com suas respectivas  insígnias e seus  santos patronos: ...
• do lado direito, a  rainha D. Maria, sua  segunda mulher, e  São João Baptista                         64
Mosteiro dos Jerónimos• Claustro  – Projectado por Diogo de Boitaca;  – Continuado por João de Castilho a partir de 1517; ...
66
67
68
Mosteiro dos Jerónimos• Refeitório   – Construído entre 1517 e 1518 pelo mestre Leonardo Vaz e     seus oficiais;   – Tem ...
70
Mosteiro dos Jerónimos• Sala do Capítulo   – Completada apenas no séc. XIX.                                      71
72
Mosteiro dos Jerónimos• Sacristia   – Obra do arquitecto João de Castilho, a Sacristia foi     construída entre 1517 e 152...
74
Mosteiro dos Jerónimos• Confessionários  – São doze os antigos confessionários;  – mas duas delas estão actualmente encobe...
76
77
Mosteiro dos Jerónimos• Coro-alto  – anterior a 1551  – destinou-se às actividades fundamentais dos monges da    Ordem de ...
Toni de BergueInterior dos Jerónimos1811Óleo s/ tela                         79
80
81
82
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mosteiro dos Jeronimos

4.138 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.138
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mosteiro dos Jeronimos

  1. 1. Módulo 3: Renascimento Recurso: “Mosteiro dos Jerónimos”
  2. 2. Lisboa – 1844 2Frederico Perry Vidal
  3. 3. SÉC. XV 3
  4. 4. D. João II D. Manuel I(1455 – 1495) (1469– 1521) 4
  5. 5. 5
  6. 6. Mosteiro dos Jerónimos• 1496 – D. Manuel I faz um pedido à Santa Sé para construir um grande mosteiro à entrada de Lisboa, perto das margens do Tejo; – O mosteiro seria dedicado à Virgem de Belém.• Motivo – Criação de um panteão para o ramo dinástico - Avis-Beja.• Mosteiro – Substituiu uma igreja que existia no mesmo local; – Era dedicada a Santa Maria de Belém ; – Os monges da Ordem de Cristo prestavam assistência aos mareantes em trânsito. 6
  7. 7. SÉC. XVI 7
  8. 8. 8
  9. 9. Mosteiro dos Jerónimos• 1501 – Início dos trabalhos; – Foram custeadas por D. Manuel I • "Vintena da Pimenta" (aproximadamente 5% das receitas provenientes do comércio com a África e o Oriente, o equivalente a 70 kg de ouro por ano); 9
  10. 10. Mosteiro dos Jerónimos• Arquitectos/responsáveis pela obra – Diogo de Boitaca (c.1460-1528); – João de Castilho (c.1475-1552); – Diogo de Torralva (c. 1500-1566); – Jerónimo de Ruão (1530-1601). 10
  11. 11. Mosteiro dos Jerónimos• Ordem Monástica – Monges da ordem de S. Jerónimo; – Funções: • rezar pela alma do rei; • prestar assistência espiritual aos mareantes e navegadores; – 1833 • A ordem foi dissolvida; • O espaço foi desocupado. 11
  12. 12. 12
  13. 13. SÉC. XVII E SÉC. XVIII 13
  14. 14. Mosteiro dos Jerónimos• 16 de Julho de 1604 – alvará de Filipe II de Portugal - proibe o enterramento de outras pessoas a não ser religiosos da Ordem.• 1640 – é construída a Livraria do Mosteiro, por ordem do Prior do Mosteiro Frei Bento de Siqueira. – Restauração da Independência de Portugal (1640): • Volta a ser panteão real,• 1682 – reinado de D. Pedro II • foram colocados nas Capelas do Transepto os corpos do rei D. Sebastião e 14 do Cardeal D. Henrique.
  15. 15. Filipe Lobo, 1657, Lisboa, MNAA 15
  16. 16. Mosteiro dos Jerónimos• 1755 – Terramoto de Lisboa; – Só a balaustrada e parte do chão do coro alto ruíram; – As obras de reparação iniciaram imediatamente. 16
  17. 17. 17
  18. 18. Mosteiro dos Jerónimos 18
  19. 19. SÉC. XIX 19
  20. 20. Gravura a água-tinta Henry L`Evêque 20 1816
  21. 21. Batty, Robert Mosteiro de Santa Maria de 21Belém - Jerónimos). Gravura aberta a aço, 1832
  22. 22. Vicente Urrabieta y Ortiz (1813-1879) Reunida em Lisboa a soberba armada 22 Espanhola que se chamou Invencível litografia aguarelada 1850
  23. 23. Mosteiro dos Jerónimos• 1833 – decreto de 28 de Dezembro; – Secularização do Mosteiro dos Jerónimos; – Entregue à Real Casa Pia de Lisboa - instituição de acolhimento de órfãos, mendigos, e de desfavorecidos. – A Igreja passa a servir de igreja paroquial da nova freguesia de Belém.• 1860 – Início das obras de remodelação do Mosteiro : • levantamento e desenho da fachada sul do Mosteiro pelo arquitecto Rafael Silva e Castro; • demolição do tanque do claustro, os tabiques das galerias e a cozinha do Mosteiro. 23
  24. 24. 24
  25. 25. 25
  26. 26. Mosteiro dos Jerónimos• 1867 e 1878 – Os cenógrafos italianos do teatro de S. Carlos, Rambois e Cinatti reformulam o anexo e a fachada da igreja; – Em 1875, dá-se o início da construção da Torre do Relógio. O projecto previa três corpos sobrepostos, com mais de cem metros de altura. 26
  27. 27. - 1878 - derrocada do corpocentral do dormitório. 27
  28. 28. 28
  29. 29. 29
  30. 30. Mosteiro dos Jerónimos– Demolição da galilé e a sala dos reis, construção dos torreões do lado nascente do dormitório, a rosácea do coro-alto e substituir a cobertura piramidal da torre sineira por uma cobertura mitrada; 30
  31. 31. Mosteiro dos Jerónimos• A partir 1884 – Obras sobre a direção do Eng. Raymundo Valladas • restauro do Claustro; • Sala da Capítulo: – construção da respectiva abóbada.• 1898 – IV Centenário da chegada de Vasco da Gama à Índia; – Conclusão das obras de restauro. – Os túmulos de Vasco da Gama e Luís de Camões 31
  32. 32. 32
  33. 33. 33
  34. 34. 34
  35. 35. 35
  36. 36. Mosteiro dos Jerónimos• 1899 – o anexo que passa a servir de Museu Nacional da Indústria e Comércio;• 1900 – O Museu Etnológico Português passa a ocupar as instalações do anexo. 36
  37. 37. 1895 – projeto de Domingos Parente da Silva, 37
  38. 38. SÉC. XX 38
  39. 39. 39
  40. 40. 40
  41. 41. Mosteiro dos Jerónimos• 1940 – Exposição do Mundo Português• 1983 – Mosteiro dos Jerónimos é classificado como património da humanidade pela UNESCO.• 1985 – Assinatura do tratado de Adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia 41
  42. 42. 42
  43. 43. ELEMENTOS ARQUITÉCTONICOS 43
  44. 44. Mosteiro dos Jerónimos• Igreja – planta em cruz latina; – três naves à mesma altura (igreja salão); – única abóbada polinervada assente em seis pilares de base circular. – Nartex: • túmulos de Vasco da Gama (esq) e de Luís de Camões (dir – Transepto • Braço esquerdo - restos mortais do Cardeal-Rei D. Henrique e os dos filhos de D. Manuel I • Braço direito - o túmulo do Rei D. Sebastião e dos descendentes de D. João III. 44
  45. 45. 45
  46. 46. 46
  47. 47. 47
  48. 48. 48
  49. 49. 49
  50. 50. 50
  51. 51. 51
  52. 52. • Capela-mor – andada construir por D. Catarina, mulher de D. João III, em 1571; – Obra de Jerónimo de Ruão,; – Estilo maneirista. 52
  53. 53. Mosteiro dos Jerónimos– Túmulos • nas arcadas abertas entre os pares de colunas laterais, encontram-se, assentes sobre elefantes de mármore: – os túmulos de D. Manuel I e D. Maria, à esquerda (do lado do Evangelho) – D. João III e D. Catarina à direita (do lado da Epístola).– Retábulo • Autoria de Lourenço de Salzedo (1572-1572) • Cenas da Paixão de Cristo e a Adoração dos Magos. 53
  54. 54. 54
  55. 55. Mosteiro dos Jerónimos• Portal Sul – Construído entre 1516 e 1518 por João de Castilho; – Segue o projecto de Diogo de Boitaca – É apenas uma entrada lateral. 55
  56. 56. 56
  57. 57. • Iconografia – A figura central é Nossa Senhora de Belém com o Menino, ostentando na mão o vaso das oferendas dos Reis Magos. – Ladeando a Virgem, uma multidão de estátuas representa os profetas, os apóstolos, os doutores da Igreja e algumas santas (ou talvez sibilas). 57
  58. 58. – Nos tímpanos figuram duas cenas da vida de S. Jerónimo • com vestes de cardeal arrancando o espinho da pata do leão e como penitente no deserto. • sobre o tímpano estão representadas as Armas de Portugal. 58
  59. 59. • Entre as portas geminadas da Igreja, uma estátua representa o Infante D. Henrique armado cavaleiro• Dominando este conjunto, ao alto, a imagem do Arcanjo São Miguel. 59
  60. 60. Mosteiro dos Jerónimos• Portal Principal – Mais pequeno e menos aparatoso que o Portal Sul – Está orientado a Nascente; – Foi projectada por Diogo de Boitaca e executada por Nicolau Chanterenne em 1517. 60
  61. 61. 61
  62. 62. A encimar o portal estão três nichos que acolhemconjuntos de estatuária com cenas do nascimento de 62Cristo (Anunciação, Natividade e Adoração dos Magos);
  63. 63. • Lateralmente estão as estátuas orantes dos reis fundadores, com suas respectivas insígnias e seus santos patronos: – do lado esquerdo D. Manuel I com São Jerónimo 63
  64. 64. • do lado direito, a rainha D. Maria, sua segunda mulher, e São João Baptista 64
  65. 65. Mosteiro dos Jerónimos• Claustro – Projectado por Diogo de Boitaca; – Continuado por João de Castilho a partir de 1517; – Concluído por Diogo de Torralva entre 1540 e 1541. – Estética • duplo piso abobadado e planta quadrangular; • decoração a originalidade – conjuga símbolos religiosos (elementos da Paixão de Cristo, entre outros), régios (cruz da Ordem Militar de Cristo, esfera armilar, escudo régio) e elementos naturalistas (cordas e motivos vegetalistas que coabitam com um imaginário ainda medieval, de animais fantásticos). 65
  66. 66. 66
  67. 67. 67
  68. 68. 68
  69. 69. Mosteiro dos Jerónimos• Refeitório – Construído entre 1517 e 1518 pelo mestre Leonardo Vaz e seus oficiais; – Tem abóbada polinervada e abatida. 69
  70. 70. 70
  71. 71. Mosteiro dos Jerónimos• Sala do Capítulo – Completada apenas no séc. XIX. 71
  72. 72. 72
  73. 73. Mosteiro dos Jerónimos• Sacristia – Obra do arquitecto João de Castilho, a Sacristia foi construída entre 1517 e 1520; – Sala ampla, em que a abóbada irradia de uma coluna central renascentista, na qual se notam vestígios do antigo lava-mãos. 73
  74. 74. 74
  75. 75. Mosteiro dos Jerónimos• Confessionários – São doze os antigos confessionários; – mas duas delas estão actualmente encobertas pela Capela do Senhor dos Passos. – O confessor que entrava pelo Claustro, e o penitente que entrava pela Igreja, ficavam separados por uma grade de ferro. 75
  76. 76. 76
  77. 77. 77
  78. 78. Mosteiro dos Jerónimos• Coro-alto – anterior a 1551 – destinou-se às actividades fundamentais dos monges da Ordem de São Jerónimo - orações, cânticos e ofícios religiosos - pois a Sala do Capítulo só ficou terminada no século XIX. 78
  79. 79. Toni de BergueInterior dos Jerónimos1811Óleo s/ tela 79
  80. 80. 80
  81. 81. 81
  82. 82. 82

×