James Stirling

7.191 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pelo aluno Claudio Louro do 11º F da Escola Secundária da Portela no ano lectivo de 2010/2011

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

James Stirling

  1. 1. “O seu trabalho começou no momento em que o MovimentoModerno ainda estava em ascensão e as suas variações, ângulos, detalhes eram extraordinariamente originais. Hoje ele está navanguarda dos novos movimentos, que inclui a alusão histórica e análise contextual.” Pritzker Prize , 1981
  2. 2. Objectivos do trabalho • Âmbito da disciplina de História e Cultura das Artes (módulo 10 – “A Cultura do Espaço Virtual” – Tronco Específico “Criar é agir; a arte enquanto processo” – Sequência 9 – “Os caminhos da arquitectura contemporânea: para além do Funcionalismo”) •Contexto histórico-cultural •Contexto Social Vida •Perfil pessoal •Percurso realizadoAN Sir James Frazer StirlingÁ é considerado um dosL arquitectos maisI importantes e •Observação (linguagemS arquitectónica – recursos utilizados) influentes da segunda Obra metade do século XX. •Evolução/desenvolvimentoE
  3. 3. Nascimento • Local – Glasgow, Escócia - Reino Unido; • Data – 22 de Abril de 1926 (século XX). Percurso (estudos iniciais) • 1927 – A sua família instala-se em Liverpool; • 1945 – Após o serviço de guerra inicia a primeira etapa no Mundo das Artes através dos estudos de Arquitectura na “University of Liverpool” (formação adquirida pelo professor Colin Rowe). Fotografia de James Frazer Stirling.Realização de projectos iniciais (estudos) arquitectónicos –projectos académicos
  4. 4. Maqueta - Tinta sobre papel decartão, guache, madeira balsa,cortiça, folhas de plásticotranslúcido e fibra (linha), maiormodelo: 6x26x26 cm. (1949).
  5. 5. Esboço (à esquerda) e pormenor(à direita) - Caneta e tinta,grafite, guache, papel colorido elegenda pré-impressa no papel,montado sobre papelão, painel:(1949-1950).
  6. 6. Conclusão Académica • Recepção do Diploma de Arquitectura da Universidade de Liverpool; • Pós-graduação (ensino académico) na “School of Town1950-1952 Planning and Regional Research”, em Londres. • Trabalha para a empresa “Lyons, Israel and Ellis” como assistente; 1953 • Colega do arquitecto James Gowan. (1956) - Fundação de um atelier próprio (empresa) e realização, em parceria, de um conjunto de trabalhos de grande qualidade (baseados nos estudos de Le Corbusier, em Paris). Fotografia de James Gowan. Imagem de Londres. Objectivos Iniciais Realização/desenvolvimento de Promoção do desenvolvimento do projectos e planos privados. Modernismo Arquitectónico Britânico.
  7. 7. Esboço de uma “villa” – moradia- tinta sobre papel, folha:47,2x66,3 cm. (1955).
  8. 8. Imagem frontal de“Apartamentos em HamCommon” (1958). Imagem lateral de “Apartamentos em Ham Common” (1958).
  9. 9. Fotografia - Vista da reconstrução dahabitação em Avenham, Preston,Inglaterra - Composição: 19,8x19,9 cm, papel:25,4x20,5 cm. (1959 ou antes).
  10. 10. “Universidade de Leicester,Departamento de Engenharia” –Esboço - tinta e grafite sobrepapel, folha: 43,7x34,2 cm.(1959-1963).
  11. 11. Pormenor de “Universidade de Leicester, Departamento de Engenharia” (1959-1963). de “Universidade de Leicester, Imagem posteriorImagem frontal de “Universidade de Leicester,Departamento de Engenharia” (1959-1963). Departamento de Engenharia” (1959-1963).
  12. 12. 1963 – Fim do projecto da empresa de ambos• Direcção individual do seu gabinete bem como do Design que anteriormente tinha sido gerido pelos dois arquitectos Realização de vários Desenvolvimento projectos através de futuro de novos uma linguagem arquitectónica conceitos individualizada arquitectónicos Confirmação das suas qualidades como principal arquitecto britânico
  13. 13. “Residência de Estudantes, Universidade de St.Andrews, St. Andrews, Escócia”Esboço/Fotografia - Aguarela e grafite sobre cópiareprográfica (1963-1968).
  14. 14. “Residência de Estudantes, Universidade de St.Andrews, St. Andrews, Escócia”Fotografia (1963-1968).
  15. 15. Imagem frontal de “História da FaculdadeBiblioteca da Universidade de Cambridge ”(1964-1967).
  16. 16. Imagem interna de “História da FaculdadeBiblioteca da Universidade de Cambridge ”(1964-1967).
  17. 17. Dorman Long Headquarters, Middlesbrought,Inglaterra” – Maqueta – madeira, plástico e metal,58x60x59 cm. (1965).
  18. 18. “Edifício Florey, The Queen’s College,Oxford” – Esboço - tinta, grafite e lápisde cor sobre papel vegetal (1966-1971).
  19. 19. “Edifício Florey, The Queen’s College,Oxford” – fotografia - (1966-1971).
  20. 20. “Escola de Treino Olivetti, Surrey”Esboço – Imagem exterior (à esquerda)e imagem interior (à direita) –(1969-1972).
  21. 21. “Escola de Treino Olivetti, Surrey”Fotografia – Imagem exterior (1969-1972).
  22. 22. Nova parceria Pós-Modernismo• Em 1971 estabelece nova • Arquitectura de Stirling sociedade, desta vez com o Década de 1970 tornou-se mais abertamente neoclássica, embora com arquitecto Michael Wilford, doze anos mais novo, formado traços de modernismo. Que em Londres pela “Northern alterou os futuros projectos Polytechnic School of arquitectónicos. Architecture” (1962). • Transformação do conceito básico pela diversidade• A escala e o número dos seus Realização de múltiplos arquitectónica e alusões projectos foi ampliado para ser incluído em museus, edifícios simbólicos decorativas, exemplo do pós- galerias, bibliotecas e teatros. modernismo.
  23. 23. “Sede da Olivetti, Milton Keynes”Esboço (1970-1974).
  24. 24. A dificuldade em encontrar trabalho em Inglaterra obriga-os a participar em inúmeros concursos de arquitectura noutros países da Europa e nos Estados Unidos da América.Nova York Alemanha
  25. 25. “Staatsgalerie, Estugarda, Alemanha” – fotografia exterior (1977-1983).
  26. 26. “Staatsgalerie, Estugarda, Alemanha” – “Staatsgalerie, Estugarda, Alemanha” –fotografia interior (1977-1983). fotografia interior (1977-1983).
  27. 27. “Kammertheater, Estugarda,Estugarda, – “Kammertheater, Alemanha”maqueta (1977-1984).(1977-1984). Alemanha”
  28. 28. “Museu Arthur M. Sackler, Universidade de Harvard, Cambridge ”– Fotografia exterior (1979-1985).
  29. 29. “Clore Gallery at Tate Britain Millbank, Londres” – Fotografia Maqueta (1980-1987).interior (1980-1987).exterior(1980-1987).
  30. 30. “Performing Arts Center, Cornell University, Nova “Performing Arts Center, Cornell University, NovaYork” – fotografia (1983-1988). York” – fotografia (1983-1988).
  31. 31. “Tate Liverpool, Inglaterra” – fotografias - exteriorActualidade. (1984).
  32. 32. “Centro Científico de Berlim, Alemanha” – maqueta (1979-1988). planta (1979-1988).
  33. 33. “Centro Científico de Berlim, Alemanha” – “Centro Científico de Berlim, Alemanha” –fotografia exterior (1979-1988). fotografia exterior (1979-1988).
  34. 34. O trabalho de James Stirling trouxe-lhe vários prémios, incluindo a Medalha deOuro do “Royal Institute of British Architects” (1980) e o Prémio Pritzker (1981).
  35. 35. Exerceu actividade lectiva na “Architectural Association” de Londres, na Escola deArquitectura de Yale (1961) e em Düsseldorf (1977). Recebeu distinções em numerosospaíses, como o Prémio Alvar Aalto de 1977 e a medalha Thomas Jefferson 1986. Foimembro honorário da “Akademie der Kunst” de Berlim (desde 1969) e membro daAcademia de Artes de Florença (desde 1979). Em 1991 foi distinguido cavaleiro pelaRainha.Stirling morreu em Londres no dia 25 de Junho de 1992.
  36. 36. Vida Contexto Histórico- Contexto Social Perfil cultural Pessoal/Percurso • Diversidade de • Parcerias com • Determinação; caminhos da vários • Espírito ecléctico. arquitectura arquitectos; contemporânea; • James Gowan; • Pós-modernismo. Michael Wilford. Observação EvoluçãoObra • O classicismo lúdico da • Reinvenção linguística; sua arquitectura marca • Recurso a fontes um dos caminhos da históricas, associadas a mesma na segunda elementos da cultura metade do século e popular. transforma o seu autor num dos mais influentes arquitectos pós-modernos.
  37. 37. Informação:http://en.wikipedia.org/wiki/Colin_Rowehttp://www.pritzkerprize.com/laureates/1981/index.htmlhttp://www.cca.qc.ca/en/collection/542-james-stirling-michael-wilford-archivehttp://www.youtube.com/watch?v=w4HpMUAfCH0Imagens:http://www.google.pt/
  38. 38. Fotografia de Le Corbusier. Fonte de influência para os projectos de James Stirling e James Gowan – “Casas Jaoul”, Paris.
  39. 39. Fotografia de Colin Rowe. Livro – “The mathematics of the Ideal villa and other Essays” (1999). Arquitecto, crítico, teórico e professor, é reconhecido como uma grande influência intelectual na arquitectura mundial e urbanismo na segunda metade do século XX, nos domínios do planeamento da cidade, regeneração e desenho urbano.
  40. 40. Fotografia de Michael Wilford. Fotografia Exterior – The Fotografia Interior– The Lowry, Lowry, Manchester Manchester

×