Frank Gehry

6.835 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pelo aluno Diogo Mateus do 11º G da Escola Secundária de Odivelas para a disciplina de História da Cultura e das Artes no ano lectivo de 2008-2009.

Publicada em: Educação, Turismo
1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.835
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Frank Gehry

  1. 1. História da Cultura e das Artes
  2. 2. “É um arquitecto e um artista num só. Corre tantos riscos, como os verdadeiros artistas fazem; um artista arrisca-se para fazer algo nunca visto.” Mildred Friedman, Escritora Frank Owen Gehry
  3. 3.  Frank Owen Gehry, nascido Ephraim Owen Goldberg a 28 de Fevereiro de 1929 em Toronto, Canadá
  4. 4.  Encorajado:  Pela avó que construía pequenas cidades de madeira;  Utilizava materiais como correntes, ferros, etc. por passar muito tempo na loja de Hardware do avô;  Pela mãe, que sempre o incentivou; desenhava imenso com o pai, mas este não apoiava a sua escolha pela arquitectura.
  5. 5.  Em 1936 muda-se para a Califórnia onde, até 1962: ◦ Estuda em:  Los Angeles City College;  University of Southern California;  City Planning (Harvard) ◦ Trabalha:  Como camionista;  Em várias companhias de arquitectura;  Na sua própria companhia, hoje chamada de Gehry Partners Lda.; ◦ Passa uma fase complicada da sua vida:  Onde acaba mesmo por mudar de nome.
  6. 6.  Ganhou vários prémios de arquitectura, dos quais se destacam: ◦ 1989-Pritzker ◦ !992 -Imperial Award ◦ de Architecture ◦ -Wolf Prize in Art
  7. 7.  É professor em várias universidades:  Columbia University;  School Of Architecture;  Entre outras.
  8. 8. Tendência Artistica Pós-Moderna do século XX, Relacionada com o Construtivismo
  9. 9. ◦ Influências da California Funk Art, devido aos materiais utilizados; ◦ Vai até aos limites da decomposição; ◦ Pós-Estruturalista; ◦ Aspecto inacabado; Casa do Arquitecto, 1978, Califórnia
  10. 10. ◦ Anti-Funcionalista; ◦ Abandono da Vertical/Horizontal; ◦ Rotação dos corpos em ângulos agudos; ◦ Começa com o International Style. Dancing House, 1996, Praga
  11. 11.  As suas obras não se inserem no local em que são instaladas;  Desviam a atenção do uso a que o edifício está destinado;  Gasta recursos estruturais e monetários exagerados devido às suas formas extravantes.
  12. 12.  Esboços exageradamente abstractos;  Utiliza primeiro maquetes a partir de materiais como cartolina;  Depois de uma maquete já em madeira, é digitalizada para computador através de um software/hardware de alta tecnologia.
  13. 13. Walt Disney Concert Hall, Los Angeles, 1987-2003
  14. 14. Museu Guggenheim Bilbao, Bilbao, 1992
  15. 15. Experience Music Project, Seattle, 2000
  16. 16. Vários Peixes de Frank Gehry
  17. 17. Vitra Design Museum, 1989, Weil am Rhein, Alemanha
  18. 18. IAC Building, Nova Iorque
  19. 19. Prof. Carlos Vieira Escola Secundária de Odivelas

×