O TEXTO POÉTICO
O texto poético, ou poema, expressa
essencialmente emoções, pensamentos ou ideias
de um locutor ou enunciador.
O locutor comunica, através do poema, com os
interlocutores, os leitores, transmitindo-lhes, muitas
vezes, sensações, reco...
Os escritores de poemas, os poetas, sentem alguma
liberdade na escrita de um texto poético, brincando
com os sons, com as ...
Nos seus poemas, usam bastantes recursos retóricos:
Enumeração
“É urgente destruir certas palavras
Ódio, solidão e cruelda...
O poema é escrito
em verso. O verso é
cada linha de um
poema.
Cada conjunto de
versos, separado dos
outros conjuntos de
ve...
Por ser escrito em verso, o texto poético tem ritmo
e musicalidade.
A natureza musical do poema deve-se, em muitos
casos, ...
A rima é a semelhança de sons, a partir da vogal
da sílaba tónica das palavras, sobretudo no final
dos versos.
Dias são di...
Baila o trigo quando há vento
Baila porque o vento o toca
Também baila o pensamento
Quando o coração provoca.
- Versos que...
No texto poético, é também comum surgirem
vários elementos do mesmo campo lexical.
Inverno é…
Neve a cair,
Vento a soprar
...
O texto poético resulta com frequência da reflexão
sobre aspetos da vida e do mundo.
É, sobretudo, uma visão
especial daqu...
Quando escrevemos um poema, exprimimos os
nossos sentimentos e podemos aprofundar aquilo
que acontece no nosso mundo inter...
O poema é, então, um texto com bastante
expressividade, concentrando sensações, ideias e
emoções.
Sei de um ninho.
E o nin...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O texto poético

406 visualizações

Publicada em

O texto poético - português 5º ano
ETAPAS- ASA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
406
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
55
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O texto poético

  1. 1. O TEXTO POÉTICO
  2. 2. O texto poético, ou poema, expressa essencialmente emoções, pensamentos ou ideias de um locutor ou enunciador.
  3. 3. O locutor comunica, através do poema, com os interlocutores, os leitores, transmitindo-lhes, muitas vezes, sensações, recordações, sonhos ou dúvidas. A leitura do texto poético pode levar a várias interpretações, pois trata-se de um texto muito rico em imagens e contrastes inesperados.
  4. 4. Os escritores de poemas, os poetas, sentem alguma liberdade na escrita de um texto poético, brincando com os sons, com as palavras e com as frases.
  5. 5. Nos seus poemas, usam bastantes recursos retóricos: Enumeração “É urgente destruir certas palavras Ódio, solidão e crueldade.” Personificação “As ondas beijando a areia E a lua beijando o mar!” Comparação “O mundo pula e avança Como bola colorida Nas mãos de uma criança.” Metáfora “Amigo é um sorriso de boca em boca…” (Eugénio de Andrade, Casimiro de Abreu, António Gedeão, Alexandre O’Neill)
  6. 6. O poema é escrito em verso. O verso é cada linha de um poema. Cada conjunto de versos, separado dos outros conjuntos de versos por um espaço em branco, chama-se estrofe. Brancas Azuis Amarelas E pretas Brincam na luz As belas borboletas Borboletas brancas São alegres e francas. Borboletas azuis Gostam muito de luz. As amarelinhas São tão bonitinhas! E as pretas, então... Oh, que escuridão! (As Borboletas, Vinicius de Moraes) estrofe verso
  7. 7. Por ser escrito em verso, o texto poético tem ritmo e musicalidade. A natureza musical do poema deve-se, em muitos casos, ao uso da rima.
  8. 8. A rima é a semelhança de sons, a partir da vogal da sílaba tónica das palavras, sobretudo no final dos versos. Dias são dias, e noites São noites e não dormi... Os dias a não te ver As noites pensando em ti. - Versos que rimam: São noites e não dormi... As noites pensando em ti. - Sílaba tónica: -mi- -ti- - Vogal/ditongo da sílaba tónica: -i- - Semelhança de sons a partir da vogal da sílaba tónica: dormi ti
  9. 9. Baila o trigo quando há vento Baila porque o vento o toca Também baila o pensamento Quando o coração provoca. - Versos que rimam: Baila porque o vento o toca Quando o coração provoca. - Sílaba tónica: -to- -vo- - Vogal/ditongo da sílaba tónica: -o- - Semelhança de sons a partir da vogal da sílaba tónica: toca provoca (Quadras ao Gosto Popular, Fernando Pessoa)
  10. 10. No texto poético, é também comum surgirem vários elementos do mesmo campo lexical. Inverno é… Neve a cair, Vento a soprar E chuva a pingar. Roupas quentinhas Noite de Natal Os Reis e o Carnaval. Campo lexical – Inverno: neve / vento / chuva / roupa quente / Natal / Dia de Reis
  11. 11. O texto poético resulta com frequência da reflexão sobre aspetos da vida e do mundo. É, sobretudo, uma visão especial daquilo que nos rodeia, dando atenção a pormenores simples, mas importantes para quem observa.
  12. 12. Quando escrevemos um poema, exprimimos os nossos sentimentos e podemos aprofundar aquilo que acontece no nosso mundo interior.
  13. 13. O poema é, então, um texto com bastante expressividade, concentrando sensações, ideias e emoções. Sei de um ninho. E o ninho tem um ovo. E o ovo tem lá dentro um passarinho Novo. Mas escusam de me atentar: Nem o tiro, nem o ensino. Quero ser um bom menino E guardar Este segredo comigo E ter depois um amigo Que faça o pino A voar... (Miguel Torga)

×