Geografia da Europa 2015/2016 - Introdução / Conceitos

710 visualizações

Publicada em

Conjunto de dispositivos utilizados para o acompanhamento pedagógico da Unidade Curricular «Geografia da Europa» integrada no Programa de Estudos 2015/2016 da Dalian University of Foreign Languages com a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
710
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geografia da Europa 2015/2016 - Introdução / Conceitos

  1. 1. Geografia da Europa Programa de Estudos 2015/2016 Dalian University of Foreign Languages Carlos Medeiros
  2. 2. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 2 GEOGRAFIA DA EUROPA Introdução ao conceito de Europa  Marcos históricos Geografia física  Orografia e hidrografia  Climatologia  Solos e vegetação Geografia humana  Demografia  Atividades económicas  Atividades culturais Geografia política  Os países da Europa União Europeia – a nova aventura da Europa  Objetivos e valores da construção europeia
  3. 3. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 3 GEOGRAFIA DA EUROPA BIBLIOGRAFIA BRAUDEL, Fernand (dir.) – A Europa. Lisboa : Terramar, 1996. BRITO, Raquel Soeiro de, et al. – Países, povos e continentes : Lexicoteca : 1º v.: Europa, Próximo Oriente, Norte de África. [Lisboa] : Círculo de Leitores, 1989. FERRÃO, João – Dinâmicas culturais na Europa. [Em linha]. URL: http://www.janusonline.pt/2005/2005.html in: Janus 2005: anuário de relações exteriores José Manuel Fernandes, dir. (2004) p. 76-119. - Lisboa : UA, 2004. RODRIGUES, Pedro Caldeira; PÚBLICO – Atlas da Europa : a geografia do continente através dos tempos. [Lisboa] : Público, 2001. SARAIVA, José António Saraiva; MONTEIRO, Henrique – Atlas Universal : Europa. Barcelona : Editorial Sol 90, 2005. WOLFF, Stefan – Ethnic Minorities in Europe: The Basic Facts. [s.l.]: European Centre for Minority Issues, 2008. [Em linha] http://www.stefanwolff.com/publications/ethnic-minorities-in- europe SÍTIOS INTERNET Centro de Informação Europeia Jacques Delors – Eurocid. [Em linha]. URL: www.eurocid.pt Eurominority – Eurominority. [Em linha]. URL: www.eurominority.eu União Europeia – Europa [Em linha]. URL: http://europa.eu/ Wikipedia – Grupo étnico [Em linha]. URL: https://pt.wikipedia.org/wiki/Grupo_%C3%A9tnico Wikipedia – Grupos étnicos da Europa [Em linha]. URL: https://pt.wikipedia.org/wiki/Grupos_%C3%A9tnicos_da_Europa BLOGUE DE ACOMPANHAMENTO MEDEIROS, Carlos Ribeiro – Geografia da Europa. [Em linha]. URL: http://geografiadaeuropa.blogspot.pt/
  4. 4. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 4 GEOGRAFIA DA EUROPA CALENDÁRIO As sessões (2 por semana) têm uma duração prevista de 50 minutos. O semestre tem 13 semanas de duração (15 de fevereiro a 27 de maio de 2015) Avaliações:  Período de avaliação intermédia: 4 a 8 de abril  Período de avaliação final: 23 a 27 de maio METODOLOGIA Embora a metodologia de ensino assente essencialmente na apresentação da matéria letiva pelo docente, haverá sempre que possível, a utilização de recursos pedagógicos multimédia (mapas, imagens e pequenos filmes). A metodologia de avaliação será a avaliação contínua. A avaliação será feita com recurso a dois testes escritos de avaliação e ao registo de participação dos alunos nas aulas, incluindo a elaboração de fichas de trabalho.
  5. 5. 2012/ 2013 FCSH/UNL-DUFL Eurásia, Wikipédia Eurásia, Wikipedia
  6. 6. 2012/ 2013 FCSH/UNL-DUFL 6 Eurásia, WikipédiaEuropa – mapa físico, Wikipedia
  7. 7. 2012/ 2013 FCSH/UNL-DUFL 7 Eurásia, WikipédiaEuropa – mapa político, Worldmapfinder
  8. 8. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 8 ETIMOLOGIA Remonta ao século VII a. C. a primeira utilização com significado geográfico da designação Europa, referindo-se à parte continental (interior) da atual Grécia. Mas o seu significado etimológico – “aquela que vê longe” [a forma como Homero se refere a Zeus: Europé - aquele que vê ao longe] – não deixa de ser premonitório. E é particularmente irónico verificar que a designação Europa se refere a alguém que nasceu…na Ásia! [A Fenícia foi um antigo reino cujo centro se situava na planície costeira do que é hoje o Líbano] A invenção da Europa como continente (I) de João Ferrão, JANUS 2005 A outra hipótese é a de Europa derivar da palavra semítica "erebu", «pôr do Sol», o que pode fazer sentido do ponto de vista das populações que falavam línguas semíticas. Estas vivendo mais a leste, no Médio Oriente, tinham a ocidente, para lá do Mediterrâneo e da Ásia Menor, as futuras terras europeias. Ciderduvidas da Lingua Portuguesa, http://ciberduvidas.pt/pergunta.php?id=177232005 A EUROPA E OS EUROPEUS
  9. 9. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 9 MITOLOGIA Europa era uma linda princesa fenícia. Certo dia quando apanhava flores junto da foz de um rio foi avistada por Zeus (o deus supremo) que se debruçava lá do Olimpo observando os mortais. Fascinado com tanta formosura, decidiu raptá-la. Nada mais fácil para quem tem poderes sobre naturais! Tomou a forma de um touro. Desceu então ao prado e deitou-se aos pés da Europa. Ela ficou encantada por ver ali um animal tão manso, de pelo sedoso e olhar meigo. Primeiro afagou- o, depois sentou-se-lhe no dorso e... o touro disparou de imediato a voar por cima do oceano. A pobre princesa ficou assustadíssima. Mas não tardou a perceber que o raptor só podia ser um deus disfarçado, pois entre as ondas emergiam peixes, tritões e sereias a acenar-lhes. MAGALHÃES, Ana Maria; ALÇADA, Isabel – A Europa dá as Mãos. Lisboa : CIEJD, 1995. GEOGRAFIA DA EUROPA
  10. 10. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 10 LITERATURA A Europa foi e é percorrida a pé. Isto é fundamental. A cartografia da Europa é determinada pelas capacidades, pelos horizontes percepcionados dos pés humanos. Os homens e as mulheres europeus percorreram a pé os seus mapas, de lugarejo em lugarejo, de aldeia em aldeia, de cidade em cidade. O mais das vezes, as distâncias têm uma escala humana, podem ser dominadas pelo viajante que se desloque a pé, pelo peregrino até Compostela, pelo promeneur, seja ele solitaire ou gregário. O génio da Europa é aquilo que William Blake teria chamado «a santidade do pormenor diminuto». É o génio da diversidade linguística, cultural e social, de um mosaico pródigo que muitas vezes percorre uma distância trivial, separado por vinte quilómetros, uma divisão entre mundos. STEINER, George – A Ideia de Europa. Gradiva : 2004, Lisboa. GEOGRAFIA DA EUROPA
  11. 11. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 11 LITERATURA Entre a zona que o Cancro senhoreia Meta setentrional do Sol luzente E aquela, que por fria se arreceia Tanto, como a do meio por ardente Jaz a soberba Europa (Canto III, estância 6) Eis aqui, quase cume da cabeça Da Europa toda, o Reino Lusitano, Onde a terra se acaba e o mar começa (Canto III, estância 20) CAMÕES, Luís de – Os Lusiadas. Lisboa : em casa de Antonio Gõçaluez, 1572. - http://purl.pt/1 GEOGRAFIA DA EUROPA
  12. 12. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 12 LITERATURA A Europa jaz, posta nos cotovelos: De Oriente a Ocidente jaz, fitando, E toldam-lhe românticos cabelos Olhos gregos, lembrando. O cotovelo esquerdo é recuado; O direito é em ângulo disposto. Aquele diz Itália onde é pousado; Este diz Inglaterra onde, afastado, A mão sustenta, em que se apoia o rosto. Fita, com olhar 'sfíngico e fatal, O Ocidente, futuro do passado. O rosto com que fita é Portugal. PESSOA, Fernando – Mensagem. Lisboa: Parceria António Maria Pereira, 1924. GEOGRAFIA DA EUROPA
  13. 13. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 MARCOS HISTÓRICOS O Império Romano, contornando toda a bacia do Mediterrâneo (o "mar no meio das terras"), constitui o protótipo do império para todo o imaginário europeu dos séculos seguintes. Nele se concretiza, por excelência, a matriz imperial, feita de ocupação militar, de dominação política, de imposição jurídico-administrativa, de influência linguística e cultural. A invenção da Europa como continente (I) de João Ferrão, JANUS 2005 13 GEOGRAFIA DA EUROPA
  14. 14. 14 EUROPA E OS EUROPEUS http://jasonoleinik.hubpages.com/hub/Ancient-Soldiers-Roman-Legionnaire Império Romano
  15. 15. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 Laurence, Ray - Um vislumbre da vida adolescente na Roma antiga, TED-Ed Originals. 15 GEOGRAFIA DA EUROPA
  16. 16. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 MARCOS HISTÓRICOS De meados do séc. VII a meados do séc. IX, Carlos Magno, rei dos francos, realiza a primeira grande tentativa de reconstituição de um império à escala europeia ocidental. O seu império ocupa uma área (…) próxima da futura Europa dos 6 do Tratado de Roma (Alemanha, Bélgica, França, Holanda, Itália, Luxemburgo), ficando de fora, no ocidente, os reinos celtas, anglo-saxões, das Astúrias e Navarra. A invenção da Europa como continente (I) de João Ferrão, JANUS 2005 16 GEOGRAFIA DA EUROPA
  17. 17. 17Império Carolíngio http://mapsontheweb.zoom-maps.com/image/105436099388
  18. 18. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 GEOGRAFIA DA EUROPA MARCOS HISTÓRICOS A 1.ª Europeização do Mundo 18 http://www.dailymail.co.uk/home/moslive/article-1272921/Ten-greatest-maps-changed-world.html O mapa do mundo de Henricus Martellus foi o primeiro a registar a travessia pelo Cabo da Boa Esperança, na África do Sul, pelos Portugueses em 1488.
  19. 19. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 MARCOS HISTÓRICOS O Império napoleónico domina praticamente toda a Europa continental, à exceção de Portugal, da Suécia e das possessões europeias otomanas e russas. A Leste a sua fronteira é limitada pelo Império Otomano que se estende do Mar Vermelho e das costas meridionais do Mediterrâneo às portas de Viena de Áustria, dominando a região balcânica, os países do Danúbio com populações alemãs, húngaras e eslavas e metade da Península Itálica e pelo Império Russo, cujo domínio se estende a Ocidente desde a Finlândia a Norte, ao Cáucaso, a Sul, até à Ásia Central, a Oriente. A invenção da Europa como continente (I) de João Ferrão, JANUS 2005 19 GEOGRAFIA DA EUROPA
  20. 20. 20Império Napoleónico http://mapsontheweb.zoom-maps.com/image/65523004660#_=_
  21. 21. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 GEOGRAFIA DA EUROPA MARCOS HISTÓRICOS A 2.ª Europeização do Mundo 21 https://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_Industrial A revolução industrial começa em Inglaterra e após 1830, expandiu-se rapidamente pelo mundo, principalmente para o noroeste europeu e para o leste dos Estados Unidos da América.
  22. 22. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 MARCOS HISTÓRICOS Com Hitler assiste-se à derradeira tentativa de constituição de um império na Europa. Em 1942, altura em que o «Grande Reich» alemão atinge o maior poder, a expansão territorial abrange um conjunto de territórios que vão da Alsácia-Lorena à Posnânia, do Schleswig aos Sudetas e à Áustria. A este espaço acrescentam-se os protetorados: a Boémia-Morávia, o governo geral da Polónia e dos territórios de Leste, antigos territórios soviéticos. Há ainda os territórios ocupados (Noruega, Dinamarca, Holanda, Bélgica, França do Norte e do Oeste, Jugoslávia e Grécia) e os Estados satélites (Croácia, Eslováquia, Hungria e Roménia). A invenção da Europa como continente (I) de João Ferrão, JANUS 2005 22 A EUROPA E OS EUROPEUS
  23. 23. 23 http://thelandofmaps.tumblr.com/image/109706644690 Alemanha Nazi e territórios ocupados
  24. 24. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 24

×