Imperialismo alemão 2

1.432 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.432
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Imperialismo alemão 2

  1. 1.  Carlos Pereira  Lucas de Araujo Cruz  Macaulay Vasconcelos  Marcelo Viana
  2. 2.  Formação da Confederação Alemã após a queda de Napoleão  Cria-se um acordo de abolição de taxas alfandegárias (que excluía a Áustria), na tentativa da Prússia de unificar politicamente os estados confederados  Otto Von Bismarck assume o cargo de Chanceler em 1862, com a missão da unificação alemã  Na estratégia para a unificação, foram envolvidas três guerras vitoriosas
  3. 3.  Guerra dos Ducados (1864): O reino da Prússia se alia ao Império Austríaco para derrotar a Dinamarca e obter o Schleswig-Holstein  Guerra Austro-Prussiana (1866): Cria-se uma aliança com o Reino da Itália, entrando em guerra com a Áustria, para fundar a Confederação da Alemanha do Norte  Guerra Franco-Prussiana (1870-1871): Guerra contra a França, transformando a confederação no Império Alemão
  4. 4.  Monarquia Federal  Tinha características democráticas, como o Reichstag, que era eleito por sufrágio direto e masculino  O processo legislativo exigia a concorrência do Bundesrat  O poder executivo era atribuído ao Kaiser, que nomeava o chanceler do Império Alemão Otto Von Bismarck
  5. 5.  Revolução burguesa e industrialização feitos através do pacto político entre burguesia industrial e oligarquia rural, sem rupturas violentas  Os chamados Junkers, controlaram a transição para a modernidade, mantendo também o controle sobre suas propriedades  Contenção da classe trabalhadora e enfraquecimento dos grupos socialistas, e criação de um Estado de Previdência Social, fazendo os trabalhadores apoiarem o nacionalismo alemão  Formação da Tríplice Aliança (Império Alemão, Império Austro-Húngaro e o Reino da Itália)
  6. 6.  Tinha como objetivo unir as classes dirigentes, para continuar o processo de modernização, sem alterar as estruturas sócio-políticas  Foi criado em vista dos movimentos de protesto na era de sociedade de massa na Europa e América do Norte (sindicalismo, socialismo, etc.)  Embora que estivesse relutante no envolvimento do país em aventuras ultramarinas, Bismarck reconhece a importância política do colonialismo
  7. 7.  Entrada tardia do Império Alemão na corrida neocolonialista devido à tardia unificação  Bismarck não se interessava pelas terras por não querer gerar conflitos externos, até perceber sua importância política e obtenção de “status” de nação  A Conferência de Berlim, feita para a partilha dos territórios africanos  A Alemanha administrou os territórios do “Sudoeste Africano” (atual Namíbia e o Tangahica)
  8. 8.  O império se consolidou até a morte do primeiro kaiser, em 1888 e, logo depois, no império de Guilherme II, Bismarck foi forçado a renunciar em março de 1890  Guilherme II tenta expandir o controle territorial das colônias alemãs na África, falhando e aumentando as tensões por parte das outras potências européias
  9. 9.  Influenciada pela decisão de Guilherme II de expandir os territórios coloniais do Império Alemão  Aliança turco-otomana com os alemães contra a Rússia  Estopim no assassinato do arquiduque Franz Ferdinand, que viria a ser o imperador Austríaco  Mudança de lado da Itália em 1915  Invasões Austro-Húngara da Sérvia, Alemã da Bélgica, Luxemburgo e França, e um ataque russo contra a Alemanha  Linha de trincheiras na Frente Ocidental  Devido à problemas internos revolucionários da Alemanha, concorda com um cessar-fogo, eventualmente levando à sua derrota
  10. 10.  Desintegração dos impérios Austro-Húngaro e Otomano  Fortalecimento dos Estados Unidos  Criação da Liga das Nações  Assinatura do Tratado de Versalhes, que impunha duras penalidades à Alemanha  Crise econômica na Europa por conta dos custos da guerra  Sentimento de revanchismo alemão em contrapartida ao Tratado de Versalhes

×