Sapatas Pelo Método de Bielas
Usando o método das Bielas comprimidas dimensione uma sapata rígida para
um pilar de seção (...
De acordo com a NBR 6118/2003, a sapata é considerada rígida sempre que
atender a relação:
D – Verificações:
É preciso faz...
Verificação 01 - Comprimento de ancoragem:
De acordo com a tabela vamos adotar:
Concreto – C20;
Zona de aderência – Boa;
A...
Verificação 02 - Ângulo:
Verificação 03 - Peso próprio:
SAPATA
CARGA
NORMAL
(tf)
A (m) B (m) H (cm) d (cm) h (cm)
Volume
(...
E – Dimensionamento da armadura:
Para o dimensionamento da armadura de tração da sapata é preciso calcular a
força de traç...
Cálculo da área de aço efetivo:
Cálculo do espaçamento:
Verificação:
Direção B → 10 Ø 6.3 - c / 12,6 cm – (3,10 cm²)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

53474412 sapatas-pelo-metodo-de-bielas

367 visualizações

Publicada em

muito bom.............................uhsdiuahdiuahdiauhdiuahdaiudhuc nhiaduhn aisudhicuha dgfyibdaydcyaibchsiyvdyvshdygfyaegfhbdhbahbadhf

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
367
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

53474412 sapatas-pelo-metodo-de-bielas

  1. 1. Sapatas Pelo Método de Bielas Usando o método das Bielas comprimidas dimensione uma sapata rígida para um pilar de seção (20x30) cm, com carga centrada de 40 tf. Sabendo-se que a tensão admissível do solo de 30 tf/m² e o Fck adotado para o concreto é de 20 Mpa. Solução: A – Cálculo da área da base da sapata: A área da base da sapata é calculada em função do carregamento majorado em 5% e a tensão admissível do solo. B – Cálculo das dimensões da sapata: Para termos momentos iguais nas abas da sapata, gerando assim uma economia e uma melhor distribuição dos esforços, iremos usar uma relação homotética entre as dimensões do pilar e as dimensões da sapata. Portanto: C – Cálculo da altura útil:
  2. 2. De acordo com a NBR 6118/2003, a sapata é considerada rígida sempre que atender a relação: D – Verificações: É preciso fazer a verificação entre a altura útil da sapata e o comprimento básico de ancoragem do pilar, de acordo com a tabela abaixo temos:
  3. 3. Verificação 01 - Comprimento de ancoragem: De acordo com a tabela vamos adotar: Concreto – C20; Zona de aderência – Boa; Aço – CA-50 nervurado sem gancho. A altura da base da sapata será:
  4. 4. Verificação 02 - Ângulo: Verificação 03 - Peso próprio: SAPATA CARGA NORMAL (tf) A (m) B (m) H (cm) d (cm) h (cm) Volume (m³) S1 40 1,23 1,13 60 55 20 0,48
  5. 5. E – Dimensionamento da armadura: Para o dimensionamento da armadura de tração da sapata é preciso calcular a força de tração nas duas direções. Cálculo da armadura de tração: F – Detalhamento: Direção A – Adotar aço CA-50 Ø 6.3 mm Cálculo do número de barras: Cálculo da área de aço efetivo: Cálculo do espaçamento: Verificação: Direção A → 10 Ø 6.3 - c / 11,4 cm – (3,10 cm²) Direção B – Adotar aço CA-50 Ø 6.3 mm Cálculo do número de barras:
  6. 6. Cálculo da área de aço efetivo: Cálculo do espaçamento: Verificação: Direção B → 10 Ø 6.3 - c / 12,6 cm – (3,10 cm²)

×