O tutor e a EaD: O papel do tutor 6m

425 visualizações

Publicada em

Aprofunde seu conhecimento à repeito das atribuições e perfil do tutor em EaD: Tutor Mediador; Motivador; Modelo; Multimídia; Multiplicador e Tutor Maestro.
Contato: professorcarloshenrique@outlook.com - 21 99322-9504

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
425
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O tutor e a EaD: O papel do tutor 6m

  1. 1. O QUE É O TUTOR 6M?
  2. 2. 1º M – Tutor Mediador; 2º M – Tutor Motivador; 3º M – Tutor Modelo; 4º M - Tutor Multimídia; 5º M - Tutor Multiplicador; 6º M – Tutor Maestro.
  3. 3. Segundo FUTTERLEIB (2013), a tutoria deve acontecer em 5 (cinco) dimensões: 1. Pedagógica, 2. Comportamental, 3. Tecnológica, 4. Social e 5. Institucional. Partindo disso, ela propõe a tutoria 6m
  4. 4. O tutor deve ser um facilitador da aprendizagem
  5. 5. O tutor deve ser um facilitador da aprendizagem e não deve ter uma postura do dono da verdade. Essa característica é fundamental, pois faz parte da essência do docente que atua como tutor...
  6. 6. Ele deve incentivar e valorizar os contatos e parcerias entre os estudantes além de ser um impulsionador da aprendizagem colaborativa e cooperativa entre os alunos.
  7. 7. Deve atuar também como um organizador do ambiente de estudo, tendo em vista a complexidade de um ambiente de EaD e apresentar agilidade na construção de multílogos, uma vez que vivemos no tempo da
  8. 8. pluralidade de vozes e os alunos devem participar verdadeiramente do processo de aprendizagem.
  9. 9. “Por isso o tutor deve INCENTIVAR as pessoas a que elas se motivem.”
  10. 10. Segundo FUTTERLEIB (2013), ninguém motiva ninguém, ou seja, só existe a AUTO-MOTIVAÇÃO. Por isso o tutor deve INCENTIVAR as pessoas a que elas se motivem. Em resumo, o tutor deve ser um ENCANTADOR DE GENTE mantendo sempre “o pique”.
  11. 11. Isto significa que o tutor deve fazer com que o aluno goste naquele momento dos momentos de aprendizagem, seja se ele estiver presencialmente ou participando de aulas no AVA.
  12. 12. “É importante que o tutor seja um exemplo no que tange ao seu comportamento.”
  13. 13. Um tutor que não cumpre prazos não pode cobrar prazos dos alunos. O tutor que não atende às regras combinadas no início de um curso não pode exigir do aluno determinados comportamentos. É importante que o tutor seja um exemplo no que tange ao seu comportamento.
  14. 14. “É importante que o tutor seja um exemplo no que tange ao seu comportamento.” .”
  15. 15. O tutor que trabalha com recursos tecnológicos às vezes se acostuma e se acomoda no uso de alguns recursos, por exemplo, Windows, Pacote Office, etc.. É fato que as TICs evoluem muito rapidamente surgindo a todo o momento muitas novidades que poderiam ser bem utilizadas auxiliando o tutor em suas atividades. Portanto, esse tutor Multimídia deve ser coerente com o aluno multimídia.
  16. 16. “a batalha diária de um tutor é aprender e ensinar”
  17. 17. Se o tutor assume o papel dos 4Ms anteriores para ele possa ser o braço forte das instituições de ensino ele deverá ser um tutor multiplicador. Ele aprende a superar obstáculos e ensina a superar obstáculos. Ou seja, a batalha diária de um tutor é aprender e ensinar.
  18. 18. “é um organizador e incentivador de seus aluno”
  19. 19. Se o tutor consegue exercer a sua atividade num perfil dos 5Ms anteriores o sexto M é ser um Tutor maestro. É aquele que conhece o processo e potencializa os talentos dos músicos. Assim como um maestro ele não sabe a música inteira sozinho porque a partitura não se completa sozinha. Apesar de saber tocar todos os instrumentos jamais os tocará em conjunto. Ou seja, o tutor maestro é um organizador e incentivador de seus alunos.
  20. 20. Referências CECIERJ, Apostila: Mediando Cursos em AVA, 2014. FUTTERLEIB, Ligia. Tutor 6M. Palestra proferida pela professora no I Encontro Nacional de Tutores da Educação a Distância. Profa. e Diretora do grupo e-Educa. 19/11/2013. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=BC_46SDQFEo. Acesso em 14/05/2014. PASCOAL, Viviane. Impressões Transdisciplinares de uma jornalista-tutora sobre o I Encontro Nacional de Tutores. Unicamp. Campinas. São Paulo. 21/03/2011. Disponível em http://issuu.com/viviane.pascoal/docs/profiss_o__tutor#. Acesso em 14/05/2014.

×