porque defender uma
economia e sociedade livre
se você se preocupa com
os pobres e os excluídos
www.mercadopopular.org 1
Por que defender a
economia e sociedade
livre?
1. Mais bem estar para os pobres
2. Pluralidade e diversidade
3. Humildade,...
Mais bem estar
para os pobres
Durante 99% da história humana,
99% dos
seres
humanos
eram
miseráveis.
3
Mais bem estar
para os pobres
Nos últimos 250
anos, a pobreza
mundial caiu de
90% a 20%. Se
ela não tivesse
mudado, hoje
t...
Mais bem estar
para os pobres
O mundo tem se tornado menos desigual...
5
Mais bem estar
para os pobres
E por que os países enriquecem ou perecem?
6
Mais bem estar
para os pobres
Os países com uma economia mais livre
tendem a ter menos pobreza
7
Pluralidade
e diversidade
A proteção da liberdade
individual sempre foi uma
filosofia para as minorias e os
excluídos
8
Pluralidade
e diversidade
Os direitos
individuais se
sobrepõem às
maiorias...
e dá as pessoas a liberdade de
ir contra o s...
Pluralidade
e diversidade
10
Se toda a humanidade fosse da mesma
opinião e apenas um indivíduo fosse de
opinião contrária,...
Pluralidade
e diversidade
Nazi-fascismo
e comunismo
matavam
toda a
individualidade em sua
uniformização coletiva
11
12
A sociedade
abraça a
diversidade
ao reconhecer
que indivíduos
pertencem a
múltiplos
coletivos
Pluralidade
e diversidade
Pluralidade
e diversidade
A economia de mercado é
um sistema de produção para
as massas! Quem se
beneficiou mais com a luz...
Pluralidade
e diversidade
Os excluídos ficam
à mercê dos
poderosos quando
estes têm discrição,
muita força e podem
violar ...
Pluralidade
e diversidade
Preconceito é sempre ineficiente!
Se um racista deixar de contratar um
negro mais produtivo, ele...
Humildade, tolerância
e solidariedade
Quem defende a
liberdade não diz
haver um só
caminho!
Há milhares!
Nós não sabemos o...
Humildade, tolerância
e solidariedade
A chance de se encontrar o melhor
caminho pela livre experimentação
de milhares de p...
Humildade, tolerância
e solidariedade
(1) Burocratas não são omniscientes;
(2) Burocratas têm interesses
particulares e, m...
Humildade, tolerância
e solidariedade
Planos do topo trabalham para o bem comum?
19
Humildade, tolerância
e solidariedade
Ninguém é
autossuficiente!
A divisão do
trabalho nos torna
interdependentes
e solidá...
Humildade, tolerância
e solidariedade
Assim como não sei o que é melhor pra
sociedade, eu não sei o que você deve
fazer co...
Paz e
Liberdade
Isolamento gera
medo e ignorância.
Comércio e fluxo de
pessoas gera
tolerância,
eficiência,
dinamismo....
...
23
...e redução
da pobreza e
desigualdade
Paz e
Liberdade
24
Paz e
Liberdade
x
A quem proteger?
25
O comércio contribuiu para torná-los mais livres, e, por sua
vez, a liberdade ampliou o comércio.
~ Voltaire
Paz e
Libe...
26
Paz e
Liberdade
A verdadeira escolha não é entre violência e não-
violência; é entre não-violência e inexistência. A
ve...
Por que defender a
economia e sociedade
livre?
 Mais bem estar para os pobres
 Pluralidade e diversidade
 Humildade, to...
28
E o
Brasil?
E o
Brasil?
Problema de longa data...
29
A ideologia impessoal do liberalismo democrático
jamais se naturalizou entre nós....
30
E o
Brasil?
Mas as
coisas
melhoram
devagar
3.6
4.5
5.9
6.5
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
1985 1990 1995 2000 2005 2010
Brasil:...
31
E o
Brasil?
Mas as
coisas
melhoram
devagar
0
500
1000
1500
2000
2500
3000
1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 ...
32
E o
Brasil?
Mas as
coisas
melhoram
devagar
20.3
15.2
15.2
5.3
0
5
10
15
20
25
1976 1980 1984 1988 1992 1996 2000 2004 2...
33
E o Brasil?
Onde avançar?
• Burocracia excessiva do país cartorial:
2600 horas/ano de papelada de impostos
para empresa...
34
E o Brasil?
Onde avançar?
• 45,4% das trabalhadores brasileiros
estão na informalidade (PNAD 2011)...
– Para que metade...
35
E o Brasil?
Onde avançar?
Por que
subsidiar a
educação
dos filhos
dos ricos?
5.25
0 1 2 3 4 5 6
Brasil
México
Indonesia...
36
E o Brasil?
Onde avançar?
130 mil
pessoas
presas por
crimes não
violentos
relacionados
às drogas
131.368
97.820
50.247
...
37
E o Brasil?
Onde avançar?
Desregulamentar
a economia de
baixo pra cima e
cortar subsídios
de cima pra baixo
www.mercadopopular.org
38
Esses slides podem ser livremente distribuídos e alterados sob uma licença
Creative Commons, des...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Por que defender uma economia e uma sociedade livres se você se preocupa com os pobres e excluídos? - Carlos Góes - Mercado Popular

2.341 visualizações

Publicada em

Carlos Góes, apresentou palestra online pelo Mercado Popular, denominada "Por que defender uma economia e sociedade livres se você se preocupa com os pobres e excluídos?".

A apresentação faz parte do ciclo de palestras promovido pelo projeto "Conectados pela Liberdade" do Estudantes Pela Liberdade.

Nesta palestra, Carlos Góes apresenta como a economia e sociedade livres, por uma série de critérios, que vão desde a maximização do bem-estar e da riqueza possuída pelos mais pobres até um método de construção social pautado no pluralismo e no conhecimento distribuído entre bilhões de mentes, passando por questões como tolerância e paz, é indispensável para todos aqueles que se preocupam com os pobres e excluídos, em suma, por todos aqueles interessados em justiça social.

E o que é mais importante: Góes apresenta várias evidências empíricas e argumentos humanistas para fundamentar suas conclusões. O resultado é uma palestra que você não pode perder.

Publicada em: Economia e finanças
  • Seja o primeiro a comentar

Por que defender uma economia e uma sociedade livres se você se preocupa com os pobres e excluídos? - Carlos Góes - Mercado Popular

  1. 1. porque defender uma economia e sociedade livre se você se preocupa com os pobres e os excluídos www.mercadopopular.org 1
  2. 2. Por que defender a economia e sociedade livre? 1. Mais bem estar para os pobres 2. Pluralidade e diversidade 3. Humildade, tolerância e solidariedade 4. Paz e liberdade 2
  3. 3. Mais bem estar para os pobres Durante 99% da história humana, 99% dos seres humanos eram miseráveis. 3
  4. 4. Mais bem estar para os pobres Nos últimos 250 anos, a pobreza mundial caiu de 90% a 20%. Se ela não tivesse mudado, hoje teríamos mais 4,9 bilhões de pessoas na miséria hoje. 4
  5. 5. Mais bem estar para os pobres O mundo tem se tornado menos desigual... 5
  6. 6. Mais bem estar para os pobres E por que os países enriquecem ou perecem? 6
  7. 7. Mais bem estar para os pobres Os países com uma economia mais livre tendem a ter menos pobreza 7
  8. 8. Pluralidade e diversidade A proteção da liberdade individual sempre foi uma filosofia para as minorias e os excluídos 8
  9. 9. Pluralidade e diversidade Os direitos individuais se sobrepõem às maiorias... e dá as pessoas a liberdade de ir contra o status quo 9
  10. 10. Pluralidade e diversidade 10 Se toda a humanidade fosse da mesma opinião e apenas um indivíduo fosse de opinião contrária, a humanidade não teria maior direito de silenciar essa pessoa do que esta teria direito, se pudesse, de silenciar a humanidade. ~ João Stuart Mill
  11. 11. Pluralidade e diversidade Nazi-fascismo e comunismo matavam toda a individualidade em sua uniformização coletiva 11
  12. 12. 12 A sociedade abraça a diversidade ao reconhecer que indivíduos pertencem a múltiplos coletivos Pluralidade e diversidade
  13. 13. Pluralidade e diversidade A economia de mercado é um sistema de produção para as massas! Quem se beneficiou mais com a luz elétrica, os reis ou as massas? 13
  14. 14. Pluralidade e diversidade Os excluídos ficam à mercê dos poderosos quando estes têm discrição, muita força e podem violar direitos. A sociedade livre reduz as hierarquias 14
  15. 15. Pluralidade e diversidade Preconceito é sempre ineficiente! Se um racista deixar de contratar um negro mais produtivo, ele vai perder dinheiro para alguém que não é racista. 15
  16. 16. Humildade, tolerância e solidariedade Quem defende a liberdade não diz haver um só caminho! Há milhares! Nós não sabemos o melhor caminho para sociedade! 16
  17. 17. Humildade, tolerância e solidariedade A chance de se encontrar o melhor caminho pela livre experimentação de milhares de pessoas é maior do que quando imposta do topo por alguns burocratas. Por quê? 17
  18. 18. Humildade, tolerância e solidariedade (1) Burocratas não são omniscientes; (2) Burocratas têm interesses particulares e, mesmo quando bem intencionados, são influenciados por quem a eles têm acesso. 18
  19. 19. Humildade, tolerância e solidariedade Planos do topo trabalham para o bem comum? 19
  20. 20. Humildade, tolerância e solidariedade Ninguém é autossuficiente! A divisão do trabalho nos torna interdependentes e solidários. 20
  21. 21. Humildade, tolerância e solidariedade Assim como não sei o que é melhor pra sociedade, eu não sei o que você deve fazer com a sua vida – só você o sabe. 21 A liberdade que não inclui a liberdade de errar de nada vale. Nunca conseguirei compreender como [alguns] seres humanos, muitas vezes tão experientes e capazes, possam se maravilhar em negar a outros seres humanos esse direito tão precioso. ~ Gandhi
  22. 22. Paz e Liberdade Isolamento gera medo e ignorância. Comércio e fluxo de pessoas gera tolerância, eficiência, dinamismo.... 22
  23. 23. 23 ...e redução da pobreza e desigualdade Paz e Liberdade
  24. 24. 24 Paz e Liberdade x A quem proteger?
  25. 25. 25 O comércio contribuiu para torná-los mais livres, e, por sua vez, a liberdade ampliou o comércio. ~ Voltaire Paz e Liberdade
  26. 26. 26 Paz e Liberdade A verdadeira escolha não é entre violência e não- violência; é entre não-violência e inexistência. A verdadeira liberdade é uma crença na dignidade humana, de que todo indivíduo tem o direito inalienável de escolher seu próprio destino. A verdadeira pátria é a vida plena e livre – e lá nossos compatriotas vêm de todas as partes, falam todas as línguas, têm todas as cores de pele e professam todas (ou nenhuma) as religiões. ~ Manifesto do Mercado Popular
  27. 27. Por que defender a economia e sociedade livre?  Mais bem estar para os pobres  Pluralidade e diversidade  Humildade, tolerância e solidariedade  Paz e liberdade 27
  28. 28. 28 E o Brasil?
  29. 29. E o Brasil? Problema de longa data... 29 A ideologia impessoal do liberalismo democrático jamais se naturalizou entre nós. (…) A democracia no Brasil foi sempre um lamentável mal entendido. Uma aristocracia rural e semifeudal importou-a e tratou de acomodá-la, onde fosse possível, a seus direitos e privilégios (...) É curioso notar-se que os movimentos aparentemente reformadores no Brasil partiram sempre de cima pra baixo. ~ Sérgio Buarque de Holanda
  30. 30. 30 E o Brasil? Mas as coisas melhoram devagar 3.6 4.5 5.9 6.5 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 1985 1990 1995 2000 2005 2010 Brasil: Índice de Liberdade Econômica (10 = liberdade máxima) Fonte: Economic Freedom of the World, Instituto Fraser www.mercadopopular.org
  31. 31. 31 E o Brasil? Mas as coisas melhoram devagar 0 500 1000 1500 2000 2500 3000 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 2010 Brasil: Inflação (IGP-DI) (variação anual, em porcento) Plano Cruzado Plano Collor Plano Real Fonte: FGV. www.mercadopopular.org Inflação média 1965-1974: 24,7% Inflação média 1975-1984: 97,2% Inflação média 1985-1994: 1045,3% Inflação média 1995-2004: 11,9% Inflação média 2005-2013: 5,6%
  32. 32. 32 E o Brasil? Mas as coisas melhoram devagar 20.3 15.2 15.2 5.3 0 5 10 15 20 25 1976 1980 1984 1988 1992 1996 2000 2004 2008 2012 Distorção temporária causada pelo Plano Cruzado Plano Real: ~9 milhões de pessoas saíram da miséria em dois anos Fonte: IPEA e IBGE Ciclo de crescimento e transferência condicional de renda (Bolsa Família): ~20 milhões de pessoas saíram da miséria em 10 anos Média anual 1992-2001 Crescimento PIB Real: 2.5% Média anual 2002-2011 Crescimento PIB Real: 3.8% www.mercadopopular.org Brasil: população vivendo na pobreza extrema (em porcentagem da população total) Expansão da educação básica
  33. 33. 33 E o Brasil? Onde avançar? • Burocracia excessiva do país cartorial: 2600 horas/ano de papelada de impostos para empresas (DB World Bank) – Grandes empresas pagam contadores – e as pequenas?
  34. 34. 34 E o Brasil? Onde avançar? • 45,4% das trabalhadores brasileiros estão na informalidade (PNAD 2011)... – Para que metade tenha acesso à CLT, a outra metade é condenada à informalidade • Por que não acabar com o paternalismo e devolver o FGTS para as mãos dos trabalhadores?
  35. 35. 35 E o Brasil? Onde avançar? Por que subsidiar a educação dos filhos dos ricos? 5.25 0 1 2 3 4 5 6 Brasil México Indonesia Chile EUA Canadá Suécia África do Sul Israel Hungria Finlândia Rússia Japão Alemanha Dinamarca Reino Unido Australia Polônia Holanda Eslováquia Bélgica Noruega Irlanda Suiça França Espanha Nova Zelândia Rep Checa Portugal Argentina Islândia Áustria Eslovênia Itália Coreia Estônia Prioridade do Ensino Superior ou Médio (razão gasto por aluno em ensino superior/médio, maior = mais privilégio ed. superior) Fonte:Cálculos do Mercado Popular,com dados OCDE (2012) Nestalinha, os governos gastamo mesmopor aluno emensinosuperior e ensinomédio O Brasil gastamais de cincovezes mais por alunoem educação superior, muitoacima damédia dos outros países. www.mercadopopular.org
  36. 36. 36 E o Brasil? Onde avançar? 130 mil pessoas presas por crimes não violentos relacionados às drogas 131.368 97.820 50.247 39.846 38.027 35.656 20.390 15.415 12.954 12.310 População Carcerária no Brasil, 2012 (população por tipo crime, dez categorias mais numerosas) Fonte:Ministério da Justiça www.mercadopopular.org 130 mil pessoas estão presasno Brasilpor crimes não violentos que só existem por causa da política de guerra às drogas. Isso constitui25% da populaçãocarcerária brasileira,aumentando os gastos de um já muito deficiente e superlotado sistema prisional. O peso é monumentalem termos sociais e orçamentários.
  37. 37. 37 E o Brasil? Onde avançar? Desregulamentar a economia de baixo pra cima e cortar subsídios de cima pra baixo
  38. 38. www.mercadopopular.org 38 Esses slides podem ser livremente distribuídos e alterados sob uma licença Creative Commons, desde que citada o autor e o site Mercado Popular Sobre o Autor: Carlos Góes é analista econômico com interesses em econometria, economia do desenvolvimento, filosofia política e antropologia. Fez seu mestrado em Economia Internacional na Universidade Johns Hopkins e sua graduação em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília. É co- fundador da rede Estudantes Pela Liberdade no Brasil e da Aliança Pela Liberdade. Publicou em periódicos internacionais, na imprensa nacional e editou o livro “Repensando uma Cultura de Paz e Liberdade”. Mora em Washington, DC, onde se divide entre think tanks e organismos multilaterais. Apesar disso, ele garante que aprendeu muito mais pagando multas na biblioteca e tomando cerveja com seus amigos do que em sala de aula.

×