Carlos Eugênio Clemente 4019

890 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
890
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carlos Eugênio Clemente 4019

  1. 1. “Na guerra Carlos Eugênio Clemente com as armas da guerra, na paz com as armas 1 D E M O C R Á T I C A n0 da paz”, 4019 Combatente da Guerra e da Paz como o militante e comandante da ALN vem defendendo em inúmeras palestras e debates com a juventude brasileira. O ano de 1968 é marcante para ele e o grupo de militantes que formaram a ALN no Rio de Janeiro. Os aprendizes de guerrilheiro assumem responsabilidades que mudam suas vidas completamente. Ao mesmo tempo, a luta REDE política no Brasil não se Coligação: Frente de Mobilização Socialista PSB / PMN restringia ao movimento de crítica ao regime, mas deixava um legado de luta, de propostas comportamentais e um patrimônio cultural expressivo tanto na música, como no http://www.facebook.com/carloseclemente teatro, no cinema e http://eugenioclemente.blogspot.com/ nas artes plásticas. twitter - @clemente4019
  2. 2. Carlos Eugênio Um mandato? Clemente 4019 Combatente da Guerra e da Paz Desde que decidi candidatar-me a um mandato de deputado federal nas eleições de outubro próximo, alguns amigos e companheiros das novas e das velhas fornadas me perguntam: por quê? Afinal é a primeira vez que me candidato, e luto desde os quinze anos de idade. A resposta pode ser dada em artigos imensos, talvez mesmo um “Um país que tem livro, ou pela publicação de um programa extenso de mandato, mas 8, 5 milhões de metros não seria meu jeito. É evidente, por exemplo, que um programa quadrados, que tem o povo de mandato existirá, mas ele será construído junto com os que a gente tem, a mistura companheiros que se agregarem à campanha e com os movimentos de etnias, a mistura de sociais com os quais tenho contato. Prefiro dar essa resposta falando credos, a gente já é do dia a dia, mostrando o que penso dos problemas que a vida nos coloca fadado à democracia desde pela frente, para que as pessoas me escolham como candidato pela que a gente nasce, desde minha história de luta e pelas minhas concepções. Como é fácil construir que não venham os tanques um programa que não será jamais cumprido! Não esperem isso de mim. a tomarem as nossas ruas, Sou candidato agora porque sou brasileiro, socialista, acho que arrombarem as portas de aprofundar a democracia é hoje nossa tarefa revolucionária, defendo nossas casas e não venham liberdade, igualdade e fraternidade, e me considero pronto para assumir torturar nossas mães e essa tarefa. Sou músico, escritor, não preciso de outra carreira, preciso nossas irmãs”. sim, de um mandato para poder falar para muitos e legislar no sentido do aprofundamento da democracia, essa nossa democracia que ainda é domesticada, mas um dia será popular. Aos poucos irei deixando aqui minhas propostas. A de hoje é: pela abertura dos arquivos da ditadura e pela Comissão Nacional da Verdade!
  3. 3. Uma obra “O terrorismo neste país foi um terrorismo feita de de Estado”. “Continuamos vivendo numa democracia coragem domesticada”. “Conquistamos liberdades democráticas? Sim. Assim a define o jornalista Expedito Filho nas documentário bra- Acabamos com a páginas amarelas da Revista Veja, em matéria que sileiro no Festival tortura? Não. Acabamos antecipou a publicação de Viagem à Luta Armada É tudo Verdade de no Brasil ano de 1996. 2010, no qual Cle- com a tortura política Em Viagem à Luta Armada e Nas trilhas da ALN, publicados respectivamente nos anos de 1996 e mente dá uma en- trevista essencial. mas em qualquer 1997, Carlos Eugênio Clemente relata sua experi- Carlos Eugênio delegacia desse país ência político-militar, desde sua participação no mo- Clemente foi o pri- vimento estudantil secundarista entre 1966 e 1968, meiro Ouvidor do continua-se praticando a até sua chegada a comandante de uma organização armada, a Ação Libertadora Nacional – ALN. Trabalho do Rio de Janeiro (SETRAB) tortura”. Sua experiência é uma importante fonte de co- no biênio 2000/ nhecimento dos mecanismos internos da ALN, sua 2002. Participa de formação, seus ideais e suas práticas, lançando luz fóruns de discussão “Como se pode falar sobre um período pouco conhecido na história do Brasil. Mais em particular, em relação à própria política promovidos pelo PSB (Partido que há uma democracia história da Organização, dada à quase inexistência Socialista Brasilei- não domesticada de obras que fazem referência à ALN depois do as- ro) e é figura pre- sassinato de seus fundadores, Carlos Marighella e sente em congres- quando há o monopólio Joaquim Câmara Ferreira. Clemente assumiu com 19 anos o comando mi- sos realizados na temática sobre ditadura militar e memória política da informação nesse litar da organização em São Paulo, permanecendo do período. país, monopólio das como seu principal comandante até final do ano de Na entrevista Veja no dia 31 de julho de 1996, sob 1972 quando, por uma votação realizada na Coor- o título Memória do Terror, Expedito Filho afirma- telecomunições, denação Nacional da ALN, foi enviado para Cuba, onde viveu nove meses estudando e aprimorando va “o mais curioso personagem da luta armada no Brasil é também o menos estudado (...)”. Expedito monopólio da seus conhecimentos, num curso de Estado Maior Filho destaca a postura rara até o momento, de nar- comunicação em geral?” oferecido pelo governo cubano. Era a forma de rar experiências e assumir responsabilidades. Car- assegurar a sobrevivência daquele que estava em los Eugênio, como poucos, assumiu integralmente primeiro da lista dos procurados pela repressão po- lítica brasileira. sua militância, defendendo a legitimidade de sua luta, e da luta de sua geração em contraposição a “Se um brasileiro tá A história de vida de Carlos Eugênio continua muitos, que por motivos vários, tentaram negar comendo frango ou tá motivo de interesse. Entrevista sobre o militante foi essa experiência como um sinal de voluntarismo publicada pela revista Carta Capital e muitos depoi- inconsequente ou colocando-se ao lado de comba- comendo carne, isso mentos de Carlos Eugênio têm sido utilizados para tentes arrependidos. Sua luta e a luta de sua geração foi a conse- não quer dizer que diversos fins acadêmicos e políticos. Seus livros inspiraram também documentários quência de uma parte de jovens que optou não acabou a exploração e filmes sobre esse período, como o caso da pro- por uma morte moral, submetendo-se passiva- dução de Renato Tapajós e Toni Venturi No olho mente, mas daqueles que escolheram outro tipo da mais-valia”. do Furacão , o filme Cabra-Cega de Toni Venturi, de morte, aquela que recupera a dignidade do e mais recentemente o documentário Cidadão Boi- indivíduo, sua liberdade, e acima de tudo, a li- lesen de Chaim Litewski, premiado como melhor berdade de seu povo.
  4. 4. Reféns do sistema Rede Democrática Renato da Farmacia “Sou morador há 34 anos da Favela da Maré e conheço bem de perto a necessidade e o sofrimento de cada morador. Os jovens, principalmente, não têm perspectivas de vida e as mães não sabem como proceder com Coligação: Frente de Mobilização Socialista PSB / PMN CNPJ do candidato: 2168356/0001-18 CNPJ da Gráfica: Jornal do Commercio - 33267642/0001-00 - Tiragem: 10 mil exemplares os filhos, que aos poucos vão se desajustando. Os idosos ficam reféns do sistema. Falta apoio na área da saúde. A esperança de mudanças, a melhoria na qualidade de vida me levam a apoiar Carlos Eugênio Clemente - 4019 para Deputado Federal.” A noção de rede está presente em vários momentos da História. Nas lutas de Espetáculo contra corrente libertação durante o século XX, redes de ajuda foram criadas, sempre para compensar o poderio dos inimigos com uma atuação coordenada e eficaz. Durante a luta armada contra a ditadura, tivemos inclusive uma Organização, liderada pelo companheiro Eduardo Leite, o Bacuri, chamada Rede. Resistência Democrática. Naquele momento, a luta era de resistência, o nome traduzia muito claramente os propósitos e a prática de nossos companheiros. Hoje, quando já conquistamos as liberdades democráticas, precisamos de uma rede que nos permita ter voz ativa no aprofundamento e radicalização da democracia. Um movimento que se espalhe pela sociedade para conscientizar, aglutinar e organizar os A Cia. Raízes do Mundo compareceu à festa de lançamento da candidatura de Carlos Eugênio - Clemente mais amplos setores interessados na paz e na construção de um projeto nacional que inclua Contra Corrente é um espetáculo cujo nome é inspirado na música “Roda todo o povo brasileiro. Viva” de Chico Buarque, que contará a verdadeira história de vários grupos Minha candidatura só tem sentido se ajudar a organizados durante a ditadura militar no Brasil, entre eles o movimento costurar essa rede. O próprio mandato também. sindical, guerrilheiro, artístico e estudantil, mostrando aquilo que não é Quando começamos a fazer o jornal de apresentado nos livros de história e não nos é contado pela mídia atual. campanha uma questão se impôs: qual seria A Cia. Raízes do Mundo é feita de teatro engajado nos processos políticos, o nome? Pedi sugestões e recebemos várias. sociais e culturais, nós não nos limitamos a um determinado assunto e o Nomes fortes e que poderiam ser usados, que não estiver certo será demonstrado através da arte, os projetos futuros mas às vezes datados ou então chamativos, abordarão assuntos polêmicos e fatos atuais e passados. mas que não deixavam claro o caráter do Carlos Eugênio Clemente representa uma geração de jovens que foram capazes jornal, da campanha e do mandato. Estávamos de abrir mão de sua vida para se dedicar à luta contra a ditadura militar. preocupados, até que minha companheira Portanto, um sobrevivente que hoje se dispõe, através do voto, a continuar sua Maria Cláudia propôs “Rede Democrática”. luta. É uma testemunha viva de um fundamental momento histórico onde se Gostei e saí perguntando aos companheiros, escolhia o caminho entre a adaptação ou a luta. encontrando uma excelente receptividade.
  5. 5. Reféns do sistema JoRGE Coutinho Renato da Farmacia “Sou morador há 34 anos da Favela Deputado Estadual da Maré e conheço bem de perto a necessidade e o sofrimento de cada morador. Os jovens, Resgatar o principalmente, não têm perspectivas de vida e as mães samba carioca Carlos Apoio a candidatura do companheiro não sabem como proceder com Coligação: Frente de Mobilização Socialista PSB / PMN CNPJ do candidato: 2168356/0001-18 CNPJ da Gráfica: Jornal do Commercio - 33267642/0001-00 - Tiragem: 15 mil exemplares os filhos, que aos poucos vão se Eugenio à Câmara dos Deputados porque desajustando. Os idosos ficam vejo nele um combatente da valorização da reféns do sistema. Falta apoio cultura brasileira. Tenho a convicção de que na área da saúde. A esperança Carlos Eugenio, eleito deputado federal, de mudanças, a melhoria na estará ao nosso lado na luta em favor do qualidade de vida me levam a resgate do autêntico samba carioca. Sou apoiar Carlos Eugênio Clemente ator e cineasta, fundador do MDB (atual - 4019 para Deputado Federal.” PMDB) e co-fundador do Grêmio Recreativo das Artes Negras Quilombo, junto com Candeias, Paulinho da Viola, Monarco e Espetáculo contra corrente Elton Medeiros, entre outros. Participei da criação do Centro Popular de Cultura da UNE, do movimento Cinema Novo e do grupo Opinião, onde produzi o espetáculo “Noitada de Samba”, símbolo da resistência nos anos de chumbo. Meu mandato de deputado estadual será dedicado também à implantação de creches noturnas, de políticas voltadas para a tolerância e igualdade racial e social e ao atendimento a crianças portadoras de necessidades especiais. A Cia. Raízes do Mundo compareceu à festa de lançamento da candidatura de Carlos Eugênio - Clemente Contra Corrente é um espetáculo cujo nome é inspirado na música “Roda Viva” de Chico Buarque, que contará a verdadeira história de vários grupos organizados durante a ditadura militar no Brasil, entre eles o movimento sindical, guerrilheiro, artístico e estudantil, mostrando aquilo que não é apresentado nos livros de história e não nos é contado pela mídia atual. A Cia. Raízes do Mundo é feita de teatro engajado nos processos políticos, sociais e culturais, nós não nos limitamos a um determinado assunto e o que não estiver certo será demonstrado através da arte, os projetos futuros abordarão assuntos polêmicos e fatos atuais e passados. Carlos Eugênio Clemente representa uma geração de jovens que foram capazes de abrir mão de sua vida para se dedicar à luta contra a ditadura militar. 15 111 Portanto, um sobrevivente que hoje se dispõe, através do voto, a continuar sua luta. É uma testemunha viva de um fundamental momento histórico onde se escolhia o caminho entre a adaptação ou a luta.
  6. 6. Reféns do sistema Rossino Renato da Farmacia “Sou morador há 34 anos da Favela Diniz da Maré e conheço bem de perto a necessidade e o sofrimento Deputado Estadual de cada morador. Os jovens, principalmente, não têm perspectivas de vida e as mães Políticas públicas não sabem como proceder com para as comunidades Coligação: Frente de Mobilização Socialista PSB / PMN CNPJ do candidato: 2168356/0001-18 CNPJ da Gráfica: Jornal do Commercio - 33267642/0001-00 - Tiragem: 15 mil exemplares os filhos, que aos poucos vão se desajustando. Os idosos ficam Sou morador de Cordovil, carioca da gema, reféns do sistema. Falta apoio presidente da FAFERJ ((Federação das na área da saúde. A esperança Associações de Favelas do Estado do Rio de mudanças, a melhoria na de Janeiro). Com o apoio de Carlos Eugênio qualidade de vida me levam a na Câmara dos Deputados em Brasília, apoiar Carlos Eugênio Clemente pretendo dedicar meu mandato na Assembleia - 4019 para Deputado Federal.” Legislativa do Rio a defender políticas públicas para as comunidades, mas com a participação das lideranças que lutam pelo interesse Espetáculo contra corrente coletivo dos moradores. Assim como eu, Carlos Eugenio defende um país mais justo e democrático, sem tanta exploração e abandono. Estamos cansados da indiferença dos governantes e das inúmeras portas de gabinetes fechadas aos nossos apelos. É chegada a hora de elegermos parlamentares nossos! Chega de políticos do asfalto que só nos procuram nas eleições. Companheiros, somos mais de 2 milhões de eleitores, temos votos suficientes para eleger deputados, senadores, governador e influir nacionalmente na eleição para presidente da República. Por isso apoio Carlos Eugênio Clemente – 4019 –, herói da resistência A Cia. Raízes do Mundo compareceu à festa de lançamento da candidatura de Carlos Eugênio - Clemente contra a ditadura, que se coloca mais uma Contra Corrente é um espetáculo cujo nome é inspirado na música “Roda luta, desta vez Viva” de Chico Buarque, que contará a verdadeira história de vários grupos pela via eleitoral: organizados durante a ditadura militar no Brasil, entre eles o movimento a candidatura sindical, guerrilheiro, artístico e estudantil, mostrando aquilo que não é a Deputado apresentado nos livros de história e não nos é contado pela mídia atual. Federal! A Cia. Raízes do Mundo é feita de teatro engajado nos processos políticos, sociais e culturais, nós não nos limitamos a um determinado assunto e o que não estiver certo será demonstrado através da arte, os projetos futuros abordarão assuntos polêmicos e fatos atuais e passados. Carlos Eugênio Clemente representa uma geração de jovens que foram capazes de abrir mão de sua vida para se dedicar à luta contra a ditadura militar. 13 888 Portanto, um sobrevivente que hoje se dispõe, através do voto, a continuar sua luta. É uma testemunha viva de um fundamental momento histórico onde se escolhia o caminho entre a adaptação ou a luta.
  7. 7. Reféns do sistema Renato da Farmacia “Sou morador há 34 anos da Favela da Maré e conheço bem de perto a necessidade e o sofrimento de cada morador. Os jovens, principalmente, não têm perspectivas de vida e as mães não sabem como proceder com Coligação: Frente de Mobilização Socialista PSB / PMN CNPJ do candidato: 2168356/0001-18 CNPJ da Gráfica: Jornal do Commercio - 33267642/0001-00 - Tiragem: 15 mil exemplares os filhos, que aos poucos vão se Consolidar as desajustando. Os idosos ficam reféns do sistema. Falta apoio na área da saúde. A esperança de mudanças, a melhoria na conquistas democráticas qualidade de vida me levam a apoiar Carlos Eugênio Clemente - – Conheci Carlos Eugenio quando éramos dois 4019 para Deputado Federal.” jovens idealistas lutando contra a ditadura militar. Hoje novamente caminhamos juntos dentro do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Eleito Espetáculo contra corrente deputado estadual sei que poderei contar com o companheirismo de Carlos Eugenio, que estará representando toda uma geração na Câmara dos Deputados em Brasília. Sou carioca, cirurgião- dentista e fui deputado estadual em 1982. Brasileiro consciente de minhas responsabilidades, entro nessa luta com coragem para retornar à Assembleia Legislativa e contribuir para a reconstrução moral e ética da classe política. O resgate dos Cieps, a promoção da saúde bucal, a despoluição das praias e lagoas e o saneamento básico nas comunidades são algumas das minhas metas. Com Carlos Eugenio deputado federal, o Rio ganha um aliado combativo para a consolidação das conquistas democráticas. A Cia. Raízes do Mundo compareceu à festa de lançamento da candidatura de Carlos Eugênio - Clemente Contra Corrente é um espetáculo cujo nome é inspirado na música “Roda Viva” de Chico Buarque, que contará a verdadeira história de vários grupos organizados durante a ditadura militar no Brasil, entre eles o movimento sindical, guerrilheiro, artístico e estudantil, mostrando aquilo que não é apresentado nos livros de história e não nos é contado pela mídia atual. A Cia. Raízes do Mundo é feita de teatro engajado nos processos políticos, sociais e culturais, nós não nos limitamos a um determinado assunto e o que não estiver certo será demonstrado através da arte, os projetos futuros abordarão assuntos polêmicos e fatos atuais e passados. Carlos Eugênio Clemente representa uma geração de jovens que foram capazes de abrir mão de sua vida para se dedicar à luta contra a ditadura militar. Portanto, um sobrevivente que hoje se dispõe, através do voto, a continuar sua luta. É uma testemunha viva de um fundamental momento histórico onde se escolhia o caminho entre a adaptação ou a luta.

×