Unidade I
Conhecendo a Teologia
Inclusiva
Textos Áureos:
Atos 10.34 e 35
Atos 8.26-38
O QUE É TEOLOGIA
→ Palavra formada por outras duas:
THEOS (que quer dizer Deus) e LOGIA ( que quer dizer
Estudo).
Logo, a ...
OBJETIVO DA TEOLOGIA
“A Coleção, o arranjo lógico, a comparação,
a exposição e a defesa de todos os fatos
de todas as font...
Teologia Inclusiva
“Teologia Destinada a Inclusão”
Boas Novas na
Teologia!
1. Os estudos sobre bíblia e homossexualidade
não constituem o centro da Teologia Inclusiva.
O seu fundamento é: Deus não ...
Embora recente a Teologia Inclusiva, não pretende ser
uma invenção moderna em substituição ao Evangelho,
pelo contrário, e...
Origensda Teologia
Teologiainclusiva!
- Até 1950 não se questionavam a condenação
Bíblica à homossexualidade.
- 1955: Derr...
Origensda Teologia
Teologiainclusiva!
A) Oferecendo novos subsídios à Igreja da Inglaterra na
reavaliação de seu posiciona...
A TI deve fornecer as bases que direcionem e revelem um caminho
seguro para os cristãos homossexuais. Sua importância supl...
Graça Divina: o pilar da inclusão.
A baseia-se no Evangelho da graça
(Atos 20.24)
- Dom incondicional de Deus que a
todos ...
Graça Divina: o pilar da inclusão.
Conforme as Escrituras ensinam, pela
graça somos:
- SALVOS (Tito 2.11)
- JUSTIFICADOS (...
ASPECTOS DA INCLUSÃO
• Leitura Bíblica Atos 8.26-38
O relato bíblico revela a verdade essencial do Evangelho: O
Espírito S...
ASPECTOS DA INCLUSÃO
A inclusão é confirmada nas Escrituras por
meio de diversos textos. Os principais
encontram-se no N.T...
Até o próximo
encontro!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

INTRODUÇÃO A TEOLOGIA INCLUSIVA

383 visualizações

Publicada em

BREVE INTRODUÇÃO A TEOLOGIA INCLUSIVA
Igreja Cristã Inclusiva Ministério Vida

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

INTRODUÇÃO A TEOLOGIA INCLUSIVA

  1. 1. Unidade I Conhecendo a Teologia Inclusiva Textos Áureos: Atos 10.34 e 35 Atos 8.26-38
  2. 2. O QUE É TEOLOGIA → Palavra formada por outras duas: THEOS (que quer dizer Deus) e LOGIA ( que quer dizer Estudo). Logo, a teologia é a ciência que se aplica ao Estudo de Deus. Nós conhecemos a Deus por meio da Bíblia. Logo, a Teologia é a ciência que busca compreender Deus e seus propósitos para a humanidade por meio das Escrituras Sagradas.
  3. 3. OBJETIVO DA TEOLOGIA “A Coleção, o arranjo lógico, a comparação, a exposição e a defesa de todos os fatos de todas as fontes com respeito a Deus e suas relações com o universo.” (Paul Davidson, Vol. I p.2)
  4. 4. Teologia Inclusiva “Teologia Destinada a Inclusão” Boas Novas na Teologia!
  5. 5. 1. Os estudos sobre bíblia e homossexualidade não constituem o centro da Teologia Inclusiva. O seu fundamento é: Deus não faz acepção de pessoas (Atos 10.34). 2. A Teologia não definiu a Inclusão 3. A inclusão é uma realidade das Escrituras. A Teologia Inclusiva apenas enfatiza essa verdade. Boas Novas na Teologia!
  6. 6. Embora recente a Teologia Inclusiva, não pretende ser uma invenção moderna em substituição ao Evangelho, pelo contrário, ela é o anúncio do próprio Evangelho ao público LGBT. Tal nome tem apenas finalidade didática, como já acontece com áreas especificas da Teologia como a: - Teologia Bíblica - Sistemática - Histórica
  7. 7. Origensda Teologia Teologiainclusiva! - Até 1950 não se questionavam a condenação Bíblica à homossexualidade. - 1955: Derrick Bailey (1910- 1984) teólogo, um historiador inovador, e um membro ativo da Igreja da Inglaterra, igualmente conhecida como Igreja Anglicana escreveu um livro chamado HOMOSSEXUALIDADE E TRADIÇÃO CRISTÃ OCIDENTAL.
  8. 8. Origensda Teologia Teologiainclusiva! A) Oferecendo novos subsídios à Igreja da Inglaterra na reavaliação de seu posicionamento teológico oficial em relação à homossexualidade. B) Auxiliando indivíduos homossexuais a nível pessoal, notadamente membros da Igreja Anglicana, mas também de outras denominações e tradições cristãs. C) Causando mudanças históricas na legislação da Inglaterra e País de Gales. D) Possibilidade do livre exercício da fé e da sexualidade começava a se tornar concreta
  9. 9. A TI deve fornecer as bases que direcionem e revelem um caminho seguro para os cristãos homossexuais. Sua importância suplanta os aspectos puramente religiosos, indo muito além: desconstrói doutrinas excludentes e constrói possibilidades reais de vivenciar a afetividade e a sexualidade; resgata a dignidade roubada durante séculos e abre a porta da verdadeira liberdade em Cristo, possibilitando, assim, o experimentar da plenitude da existência humana; eleva a autoestima por meio do ver-se e sentir-se obra-prima de Deus; promove a autoaceitação, dirimindo as culpas e a autocondenação, tão nocivas e destrutíveis; restitui aos gays e às lésbicas o integrar-se à Igreja, como sujeitos, agentes e essenciais à diversidade que compõe o corpo de Cristo.“ Trechos do livro O Prêmio do amor, p. 25-26 E hoje?
  10. 10. Graça Divina: o pilar da inclusão. A baseia-se no Evangelho da graça (Atos 20.24) - Dom incondicional de Deus que a todos alcança, sem distinção. - Favor divino não merecido, ou seja, uma oferta de Deus à humanidade sem que esta tenha méritos para recebe-la! “Tratamento imerecido que Deus concede aos humanos; é simplesmente um transbordamento da bondade e da generosidade de Deus.” (Dicionário popular de Teologia, p 87.)
  11. 11. Graça Divina: o pilar da inclusão. Conforme as Escrituras ensinam, pela graça somos: - SALVOS (Tito 2.11) - JUSTIFICADOS (Romanos 3.24) - CHAMADOS (Gálatas 1.15) - HERDEIROS (Tito 3.7) - REMIDOS (Efésios 1.7)
  12. 12. ASPECTOS DA INCLUSÃO • Leitura Bíblica Atos 8.26-38 O relato bíblico revela a verdade essencial do Evangelho: O Espírito Santo conduz Sua Igreja em direção àqueles que antes não podiam fazer parte da Antiga Aliança, mas que, por meio de Jesus Cristo, podem desfrutar da Nova Aliança, sendo alcançados e salvos. A inclusão apresenta se dá em dois aspectos: NACIONALIDADE (origem, etnia) e SEXUALIDADE.
  13. 13. ASPECTOS DA INCLUSÃO A inclusão é confirmada nas Escrituras por meio de diversos textos. Os principais encontram-se no N.T, entretanto, também encontramos essa verdade em alguns textos do Antigo Testamento. A profecia de Isaías (56. 1-7) é o exemplo mais conhecido. Ali, estrangeiros e eunucos recebem a promessa de serem incluídos ao povo de Deus caso abracem Sua aliança.
  14. 14. Até o próximo encontro!

×