O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Neuroanatomia da Dor/ Neuroanatomy of Pain

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Neurociência da dor
Neurociência da dor
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 36 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Semelhante a Neuroanatomia da Dor/ Neuroanatomy of Pain (20)

Anúncio

Mais de Carlos D A Bersot (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Neuroanatomia da Dor/ Neuroanatomy of Pain

  1. 1. 2021/2-INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA DOR (ELETIVA III) NEUROANATOMIA FUNCIONAL DA DOR Carlos Darcy Alves Bersot Título Superior em Anestesiologia-SBA Responsável pelo Centro de Ensino e Treinamento HFLagoa Médico Anestesiologista do Hospital Federal da Lagoa-SUS Professor Ciências da Dor UNFAA
  2. 2. ● Sintomas complexos (comportamentais, sensoriais, emocionais) ● A percepção da dor pode ser modulada por todos os tipos de fatores, incluindo estados comportamentais(estresse, sexo), estados cognitivos (hipnose), estados mentais , normas sociais e drogas.
  3. 3. Concept of pain to René Descartes
  4. 4. Somatosensory System Brain Somatosensory Cortex Thalamus Spinal Cord Dorsal Horn PNS Afferent Neuron A-delta Fibers C-Fibers
  5. 5. Nociceptores são receptores especiais que respondem apenas a estímulos nocivos e geram impulsos nervosos que o cérebro interpreta como "dor" Terminações nervosas livres Danos no tecido
  6. 6. Aδ - rápido, sensível a estímulos nocivos mecânicos. - pequeno, mielinizado. Velocidade de alta condutância C - lento, sensível a muitos estímulos nocivos (químicos, etc.) - pequeno, não mielinizado. Velocidade de condutância lenta
  7. 7.  1. gray matter  2. white matter  3. gray commissure  4. central canal Dorsal and ventral nerve roots
  8. 8. As fibras ascendentes e descendentes são organizadas em feixes distintos que ocupam áreas e regiões particulares na substância branca Geralmente, os tratos longos estão localizados perifericamente na substância branca, enquanto os tratos mais curtos são encontrados perto da substância cinzenta. Um tracto é um feixe de fibras nervosas (dentro do SNC) com a mesma origem, curso, destino e função O nome do trato indica a origem e destino de suas fibras Os axônios dentro de cada trato são agrupados de acordo com a região do corpo inervada
  9. 9. 1. nuclei 2. horns ● dorsal -- sensory ● ventral – motor c. lateral – autonomic Spinal grey matters divided into 10 layers
  10. 10. Tratos que servem para ligar o cérebro à medula espinhal ● Ascendente ● Descendente Fibras que interconectam segmentos adjacentes ou distantes da medula espinhal ● Intersegmental (propriospinal)
  11. 11. Três vias principais transportam informações sensoriais 1. Caminho da coluna posterior (fascículos grácil e cuneiforme) 2. Via anterolateral (espinotalâmica) 3. Via espinocerebelar
  12. 12. Monitora as condições tanto dentro do corpo quanto no ambiente externo O receptor estimulado por sensação passa informações para o SNC por meio de fibras aferentes (sensoriais) A maioria das informações sensoriais é processada na medula espinhal, tálamo ou tronco cerebral. Apenas 1% atinge o córtex cerebral e nossa consciência O processamento na medula espinhal pode produzir uma resposta motora rápida (reflexo de estiramento) O processamento dentro do tronco cerebral pode resultar em atividades motoras complexas (mudanças de posição no olho, cabeça, tronco)
  13. 13. Existem 3 neurônios do nociceptor ao córtex cerebral  Corpo celular localizado no gânglio da raiz dorsal. O Axônio (processo central) passa para a medula espinhal através da raiz dorsal do nervo espinhal e dá muitos colaterais que participam dos reflexos da medula espinhal que correm ipsilateralmente e fazem sinapses com neurônios de segunda ordem na medula e medula oblonga 1 2 3 Neurônio de primeira ordem:
  14. 14. Neurônio de segunda ordem: Possui corpo celular na medula espinhal ou medula oblongata Axônio decussate e Termina no neurônio de 3ª ordem Neurônio de terceira ordem: Tem corpo celular no tálamo O axônio termina no córtex cerebral ipsilateralmente
  15. 15. Pain information travels up the spinal cord through the spinothalamic track (2 parts) • Aviso imediato da presença, localização e intensidade de uma lesão ANTERIOR/VENTRA L • Lembrete lento e dolorido de que ocorreu dano ao tecido LATERA L Decussates at the level of spinal cord
  16. 16.  Descending pain pathway responsible for pain inhibition  “affective sensation”i.e compulsion to act
  17. 17. Spinothalamic Pathway Small sensory fibres: Pain, temperature, some touch Primary somatosensory cortex (S1) Thalamus Medulla Spinal cord Spinothalamic tract
  18. 18. Mecanismo de Ação PAG NMR
  19. 19. Ponta da coluna posterior perto das raízes nervosas posteriores Axônios que se projetam centralmente carregando dor discriminante / informações de temperatura em relação à localização / intensidade / qualidade Sinapse com neurônio de segunda ordem, cruza a linha média e se junta ao STT
  20. 20.  SUBSTANTIA GELATINOSA:  conro cinzento e sub gelatinoso que contém neuroglia e células nervosas  Lâmina 2 rexed  Contém receptores opióides / fibras c e fibras a-delta  NUCLEUS PROPRIUS  Massa do corno dorsal  Rexed 3/4/5 toque fino a / w e pressão com núcleo dorsal
  21. 21. Os aspectos sensoriais da dor parecem ser processados no córtex somatosensorial. O estresse emocional associado à dor parece ser processado no córtex cingulado anterior (ACC). Indivíduos com lesões em ACC ainda podiam julgar com precisão a intensidade da dor. Mas eles não se incomodaram nem um pouco com isso. No outro Por outro lado, a empatia dos sujeitos pela dor dos outros apenas desencadeia atividade no ACC, não no córtex somatossensorial.
  22. 22. 4. Somatosensory cortex Located in the postcentral gyrus of the human cerebral cortex.
  23. 23. Melzack & Wall (1965) A gate, where pain impulses can be “gated” The synaptic junctions between the peripheral nociceptor fiber and the dorsal horn cells in the spinal cord are the sites of considerable plasticity. descending nerve fibers from brain axons from touch receptors axons from nociceptors “THE PAIN GATE” opioid-releasing interneuron pain pathways
  24. 24. ATIVADORES: Histamina, BK Serotonina Fibras aferentes 1árias Fibra C e Aδ Glu S.P AMPA - ↑Na NMDA - ↑Ca NK1 - PLC Nociceptores PG’s (sensibilizadores) Hiperalgesia SNC NEUROTRANSMISSÃO DA DOR BK X PGE
  25. 25. 38 •Os receptores da dor são os únicos receptores nas vísceras cuja estimulação produz sensações •Receptores de dor respondem de maneira diferente à estimulação •Receptores de dor não estão bem localizados •Os receptores da dor podem parecer vindos de alguma outra parte do corpo • Conhecida como dor referida ... •
  26. 26. Convergence theory: Esse tipo de dor referida ocorre porque tanto aferentes viscerais quanto somáticos convergem frequentemente nos mesmos interneurônios nas vias de dor. A excitação das fibras aferentes somáticas é a fonte mais comum de descarga aferente, portanto, “referimos” a localização da ativação do receptor visceral à fonte somática, mesmo no caso de dor visceral. A percepção está incorreta. The convergence of nociceptor input from the viscera and the skin. Referred pain
  27. 27. spinothalamic pathway Left spinal cord injury Loss of sense of: •Touch •Pain •Warmth/cold in right leg . A anestesia normalmente começa 1-2 segmentos abaixo do nível de lesão, afetando todas as áreas do corpo caudal.
  28. 28. Mecanismo de Ação Córtex PAG NMR Corno Dorsal Hipotálamo Tálamo NRPG Periferia LC (+) (+) ( + ) ( + ) (+) (+) NA 5-HT Enk ( - ) Opióides Opióides Opióides AG = Substância cinzenta periaquedutal MR = Núcleo magno da rafe RPG = Núcleo reticular

×