MEDICAMENTOS MANIPULADOS

1.349 visualizações

Publicada em

Praticamente todos os medicamentos podem ser manipulados com segurança, agilidade e economia.

A personalização é uma das principais características dos medicamentos manipulados. Dentre outros...

Fazer a opção pelo medicamento manipulado é somente uma questão de hábito. Um hábito saudável para você e para o seu bolso.

O medicamento manipulado tem como principal característica a preparação personalizada destinada a determinado usuário que é o portador de prescrição realizada por profissional habilitado, de fácil rastreamento, e geralmente atendido na farmácia de manipulação.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MEDICAMENTOS MANIPULADOS

  1. 1. Curso: Farmácia 5º período Disciplina: Deontologia Professor: Hudson Wallença
  2. 2. Acadêmicos: Bruna Carolina B. Lima Carleandro Santos Luana da Silva Ribeiro Marianna da Silva Pereira Polyana Bruna de Castro Silva
  3. 3. INTRODUÇÃO  Praticamente todos os medicamentos podem ser manipulados com segurança, agilidade e economia.  A personalização é uma das principais características dos medicamentos manipulados. Dentre outros...  Fazer a opção pelo medicamento manipulado é somente uma questão de hábito. Um hábito saudável para você e para o seu bolso.  O medicamento manipulado tem como principal característica a preparação personalizada destinada a determinado usuário que é o portador de prescrição realizada por profissional habilitado, de fácil rastreamento, e geralmente atendido na farmácia de manipulação.
  4. 4. INTRODUÇÃO  Os componentes do medicamento manipulado são descritos pelo nome químico, podendo ser mais de um componente em uma só formulação.  As dosagens são especialmente individualizadas conforme a necessidade terapêutica do paciente.  Quantidade apropriada para uma terapia eficaz e sem desperdícios, proporcionando economia.
  5. 5. FORMAS DE APRESENTAÇÃO A tecnologia dos laboratórios de manipulação atuais permite que um mesmo princípio ativo seja apresentado conforme as necessidades específicas de cada indivíduo, os meios de comercialização mais comuns são:  Xaropes  Comprimidos  Pastilhas efervescentes  Entre outros  Chocolates com o princípio ativo desejado para adultos ou crianças que apresentem dificuldades na ingestão de medicamentos de qualquer natureza.  Cápsulas  Creme, gel e pomada  Balas de colágeno  Sachês solúveis  Sabonetes  Shampoos
  6. 6. VANTAGENS  SEGURANÇA: Quando se trata de medicamentos, não há como separar saúde e segurança. É necessário seguir as normas de Boas Práticas de Manipulação da ANVISA e do Ministério da Saúde E certificado de Garantia Internacional de Qualidade ISO 9001. Além de Controle de Qualidade, que permite rigorosa seleção e aprovação das matérias-primas utilizadas.  RESULTADO: O medicamento manipulado é feito especialmente para você, de acordo com as suas necessidades. Dessa forma, você sempre obtém os melhores resultados em seus tratamentos.  PRATICIDADE: Algumas farmácias oferecem aos pacientes a opção de associar as substâncias necessárias para o seu tratamento em uma única fórmula para evitar que ocorra erros
  7. 7. VANTAGENS  PERSONALIZAÇÃO: Todo medicamento manipulado deve vir acompanhada do rótulo, contendo: nome do paciente, composição, validade e modo de usar e cuidados referentes ao uso do produto, de acordo com a prescrição médica.  ECONOMIA: A quantidade do medicamento vem com a quantidade exata para seu tratamento, evitando desperdício e consequentemente economia para o paciente.  FLEXIBILIDADE: A dosagem necessária para que uma determinada substância promova o efeito desejado varia de pessoa para pessoa. O medicamento manipulado é feito de acordo com a prescrição do médico. Dose certa para a pessoa certa: aumenta a eficácia do medicamento e do tratamento.
  8. 8. RDC 96/2008  A propaganda é proibida para medicamentos manipulados por serem produzidos de forma personalizada, considerando-se as características individuais de cada paciente, já que os mesmos não podem ser divulgados como passíveis de uso por qualquer pessoa.  É permitido às farmácias distribuir material informativo aos profissionais prescritores para divulgar as substâncias que manipulam.  A permissão é dada somente para profissionais habilitados a prescrever medicamentos, contendo os princípios ativos que a farmácia disponibiliza para manipulação.
  9. 9. RDC 96/2008  As substâncias ativas segundo a sua DCB ou, na sua falta, a DCI ou a nomenclatura botânica, bem como as respectivas indicações terapêuticas. Todas as informações devem ser fielmente extraídas de literatura especializada e publicações científicas, e devem estar devidamente referenciadas.  No informativo não podem ser veiculados nome comercial, preço, designações, símbolos, figuras, imagens, desenhos, slogans e quaisquer outros argumentos de cunho publicitário em relação às substâncias ativas divulgadas.  A farmácia (instituição) pode fazer a divulgação de seu estabelecimento sem citar produtos e quaisquer substâncias com que ela trabalha.
  10. 10. RDC 96/2008  A legislação veda a inclusão de símbolos, figuras, imagens e desenhos de cunho publicitário em relação à substância ativa. Contudo, são permitidas outras imagens que não tenham finalidade promocional.  Não é permitida a distribuição de amostras grátis e preparações magistrais. Amostra grátis é definida como “medicamento com a quantidade total ou específica da apresentação registrada na Anvisa destinado à distribuição gratuita aos profissionais prescritores como ferramenta de publicidade”.  Considerando que os medicamentos manipulados não são produtos registrados, mas sim preparados na própria farmácia, de forma individualizada, não se justifica a sua distribuição por meio de amostras grátis.
  11. 11. VIDEO
  12. 12. Imperatriz-MA 2014

×