Retail Xmas Report 2011

588 visualizações

Publicada em

Material desenvolvido em Janeiro de 2012, sobre as principais ações e inovações no varejo no Natal.

In January 2012, I developed this report with the main Retail Campaigns' innovations on Christmas 2011.

Publicada em: Marketing
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
588
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Retail Xmas Report 2011

  1. 1. 2011 Retail Report
  2. 2. O  Natal  é  data  mais  importante  para  o   calendário  do  Varejo,  já  que  responde  por   grande  parte  do  faturamento  das  marcas. A  briga  está  cada  vez  mais  acirrada,  já  que  a   disputa  se  dá  entre  players  onlines  e  offlines,   locais  e  globais,  de  diferentes  segmentos.   Vale  tudo  para  fazer  parte  do  share  of  wallet:  as   marcas  investem  pesado  na  sua  comunicação  e   pdv  para  inceitvar  o  consumo. Por  isso,  é  importante  acompanhar  os  principais   movimentos    que  acontecem  nesse  período,  já   que  determinam  novas  lógicas  de  comunicação. Além  disso,  a  maioria  das  inovações  estão   ligadas  a  campanhas  ou  projetos  digitais.  A   seguir,  os  destaques  do  Natal  2011   internacional.   2011 Xmas   Retail   Report
  3. 3. 1.  A  influência  da   internet  na  decisão  de   compra 2.  A  influência  da  NRF   no  Natal  do  Varejo 3.  Principais  ações  do   Natal  2011 4.  Outras  ações   importantes index
  4. 4. 1 a  influência  da   internet  na   decisão  de  compra
  5. 5. A FORÇA DA INTERNET social! NOVAS  REDES  DE  INFLUÊNCIA  EM  TODAS   AS  ETAPAS  DO  FUNIL  DE  DECISÃO  DE   COMPRA,  ESTÃO  TRANSFORMANDO  A   LÓGICA  DA  COMUNICAÇÃO  DO  VAREJO.    
  6. 6. A FORÇA DA INTERNET GOOGLE  CHAMOU  DE  “THE   ZERO  MOMENT  OF  TRUTH”-­‐     PROCESSO  DO   CONSUMIDOR    DE  USAR   FONTES  COMPLEMENTARES   PARA  DECISÃO  DE   COMPRA. “OS  CONSUMIDORES  ESTÃO   USANDO  A  INTERNET   TATICAMENTE  PARA   MELHORAR  A  EXPERIÊNCIA   NO  PONTO  DE  VENDA”.     GOOGLE  REPORT Eles procuram por ofertas especiais, novidades, localização da loja etc. The Zero Moment of Truth Google Confidential and Proprietary 27
  7. 7. REDES   SOCIAIS F-­‐COMMERCE CRESCE  O  POTENCIAL  DE  COMPRA   NESSES  NOVOS  CANAIS.     TUDO  PODE  SER  LOJA. TORNANDO  A  ESTRATÉGIA  DIGITAL   VAREJISTA  CADA  VEZ  MAIS   COMPLEXA. SITE E-­‐COMMERCE CONTEÚDO  |   BLOGS TV   DIGITAL M-­‐COMMERCE MOBILE  |   TABLET RÁDIO  DIGITAL ?
  8. 8. 2 a  influência  da  NRF   no  Varejo
  9. 9. OS  MOVIMENTOS     DO  NATAL  ESTÃO   DIRETAMENTE   LIGADOS  AS   PREVISÕES  DA  NRF   PARA  O  ANO Maior  evento  de  varejo  do  mundo Organizado  pela  Federação  Americana  do  Varejo  (NRF)   Ciclos  de  Palestras  Feira  de  Exposição Anual  //  Janeiro  //  NY 2011:  Brasil  levou  a  maior  delegação
  10. 10. NRF 2010 O  GRANDE  APRENDIZADO   DO  EVENTO  EM  2010  FOI  A   IMPORTÂNCIA  DE   CRIAR  RELACIONAMENTO   ATRAVÉS  DAS  REDES   SOCIAIS. PENSANDO  A  INTERAÇÃO   ONLINE  COM  MAIS   SIMPLICIDADE  E   INTENSIDADE. NATAL 2010 SAISBURY’S  PERFECT  CHRISTMAS Ideia:  Premiar  a  vizinhança  mais  bonita,  com   uma  ceia  completa  de  Natal. Como:  Através  de  uma  votação  no  site,  das   melhores  fotos  feitas  pelo  GoogleStreetView. Para  parOcipar,  você  podia  votar  na  casa  mais   bonita  e  também  enviar  a  sua  foto. Comunicação:  O  filme  da  campanha  materializou   a  promoção  e  as  receitas  tradicionais  do  Natal   também  foram  divulgadas  em  um  canal  especial   do  Youtube. Fontes:  hSp://sainsburysperfectchristmas.co.uk / http://www.youtube.com/watch? v=nRm9g282zeQ GAP  WANT Ideia:  QuesOonar  o  que  cada  pessoa  QUER   para  o  seu  Natal  e  o  que  elas  QUEREM  doar   (vida,  amor,  carinho). Como:  Através  de  uma  plataforma  no   Facebook  que  arrecadava  doações  e  mostrava   os  filmes  da  campanha.  A  cada  “curOr”  no   Facebook  da  marca,  $1  era  doado  para  uma   insOtuição  de  caridade. Comunicação:  O  filme  da  campanha    mostrava   os  desejos  de  esOlistas  e  designers  (ligação   direta  com  a  marca),  incenOvando  a  doação   online.
  11. 11. NRF  2011 A  FORÇA  DO  MOBILE  FOI  A   GRANDE  ESTRELA  DO  EVENTO    
  12. 12. A FORÇA DO MOBILE Segundo  os  dados  de  uma  pesquisa   realizada  com  os  principais  varejistas   online,  a  maioria  não  Onha  uma  estratégia   de  atuação  para  o  mobile  definida. EUA 49,1% 50 % das  pessoas  que  possuem   celular,  o  uOlizam  no   processo  de  compra da  população  terá   smartphones  para  o   Natal  (expectaOva)
  13. 13. IMPORTÂNCIA  DE   MAPEAR  OS  ESTÁGIOS  DE   COMPRAS  E  PERCEBER   COMO  O    CELULAR  PODE   POTENCIALIZAR  A   INTEGRAÇÃO  ENTRE  OS   CANAIS,  MELHORANDO  A   RELAÇÃO  DO   CONSUMIDOR  COM  A   LOJA. PARA  FACILITAR  A  COMPRA? PARA  A  ENTREGA? PARA  AUMENTAR  A  TAXA  DE   RECOMPRA? PARA    MOSTRAR  NOVIDADES? FACILITAR  O  ACESSO  À  LOJA? COMUNICAÇÃO?
  14. 14. 3 principais   manifestações   2011
  15. 15. MOBILE  
  16. 16. QR  CODE   SHOPPING FACILITAR  A  COMPRA QR  CODE  deixa  de  ser  uma  acessório  de   comunicação,  para  se  tornar  um   elemento  importante  para  a  venda.   Novos  formatos,  novos  espaços,  mas   todos  com  o  mesmo  fim  -­‐  facilitar  ao   máximo  a  compra.
  17. 17. TESCO  |  HOMEPLUS * TESCO A  marca  chegou  a  segunda  posição   em  vendas  na  Coréia  do  Sul,  mas   havia  um  número  muito  inferior  de   lojas  comparado  com  o  principal   concorrente.  Então,  como  criar  um   novo  ponto  de  contato,  que  fosse   incorporado  pelos  Coreanos?  "  Let   the  store  come  to  the  people”.  A   ideia  é  muito  bacana,  que  mistura   mobile  commerce  com  um  grande   projeto  visual.
  18. 18. MACY’S  BACKSTAGE
  19. 19. MANIFESTAÇÕES  |  DESTAQUE  NATAL JOHN  LEWIS  +  WAITROSE Venda  de  produtos  diretamente  na   vitrine  da  Waitrose  -­‐  marca  do  mesmo   grupo  da  John  Lewis.  Usaram  a  tecnologia   QR  code,  que  direcionava  os   consumidores  para  o  site  mobile  da   marca.  Eles  podiam  reOrar  o  produto  no   próximo  dia. +  Ela  disponibilizou  free  wifi  em  todas  as   marcas  da  rede,  permiOndo  o  uso  do  QR   e  comparações  de  preços  de  outras   marcas. KMART  E   SEARS EBAY  -­‐  GIVE  A  TOY  STORE Espaços  com  QR  codes,  com  os   brinquedos    das  duas  lojas,  em   metros,  shoppings,  aeroportos,   cinemas,  paradas  de  ônibus  nos  EUA. Vitrines  interaOvas  em  Nova  York  e  em   São  Francisco,  que  mostravam  com   imagens  3D  cenários  tpicos  de  uma  loja   de  brinquedos  no  Natal,  mas  recheadas   de  QR  codes.   Através  de  um  app  mobile  da  ebay,  as   pessoas  podiam  fazer  doações  através   dos  códigos  ($2,  $5,  $10,  $15  ou  $25).  A   ação  também  acontecia  no  site.  
  20. 20. M-­‐ALL RACIONAL  E  EMOCIONAL Outros  recursos  posiOvos  do  mobile   não  foram  esquecidos,  como   geolocalização,  leitor  de  código  de   barras  e  QR  Codes.  Tudo  é  possível  para   levar  o  consumidor  para  sua  loja.
  21. 21. http://vimeo.com/25530834
  22. 22. MANIFESTAÇÕES  |  DESTAQUE STARBUCKS  -­‐  CHECK  IN A  Starbucks  na  China  também  criou  uma   ação  mobile,  mas  em  parceria  com  um  app   de  geo-­‐localização  chamado  Jiepang.   UOlizando  uma  tecnologia  NFC  (a  mesma  de   pagamentos  via  mobile),  permite  fazer  o   checkin  automáOco,  ao  passar  o  celular  na   frente  do  cartaz. Se  mais  de  20  mil  consumidores  dessem   check  in  em  uma  das  Starbucks   parOcipantes,  na  próxima  semana,  estes   teriam  direito  a  um  tamanho  maior  de  café   graOs. AMAZON  -­‐  PRICE  CHECK Ano  passado,  a  Amazon  lançou  um   aplicaOvo  mobile    para    comparar  os   preços  de  lojas  wsicas  com  os  da   marca:  basta  você  Orar  uma  foto,  do   produto  ou  de  seu  código  de  barra.   Nesse  Natal,  a  Amazon  lançou  uma   promoção  que  deu  descontos  sobre  o   produto  comparado,  se  a  compra   acontecesse  em  até  24horas. JC  PENNEY  -­‐  SANTA  TAG Adesivo  com  QR  Code  onde  a   pessoa  pode  gravar  uma   mensagem  de  voz   personalizada  de  até  60   segundos.  
  23. 23. APP  FUN ESPALHAR  O  ESPÍRITO   NATALINO Uso  do  mobile  para  envolver  o   consumidor,  usando  principalmente  os   recursos  de  realidade  aumentada.  As   ações  são  mais  voltadas  a   entretenimento,  mas  sem  esquecer  a   venda.
  24. 24. MANIFESTAÇÕES  |  DESTAQUE STARBUSC  CUP  MAGIC App  para  smartphones,  que  através  da   realidade  aumentada,  você  pode  interagir   com    5  personagens  animados.  Quem   encontrar  os  5  personagens,  concorrerá  a  um   prêmio  (que  não  foi  anunciado).   Segundo  a  diretora  da  marca,  o  objeOvo  do   aplicaOvo  era  trazer  “surprise  and   delight”para  os  consumidores. http://www.youtube.com/watch? v=RWwQXi9RG0w&feature=player_embedded AMAZON  SANTA Um  aplicaOvo  paras  as  crianças   escolherem  seus  presentes  e  enviá-­‐los   para  o  “Papai  Noel”. MACY’S  BELIEVE App  mobile  e  tablet  onde  você  pode   interagir  com  os  personagens  da   campanha  na  loja  (além  de  criar  um   cartão  de  natal,  usar  “adesivos”e   frames  nas  fotos”. A  campanha  Macy’s  Believe  está  no   seu  quarto  ano,  e  é  baseada  na   história  real  de  Virginia  -­‐  uma  garota   que  escreveu  para  o  jornal  New  York   Sun  em  1967  perguntando  se  o  Papai   Noel  exisOa.
  25. 25. SOCIAL AÇÕES  FOCADAS  NA   FANPAGE  DAS  MARCAS Em  2010,  o  Facebook  foi  o  principal   canal  das  campanhas  natalinas  do   varejo  internacional.  Esse  ano,  ele   perdeu  bastante  importância,  mas   algumas  marcas  concentraram  seus   esforços  lá.
  26. 26. * YOUTIQUE FRENCH CONNECTION Youtube + site + preços + informação + interatividade * MODCLOTH “Name It and Win It“ 300 opções de peças - 50 produzidas (2009) Cada item - média 3.625 votos // 114 comentários.
  27. 27. MANIFESTAÇÕES  |  DESTAQUE JOHN  LEWIS     FOR  GIFTS  TOU  CAN’T  WAIT  TO  GIVE. Promoção  na  sua  fanpage  chamada   “Guess  the  gi•”  -­‐  a  marca  convidou  seus   fãs  a  adivinharem  os  presentes  que  as   crianças  haviam  escolhido  em  12   pequenos  filmes.  Quem  adivinhava,   concorria  ao  presente. +  Tradicionalmente  escolhem  uma   música  conhecida  como  ponto  central   da  campanha.  Esse  ano,  foi  escolhida  a   'Please,  Please,  Please  Let  Me  Get  What   I  Want'  do  The  Smiths. WAITROSE   SCHOOL  OF  CHRISTMAS  MAGIC Campanha  para  inspirar  a  ceia  de   Natal.  Na  Fanpage,  você  podia  assisOr   os  vídeos  dos  chefs,  montar  sua  ceia   (que  levava  ao  PDF  com  receitas  para   imprimir)  e  agenda  de  workshops  nas   lojas. WALMART   HOLIDAY  GIVING Usou  o  Facebook  para  divulgar  sua   campanha  social,  seguindo  a  lógica   dos  players  de  2010.  As  pessoas   podiam  sugerir  e  votar  nas  enOdades   beneficiadas.
  28. 28. PDV  TECH AUMENTAR  A   EXPERIÊNCIA O  online  e  mobile  crescem,  mas  a  loja   não  perde  importância  para  a  decisão   de  compra.  Novas  formas  de  interação,   experimentação  de  produto,  para  dar   novos  moOvos  para  os  consumidores   voltarem  à  sua  loja  -­‐  e  comprarem. No  Natal,  não  teve  ações   representaOvas.
  29. 29. TECH  |  DATA  INTELIGENCE * AMERICAN GIRL dados de consumo e comportamento do consumidor (como compra, quando, quanto tempo passa na loja, como é fisicamente) Fonte: Springwise http://vimeo.com/33179742
  30. 30. TECH  |  PDV * INTEL E ADIDAS Painel interativo: exposição do produto digital * 4010 TELECOM Tea Space // Galeria de Arte // DJ Noite: Área Workshops / Eventos ligados a arte, design, tecnologia e moda. Linha de camisetas com escolas locais de arte Conteúdos p/ personalizar seu celular http://vimeo.com/23335380
  31. 31. 4 Conclusões
  32. 32. Mudar  o  mindset  ligado  a transações   Focar  os  esforços  em relacionamento
  33. 33. merchantainment   utilidade
  34. 34. 2011 Xmas   Retail   Report Carla  Link Janeiro  2012

×