O ISLÃO
Nos inícios do séc. VII, nasceu na Arábia, uma nova religião: o Islamismo. Meca
 
<ul><li>Maomé anunciou-se como profeta (enviado de Deus) em 612; </li></ul><ul><li>Começou a pregar em Meca uma nova relig...
Em 622, Maomé viu-se obrigado a fugir de Meca para Medina. Este acontecimento marca  o início do calendário muçulmano, é o...
 
 
O Império Muçulmano ocupou territórios na Ásia, África e Europa. Convertidas todas as tribos ao  Islamismo , os Árabes ini...
“ A Jihad”  ,  ou Guerra Santa, tinha começado. No  séc. VIII , o seu Império  estendia-se já do Próximo Oriente à Penínsu...
<ul><li>As mulheres só podem casar com muçulmanos </li></ul><ul><li>A mulher só pode pedir o divórcio em casos extremos </...
. É absolutamente proibido às mulheres qualquer tipo de trabalho fora de casa, incluindo professoras, médicas, enfermeiras...
.
 
A hist ó ria de Miriam Ali e das suas duas filhas N á dia e Zana O pesadelo de Miriam Ali começou num dia de 1980, quando ...
Quase fiquei histérica! Até tentei matar-me. Tomei uma grande dose de comprimidos, mas eles meteram-me a mão na boca e obr...
 
Em 711 um exército muçulmano, comandado por Tárique invadiu a Península Ibérica atravessando o Estreito de Gibraltar. Este...
Foi nas Astúrias que os cristãos se refugiaram e organizaram a sua defesa.
A RESISTÊNCIA E A RECONQUISTA CRISTÃ O início da Reconquista Cristã ocorreu no ano de 722 na Batalha de Covadonga. (1ª gra...
Foi um avanço lento com avanços e recuos, à custa de muitas lutas. <ul><li>Entre Cristãos e Muçulmanos houve períodos de p...
 
 
 
 
Mesquita do Omar ou Cúpula do Rochedo, 691 d.C. Jerusalém
escolas religiosas
 
As mesquitas possuem uma planta rectangular ou quadrangular,  O edifício é  sustentado por  colunas  (sendo por causa diss...
O salão das orações, também conhecido como musalla, não possui mobiliário. As cadeiras e os bancos estão ausentes do local...
A arquitectura islâmica, intimamente ligada ao espaço envolvente e à natureza, era eminentemente horizontal, exceptuando-s...
A nível construtivo, os muçulmanos basearam muitas das suas soluções arquitectónicas em dois elementos construtivos:  -o a...
Torre da qual se faz a chamada para a oração Minarete
As cúpulas assumiam  grande variedade de formas, desde as mais simples semiesféricas até às famosas cúpulas em forma de bo...
Arcos polilobados ,  castelo de La alfetaria, Espanha Arco em ferradura ,  Alhambra, Espanha
Arco em ferradura apontado
 
Mesquita de Córdova,  Espanha,  O arco na arquitectura islâmica caracterizava-se pelas inúmeras possibilidades formais (de...
A Mesquita era rodeada por muros altos, era constituída por um espaço exterior (por onde se fazia a entrada), um de pátio ...
Decoração islâmica característica é conhecida como arabesco, um ornamento que emprega desenhos de flores, folhagens ou fru...
 
 
 
La Alhambra, S. XIV, Granada, Espanha De entre os edifícios civis criados por este povo destacavam-se os palácios dos sobe...
Pátio dos Leões Alhambra, Espanha Através da imagem,  caracteriza a arquitectura islâmica
Taj- Mahal
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os muçulmanos

7.997 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.997
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.394
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os muçulmanos

  1. 2. O ISLÃO
  2. 3. Nos inícios do séc. VII, nasceu na Arábia, uma nova religião: o Islamismo. Meca
  3. 5. <ul><li>Maomé anunciou-se como profeta (enviado de Deus) em 612; </li></ul><ul><li>Começou a pregar em Meca uma nova religião – o Islamismo; </li></ul><ul><li>Os seguidores do Islamismo são conhecidos pelo nome de Muçulmanos; </li></ul>
  4. 6. Em 622, Maomé viu-se obrigado a fugir de Meca para Medina. Este acontecimento marca o início do calendário muçulmano, é o ano da Hégira .
  5. 9. O Império Muçulmano ocupou territórios na Ásia, África e Europa. Convertidas todas as tribos ao Islamismo , os Árabes iniciam pouco tempo depois, em todas as direcções , um forte movimento de expansão territorial .
  6. 10. “ A Jihad” , ou Guerra Santa, tinha começado. No séc. VIII , o seu Império estendia-se já do Próximo Oriente à Península Ibérica passando pelos territórios do Norte de África. Dominam todo o Mediterrâneo Sul , quando a entrada na Europa pelo Reino Franco lhes é vedada por Carlos Martel que os vence na Batalha de Poitiers em 732.
  7. 11. <ul><li>As mulheres só podem casar com muçulmanos </li></ul><ul><li>A mulher só pode pedir o divórcio em casos extremos </li></ul><ul><li>A mulher perde a guarda dos filhos para o homem </li></ul><ul><li>As mulheres são sujeitas a penas tais como: chicoteadas, apedrejamentos, morte em caso de adultério </li></ul><ul><li>Em caso de adultério , os homens se se arrependerem não são castigados </li></ul><ul><li>O Alcorão determina que as mulheres devem cobrir o rosto com um véu ( chador) e usar vestes compridas (abaya) </li></ul><ul><li>O testemunho de uma mulher vale menos que o do homem </li></ul>Mulheres trajadas com Burqas
  8. 12. . É absolutamente proibido às mulheres qualquer tipo de trabalho fora de casa, incluindo professoras, médicas, enfermeiras, engenheiras, etc. É proibido às mulheres andar nas ruas sem a companhia do pai, irmão ou marido. É proibido ser tratada por médicos homens, mesmo que em risco de vida. É permitido chicotear mulheres em público se não estiverem com os calcanhares cobertos. É proibido às mulheres qualquer tipo de desporto ou mesmo entrar em clubes e locais desportivos. As mulheres são proibidas de aparecer nas varandas das suas casas. Todas as janelas devem ser pintadas de modo a que as mulheres não sejam vistas dentro de casa por quem estiver fora.
  9. 13. .
  10. 15. A hist ó ria de Miriam Ali e das suas duas filhas N á dia e Zana O pesadelo de Miriam Ali começou num dia de 1980, quando soube que as suas duas filhas, ainda adolescentes, tinham sido vendidas a maridos no Iémen, pelo próprio pai. Mas, esse foi também um momento de viragem. Depois de muitos anos de submissão, Miriam teve a coragem de começar uma campanha para salvar Zana e Nádia da miséria em que ambas eram obrigadas a viver. Quando Miriam conseguiu chegar ao Iémen teve conhecimento da situação das filhas através de uma gravação que Zana fez e a qual se transcreve de seguida: “ Aqui fala Zana. Escrevi-lhe uma carta que penso que vai publicar e agora lembrei-me de gravar esta fita. A minha mãe veio cá há um par de semanas, mas não gostou disto, não gostou da maneira como aqui se vive. Eu e a minha irmã queríamos que a mãe voltasse para Inglaterra, pois aqui não pode fazer nada. Quero sair daqui o mais depressa possível. Se pudesse ver como nós vivemos?!Estou a sofrer há seis anos e não há nada que possa fazer porque estou enfiada numa aldeia e não tenho ninguém que me ajude, mas quando a minha mãe me falou de si, que queria publicar no seu jornal a nossa história, fiquei muito contente . Eu…Eu nunca vi nada como isto. Não sei. É terrível. Conservam-nos aqui contra a nossa vontade e eu não sei porquê!? Só quero ir para casa, para junto de minha mãe. Abdul Khada, o homem que me trouxe para aqui, disse-me que era só por umas curtas semanas, e que depois me levava para casa, mas quando cá cheguei disseram-me que estava casada.
  11. 16. Quase fiquei histérica! Até tentei matar-me. Tomei uma grande dose de comprimidos, mas eles meteram-me a mão na boca e obrigaram-me a vomitá-los. Eu escrevi uma carta à minha irmã. Tentei avisá-la, mas ela nunca recebeu a carta. Ela também veio . Se visse os rapazes com quem estamos casadas, nem acreditava. É mais novo do que eu. Diz que tem a minha certidão de casamento . Tem de ser falsa. Por que foi que não nos deixaram ter uma cerimónia de casamento, ou pelo menos nos perguntaram se queríamos casar? Eu só tinha quinze anos e a minha irmã catorze. Tivemos de viver um inferno e hoje espero e rezo a Deus que nos venham buscar. Não quero ficar aqui, estou a enlouquecer.Vou até matar-me , se tiver de ser. Prefiro morrer a ficar aqui. Não quero ficar aqui! Sou britânica. Nasci e cresci em Inglaterra. A minha mãe tomou conta de nós até meu pai! Odeio-o! É tão mau. Nunca hei-de perdoar-lhe. Abdul Khada bate-me sempre que lhe apetece. Ele obrigava-me a escrever cartas bonitas à minha mãe a dizer que era feliz aqui. Eu tinha de obedecer! Pagaram dinheiro à polícia para não fazer nada. Quero ir para casa! Venham buscar-nos… a minha irmã ainda está a sofrer mais. Eles estão sempre a tentar ameaçar a minha mãe. Adeus. Por favor, ajude-nos! Por favor, por favor! Suplico-lhe ! Estamos a sofrer. Temos de sair daqui!” Após oito anos de luta Zana consegui fugir, mas o seu filho , a sua irmã e a filha desta continuam ainda prisioneiros.
  12. 18. Em 711 um exército muçulmano, comandado por Tárique invadiu a Península Ibérica atravessando o Estreito de Gibraltar. Este exército venceu os Visigodos e ocupou quase toda a Península Ibérica. Quase toda... Na verdade, uma pequena faixa de território no Norte da Península resistiu aos Muçulmanos. Nesse território, as Astúrias (no Norte da Península), os cavaleiros cristãos visigóticos continuaram a luta. Alguns anos mais tarde, começaram, lentamente, a reconquistar o território perdido.
  13. 19. Foi nas Astúrias que os cristãos se refugiaram e organizaram a sua defesa.
  14. 20. A RESISTÊNCIA E A RECONQUISTA CRISTÃ O início da Reconquista Cristã ocorreu no ano de 722 na Batalha de Covadonga. (1ª grande vitória dos cristãos comandados por Pelágio).
  15. 21. Foi um avanço lento com avanços e recuos, à custa de muitas lutas. <ul><li>Entre Cristãos e Muçulmanos houve períodos de paz, em que foi possível a convivência entre os dois. </li></ul><ul><li>Tanto Cristãos como Muçulmanos foram-se habituando a aceitar e respeitar costumes e tradições diferentes dos seus. </li></ul>
  16. 26. Mesquita do Omar ou Cúpula do Rochedo, 691 d.C. Jerusalém
  17. 27. escolas religiosas
  18. 29. As mesquitas possuem uma planta rectangular ou quadrangular, O edifício é sustentado por colunas (sendo por causa disso denominadas como mesquitas hipóstilas) às quais se juntam o número de naves que se entender. Um elemento comum às mesquitas é o minarete , uma torre alta e delgada geralmente situada num dos cantos da estrutura da mesquita. O minarete é geralmente o ponto mais alto da mesquita. É através do minarete, cuja altura superior às casas que o rodeiam tem a função prática de fazer chegar mais facilmente aos fiéis a voz do muezim que os chama para as cinco orações diárias.
  19. 30. O salão das orações, também conhecido como musalla, não possui mobiliário. As cadeiras e os bancos estão ausentes do local, de modo a permitir que o maior número de crentes o possam ocupar. Ao contrário de outros locais de culto, as imagens de pessoas, de animais e de figuras religiosas não existem no salão, devido à oposição do islão à representação da figura humana e por se considerar que os muçulmanos devem fixar a sua atenção em Deus.
  20. 31. A arquitectura islâmica, intimamente ligada ao espaço envolvente e à natureza, era eminentemente horizontal, exceptuando-se as torres, os minaretes e as cúpulas, que se assumiam como sinais fundamentais da paisagem. Cúpula
  21. 32. A nível construtivo, os muçulmanos basearam muitas das suas soluções arquitectónicas em dois elementos construtivos: -o arco -a cúpula. Arco
  22. 33. Torre da qual se faz a chamada para a oração Minarete
  23. 34. As cúpulas assumiam grande variedade de formas, desde as mais simples semiesféricas até às famosas cúpulas em forma de bolbo.
  24. 35. Arcos polilobados , castelo de La alfetaria, Espanha Arco em ferradura , Alhambra, Espanha
  25. 36. Arco em ferradura apontado
  26. 38. Mesquita de Córdova, Espanha, O arco na arquitectura islâmica caracterizava-se pelas inúmeras possibilidades formais (de volta perfeita, em ferradura, quebrado)
  27. 39. A Mesquita era rodeada por muros altos, era constituída por um espaço exterior (por onde se fazia a entrada), um de pátio rodeado por pórticos, e pela sala de orações, cuja parede do fundo continha um pequeno nicho, o mihrab, que indicava a direcção de Meca.
  28. 40. Decoração islâmica característica é conhecida como arabesco, um ornamento que emprega desenhos de flores, folhagens ou frutos, animais, esboços de figuras ou padrões geométricos, para produzir um desenho de rectas ou curvas entrelaçadas
  29. 44. La Alhambra, S. XIV, Granada, Espanha De entre os edifícios civis criados por este povo destacavam-se os palácios dos soberanos, inicialmente construídos no deserto e mais tarde instalados em centros urbanos. Se no primeiro período os palácios adoptaram um esquema muito simples, formado por uma série de salas voltadas para um pátio central. Mais tarde, as construções tornaram-se mais complexas e monumentais, sendo constituídas por pavilhões que se articulavam em torno de jardins e de pátios. Nestes edifícios o tema do jardim assim como a relação entre interior e exterior, entre espaço construído e natureza, assumiam uma importância fundamental
  30. 45. Pátio dos Leões Alhambra, Espanha Através da imagem, caracteriza a arquitectura islâmica
  31. 46. Taj- Mahal

×