SlideShare uma empresa Scribd logo
Impressionismo e Arte Nova
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Pierre-Auguste Renoir
LE MOULIN DE LA GALETTE, 1876
 
Claude Monet Impressão, Nascer do Sol 1873
 
 
O Absinto-  Degas
A EMPREGADA DE BAR- Manet
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],Paul  Gauguin Auto-retrato de Van Gogh
O impressionismo não foi apenas uma revolução artística, mas também uma revolução na forma de ver. Os artistas ensinam-nos a ver, já que o olho é um instrumento deve ser guiado pela mente. A contínua atenção prestada a percepção da luz na natureza, bem como a observação das cores, que reflectirão na suas obras todas as mudanças de luz que ocorrem no ambiente, desde o amanhecer ate ao ocaso e também nas diferentes estações.
[object Object],Contes Barbares (contos Bárbaros) 1902, Paul Gauguin Óleo sobre tela, 131,5 x 90,5 cm
 
Retrato do Dr. Gachet Auvers, Junho de 1890 Van  Gogh Óleo sobre tela, 66 x 57 cm  ,[object Object]
 
 
Entre 1880 e 1910, as sociedades europeias viveram um momento particularmente feliz que a História apelidou de  Belle Époque.
 
 
Um público elegante e bem vestido frequentava cabarés, teatros, óperas e cafés-concerto.
À paz e à aparente estabilidade política deste fim de século somavam-se as conquistas e os progresso científico, técnico e económico, criando um clima de optimismo e confiança no futuro, que proporcionou extraordinárias inovações no campo da Arte. Foi assim que surgiu a arte nova-  'Art Nouveau
[object Object],[object Object]
Estava assim lançado o  Movimento Arts & Crafts , que deu origem a inúmeros outros ateliers artesanais por toda a Inglaterra. Foi sob a influência destas oficinas que germinaram as raízes da  Arte Nova  .
O movimento  Arts & Crafts , que rejeitava a influência da industrialização na Arte, procurando a sua revalorização pela separação total entre a arte e a indústria e pela ligação instrínseca entre a criação artística de uma obra e a sua execução técnica.
Na arquitectura notabilizaram-se a construção de moradias familiares rústicas que seguiam a tradição rural inglesa, que remontava à Idade Média.  The Gamble House,  Pasadena, CA, 1908.  Arts & Crafts Movement
 
Victor Horta, Hotel Tassel , 1890s.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O Nome de 'Art Nouveau' derivou do nome de uma loja parisiense, a  Maison de l'Art Nouveau , que vendia e  tinha em exposição objectos que seguiam esta abordagem do design.  Louis Comfort Tiffany,   Glass Vase , c1910.
 
Implantou-se solidamente nos centros urbanos como símbolo do seu modo de vida, e nas zonas mais atingidas pelo desenvolvimento industrial, comercial e capitalista do seu tempo. Aplicou-se a sua estética a todas as modalidades artísticas – arquitectura, pintura, escultura , artes aplicadas, artes gráficas, dança e bailado – comungando o princípio da unidade das artes.
Antonio Gaudí  Antonio Gaudí,   Casa Battlo, 1905-1907.  ART NOUVEAU Gaudi combinava de forma original o betão, o ferro, o vidro e as madeiras com o tijolo, as cerâmicas e azulejos multicores. Imaginativos, excêntricos, sugestivos e evocadores, os seus edifícios assemelhavam-se a gigantescas esculturas de enorme poder expressivo .
Antonio Gaudí,   La Sagrada Familia 1882-2026.  ART NOUVEAU Foi apelidado de arquitecto-escultor e arquitecto- poeta. A Categral da Sagrada Família foi a construção a que dedicou toda a sua via e que deixou incompleta.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Primeira metade do século XX
Primeira metade do século XXPrimeira metade do século XX
Primeira metade do século XXCEF16
 
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismoSurrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismoAna Barreiros
 
Movimentos Artísticos
Movimentos ArtísticosMovimentos Artísticos
Movimentos Artísticos713773
 
Expressionismo Alemão
Expressionismo AlemãoExpressionismo Alemão
Expressionismo AlemãoMichele Pó
 
As vanguardas artísticas
As vanguardas artísticasAs vanguardas artísticas
As vanguardas artísticascr962019
 
Aula 07 impressionismo e expressionismo
Aula 07 impressionismo e expressionismoAula 07 impressionismo e expressionismo
Aula 07 impressionismo e expressionismoMarcio Duarte
 
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9Carlos Pinheiro
 
Aula 08 fauvismo-expressionismo_futurismo_cubismo
Aula 08 fauvismo-expressionismo_futurismo_cubismoAula 08 fauvismo-expressionismo_futurismo_cubismo
Aula 08 fauvismo-expressionismo_futurismo_cubismoMarcio Duarte
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo taras291
 
Ruptura e inovações da arte e literatura- História 9ano
Ruptura e inovações da arte e literatura- História 9ano Ruptura e inovações da arte e literatura- História 9ano
Ruptura e inovações da arte e literatura- História 9ano Juliana Cunha
 
04 para alem do impressionismo
04 para alem do impressionismo04 para alem do impressionismo
04 para alem do impressionismoVítor Santos
 
Vanguardas Europeias - I Modernismo
Vanguardas Europeias - I ModernismoVanguardas Europeias - I Modernismo
Vanguardas Europeias - I ModernismoCarlos Vieira
 
resumo Movimentos Artísticos séc. XIX
resumo Movimentos Artísticos séc. XIXresumo Movimentos Artísticos séc. XIX
resumo Movimentos Artísticos séc. XIXGliciane S. Aragão
 
Movimentos artísticos
Movimentos artísticosMovimentos artísticos
Movimentos artísticosDaniele Duque
 

Mais procurados (20)

Primeira metade do século XX
Primeira metade do século XXPrimeira metade do século XX
Primeira metade do século XX
 
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
 
Arte Século XX
Arte Século XXArte Século XX
Arte Século XX
 
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismoSurrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
 
Movimentos Artísticos
Movimentos ArtísticosMovimentos Artísticos
Movimentos Artísticos
 
Expressionismo Alemão
Expressionismo AlemãoExpressionismo Alemão
Expressionismo Alemão
 
As vanguardas artísticas
As vanguardas artísticasAs vanguardas artísticas
As vanguardas artísticas
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Aula 07 impressionismo e expressionismo
Aula 07 impressionismo e expressionismoAula 07 impressionismo e expressionismo
Aula 07 impressionismo e expressionismo
 
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
História da Cultura e das Artes - 12.º ano - Módulo 9
 
Aula 08 fauvismo-expressionismo_futurismo_cubismo
Aula 08 fauvismo-expressionismo_futurismo_cubismoAula 08 fauvismo-expressionismo_futurismo_cubismo
Aula 08 fauvismo-expressionismo_futurismo_cubismo
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
 
Ruptura e inovações da arte e literatura- História 9ano
Ruptura e inovações da arte e literatura- História 9ano Ruptura e inovações da arte e literatura- História 9ano
Ruptura e inovações da arte e literatura- História 9ano
 
04 para alem do impressionismo
04 para alem do impressionismo04 para alem do impressionismo
04 para alem do impressionismo
 
10 realismo 2020
10 realismo 202010 realismo 2020
10 realismo 2020
 
Vanguardas Europeias - I Modernismo
Vanguardas Europeias - I ModernismoVanguardas Europeias - I Modernismo
Vanguardas Europeias - I Modernismo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
resumo Movimentos Artísticos séc. XIX
resumo Movimentos Artísticos séc. XIXresumo Movimentos Artísticos séc. XIX
resumo Movimentos Artísticos séc. XIX
 
Arte seculo xx 4
Arte seculo xx 4Arte seculo xx 4
Arte seculo xx 4
 
Movimentos artísticos
Movimentos artísticosMovimentos artísticos
Movimentos artísticos
 

Destaque

A cultura do cinema ficha 3
A cultura do cinema  ficha 3A cultura do cinema  ficha 3
A cultura do cinema ficha 3Carla Teixeira
 
A cultura do cinema ficha 5-a
A cultura do cinema  ficha 5-aA cultura do cinema  ficha 5-a
A cultura do cinema ficha 5-aCarla Teixeira
 
Cinema – canção de lisboa parte 2
Cinema – canção de lisboa parte 2Cinema – canção de lisboa parte 2
Cinema – canção de lisboa parte 2Carla Teixeira
 
O desenvolvimento cultural e científico parte 1
O desenvolvimento cultural e científico parte 1O desenvolvimento cultural e científico parte 1
O desenvolvimento cultural e científico parte 1Carla Teixeira
 
A cultura do cinema ficha 2
A cultura do cinema  ficha 2A cultura do cinema  ficha 2
A cultura do cinema ficha 2Carla Teixeira
 
A cultura do cinema ficha 5 b
A cultura do cinema  ficha 5 bA cultura do cinema  ficha 5 b
A cultura do cinema ficha 5 bCarla Teixeira
 
A cultura do cinema ficha 4
A cultura do cinema  ficha 4A cultura do cinema  ficha 4
A cultura do cinema ficha 4Carla Teixeira
 
A cultura do cinema ficha 1
A cultura do cinema  ficha 1A cultura do cinema  ficha 1
A cultura do cinema ficha 1Carla Teixeira
 
Impressionismo e arte nova ficha 4
Impressionismo e arte nova  ficha 4Impressionismo e arte nova  ficha 4
Impressionismo e arte nova ficha 4Carla Teixeira
 
Realismo e arquitctura do ferro ficha 3
Realismo e arquitctura do ferro  ficha 3Realismo e arquitctura do ferro  ficha 3
Realismo e arquitctura do ferro ficha 3Carla Teixeira
 
A cultura da gare contexto
A cultura da gare contextoA cultura da gare contexto
A cultura da gare contextocattonia
 
A cultura da Gare - História da Cultura e das Artes
A cultura da Gare - História da Cultura e das ArtesA cultura da Gare - História da Cultura e das Artes
A cultura da Gare - História da Cultura e das ArtesJoão Couto
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoCarlos Pinheiro
 
A cultura da gare ficha 1
A cultura da gare  ficha 1A cultura da gare  ficha 1
A cultura da gare ficha 1Carla Teixeira
 
A cultura da gare o romantismo ficha 2
A cultura da gare o romantismo ficha 2A cultura da gare o romantismo ficha 2
A cultura da gare o romantismo ficha 2Carla Teixeira
 

Destaque (20)

A cultura do cinema ficha 3
A cultura do cinema  ficha 3A cultura do cinema  ficha 3
A cultura do cinema ficha 3
 
A cultura do cinema ficha 5-a
A cultura do cinema  ficha 5-aA cultura do cinema  ficha 5-a
A cultura do cinema ficha 5-a
 
Cinema – canção de lisboa parte 2
Cinema – canção de lisboa parte 2Cinema – canção de lisboa parte 2
Cinema – canção de lisboa parte 2
 
Arte século xx3
Arte século xx3Arte século xx3
Arte século xx3
 
O desenvolvimento cultural e científico parte 1
O desenvolvimento cultural e científico parte 1O desenvolvimento cultural e científico parte 1
O desenvolvimento cultural e científico parte 1
 
A cultura do cinema ficha 2
A cultura do cinema  ficha 2A cultura do cinema  ficha 2
A cultura do cinema ficha 2
 
A cultura do cinema ficha 5 b
A cultura do cinema  ficha 5 bA cultura do cinema  ficha 5 b
A cultura do cinema ficha 5 b
 
Arte seculo xx 4
Arte seculo xx 4Arte seculo xx 4
Arte seculo xx 4
 
A cultura do cinema ficha 4
A cultura do cinema  ficha 4A cultura do cinema  ficha 4
A cultura do cinema ficha 4
 
A cultura do cinema ficha 1
A cultura do cinema  ficha 1A cultura do cinema  ficha 1
A cultura do cinema ficha 1
 
Arte romantica
Arte romanticaArte romantica
Arte romantica
 
Impressionismo e arte nova ficha 4
Impressionismo e arte nova  ficha 4Impressionismo e arte nova  ficha 4
Impressionismo e arte nova ficha 4
 
Realismo e arquitctura do ferro ficha 3
Realismo e arquitctura do ferro  ficha 3Realismo e arquitctura do ferro  ficha 3
Realismo e arquitctura do ferro ficha 3
 
A cultura da gare
A cultura da gareA cultura da gare
A cultura da gare
 
A cultura da gare contexto
A cultura da gare contextoA cultura da gare contexto
A cultura da gare contexto
 
A cultura da Gare - História da Cultura e das Artes
A cultura da Gare - História da Cultura e das ArtesA cultura da Gare - História da Cultura e das Artes
A cultura da Gare - História da Cultura e das Artes
 
A cultura da gare
A cultura da gareA cultura da gare
A cultura da gare
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
 
A cultura da gare ficha 1
A cultura da gare  ficha 1A cultura da gare  ficha 1
A cultura da gare ficha 1
 
A cultura da gare o romantismo ficha 2
A cultura da gare o romantismo ficha 2A cultura da gare o romantismo ficha 2
A cultura da gare o romantismo ficha 2
 

Semelhante a Os finais do século xix

Impressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-ImpressionismoImpressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-Impressionismocamilagarciaia
 
Impressionismo e Pos impressionismo.pptx
Impressionismo e Pos impressionismo.pptxImpressionismo e Pos impressionismo.pptx
Impressionismo e Pos impressionismo.pptxNome Sobrenome
 
Impressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e PontilhismoImpressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e PontilhismoAuriene
 
Impressionismo e Barroco
Impressionismo e BarrocoImpressionismo e Barroco
Impressionismo e BarrocoDaniele Duque
 
Do realismo ao pós impressionismo
Do realismo ao pós  impressionismo Do realismo ao pós  impressionismo
Do realismo ao pós impressionismo AnaSilva1963
 
Seminários história da arte 04
Seminários história da arte   04Seminários história da arte   04
Seminários história da arte 04Gabriela Lemos
 
Artes - Trabalho de história e EV
Artes - Trabalho de história e EVArtes - Trabalho de história e EV
Artes - Trabalho de história e EVammarahmonteiro
 
Impressoes Impressionistas
Impressoes ImpressionistasImpressoes Impressionistas
Impressoes ImpressionistasRaquel Mendes
 
A arte - Trabalho Historia
A arte - Trabalho HistoriaA arte - Trabalho Historia
A arte - Trabalho HistoriaMelissa Matos
 
A cultura no espaço visual
A cultura no espaço visualA cultura no espaço visual
A cultura no espaço visualRita Lampreia
 

Semelhante a Os finais do século xix (20)

Impressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-ImpressionismoImpressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-Impressionismo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo e Pos impressionismo.pptx
Impressionismo e Pos impressionismo.pptxImpressionismo e Pos impressionismo.pptx
Impressionismo e Pos impressionismo.pptx
 
A Arte e a Ciência no Séc.XX
A Arte e a Ciência no Séc.XXA Arte e a Ciência no Séc.XX
A Arte e a Ciência no Séc.XX
 
Impressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e PontilhismoImpressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e Pontilhismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo e Barroco
Impressionismo e BarrocoImpressionismo e Barroco
Impressionismo e Barroco
 
Do realismo ao pós impressionismo
Do realismo ao pós  impressionismo Do realismo ao pós  impressionismo
Do realismo ao pós impressionismo
 
Seminários história da arte 04
Seminários história da arte   04Seminários história da arte   04
Seminários história da arte 04
 
Cursinho novo1
Cursinho novo1Cursinho novo1
Cursinho novo1
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
 
Artes - Trabalho de história e EV
Artes - Trabalho de história e EVArtes - Trabalho de história e EV
Artes - Trabalho de história e EV
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Pós - Impressionismo
Pós - ImpressionismoPós - Impressionismo
Pós - Impressionismo
 
Impressoes Impressionistas
Impressoes ImpressionistasImpressoes Impressionistas
Impressoes Impressionistas
 
A arte - Trabalho Historia
A arte - Trabalho HistoriaA arte - Trabalho Historia
A arte - Trabalho Historia
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
 
A cultura no espaço visual
A cultura no espaço visualA cultura no espaço visual
A cultura no espaço visual
 

Mais de Carla Teixeira

A civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.pptA civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.pptCarla Teixeira
 
1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.pptCarla Teixeira
 
a polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppta polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.pptCarla Teixeira
 
O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1Carla Teixeira
 
Arte renascentista parte 3
Arte renascentista  parte 3Arte renascentista  parte 3
Arte renascentista parte 3Carla Teixeira
 
A reforma religiosa parte 2
A reforma religiosa  parte 2A reforma religiosa  parte 2
A reforma religiosa parte 2Carla Teixeira
 
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
A reforma católica e a contra  reforma- parte 1A reforma católica e a contra  reforma- parte 1
A reforma católica e a contra reforma- parte 1Carla Teixeira
 
A contra reforma parte 3
A contra reforma  parte 3A contra reforma  parte 3
A contra reforma parte 3Carla Teixeira
 
A contra reforma parte 2
A contra reforma   parte 2A contra reforma   parte 2
A contra reforma parte 2Carla Teixeira
 
A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2Carla Teixeira
 
O rococó e o neoclássico parte 1
O rococó e o neoclássico parte 1O rococó e o neoclássico parte 1
O rococó e o neoclássico parte 1Carla Teixeira
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7Carla Teixeira
 
Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Carla Teixeira
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7Carla Teixeira
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Carla Teixeira
 
Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3Carla Teixeira
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Carla Teixeira
 

Mais de Carla Teixeira (20)

A civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.pptA civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.ppt
 
1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt
 
a polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppta polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppt
 
O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1
 
Arte renascentista parte 3
Arte renascentista  parte 3Arte renascentista  parte 3
Arte renascentista parte 3
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
A reforma religiosa parte 2
A reforma religiosa  parte 2A reforma religiosa  parte 2
A reforma religiosa parte 2
 
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
A reforma católica e a contra  reforma- parte 1A reforma católica e a contra  reforma- parte 1
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
 
A contra reforma parte 3
A contra reforma  parte 3A contra reforma  parte 3
A contra reforma parte 3
 
A contra reforma parte 2
A contra reforma   parte 2A contra reforma   parte 2
A contra reforma parte 2
 
A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2
 
O rococó e o neoclássico parte 1
O rococó e o neoclássico parte 1O rococó e o neoclássico parte 1
O rococó e o neoclássico parte 1
 
Neoclássico parte 2
Neoclássico parte 2Neoclássico parte 2
Neoclássico parte 2
 
Neoclássico parte3
Neoclássico parte3Neoclássico parte3
Neoclássico parte3
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7
 
Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2
 
Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2
 

Os finais do século xix

  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.  
  • 7. LE MOULIN DE LA GALETTE, 1876
  • 8.  
  • 9. Claude Monet Impressão, Nascer do Sol 1873
  • 10.  
  • 11.  
  • 12. O Absinto- Degas
  • 13. A EMPREGADA DE BAR- Manet
  • 14.
  • 15.
  • 16. O impressionismo não foi apenas uma revolução artística, mas também uma revolução na forma de ver. Os artistas ensinam-nos a ver, já que o olho é um instrumento deve ser guiado pela mente. A contínua atenção prestada a percepção da luz na natureza, bem como a observação das cores, que reflectirão na suas obras todas as mudanças de luz que ocorrem no ambiente, desde o amanhecer ate ao ocaso e também nas diferentes estações.
  • 17.
  • 18.  
  • 19.
  • 20.  
  • 21.  
  • 22. Entre 1880 e 1910, as sociedades europeias viveram um momento particularmente feliz que a História apelidou de Belle Époque.
  • 23.  
  • 24.  
  • 25. Um público elegante e bem vestido frequentava cabarés, teatros, óperas e cafés-concerto.
  • 26. À paz e à aparente estabilidade política deste fim de século somavam-se as conquistas e os progresso científico, técnico e económico, criando um clima de optimismo e confiança no futuro, que proporcionou extraordinárias inovações no campo da Arte. Foi assim que surgiu a arte nova- 'Art Nouveau
  • 27.
  • 28. Estava assim lançado o Movimento Arts & Crafts , que deu origem a inúmeros outros ateliers artesanais por toda a Inglaterra. Foi sob a influência destas oficinas que germinaram as raízes da Arte Nova .
  • 29. O movimento Arts & Crafts , que rejeitava a influência da industrialização na Arte, procurando a sua revalorização pela separação total entre a arte e a indústria e pela ligação instrínseca entre a criação artística de uma obra e a sua execução técnica.
  • 30. Na arquitectura notabilizaram-se a construção de moradias familiares rústicas que seguiam a tradição rural inglesa, que remontava à Idade Média. The Gamble House, Pasadena, CA, 1908. Arts & Crafts Movement
  • 31.  
  • 32. Victor Horta, Hotel Tassel , 1890s.
  • 33.
  • 34. O Nome de 'Art Nouveau' derivou do nome de uma loja parisiense, a Maison de l'Art Nouveau , que vendia e tinha em exposição objectos que seguiam esta abordagem do design. Louis Comfort Tiffany, Glass Vase , c1910.
  • 35.  
  • 36. Implantou-se solidamente nos centros urbanos como símbolo do seu modo de vida, e nas zonas mais atingidas pelo desenvolvimento industrial, comercial e capitalista do seu tempo. Aplicou-se a sua estética a todas as modalidades artísticas – arquitectura, pintura, escultura , artes aplicadas, artes gráficas, dança e bailado – comungando o princípio da unidade das artes.
  • 37. Antonio Gaudí Antonio Gaudí, Casa Battlo, 1905-1907. ART NOUVEAU Gaudi combinava de forma original o betão, o ferro, o vidro e as madeiras com o tijolo, as cerâmicas e azulejos multicores. Imaginativos, excêntricos, sugestivos e evocadores, os seus edifícios assemelhavam-se a gigantescas esculturas de enorme poder expressivo .
  • 38. Antonio Gaudí, La Sagrada Familia 1882-2026. ART NOUVEAU Foi apelidado de arquitecto-escultor e arquitecto- poeta. A Categral da Sagrada Família foi a construção a que dedicou toda a sua via e que deixou incompleta.

Notas do Editor

  1. 9B