Evolução democrática, nacionalismo e imperialismo

6.021 visualizações

Publicada em

1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Vc poderia disponibilizar para baixar,vamos incentivar a cultura do compartilhamento; lhe dando os devidos créditos,claro! Está muito boa!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.021
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
802
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Evolução democrática, nacionalismo e imperialismo

  1. 1. Evolução democrática, nacionalismo e imperialismo<br />Júlia nº10<br />Laura nº11<br />Sara nº13<br />Viviana nº16<br />
  2. 2. Organização dos países europeus estava politicamente centrada nas monarquias constitucionais ou em repúblicas, estando orientada por princípios liberalistas que dominava o pensamento da época.<br />Introdução<br />
  3. 3. A evolução do sistema democrático sofreu pressões a favor e contra o que favoreceu movimentos de unificação…<br />Transformações politicas<br />
  4. 4. O liberalismo admitia a soberania popular e a liberdade dos cidadãos, no entanto o povo estava longe de ter uma representação autêntica da sua vontade… <br />O sistema representativo<br />
  5. 5. os cargos políticos passaram a ser remunerados pelo Estado;<br /> <br /> constituíram-se os primeiros partidos de massas, <br /> <br /> as câmaras não electivas perderam a sua anterior supremacia;<br /> <br /> passou-se a adoptar, nas eleições, o modelo de representação proporcional; <br /> o poder executivo foi submetido á vigilância e ao controlo dos parlamentos;<br /> institucionalizou-se o voto secreto para garantir a sinceridade e liberdade do escrutínio eleitoral;<br /> passou a admitir-se o voto directo nas eleições para os cargos políticos <br /> acentuou-se a separação entre o Estado e a Igreja<br /> nalguns locais admitiu-se o julgamento por júri civil<br />Reformas legislativas a dar um aspecto mais democrático aos seus governos como:<br />
  6. 6. A adopção do sufrágio universal passou por três passos:<br /> O primeiro…<br />O segundo....<br /> O terceiro…<br />
  7. 7. O norte da península itálica desenvolveu-se devido às transformações económicas e sociais que atingiram a Europa <br />A burguesia desejava a unificação<br />A burguesia tinha como objectivo o movimento chamado “Ressurgimento”<br />Unificação de Itália <br />
  8. 8. Com o objectivo de redesenhar o mapa político do continente europeu após a derrota da França napoleónica  <br /> iniciar a colonização, <br />restaurar os respectivos tronos às famílias reais derrotadas pelas tropas de Napoleão Bonaparte<br /> e firmar uma aliança entre os burgueses. <br />Os embaixadores das grandes potências europeias decidiram realizar o Congresso de Viena na capital austríaca em 2 de Maio de 1814 e Junho de 1815.<br />Unificação de Itália: Congresso de Viena<br />
  9. 9. O Acto Final do Congresso foi assinado nove dias antes da derrota final de Napoleão na batalha de Waterloo em 18 de Junho de 1815 <br />
  10. 10. Após este Congresso, a Itália ficou sob <br />tutela do Império Austríaco, dividida em sete Estados: <br />ao norte, Reino do Piemonte-Sardenha;<br /> Parma; Módena e Toscana; <br /> Reino Lombardo-Veneziano; <br />ao centro, o Estado Pontifício, <br /> sob domínio do papa; <br /> ao sul, Reino das Duas Sicília. <br />Resultado do Congresso<br />
  11. 11. Quanto ao povo…<br />Quanto aos cidadãos com posses…<br />Quanto aos cidadãos mais pobres…<br />Situação de Itália<br />
  12. 12. Os que desejavam a Itália unificada estavam divididos em duas correntes políticas: os Democratas e os Moderados.<br />Processo de Unificação<br />Jovem Itália<br />Carbonários<br />Ressurgimento<br />
  13. 13. Líder – Giuseppe Mazzini<br /> proposta<br /> unificar a Itália<br />acabar com o<br /> domínio estrangeiro<br /> criar uma República<br />Processo de Unificação<br />Jovem Itália<br />Ressurgimento<br />Carbonários<br />Líder – Camille Cavour<br />( Primeiro-Ministro do<br />Rei Vitor Emanuel II )<br />Proposta – Unificar a<br />Itália sob o poder do Rei Vitor Emanuel II – do<br />Reino Piemonte-Sardenha<br />Líder – Giuseppe Garibaldi<br />proposta<br />Unificação da Itália<br />
  14. 14. Giuseppe Mazzini <br />Giuseppe Garibaldi<br />Camille Cavour<br />
  15. 15. Reinos do Norte – unificados por Camille Cavour<br />Sul Reino das Duas Sicílias – foi unificado por<br />Giuseppe Garibaldi que anexou-o ao Reino<br />Piemonte-Sardenha<br />1861 – nasce o Reino da Itália – faltando ainda dois<br />reinos: VENEZA e ROMA<br />
  16. 16. Nos inícios do século XX permaneciam muitos traços do Antigo Regime. Isto acontecia sobretudo nos impérios europeus como o Império Austro-húngaro, o Império Russo e Alemão.<br />Estados autoritários e os movimentos de unificação nacional<br />
  17. 17. Todos eles apresentam o mesmo quadro de vida, em termos:<br />económicos, a agricultura continuava a ser a principal actividade, no entanto permanecia pouco mecanizada e pouco mercantilizada<br /><ul><li>estrutura social e democrática, a maior parte da população era rural, a condensação urbana era deficitária e quase não existia o operariado fabril. Foi permitido a formação de burguesias urbanas
  18. 18. quanto á evolução política as constituições foram favoráveis ao poder real e atribuíram ao poder executivo (pertencente ao Rei) a supremacia sobre tribunais e os parlamentos. </li></ul> O acesso ao sufrágio era muito limitado o que levava a que nestas condições de eleição para cargos políticos e administrativos, houvesse um favorecimento para as antigas elites <br />
  19. 19. Conclusão<br />Podemos então dizer que o poder era aplicado autoritariamente, chamando-se assim Estados autoritários aos países que o praticavam e este governo era exercido em nome pessoal, ou seja, a vontade de um só homem é a lei suprema, denominando-se de “autocracia”. <br />Quanto ás elites aristocráticas que o rodeavam chamavam-se oligarquias.<br />
  20. 20. Estado Russo<br />A Rússia foi uma monarquia <br />absoluta durante bastante tempo, <br />que tinha no controlo Czar.<br /> A industrialização iniciou-se em 1870,<br /> pois o crescimento da população e as<br /> dificuldades financeiras assim o exigiam.<br />crise na agricultura <br />As condições de vida camponesas <br />agravaram-se devido ao crescimento populacional <br />Campanhas anti-czarismo <br />Czarista acabou por conceber reformas liberais o <br />que modificou o regime para uma monarquia constitucional representativa.<br />
  21. 21. Império Austro-húngaro<br />Constituído por uma mistura de nações, obteve o <br />seu desenvolvimento económico de forma <br />progressista mas lenta a partir de 1867, <br />devido a sua estabilidade interna. <br />A industrialização aumentou o número de equipamentos <br />usados nas fábricas, desenvolveu vários sectores <br />como os da metalurgia e mecânica, criou mais bancos<br />alargando a sua rede bancária e sociedades accionistas.<br />Até ao inicio da 1ª Guerra Mundial, houve sempre <br />uma crescente agitação sociopolítica que era pressionada <br />pelo descontentamento de várias classes urbanas <br />principalmente as minorias, onde se notava a necessidade<br />de reformas politicas.<br />
  22. 22. Império Alemão<br />A Alemanha tinha já em 1815 bastantes posses <br />económicas travadas apenas pelas barreiras <br />alfandegárias de outros estados da <br />confederação Germânica.<br />Em 1834 recorreu-se a união aduaneira <br />sob direcção da Prússia com a adesão <br />gradual de estados. <br />Com a unificação económica da Alemanha deu-se a politica. <br />Após a derrota da Áustria com a Prússia, a Alemanha afirmava o seu imperialismo <br />
  23. 23. Questões <br />01. A Europa da primeira metade do século XIX foi sacudida por significativos movimentos revolucionários.<br />Luta entre os partidários do Antigo Regime e os adeptos da nova sociedade capitalista burguesa.<br />Revoluções de carácter exclusivamente liberal.<br /> Revoluções de carácter exclusivamente nacional.<br />Luta entre a burguesia vitoriosa e o proletariado nascente.<br />Luta entre monarquistas e republicanos.<br />
  24. 24. 02. Conhecido como "o Herói dos Dois Mundos", Giuseppe Garibaldi lutou na Guerra dos Farrapos, no Brasil. Na Europa, Garibaldi destacou-se:<br />a) na Unificação Alemã;<br />b) na Guerra dos Sete Anos;<br />c) na Guerra dos Trinta Anos;<br />d) na anexação dos territórios irredentos pela Itália;<br />e) na Unificação Italiana.<br />
  25. 25. 03. Assinale a alternativa incorrecta sobre o Mundo Contemporâneo:<br />a) A Unificação Alemã, realizada por Bismarck, deu origem a uma questão solucionada pelo Tratado de Latrão (1929), que criou o Estado do Vaticano.<br />b) A queda de Napoleão (1815) acarretou a reacção absolutista na Europa, corporificada no Congresso de Viena.<br />c) A Santa Aliança foi um pacto conservador de oposição aos movimentos liberais.<br />d) Através da encíclica Rerum Novarum, a Igreja procurou conciliar capital e trabalho. <br />e) A imposição de José Bonaparte como rei da Espanha provocou uma insurreição que repercutiu na América.<br />
  26. 26. 04. O Congresso de Viena, concluído em 1815, após a derrota de Napoleão Bonaparte, baseou-se em três princípios políticos fundamentais. Assinale a opção que apresenta correctamente esses princípios:<br />a) Liberalismo, democracia e industrialismo.<br />b) Socialismo, totalitarismo e controle estatal.<br />c) Restauração, legitimidade e equilíbrio europeu.<br />d) Conservadorismo, tradicionalismo e positivismo.<br />e) Constitucionalismo, federalismo e republicanismo.<br />
  27. 27. Fim (:<br />

×