SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
“Crucificação de s.
Pedro”, Caravaggio,
1601; Óleo sobre
tela; Igreja de Santa
Maria do Povo, Roma
Itália
Luz e sombras

 Movimento



                                       Forte expressão
                                       de sentimentos




                                      Cores intensas
Notável realismo


              A crucificação de São Pedro
“Descida da Cruz”,
Rubens, 1612-1614; Óleo
sobre painel; 310 x 420
cm; Catedral de Nossa
senhora, Antuérpia,
Bélgica
Movimento
SOBREPOSIÇÃO DE
FORMAS


                                              Jogo de cores para criar a
                                              ilusão de profundidade


LINHA DO
HORIZONTE
                                                  CONSTRASTES DE
BAIXA
                                                  LUZ E DE COR



             PIETER PAUL RUBENS- A DEPOSIÇÃO DA
             CRUZ
Ao centro pode-se ver a
infanta Margarida Teresa de
Habsgurgo filha de Filipe IV
acompanhada de suas
damas de companhia, dos
seus criados e de uma anã e
uma criança que mexe com
um cão. Já no canto
esquerdo, vê-se um auto -
retrato de Velázquez, em cuja
veste percebemos a cruz da
Ordem de Santiago, que foi
incluída na tela somente após
sua morte. Os reflexos do rei
e da rainha da Espanha
surgem num espelho atrás da
infanta. Acima do retrato há
dois quadros do acervo do
palácio e, mais ao fundo, um
homem entra em cena e
movimenta a cortina,
trazendo mais luminosidade à
tela
                                “As meninas”, Velásquez, Museu do Prado,
Rapariga com
brinco de pérola
A Virgem e a Criança- Rubens
Prometeu- Rubens
A leiteira, Vermeer

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (18)

Arte Barroca
Arte BarrocaArte Barroca
Arte Barroca
 
Arquitectura barroca
Arquitectura barrocaArquitectura barroca
Arquitectura barroca
 
31 - Arte barroca
31  - Arte barroca31  - Arte barroca
31 - Arte barroca
 
F4 A Arte Barroca
F4   A Arte BarrocaF4   A Arte Barroca
F4 A Arte Barroca
 
Arte Barroca
Arte BarrocaArte Barroca
Arte Barroca
 
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 20122C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
 
Módulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura GóticaMódulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura Gótica
 
A arte barroca
A arte barrocaA arte barroca
A arte barroca
 
O barroco
O barrocoO barroco
O barroco
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
 
A Arte Barroca
A Arte BarrocaA Arte Barroca
A Arte Barroca
 
Cultura da Catedral - Escultura Gótica
Cultura da Catedral - Escultura GóticaCultura da Catedral - Escultura Gótica
Cultura da Catedral - Escultura Gótica
 
Sociedade De Ordens
Sociedade De OrdensSociedade De Ordens
Sociedade De Ordens
 
A arte românica
A arte românicaA arte românica
A arte românica
 
27 a arte renascentista
27   a arte renascentista27   a arte renascentista
27 a arte renascentista
 
Arte barroca 2
Arte barroca 2Arte barroca 2
Arte barroca 2
 
Barroco Europeu
Barroco EuropeuBarroco Europeu
Barroco Europeu
 
Arquitetura barroca
Arquitetura barrocaArquitetura barroca
Arquitetura barroca
 

Destaque

A sociedade medieval parte 1
A sociedade medieval parte 1A sociedade medieval parte 1
A sociedade medieval parte 1Carla Teixeira
 
A cultura do palco ficha 1
A cultura do palco  ficha 1A cultura do palco  ficha 1
A cultura do palco ficha 1Carla Teixeira
 
A sociedade do antigo regime
A sociedade do antigo regimeA sociedade do antigo regime
A sociedade do antigo regimeCarla Teixeira
 
O desevolvimento cmoercial parte 2
O desevolvimento cmoercial parte 2O desevolvimento cmoercial parte 2
O desevolvimento cmoercial parte 2Carla Teixeira
 
Ficha 4 arquitectura civil
Ficha 4  arquitectura civilFicha 4  arquitectura civil
Ficha 4 arquitectura civilCarla Teixeira
 
Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3Carla Teixeira
 
A sociedade medieval parte 2
A sociedade medieval parte 2A sociedade medieval parte 2
A sociedade medieval parte 2Carla Teixeira
 
A crise do século xiv parte 2
A crise do século xiv parte 2A crise do século xiv parte 2
A crise do século xiv parte 2Carla Teixeira
 
Ficha 1 cultura da catedral- sociedade e cruzadas
Ficha 1  cultura da catedral- sociedade e cruzadasFicha 1  cultura da catedral- sociedade e cruzadas
Ficha 1 cultura da catedral- sociedade e cruzadasCarla Teixeira
 
Ficha 1 cultura do mosteiro
Ficha 1  cultura do mosteiroFicha 1  cultura do mosteiro
Ficha 1 cultura do mosteiroCarla Teixeira
 
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1Carla Teixeira
 
Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Carla Teixeira
 
Cultura medieval parte 2
Cultura medieval parte 2Cultura medieval parte 2
Cultura medieval parte 2Carla Teixeira
 

Destaque (20)

A sociedade medieval parte 1
A sociedade medieval parte 1A sociedade medieval parte 1
A sociedade medieval parte 1
 
Os muçulmanos
Os muçulmanosOs muçulmanos
Os muçulmanos
 
Absolutismo 1
Absolutismo 1Absolutismo 1
Absolutismo 1
 
A cultura do palco ficha 1
A cultura do palco  ficha 1A cultura do palco  ficha 1
A cultura do palco ficha 1
 
A sociedade do antigo regime
A sociedade do antigo regimeA sociedade do antigo regime
A sociedade do antigo regime
 
O desevolvimento cmoercial parte 2
O desevolvimento cmoercial parte 2O desevolvimento cmoercial parte 2
O desevolvimento cmoercial parte 2
 
Cultura popular
Cultura popularCultura popular
Cultura popular
 
Ficha 4 arquitectura civil
Ficha 4  arquitectura civilFicha 4  arquitectura civil
Ficha 4 arquitectura civil
 
Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3
 
A sociedade medieval parte 2
A sociedade medieval parte 2A sociedade medieval parte 2
A sociedade medieval parte 2
 
O românico
O românicoO românico
O românico
 
A crise do século xiv parte 2
A crise do século xiv parte 2A crise do século xiv parte 2
A crise do século xiv parte 2
 
Ficha 1 cultura da catedral- sociedade e cruzadas
Ficha 1  cultura da catedral- sociedade e cruzadasFicha 1  cultura da catedral- sociedade e cruzadas
Ficha 1 cultura da catedral- sociedade e cruzadas
 
Ficha 3 islamismo
Ficha 3  islamismoFicha 3  islamismo
Ficha 3 islamismo
 
Ficha 1 cultura do mosteiro
Ficha 1  cultura do mosteiroFicha 1  cultura do mosteiro
Ficha 1 cultura do mosteiro
 
Ficha 3 módulo 4
Ficha 3  módulo 4Ficha 3  módulo 4
Ficha 3 módulo 4
 
Ficha 2 módulo 4
Ficha 2  módulo 4Ficha 2  módulo 4
Ficha 2 módulo 4
 
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
 
Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1
 
Cultura medieval parte 2
Cultura medieval parte 2Cultura medieval parte 2
Cultura medieval parte 2
 

Semelhante a Barroco3

Barroco 8º Ano
Barroco   8º AnoBarroco   8º Ano
Barroco 8º Anoinfoeducp2
 
Como interpretar uma obra de arte
Como interpretar uma obra de arteComo interpretar uma obra de arte
Como interpretar uma obra de arteHCA_10I
 
Resumo final av2 historia da arte (2)
Resumo final av2   historia da arte (2)Resumo final av2   historia da arte (2)
Resumo final av2 historia da arte (2)Tania Maria Araujo
 
1275643668 barroco ap
1275643668 barroco ap1275643668 barroco ap
1275643668 barroco apPelo Siro
 
1222012187 a era_barroca
1222012187 a era_barroca1222012187 a era_barroca
1222012187 a era_barrocaPelo Siro
 
Pintura barroca na Europa
Pintura barroca na EuropaPintura barroca na Europa
Pintura barroca na EuropaAna Barreiros
 
A pintura e as artes plásticas no barroco
A pintura e as artes plásticas no barrocoA pintura e as artes plásticas no barroco
A pintura e as artes plásticas no barrocoma.no.el.ne.ves
 
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750Professor Gilson Nunes
 
slides arte barroca.pptx
slides arte barroca.pptxslides arte barroca.pptx
slides arte barroca.pptxAntonio256988
 
Tendências da pintura barroca apresentação julho 2009
Tendências da pintura barroca apresentação julho 2009Tendências da pintura barroca apresentação julho 2009
Tendências da pintura barroca apresentação julho 2009angeldenis21
 

Semelhante a Barroco3 (19)

Barroco 8º Ano
Barroco   8º AnoBarroco   8º Ano
Barroco 8º Ano
 
Como interpretar uma obra de arte
Como interpretar uma obra de arteComo interpretar uma obra de arte
Como interpretar uma obra de arte
 
Resumo final av2 historia da arte (2)
Resumo final av2   historia da arte (2)Resumo final av2   historia da arte (2)
Resumo final av2 historia da arte (2)
 
Pintura barroca
Pintura barrocaPintura barroca
Pintura barroca
 
O Barroco
O BarrocoO Barroco
O Barroco
 
1275643668 barroco ap
1275643668 barroco ap1275643668 barroco ap
1275643668 barroco ap
 
Historia da arte net (1)
Historia da arte net (1)Historia da arte net (1)
Historia da arte net (1)
 
1005
10051005
1005
 
1222012187 a era_barroca
1222012187 a era_barroca1222012187 a era_barroca
1222012187 a era_barroca
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Pintura barroca na Europa
Pintura barroca na EuropaPintura barroca na Europa
Pintura barroca na Europa
 
A pintura e as artes plásticas no barroco
A pintura e as artes plásticas no barrocoA pintura e as artes plásticas no barroco
A pintura e as artes plásticas no barroco
 
Arte barroca.pptx
Arte barroca.pptxArte barroca.pptx
Arte barroca.pptx
 
7 alegoria simbolo
7 alegoria simbolo7 alegoria simbolo
7 alegoria simbolo
 
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Barroco slides
Barroco slidesBarroco slides
Barroco slides
 
slides arte barroca.pptx
slides arte barroca.pptxslides arte barroca.pptx
slides arte barroca.pptx
 
Tendências da pintura barroca apresentação julho 2009
Tendências da pintura barroca apresentação julho 2009Tendências da pintura barroca apresentação julho 2009
Tendências da pintura barroca apresentação julho 2009
 

Mais de Carla Teixeira

A civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.pptA civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.pptCarla Teixeira
 
1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.pptCarla Teixeira
 
a polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppta polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.pptCarla Teixeira
 
O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1Carla Teixeira
 
Arte renascentista parte 3
Arte renascentista  parte 3Arte renascentista  parte 3
Arte renascentista parte 3Carla Teixeira
 
A reforma religiosa parte 2
A reforma religiosa  parte 2A reforma religiosa  parte 2
A reforma religiosa parte 2Carla Teixeira
 
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
A reforma católica e a contra  reforma- parte 1A reforma católica e a contra  reforma- parte 1
A reforma católica e a contra reforma- parte 1Carla Teixeira
 
A contra reforma parte 3
A contra reforma  parte 3A contra reforma  parte 3
A contra reforma parte 3Carla Teixeira
 
A contra reforma parte 2
A contra reforma   parte 2A contra reforma   parte 2
A contra reforma parte 2Carla Teixeira
 
A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2Carla Teixeira
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7Carla Teixeira
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7Carla Teixeira
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Carla Teixeira
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Carla Teixeira
 
Da rev cient ao iluminismo parte 2
Da rev cient ao iluminismo parte 2Da rev cient ao iluminismo parte 2
Da rev cient ao iluminismo parte 2Carla Teixeira
 
Da rev cient ao iluminismo
Da rev cient ao iluminismoDa rev cient ao iluminismo
Da rev cient ao iluminismoCarla Teixeira
 
Ficha de trabalho cultura do salão
Ficha de trabalho  cultura do salãoFicha de trabalho  cultura do salão
Ficha de trabalho cultura do salãoCarla Teixeira
 

Mais de Carla Teixeira (20)

A civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.pptA civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.ppt
 
1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt
 
a polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppta polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppt
 
O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1
 
Arte renascentista parte 3
Arte renascentista  parte 3Arte renascentista  parte 3
Arte renascentista parte 3
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
A reforma religiosa parte 2
A reforma religiosa  parte 2A reforma religiosa  parte 2
A reforma religiosa parte 2
 
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
A reforma católica e a contra  reforma- parte 1A reforma católica e a contra  reforma- parte 1
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
 
A contra reforma parte 3
A contra reforma  parte 3A contra reforma  parte 3
A contra reforma parte 3
 
A contra reforma parte 2
A contra reforma   parte 2A contra reforma   parte 2
A contra reforma parte 2
 
A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2
 
Neoclássico parte 2
Neoclássico parte 2Neoclássico parte 2
Neoclássico parte 2
 
Neoclássico parte3
Neoclássico parte3Neoclássico parte3
Neoclássico parte3
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2
 
Da rev cient ao iluminismo parte 2
Da rev cient ao iluminismo parte 2Da rev cient ao iluminismo parte 2
Da rev cient ao iluminismo parte 2
 
Da rev cient ao iluminismo
Da rev cient ao iluminismoDa rev cient ao iluminismo
Da rev cient ao iluminismo
 
Ficha de trabalho cultura do salão
Ficha de trabalho  cultura do salãoFicha de trabalho  cultura do salão
Ficha de trabalho cultura do salão
 

Barroco3

  • 1.
  • 2. “Crucificação de s. Pedro”, Caravaggio, 1601; Óleo sobre tela; Igreja de Santa Maria do Povo, Roma Itália
  • 3. Luz e sombras Movimento Forte expressão de sentimentos Cores intensas Notável realismo A crucificação de São Pedro
  • 4. “Descida da Cruz”, Rubens, 1612-1614; Óleo sobre painel; 310 x 420 cm; Catedral de Nossa senhora, Antuérpia, Bélgica
  • 5. Movimento SOBREPOSIÇÃO DE FORMAS Jogo de cores para criar a ilusão de profundidade LINHA DO HORIZONTE CONSTRASTES DE BAIXA LUZ E DE COR PIETER PAUL RUBENS- A DEPOSIÇÃO DA CRUZ
  • 6. Ao centro pode-se ver a infanta Margarida Teresa de Habsgurgo filha de Filipe IV acompanhada de suas damas de companhia, dos seus criados e de uma anã e uma criança que mexe com um cão. Já no canto esquerdo, vê-se um auto - retrato de Velázquez, em cuja veste percebemos a cruz da Ordem de Santiago, que foi incluída na tela somente após sua morte. Os reflexos do rei e da rainha da Espanha surgem num espelho atrás da infanta. Acima do retrato há dois quadros do acervo do palácio e, mais ao fundo, um homem entra em cena e movimenta a cortina, trazendo mais luminosidade à tela “As meninas”, Velásquez, Museu do Prado,
  • 7.
  • 9. A Virgem e a Criança- Rubens