Ativ6 fatima

230 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ativ6 fatima

  1. 1. COLÉGIO EST. PRES. TANCREDO NEVES MARIA DE FÁTIMA SILVA CARDOSO PLANO DE AÇÃO DO SERVIÇO DE ORIENTAÇAO EDUCACIONAL BARROLÂNDIA- TO 2011
  2. 2. 1- IDENTIFICAÇÃO 1.1. Nome da Escola: Colégio Estadual Presidente Tancredo Neves Endereço: Rua Castelo Branco, S/ nº , Barrolândia – TO. Fone (063)3376 -1368 1.2. Abrangência do Plano: Alunos da 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio, professores regentes, demais funcionários da U.E e famílias. 294 104 190 08 TOTAL 59 22 37 02 3º ANO 122 45 77 03 2º ANO 113 37 76 03 1º ANO TOTAL NOTURNO MATUTINO NÚMERO DE ALUNOS Nº DE TURMAS ANO CARACTERIZAÇÃO GERAL DOS ALUNOS
  3. 3. Meyrivane Teixeira Santos Diretora Regional de Ensino Valdemir da Silva Santos Diretor da U.E Maria de Fátima Silva Cardoso Orientadora Educacional Mariene Cabral Pinto Coordenadora Pedagógica Joaquim Ribeiro Neres Coordenador de Secretaria
  4. 4. 2. JUSTIFICATIVA: A Orientação Educacional No Colégio Estadual Presidente Tancredo Neves desenvolve nas séries do Ensino Médio, como serviço integrante do processo educativo, cuja ação planejada e intencional, exercida por profissionais habilitados, procura facilitar o ensinar e o aprender, contribuindo para formação integral do educando, na busca do “ Ser humano ideal”. Concebida como um processo sistemático e contínuo, a Orientação Educacional atua junto aos demais setores da escola, assistindo e orientando o aluno, nos aspectos afetivo-emocional, psicomotor, social, enfim, em todo o seu processo de desenvolvimento .
  5. 5. 6. OBJETIVO GERAL: Prestar atendimento de orientação, dentro de uma abordagem educacional, envolvendo todas as pessoas relacionadas com o processo de educação do educando, como professores, equipe Diretiva, funcionários, pais, e Parcerias com profissionais de áreas específicas, visando assim instaurar na escola um clima de harmonia, satisfação e confiança onde favoreça o desenvolvimento emocional, intelectual e comportamental do educando, a fim de formar cidadãos críticos e participativos.
  6. 6. 8. ESTRATÉGIAS A realização das as ações contidas neste plano será em perfeita harmonia com à Direção, Coordenação Pedagógica e demais serviços da escola e ainda com a colaboração de Parcerias através de: Palestras; Encontros; Reuniões individuais e / ou coletivas; Questionários; Eventos; Excursões; Projetos; Apresentação dos resultados obtidos, através dos instrumentos utilizados durante o processo.
  7. 7. 9. AÇÕES Fevereiro a Novembro Realizar mensalmente reunião com lideres de turma objetivando harmonia entre corpo docente e discente. Fevereiro a dezembro Participar da elaboração e execução do PPP. Fevereiro a dezembro Fazer visitas às famílias dos alunos faltosos. Abril a dezembro Promover momentos individual e/ou em grupo, após o Conselho de Classe, com os alunos que apresentam baixo rendimento escolar. Março a dezembro Manter parcerias com voluntários, Instituições e profissionais de áreas específicas, visando melhoria na qualidade do processo ensino e aprendizagem. Março a dezembro Realizar nas 3ª séries do Ensino Médio o projeto ” A Escolha Profissional”. Fevereiro a dezembro Encaminhar quando necessário à psicóloga os educandos e familiares quando necessitarem de ajuda profissional para superar as dificuldades acentuadas de ajustamento, emocionais e/ou aprendizagem. Fevereiro a dezembro Fazer bimestralmente reunião com os pais para avaliar o rendimento escolar dos alunos. Fevereiro a dezembro Proporcionar momentos de reflexão que melhore o relacionamento aluno/aluno, aluno/professor e aluno/família. Janeiro a dezembro Promover de forma efetiva a inclusão dos alunos especiais, bem como garantir sua permanência com sucesso na Unidade escolar. Fevereiro a dezembro Realizar semanalmente reunião com os docentes e equipe Diretiva para avaliar o caminhar da U.E. e juntos buscar metodologias adequadas aos casos mais críticos de aprendizagem e/ou ajustamento. Fevereiro a dezembro Reunir, mensalmente, com o corpo administrativo, docente e demais pessoas da U.E. para troca de informações sobre a formação dos educandos e seu rendimento escolar. Cronograma Ações
  8. 8. <ul><li>10. AVALIAÇÃO </li></ul><ul><li>A avaliação e o acompanhamento das atividades serão realizados no decorrer de sua aplicação e durante todo o ano letivo com a participação de todos os segmentos da escola, e através de conversas informais e reuniões semanais, quinzenais e / ou bimestrais. Serão levado em consideração os seguintes critérios: </li></ul><ul><li>Desempenho nas atividades gerais: participação, interesse, atenção, responsabilidade, assiduidade, disponibilidade, iniciativa, criatividade e decisão. </li></ul><ul><li>Análise dos resultados obtidos nas disciplinas </li></ul><ul><li>Relatório específico </li></ul><ul><li>Rendimento escolar Bimestralmente através do SARE. </li></ul><ul><li>Inclusão. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>11. BIBLIOGRAFIA </li></ul><ul><li>Projeto Político Pedagógico da Unidade Escolar. </li></ul><ul><li>Luck, Heloisa. Planejamento em Orientação Educacional. Petrópolis: Vozes, 199l. </li></ul><ul><li>INTERNET </li></ul>

×