SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo                                Penna                                         1
                                QUESTÕES CORRIGIDAS
                    COMPOSIÇÃO DE MOVIMENTOS e VELOCIDADE RELATIVA
                                        ÍNDICE
COMPOSIÇÃO DE MOVIMENTOS........................................................................................................................................1

VELOCIDADE RELATIVA.....................................................................................................................................................14




Composição de Movimentos
    1. (UFMG – 2006) Clarissa chuta, em seqüência, três bolas. P, Q e R, cujas trajetórias estão representadas
          nesta figura:




          Sejam tP, tQ e tR os tempos gastos, respectivamente, pelas bolas P, Q e R, desde o momento do chute até
          o instante em que atingem o solo. Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que
     a)   tQ > tP = tR
     b)   tR > tQ = tP
            B   B    B   B           B       B




     c)   tQ > tR > tP
            B   B    B   B           B       B




     d)   tR > tQ > tP
            B   B    B       B   B       B




CORREÇÃO: questão tradicional de Composição de Movimentos. Na vertical, temos um MRUV
(e, embora a questão não diga explicitamente, podemos desconsiderar os atritos). Na horizontal,
temos um MRU. A bola se move na vertical e horizontal, simultaneamente. Movimentos
perpendiculares são independentes e podemos nos ater apenas à subida e descida da bola, que
determina sua permanência no ar. Assim, a que vai mais alto demora mais: Q. As outras duas
subiram o mesmo, e demoram o mesmo!

                                                                         OPÇÃO: A.

      2. (UFMG-1998-modificada) Um cano de irrigação, enterrado no solo, ejeta água a uma taxa
        de 15 litros por minuto com uma velocidade de 10 m/s. A saída do cano é apontada para
        cima fazendo um ângulo de 30º com o solo, como mostra a figura.
     Despreze a resistência do ar e considere g = 10 m/s2, sen 30º = 0,50 e cos 30º = 0,87.
                                                               http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo                  Penna               2




a) CALCULE quanto tempo uma gota de água permanece no ar a partir do momento em que
   sai da boca do cano.

b) CALCULE quantos litros de água estarão no ar na situação em que o jato d'água é
   contínuo, do cano ao solo.

                                          CORREÇÃO

a) É um problema tradicional de Composição de Movimentos, travestido numa idéia mais
   interessante. Primeiramente, vamos decompor o Vetor Velocidade e tecer alguns comentários.



                                                       V    y
                                                                =0       →

                                      →                                 V    x

                                   V
            →                                                   hmáx

          V     y
                            300


                                  →

                              V       x

   Vemos que quanto ao tempo para a altura máxima só importa a Velocidade Y, de subida e
   descida! Vy está na frente, oposta ao ângulo de 300.

   Vy = V.sen300 = 10.0,5 = 5m/s.

   Entendendo o que significa uma aceleração da gravidade de 10 m / s2, fazemos a conta de
   cabeça: demora 0,5, meio segundo, para desacelerar uma velocidade de 5m/s até zero.
   Ora, se demora meio segundo para subir, mais meio então para descer! Tempo = 1,0s.



                                  http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna                                                                 3
b) O resto do problema é uma regra de três: 15 litros em 1 minuto = 60s, x em 1s!
       15
   X=     =0,25 litros (ou 250ml, sem levar em conta os algarismos significativos).
       60


3. ( UFMG – 2001 – modificada ) Um canhão está montado em uma plataforma com rodas, de
     forma que ele pode se deslocar livremente após cada disparo, como mostrado nesta
     figura:




A soma das massas do canhão e da plataforma é 2,0x103 kg. A abertura do canhão está a
5,0 m acima do solo. O canhão dispara, horizontalmente, uma bala de massa igual a 5,0 kg,
que sai com velocidade de 400 m/s.
Despreze qualquer tipo de atrito.
Com base nessas informações:
a) CALCULE o tempo que a bala gasta, desde o instante do disparo, até atingir o solo.
                    m
   Considere g = 10 2 .
                             s
b) EXPLIQUE O PRINCÍPIO FÍSICO utilizado na solução do problema.

                                                     CORREÇÃO

a) Várias maneiras de resolver... Se eu não estivesse com preguiça, desenhava um gráfico V x t e
   resolvia por ele. Para Casa: faça isto!

                                              2                        2
                                       g.t                      g .t                       2h             2.5
Por fórmula:      h = v0 .t +                     ⇒h=                      ⇒t =               =               = 1,0 s
                                          2                       2                        g              10
Lembre-se: a bala não começa CAINDO, APENAS “ANDANDO” PARA FRENTE ⇒ V 0 = 0.

b) MOVIMENTOS PERPENDICULARES SÃO INDEPENDENTES! Difícil é acreditar nisto!



4.   (UFV) Um menino chuta uma bola de futebol segundo um ângulo θ com a horizontal, com uma velocidade inicial vo = 20m/s,
     como mostra a figura abaixo. Considere a aceleração da gravidade g = 10 m/s2. Sendo sen θ = 0,80 e cos θ = 0,60 , a altura
     máxima h de um obstáculo colocado a 12 m do menino, a fim de que a bola consiga ultrapassá-lo, é:




                                          http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo                           Penna   4




   a)       6,0 m
   b)       8,0 m
   c)       11 m
   d)       14 m
   e)       21 m


                                                       CORREÇÃO

      Entendo sua dificuldade, por ser um problema incomum. Porém, é uma decomposição de
vetores, como tantos outros, mais simples que este. Veja o esquema:



                                                       V    y
                                                                =0                  →
                                     →
                                                                               V        x
                                  V                                    →
   →
                                                                hmáx
                                                                       V   y
 V      y
                            θ


                                 →

                                V    x

       A diferença é que temos um obstáculo, vermelho, a 12 metros de distância. E observe que,
neste instante, a bola já começou a cair.
       Decompondo os vetores:
       Vy = V.senθ = 20.0,8 = 16m/s.
       VX = V.cosθ = 20.0,6 = 12m/s.
       Agora, com esta velocidade, calculamos o tempo que a bola gasta para percorrer os 12m na
horizontal, VX.
                    d           12
            t=              =      = 1,0 s
                    V   X
                                12
        Finalmente, a que altura a bola estará após 1s? Vamo vê...
        Aliás, retiro o que disse: pelo tempo, a bola ainda estará é subindo! Quase na altura máxima!
        O desenho engana... Para casa: por quê?

                                         2                       2
                                 g .t                   10.1
            h = v0 y .t +                    = 16.1 −                = 11m
                                     2                     2
                                                        OPÇÃO: C.
                                                http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo                  Penna                5
                                                                      uu
                                                                       r
  5. Um corpo é atirado de uma mesa horizontal com velocidade inicial vo conforme a
     figura abaixo.

                                                           v0y = 0
                           v0
                                      v0                   v0x = v0



                                  altura h                            parábola




                                                       alcance A

Despreze todos os atritos. Sobre o seu alcance, podemos afirmar corretamente que:
  a) só depende da altura da mesa.
  b) só depende do módulo da velocidade inicial vo.
  c) depende tanto da altura da mesa quanto do módulo da velocidade inicial vo.
  d) não depende da aceleração da gravidade local.

                                           CORREÇÃO

Quanto mais tempo fica no ar, mais longe vai. Depende da altura. Quanto maior a
velocidade de lançamento, mais longe vai. Depende de vo. E também depende da
gravidade. Na Lua, com os mesmos parâmetros iniciais, tem-se outro resultado.

                                             OPÇÃO: C.

  6. Um corpo é atirado para frente, a partir do repouso e horizontalmente, a uma velocidade de
     4    m/s.    Observe  a    figura   abaixo.    Despreze   os   atritos   e    considere
     g = 10 m/s2. CALCULE o alcance horizontal do corpo no momento em que ele atinge o solo.


                                               m   V = 4 m/s




                             h=5m




                                                               ALCANCE

                                             CORREÇÃO


                                 http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna                                6
Como sabemos, movimentos perpendiculares são independentes. Assim, para frente (eixo x)
temos um movimento uniforme, no qual a gravidade não atua. Para baixo (eixo y), sem atritos, temos
uma queda livre.
Primeiro, calculamos o tempo de queda. Podemos usar as fórmulas do MUV, mas prefiro o gráfico Vxt.
O gráfico mostra, pela área do triângulo,
b.h/2, que em 1 s, como g = 10 m/s2, o               v (m/s)
corpo cai a altura de 5 m.

Então, movendo-se a 4 m/s para frente:                             10
d = Alcance = v.t = 4.1= 4 m .




                                                                                      t (s)
                                                                              1

  7. Um corpo é atirado para frente, a partir do repouso e horizontalmente, a uma velocidade de
      6    m/s.    Observe  a    figura   abaixo.    Despreze   os   atritos   e    considere
      g = 10 m/s2. CALCULE o alcance horizontal do corpo no momento em que ele atinge o solo.


                                                   m    V = 6 m/s




                                  h = 20 m




                                                                    ALCANCE

                                               CORREÇÃO


Como sabemos, movimentos perpendiculares são independentes. Assim, para frente (eixo x)
temos um movimento uniforme, no qual a gravidade não atua. Para baixo (eixo y), sem atritos, temos
uma queda livre.

Primeiro, calculamos o tempo de queda. Podemos usar as fórmulas do MUV, mas prefiro o gráfico Vxt.
O gráfico mostra, pela área do triângulo,
b.h/2, que em 2 s, como g = 10 m/s2, o                   v (m/s)
corpo cai a altura de 20 m.

                                                                        20
Então, movendo-se a 6 m/s para frente:

d = Alcance = v.t = 6.2= 12 m .


                                      http://fisicanoenem.blogspot.com/                  t (s)
                                                                                  2
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo                   Penna                    7




   8. (UFSJ/2008)




                                           CORREÇÃO

       Por incrível que pareça, é outra questão de Cinemática: Lançamento Horizontal. Com a
Física tão vasta, é estranho ficar batendo na mesma tecla numa prova de apenas 5 questões. A teoria
do lançamento é a seguinte:
    → movimentos perpendiculares são independentes;
    → a gravidade só atua na direção y, vertical;
    → na horizontal temos um Movimento Uniforme;
    → na vertical, um Movimento Uniformemente Variado.
    É isto... Com uma sofisticação: como se quer o módulo da velocidade resultante, temos que
usar, como na primeira questão, o conceito de Vetor Resultante. Poderia resolver utilizando apenas
fórmulas da Cinemática, mas para variar e por questão de facilidade, vou resolver utilizando o conceito
de Conservação da Energia Mecânica: a Energia Potencial Gravitacional no início, a uma altura h,
será convertida em Energia Cinética durante a queda. Neste caso, temos que desprezar o atrito, o
que também seria necessário para aplicar as relações do MRUV.
    Calculando vy:

                       m vy 2
  EC = EG ⇒                      = m gh ⇒ v y 2 = 2 gh                  .
                          2

                                    http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna                          8
      O esquema abaixo mostra a variação das velocidades x e y e o cálculo da Velocidade
Resultante.
                   r uu r
                   v = vx = k

           vy = 0                                                             u
                                                                              r
                                  uu
                                   r                                          g
                                  vy

                                                    uu
                                                     r
                                                    vy                      uuur
                                                                            vRe s
      Como se vê, a velocidade y aumenta sob ação da gravidade e a x permanece constante (k). A
Velocidade Resultante vem por Pitágoras:


  vRe s 2 = v y 2 + vx 2 = gh + v 2 ⇒ vRe s = 2 gh + v 2                            .


       Ficamos sem resposta no gabarito! Mas, o oficial, que baixei em 20/07/2008 não mostra esta
questão como anulada! Dá como resposta oficial a letra C! Seria esta, desprezando os atritos e
soltando a bola de uma altura h a partir do repouso, não rolando sobre a mesa com velocidade de
módulo v! Veja que a resposta dada à questão contradiz o bom senso: por ela, a velocidade com que
a bola bate no chão, alvo da pergunta, só depende da gravidade e da altura.
       Ora, se a velocidade inicial x, v = vx , for maior ou menor, a bola irá bater mais longe ou mais
perto. Veja:



                           r uu r
                           v = vx

      Desprezando os atritos, o tempo de queda e o valor da velocidade y são os mesmos, em
qualquer caso! E, claro,   v y = 2 gh     . Por sinal, resultado bem conhecido. Porém, ao se considerar
correta a resposta do gabarito, se você jogar uma pedra para frente ou der um tiro de fuzil horizontal
da mesma altura que jogou a pedra, ambos, pedra e projétil, baterão no chão com a mesma
velocidade, o que sabemos que não ocorre!


                                        http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna                                   9
      Resolvendo a questão por Conservação da Energia Mecânica, sem atritos, o erro do gabarito foi
não considerar que no início, sobre a mesa, a bola tinha Energia Potencial Gravitacional e Energia
Cinética, devido ao seu rolar inicial com velocidade de módulo v. A resolução assim está abaixo.


                                     m v final 2            m vinicial 2
 ECfinal = EGinicial + ECinicial ⇒                 = m gh +              ⇒
                                         2                     2              .

 v final = 2 gh + vinicial 2

    OPÇÃO: oficial do gabarito C (20/07/2008), mas SEM RESPOSTA!


   9. (UFMG/2009) Uma bola é lançada horizontalmente, de certa altura, e cai sobre uma superfície
       rígida, plana e horizontal. Uma parte da trajetória dessa bola está mostrada nesta fotografia
       estroboscópica, que consiste na superposição de diversas imagens registradas em instantes
       consecutivos:




   Nessa figura, tanto na escala horizontal quanto na vertical, cada divisão mede 10 cm. A massa da
   bola é de 0,20 kg e, na foto, o intervalo de tempo entre uma exposição e outra é de 0,020 s.
   Considerando essas informações,
   1.     DETERMINE o módulo da velocidade da bola no instante em que ela é lançada
   horizontalmente.
          JUSTIFIQUE sua resposta.



                                         CORREÇÃO
      Questão interessante, que envolve CINEMÁTICA VETORIAL e CONSERVAÇÃO DA
ENERGIA.
      O item 1 trata da Composição de Movimentos. Veja na figura. Podemos separar o movimento
da bola em duas direções: na horizontal, que nos interessa para cálculo da velocidade de lançamento
                                  http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna                                  10
solicitada, e desprezando-se os atritos, o que deve ser justificado na questão, a gravidade não atua
e teremos um Movimento Retilíneo Uniforme.
        Na vertical, com atuação da aceleração da gravidade, o movimento é Uniformemente
Variado. Embora não iremos utilizar as equações deste na resolução desta questão. Discutidos os
conceitos e analisada a figura, partimos para a solução.


                        uuuuuuuu  r
                        vlançamento
             u
             r
             g
                                                        ∆h ≅ 18 cm




                                         d

       Veja que, separando a distância d e contando, uma por uma, as posições ocupadas pela
bolinha, encontramos 9 posições. Sabemos, do enunciado, que a escala horizontal é de 10 cm e
que o intervalo entre as fotos foi de 0,020 s. 9x0,02=0,18 s. Como o movimento é uniforme, temos:



        d    10            cm      cm         m
 v=       =      = 55, 555    = 55    = 0, 55                                   .
        t   0,18            s       s         s

10.(CF – C6 – H20) Um corpo é atirado de uma superfície horizontal com velocidade
            uu
             r
   inicial vo ao mesmo tempo em que outro é solto, da mesma altura, com velocidade
   inicial igual a zero, conforme a figura abaixo.
         v0 = 0                                        v0y = 0
                       v0
                                  v0                   v0x = v0



                              altura h                            parábola




                                   http://fisicanoenem.blogspot.com/
                                                    alcance A
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo                  Penna         11




Despreze todos os atritos e considere g = 10 m/s2. Qual dos dois corpos atinge o chão
primeiro? JUSTIFIQUE.

                                             CORREÇÃO

Como a gravidade é a mesma para os dois e, lembrando, movimentos
perpendiculares são independentes, eles caem juntos. Da mesma altura, sob a
mesma gravidade e sem atritos, não importa a velocidade vx , para frente.


11.(CF – C6 – H20) Dois projéteis I e II são atirados com a mesma velocidade inicial vo,
   sob ângulos 30º e 60º, respectivamente, conforme a figura abaixo.

                           Vo
                      II
                                    Vo
                                I
                      60º
                         30º

Considerando-os livres da resistência do ar, qual deles terá o maior alcance? Justifique.


                                             CORREÇÃO

É possível demonstrar que o maior alcance se dá para um ângulo de 45º. Para outros
ângulos, há uma simetria em relação a 45º. Como nesta questão, 30 = 45 – 15 e 60 =
45 + 15, ou seja, ambos os ângulos têm uma diferença de 15º em relação ao de 45º.
Logo, o alcance será o mesmo. Um sobe pouco, tendo pouco tempo para andar para
frente e o outro sobe muito, andando pouco para frente. Dá o mesmo resultado...




                           Vo
                      II
                                    Vo
                                I
                      60º
                         30º


                                     http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo              Penna         12



12.(SP – C6 – H20) Considere na sitação anterior que a velocidade inicial vox do corpo
   lançado para frente seja igual a 4 m/s. A altura h é igual a 20 m. Nestas
   circunstâncias, calcule o tempo de queda do corpo.


                                                         v0y = 0
                          v0
                                    v0                   v0x = v0



                               altura h                             parábola




                                                     alcance A




                                         CORREÇÃO

A velocidade para frente não influi no tempo de queda. Logo, devemos considerar
uma queda livre de 5 m de altura, apenas. E, voy=0. Fórmula e conta...
                           5
             2       4
          gt        10 .t 2
h = vot +    ⇒ 20 =         ⇒t =2 s .
           2          2


13.(SP – C6 – H20) Finalmente, considerando os dados da questão anterior, determine
   o alcance do corpo.


                                         CORREÇÃO

Já sabemos que o tempo de queda foi de 2 s. E o alcance leva em conta, apenas, a
velocidade vox=4 m/s, para frente. A gravidade não influi, pois é para baixo. Temos um
Movimento Uniforme, de solução simples.


d = Alcance = vx .t = 4.2 = 8 m                      .



14.(CF – C6 – H20) Dois projéteis I e II são atirados com a mesma velocidade inicial vo,
   sob ângulos 28º e 62º, respectivamente, conforme a figura abaixo.


                               http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo                  Penna         13


                           Vo
                      II
                                    Vo
                                I
                      62º
                         28º

Considerando-os livres da resistência do ar, qual deles terá o maior alcance? Justifique.


                                             CORREÇÃO

É possível demonstrar que o maior alcance se dá para um ângulo de 45º. Para outros
ângulos, há uma simetria em relação a 45º. Como nesta questão, 28 = 45 – 17 e 62 =
45 + 17, ou seja, ambos os ângulos têm uma diferença de 17º em relação ao de 45º.
Logo, o alcance será o mesmo. Um sobe pouco, tendo pouco tempo para andar para
frente e o outro sobe muito, andando pouco para frente. Dá o mesmo resultado...




                           Vo
                      II
                                    Vo
                                I
                      62º
                         28º




                                     http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo              Penna                   14



Velocidade Relativa
  15. (UFMG/2007) Dois barcos – I e II – movem-se, em um lago, com velocidade constante, de
     mesmo módulo, como representado nesta figura:




   Em relação à água, a direção do movimento do barco I é perpendicular à do barco II e as linhas
   tracejadas indicam o sentido do deslocamento dos barcos.
   Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que a velocidade do barco II, medida
   por uma pessoa que está no barco I, é mais bem representada pelo vetor


   A) P .
   B) Q .
   C) R .
   D) S .

                                          CORREÇÃO

      Essa já é uma questão mais interessante. Não é igual ao que se viu na UFMG nos últimos 10
anos. Poderia ser classificada como de velocidade relativa, mas não consta do programa. Eu
também, em sala de aula, prefiro encarar a pergunta como uma mudança de referencial. Ao contrário
de pensar que o barco de baixo se move para cima em relação à água, como queremos a velocidade


                                  http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna                             15
de II vista por I, podemos pensar o seguinte: o barco I está parado e a água é que desce trazendo
com ela o barco II, este por sinal se move para esquerda em relação à água. Veja o efeito:




      A composição das velocidades para baixo e para a esquerda do barco II dá uma
velocidade resultante inclinada para sudoeste.

                                                OPÇÃO: C.

  16. (UFMG/2009) Numa corrida, Rubens Barrichelo segue atrás de Felipe Massa, em um trecho da pista reto e plano.
     Inicialmente, os dois carros movem-se com velocidade constante, de mesmos módulo, direção e sentido. No
     instante t1, Felipe aumenta a velocidade de seu carro com aceleração constante; e, no instante t2, Barrichelo
     também aumenta a velocidade do seu carro com a mesma aceleração. Considerando essas informações, assinale a
     alternativa cujo gráfico melhor descreve o módulo da velocidade relativa entre os dois veículos, em função do
     tempo.




                                       http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo             Penna                16




                                          CORREÇÃO
       Questão de CINEMÁTICA, envolvendo o conceito de VELOCIDADE RELATIVA. Há várias
maneiras de encará-la.
       Primeiramente, notamos que no começo, os dois têm a mesma velocidade. Isto faz com que um
esteja, inicialmente, em repouso em relação ao outro. Veja:
                                 r
                                 v                                         r
                                                                           v

                          vR e l = v − v = 0 ⇒ Repouso
       Como o da frente começa a acelerar primeiro, a velocidade relativa aumenta. Porém, a partir
do momento que o de trás adquire a mesma aceleração, a velocidade relativa se estabiliza, pára
de aumentar. Este raciocínio leva ao gráfico da letra A.
       Outra maneira que pensei de resolver a questão seria montando uma tabela. Observe que
colocamos a velocidade de Massa na primeira linha, de Barrichelo na segunda e a velocidade
relativa (diferença entre as duas) na última. Como exemplo, escolhi uma suposta aceleração de 2 m/
s 2.

        V (m/s)                             t1                        t2
      VMassa         10     10       10     12        14       16     18       20     22
      Vbarrichelo    10     10       10     10        10       10     12       14     16
      VRelativa      0      0        0       2        4         6     6           6    6

       Veja que a partir do momento t1 que Massa acelera, a velocidade relativa aumenta,
uniformemente (aceleração constante). Porém, quando Barrichelo adquire a mesma aceleração
em t2, a velocidade relativa pára de aumentar e, a partir daí, permanece constante.

                                          OPÇÃO: A.


                                  http://fisicanoenem.blogspot.com/
© QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo                         Penna                          17
   17. (UFMG/03-modificado)  Um pequeno bote, que navega a uma velocidade de 2,0 m/s em relação à margem de um rio, é
       alcançado por um navio de 50 m de comprimento, que se move paralelamente a ele, no mesmo sentido, como mostrado na
       figura:




    Esse navio demora 20 segundos para ultrapassar o bote. Ambos movem-se com velocidades constantes. Nessas condições,
    despreze o comprimento do próprio bote e calcule a velocidade do navio em relação à margem.




                                                         CORREÇÃO

Pelo conceito de velocidade relativa, o navio ultrapassa o bote devido à velocidade
que ele tem a mais, isto é,                                                        devido
à velocidade relativa do navio                                                     para o
bote. Para você imaginar
melhor, suponha que bote e                                                         navio
tivessem     exatamente      a
mesma velocidade. Um ficaria                                 uuur uuur uuur em
repouso em relação ao outro!                                 vRe s = vbote + vRe l Assim,
a ultrapassagem é devida
                                                     uuur
apenas à parte da velociade –                uuur vbote uuur                       em
relação à margem – que o                     vbote        vRel                     navio
tem a mais que o bote.
Vetorialmente:

vnavio em relação à margem = vbote + vRelativa do navio para o bote .

Pela relação do Movimento uniforme:

            d 50       m
vRe l =      =   = 2,5
            t 20       s
Logo, a velocidade resultante – para a margem - do navio vale:

vRes = 2+2,5 = 4,5 m/s.




                                               http://fisicanoenem.blogspot.com/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grandezas físicas e notação científica
Grandezas físicas e notação científicaGrandezas físicas e notação científica
Grandezas físicas e notação científicaSergio Madureira
 
Aula 5: Operador momento e energia e o princípio da incerteza
Aula 5: Operador momento e energia e o princípio da incertezaAula 5: Operador momento e energia e o princípio da incerteza
Aula 5: Operador momento e energia e o princípio da incertezaAdriano Silva
 
Fórmula de Óptica geométrica
Fórmula de Óptica geométricaFórmula de Óptica geométrica
Fórmula de Óptica geométricaO mundo da FÍSICA
 
Fisica tópico 2 – associação de resistores e medidas elétricas
Fisica tópico 2 – associação de resistores e medidas elétricasFisica tópico 2 – associação de resistores e medidas elétricas
Fisica tópico 2 – associação de resistores e medidas elétricascomentada
 
A gravitação universal de newton
A gravitação universal de newtonA gravitação universal de newton
A gravitação universal de newtonalbertaratri
 
Movimento Circular
Movimento CircularMovimento Circular
Movimento CircularMiky Mine
 
Movimento retilíneo uniforme e suas características
Movimento retilíneo uniforme e suas característicasMovimento retilíneo uniforme e suas características
Movimento retilíneo uniforme e suas característicasTiago Teles
 
Cálculo 1 - Limites
Cálculo 1 - LimitesCálculo 1 - Limites
Cálculo 1 - LimitesAmanda Saito
 
Velocidade Escalar Média
Velocidade Escalar MédiaVelocidade Escalar Média
Velocidade Escalar MédiaMiky Mine
 
Aula 10: Exercícios
Aula 10: ExercíciosAula 10: Exercícios
Aula 10: ExercíciosAdriano Silva
 
Espelhos Esféricos
Espelhos EsféricosEspelhos Esféricos
Espelhos Esféricoslaizdiniz
 
Cinematica vetorial
Cinematica vetorialCinematica vetorial
Cinematica vetorialRildo Borges
 

Mais procurados (20)

Grandezas físicas e notação científica
Grandezas físicas e notação científicaGrandezas físicas e notação científica
Grandezas físicas e notação científica
 
Aula 5: Operador momento e energia e o princípio da incerteza
Aula 5: Operador momento e energia e o princípio da incertezaAula 5: Operador momento e energia e o princípio da incerteza
Aula 5: Operador momento e energia e o princípio da incerteza
 
Fórmula de Óptica geométrica
Fórmula de Óptica geométricaFórmula de Óptica geométrica
Fórmula de Óptica geométrica
 
Fisica tópico 2 – associação de resistores e medidas elétricas
Fisica tópico 2 – associação de resistores e medidas elétricasFisica tópico 2 – associação de resistores e medidas elétricas
Fisica tópico 2 – associação de resistores e medidas elétricas
 
Lançamento oblíquo
Lançamento oblíquoLançamento oblíquo
Lançamento oblíquo
 
MU e MUV
MU e MUVMU e MUV
MU e MUV
 
A gravitação universal de newton
A gravitação universal de newtonA gravitação universal de newton
A gravitação universal de newton
 
Movimento Circular
Movimento CircularMovimento Circular
Movimento Circular
 
Impulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de MovimentoImpulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de Movimento
 
Movimento retilíneo uniforme e suas características
Movimento retilíneo uniforme e suas característicasMovimento retilíneo uniforme e suas características
Movimento retilíneo uniforme e suas características
 
Estatica
EstaticaEstatica
Estatica
 
Elevadores 1
Elevadores 1Elevadores 1
Elevadores 1
 
Cálculo 1 - Limites
Cálculo 1 - LimitesCálculo 1 - Limites
Cálculo 1 - Limites
 
Velocidade Escalar Média
Velocidade Escalar MédiaVelocidade Escalar Média
Velocidade Escalar Média
 
Aula 10: Exercícios
Aula 10: ExercíciosAula 10: Exercícios
Aula 10: Exercícios
 
Queda livre
Queda livreQueda livre
Queda livre
 
Espelhos Esféricos
Espelhos EsféricosEspelhos Esféricos
Espelhos Esféricos
 
Cinematica vetorial
Cinematica vetorialCinematica vetorial
Cinematica vetorial
 
Física eletricidade
Física   eletricidadeFísica   eletricidade
Física eletricidade
 
Resistores
ResistoresResistores
Resistores
 

Semelhante a Questões Corrigidas, em Word: Composição de Movimentos, Projéteis e Velocidade Relativa - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.com/

Corg 1ano-composiodemovimentosevrel-120229071145-phpapp02
Corg 1ano-composiodemovimentosevrel-120229071145-phpapp02Corg 1ano-composiodemovimentosevrel-120229071145-phpapp02
Corg 1ano-composiodemovimentosevrel-120229071145-phpapp02Paulo Souto
 
Parte 1 – cinemática tópico 3
Parte 1 – cinemática tópico 3Parte 1 – cinemática tópico 3
Parte 1 – cinemática tópico 3Edlas Junior
 
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variadoFisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variadocomentada
 
Movimento retilíneo uniformemente variado
Movimento retilíneo uniformemente variadoMovimento retilíneo uniformemente variado
Movimento retilíneo uniformemente variadoLARIZAMIKAELLYCALLOU1
 
C2 fis bde_rgeral_alelex
C2 fis bde_rgeral_alelexC2 fis bde_rgeral_alelex
C2 fis bde_rgeral_alelexRildo Borges
 
Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho
Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho
Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho Guilherme Fernando
 
Fisica 001 movimentos
Fisica   001 movimentosFisica   001 movimentos
Fisica 001 movimentoscon_seguir
 
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word:  Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...Questões Corrigidas, em Word:  Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...Rodrigo Penna
 
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoObf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoKaroline Tavares
 
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoObf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoKaroline Tavares
 
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoObf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoKaroline Tavares
 
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoObf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoKaroline Tavares
 
Fis 2 lista_1
Fis 2 lista_1Fis 2 lista_1
Fis 2 lista_1comentada
 

Semelhante a Questões Corrigidas, em Word: Composição de Movimentos, Projéteis e Velocidade Relativa - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.com/ (20)

Corg 1ano-composiodemovimentosevrel-120229071145-phpapp02
Corg 1ano-composiodemovimentosevrel-120229071145-phpapp02Corg 1ano-composiodemovimentosevrel-120229071145-phpapp02
Corg 1ano-composiodemovimentosevrel-120229071145-phpapp02
 
Física
FísicaFísica
Física
 
Parte 1 – cinemática tópico 3
Parte 1 – cinemática tópico 3Parte 1 – cinemática tópico 3
Parte 1 – cinemática tópico 3
 
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variadoFisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
Fisica tópico 3 – movimento uniformemente variado
 
Movimento e velocidade
Movimento e velocidadeMovimento e velocidade
Movimento e velocidade
 
Mruv
MruvMruv
Mruv
 
Movimento retilíneo uniformemente variado
Movimento retilíneo uniformemente variadoMovimento retilíneo uniformemente variado
Movimento retilíneo uniformemente variado
 
C2 fis bde_rgeral_alelex
C2 fis bde_rgeral_alelexC2 fis bde_rgeral_alelex
C2 fis bde_rgeral_alelex
 
Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho
Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho
Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho
 
Fisica 001 movimentos
Fisica   001 movimentosFisica   001 movimentos
Fisica 001 movimentos
 
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word:  Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...Questões Corrigidas, em Word:  Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
 
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoObf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
 
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoObf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
 
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoObf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
 
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabaritoObf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
Obf2007 3 fase_3serie_teorica_gabarito
 
Fis 2 lista_1
Fis 2 lista_1Fis 2 lista_1
Fis 2 lista_1
 
Mruv
MruvMruv
Mruv
 
1º física
1º física1º física
1º física
 
Foco aula 5
Foco aula 5Foco aula 5
Foco aula 5
 
Aula 3 mruv
Aula 3  mruvAula 3  mruv
Aula 3 mruv
 

Mais de Rodrigo Penna

Vestibular segrega e Enem democratiza - Conteúdo vinculado ao blog http://fis...
Vestibular segrega e Enem democratiza - Conteúdo vinculado ao blog http://fis...Vestibular segrega e Enem democratiza - Conteúdo vinculado ao blog http://fis...
Vestibular segrega e Enem democratiza - Conteúdo vinculado ao blog http://fis...Rodrigo Penna
 
Matriz de Física - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogsp...
Matriz de Física - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogsp...Matriz de Física - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogsp...
Matriz de Física - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogsp...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Potencial Elétrico - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word:  Potencial Elétrico  - Conteúdo vinculado ao bl...Questões Corrigidas, em Word:  Potencial Elétrico  - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word: Potencial Elétrico - Conteúdo vinculado ao bl...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Medidores Elétricos - Conteúdo vinculado ao b...
Questões Corrigidas, em Word:  Medidores Elétricos  - Conteúdo vinculado ao b...Questões Corrigidas, em Word:  Medidores Elétricos  - Conteúdo vinculado ao b...
Questões Corrigidas, em Word: Medidores Elétricos - Conteúdo vinculado ao b...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Corrente, Ohm, Potência Elétrica - Conteúdo v...
Questões Corrigidas, em Word:  Corrente, Ohm, Potência Elétrica  - Conteúdo v...Questões Corrigidas, em Word:  Corrente, Ohm, Potência Elétrica  - Conteúdo v...
Questões Corrigidas, em Word: Corrente, Ohm, Potência Elétrica - Conteúdo v...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Faraday e Lenz - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word: Faraday e Lenz   - Conteúdo vinculado ao blog  ...Questões Corrigidas, em Word: Faraday e Lenz   - Conteúdo vinculado ao blog  ...
Questões Corrigidas, em Word: Faraday e Lenz - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Geradores e Receptores - Conteúdo vinculado a...
Questões Corrigidas, em Word:  Geradores e Receptores  - Conteúdo vinculado a...Questões Corrigidas, em Word:  Geradores e Receptores  - Conteúdo vinculado a...
Questões Corrigidas, em Word: Geradores e Receptores - Conteúdo vinculado a...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Força Magnética - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Força Magnética  - Conteúdo vinculado ao blog ...Questões Corrigidas, em Word:  Força Magnética  - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word: Força Magnética - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Física Moderna - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Física Moderna  - Conteúdo vinculado ao blog  ...Questões Corrigidas, em Word:  Física Moderna  - Conteúdo vinculado ao blog  ...
Questões Corrigidas, em Word: Física Moderna - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Eletrostática - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Eletrostática  - Conteúdo vinculado ao blog   ...Questões Corrigidas, em Word:  Eletrostática  - Conteúdo vinculado ao blog   ...
Questões Corrigidas, em Word: Eletrostática - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Associação de Resistores e Circuitos - Conteú...
Questões Corrigidas, em Word:  Associação de Resistores e Circuitos  - Conteú...Questões Corrigidas, em Word:  Associação de Resistores e Circuitos  - Conteú...
Questões Corrigidas, em Word: Associação de Resistores e Circuitos - Conteú...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Capacitores - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Capacitores  - Conteúdo vinculado ao blog     ...Questões Corrigidas, em Word:  Capacitores  - Conteúdo vinculado ao blog     ...
Questões Corrigidas, em Word: Capacitores - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Campo Elétrico - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Campo Elétrico  - Conteúdo vinculado ao blog  ...Questões Corrigidas, em Word:  Campo Elétrico  - Conteúdo vinculado ao blog  ...
Questões Corrigidas, em Word: Campo Elétrico - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Campo Magnético - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Campo Magnético  - Conteúdo vinculado ao blog ...Questões Corrigidas, em Word:  Campo Magnético  - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word: Campo Magnético - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Visão e Instrumentos Ópticos - Conteúdo vincu...
Questões Corrigidas, em Word:  Visão e Instrumentos Ópticos  - Conteúdo vincu...Questões Corrigidas, em Word:  Visão e Instrumentos Ópticos  - Conteúdo vincu...
Questões Corrigidas, em Word: Visão e Instrumentos Ópticos - Conteúdo vincu...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Transmissão de Calor - Conteúdo vinculado ao ...
Questões Corrigidas, em Word:  Transmissão de Calor  - Conteúdo vinculado ao ...Questões Corrigidas, em Word:  Transmissão de Calor  - Conteúdo vinculado ao ...
Questões Corrigidas, em Word: Transmissão de Calor - Conteúdo vinculado ao ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Termodinâmica - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Termodinâmica  - Conteúdo vinculado ao blog   ...Questões Corrigidas, em Word:  Termodinâmica  - Conteúdo vinculado ao blog   ...
Questões Corrigidas, em Word: Termodinâmica - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Refração - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Questões Corrigidas, em Word:  Refração  - Conteúdo vinculado ao blog      ht...Questões Corrigidas, em Word:  Refração  - Conteúdo vinculado ao blog      ht...
Questões Corrigidas, em Word: Refração - Conteúdo vinculado ao blog ht...Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Óptica Geral - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Óptica Geral  - Conteúdo vinculado ao blog    ...Questões Corrigidas, em Word:  Óptica Geral  - Conteúdo vinculado ao blog    ...
Questões Corrigidas, em Word: Óptica Geral - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 

Mais de Rodrigo Penna (20)

Vestibular segrega e Enem democratiza - Conteúdo vinculado ao blog http://fis...
Vestibular segrega e Enem democratiza - Conteúdo vinculado ao blog http://fis...Vestibular segrega e Enem democratiza - Conteúdo vinculado ao blog http://fis...
Vestibular segrega e Enem democratiza - Conteúdo vinculado ao blog http://fis...
 
Matriz de Física - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogsp...
Matriz de Física - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogsp...Matriz de Física - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogsp...
Matriz de Física - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogsp...
 
Questões Corrigidas, em Word: Potencial Elétrico - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word:  Potencial Elétrico  - Conteúdo vinculado ao bl...Questões Corrigidas, em Word:  Potencial Elétrico  - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word: Potencial Elétrico - Conteúdo vinculado ao bl...
 
Questões Corrigidas, em Word: Medidores Elétricos - Conteúdo vinculado ao b...
Questões Corrigidas, em Word:  Medidores Elétricos  - Conteúdo vinculado ao b...Questões Corrigidas, em Word:  Medidores Elétricos  - Conteúdo vinculado ao b...
Questões Corrigidas, em Word: Medidores Elétricos - Conteúdo vinculado ao b...
 
Questões Corrigidas, em Word: Corrente, Ohm, Potência Elétrica - Conteúdo v...
Questões Corrigidas, em Word:  Corrente, Ohm, Potência Elétrica  - Conteúdo v...Questões Corrigidas, em Word:  Corrente, Ohm, Potência Elétrica  - Conteúdo v...
Questões Corrigidas, em Word: Corrente, Ohm, Potência Elétrica - Conteúdo v...
 
Questões Corrigidas, em Word: Faraday e Lenz - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word: Faraday e Lenz   - Conteúdo vinculado ao blog  ...Questões Corrigidas, em Word: Faraday e Lenz   - Conteúdo vinculado ao blog  ...
Questões Corrigidas, em Word: Faraday e Lenz - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Geradores e Receptores - Conteúdo vinculado a...
Questões Corrigidas, em Word:  Geradores e Receptores  - Conteúdo vinculado a...Questões Corrigidas, em Word:  Geradores e Receptores  - Conteúdo vinculado a...
Questões Corrigidas, em Word: Geradores e Receptores - Conteúdo vinculado a...
 
Questões Corrigidas, em Word: Força Magnética - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Força Magnética  - Conteúdo vinculado ao blog ...Questões Corrigidas, em Word:  Força Magnética  - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word: Força Magnética - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Física Moderna - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Física Moderna  - Conteúdo vinculado ao blog  ...Questões Corrigidas, em Word:  Física Moderna  - Conteúdo vinculado ao blog  ...
Questões Corrigidas, em Word: Física Moderna - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Eletrostática - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Eletrostática  - Conteúdo vinculado ao blog   ...Questões Corrigidas, em Word:  Eletrostática  - Conteúdo vinculado ao blog   ...
Questões Corrigidas, em Word: Eletrostática - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Associação de Resistores e Circuitos - Conteú...
Questões Corrigidas, em Word:  Associação de Resistores e Circuitos  - Conteú...Questões Corrigidas, em Word:  Associação de Resistores e Circuitos  - Conteú...
Questões Corrigidas, em Word: Associação de Resistores e Circuitos - Conteú...
 
Questões Corrigidas, em Word: Capacitores - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Capacitores  - Conteúdo vinculado ao blog     ...Questões Corrigidas, em Word:  Capacitores  - Conteúdo vinculado ao blog     ...
Questões Corrigidas, em Word: Capacitores - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Campo Elétrico - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Campo Elétrico  - Conteúdo vinculado ao blog  ...Questões Corrigidas, em Word:  Campo Elétrico  - Conteúdo vinculado ao blog  ...
Questões Corrigidas, em Word: Campo Elétrico - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Campo Magnético - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Campo Magnético  - Conteúdo vinculado ao blog ...Questões Corrigidas, em Word:  Campo Magnético  - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word: Campo Magnético - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Visão e Instrumentos Ópticos - Conteúdo vincu...
Questões Corrigidas, em Word:  Visão e Instrumentos Ópticos  - Conteúdo vincu...Questões Corrigidas, em Word:  Visão e Instrumentos Ópticos  - Conteúdo vincu...
Questões Corrigidas, em Word: Visão e Instrumentos Ópticos - Conteúdo vincu...
 
Questões Corrigidas, em Word: Transmissão de Calor - Conteúdo vinculado ao ...
Questões Corrigidas, em Word:  Transmissão de Calor  - Conteúdo vinculado ao ...Questões Corrigidas, em Word:  Transmissão de Calor  - Conteúdo vinculado ao ...
Questões Corrigidas, em Word: Transmissão de Calor - Conteúdo vinculado ao ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Termodinâmica - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Termodinâmica  - Conteúdo vinculado ao blog   ...Questões Corrigidas, em Word:  Termodinâmica  - Conteúdo vinculado ao blog   ...
Questões Corrigidas, em Word: Termodinâmica - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
 
Questões Corrigidas, em Word: Refração - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Questões Corrigidas, em Word:  Refração  - Conteúdo vinculado ao blog      ht...Questões Corrigidas, em Word:  Refração  - Conteúdo vinculado ao blog      ht...
Questões Corrigidas, em Word: Refração - Conteúdo vinculado ao blog ht...
 
Questões Corrigidas, em Word: Óptica Geral - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Óptica Geral  - Conteúdo vinculado ao blog    ...Questões Corrigidas, em Word:  Óptica Geral  - Conteúdo vinculado ao blog    ...
Questões Corrigidas, em Word: Óptica Geral - Conteúdo vinculado ao blog ...
 

Último

nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptElifabio Sobreira Pereira
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 

Último (20)

nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 

Questões Corrigidas, em Word: Composição de Movimentos, Projéteis e Velocidade Relativa - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.com/

  • 1. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 1 QUESTÕES CORRIGIDAS COMPOSIÇÃO DE MOVIMENTOS e VELOCIDADE RELATIVA ÍNDICE COMPOSIÇÃO DE MOVIMENTOS........................................................................................................................................1 VELOCIDADE RELATIVA.....................................................................................................................................................14 Composição de Movimentos 1. (UFMG – 2006) Clarissa chuta, em seqüência, três bolas. P, Q e R, cujas trajetórias estão representadas nesta figura: Sejam tP, tQ e tR os tempos gastos, respectivamente, pelas bolas P, Q e R, desde o momento do chute até o instante em que atingem o solo. Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que a) tQ > tP = tR b) tR > tQ = tP B B B B B B c) tQ > tR > tP B B B B B B d) tR > tQ > tP B B B B B B CORREÇÃO: questão tradicional de Composição de Movimentos. Na vertical, temos um MRUV (e, embora a questão não diga explicitamente, podemos desconsiderar os atritos). Na horizontal, temos um MRU. A bola se move na vertical e horizontal, simultaneamente. Movimentos perpendiculares são independentes e podemos nos ater apenas à subida e descida da bola, que determina sua permanência no ar. Assim, a que vai mais alto demora mais: Q. As outras duas subiram o mesmo, e demoram o mesmo! OPÇÃO: A. 2. (UFMG-1998-modificada) Um cano de irrigação, enterrado no solo, ejeta água a uma taxa de 15 litros por minuto com uma velocidade de 10 m/s. A saída do cano é apontada para cima fazendo um ângulo de 30º com o solo, como mostra a figura. Despreze a resistência do ar e considere g = 10 m/s2, sen 30º = 0,50 e cos 30º = 0,87. http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 2. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 2 a) CALCULE quanto tempo uma gota de água permanece no ar a partir do momento em que sai da boca do cano. b) CALCULE quantos litros de água estarão no ar na situação em que o jato d'água é contínuo, do cano ao solo. CORREÇÃO a) É um problema tradicional de Composição de Movimentos, travestido numa idéia mais interessante. Primeiramente, vamos decompor o Vetor Velocidade e tecer alguns comentários. V y =0 → → V x V → hmáx V y 300 → V x Vemos que quanto ao tempo para a altura máxima só importa a Velocidade Y, de subida e descida! Vy está na frente, oposta ao ângulo de 300. Vy = V.sen300 = 10.0,5 = 5m/s. Entendendo o que significa uma aceleração da gravidade de 10 m / s2, fazemos a conta de cabeça: demora 0,5, meio segundo, para desacelerar uma velocidade de 5m/s até zero. Ora, se demora meio segundo para subir, mais meio então para descer! Tempo = 1,0s. http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 3. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 3 b) O resto do problema é uma regra de três: 15 litros em 1 minuto = 60s, x em 1s! 15 X= =0,25 litros (ou 250ml, sem levar em conta os algarismos significativos). 60 3. ( UFMG – 2001 – modificada ) Um canhão está montado em uma plataforma com rodas, de forma que ele pode se deslocar livremente após cada disparo, como mostrado nesta figura: A soma das massas do canhão e da plataforma é 2,0x103 kg. A abertura do canhão está a 5,0 m acima do solo. O canhão dispara, horizontalmente, uma bala de massa igual a 5,0 kg, que sai com velocidade de 400 m/s. Despreze qualquer tipo de atrito. Com base nessas informações: a) CALCULE o tempo que a bala gasta, desde o instante do disparo, até atingir o solo. m Considere g = 10 2 . s b) EXPLIQUE O PRINCÍPIO FÍSICO utilizado na solução do problema. CORREÇÃO a) Várias maneiras de resolver... Se eu não estivesse com preguiça, desenhava um gráfico V x t e resolvia por ele. Para Casa: faça isto! 2 2 g.t g .t 2h 2.5 Por fórmula: h = v0 .t + ⇒h= ⇒t = = = 1,0 s 2 2 g 10 Lembre-se: a bala não começa CAINDO, APENAS “ANDANDO” PARA FRENTE ⇒ V 0 = 0. b) MOVIMENTOS PERPENDICULARES SÃO INDEPENDENTES! Difícil é acreditar nisto! 4. (UFV) Um menino chuta uma bola de futebol segundo um ângulo θ com a horizontal, com uma velocidade inicial vo = 20m/s, como mostra a figura abaixo. Considere a aceleração da gravidade g = 10 m/s2. Sendo sen θ = 0,80 e cos θ = 0,60 , a altura máxima h de um obstáculo colocado a 12 m do menino, a fim de que a bola consiga ultrapassá-lo, é: http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 4. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 4 a) 6,0 m b) 8,0 m c) 11 m d) 14 m e) 21 m CORREÇÃO Entendo sua dificuldade, por ser um problema incomum. Porém, é uma decomposição de vetores, como tantos outros, mais simples que este. Veja o esquema: V y =0 → → V x V → → hmáx V y V y θ → V x A diferença é que temos um obstáculo, vermelho, a 12 metros de distância. E observe que, neste instante, a bola já começou a cair. Decompondo os vetores: Vy = V.senθ = 20.0,8 = 16m/s. VX = V.cosθ = 20.0,6 = 12m/s. Agora, com esta velocidade, calculamos o tempo que a bola gasta para percorrer os 12m na horizontal, VX. d 12 t= = = 1,0 s V X 12 Finalmente, a que altura a bola estará após 1s? Vamo vê... Aliás, retiro o que disse: pelo tempo, a bola ainda estará é subindo! Quase na altura máxima! O desenho engana... Para casa: por quê? 2 2 g .t 10.1 h = v0 y .t + = 16.1 − = 11m 2 2 OPÇÃO: C. http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 5. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 5 uu r 5. Um corpo é atirado de uma mesa horizontal com velocidade inicial vo conforme a figura abaixo. v0y = 0 v0 v0 v0x = v0 altura h parábola alcance A Despreze todos os atritos. Sobre o seu alcance, podemos afirmar corretamente que: a) só depende da altura da mesa. b) só depende do módulo da velocidade inicial vo. c) depende tanto da altura da mesa quanto do módulo da velocidade inicial vo. d) não depende da aceleração da gravidade local. CORREÇÃO Quanto mais tempo fica no ar, mais longe vai. Depende da altura. Quanto maior a velocidade de lançamento, mais longe vai. Depende de vo. E também depende da gravidade. Na Lua, com os mesmos parâmetros iniciais, tem-se outro resultado. OPÇÃO: C. 6. Um corpo é atirado para frente, a partir do repouso e horizontalmente, a uma velocidade de 4 m/s. Observe a figura abaixo. Despreze os atritos e considere g = 10 m/s2. CALCULE o alcance horizontal do corpo no momento em que ele atinge o solo. m V = 4 m/s h=5m ALCANCE CORREÇÃO http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 6. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 6 Como sabemos, movimentos perpendiculares são independentes. Assim, para frente (eixo x) temos um movimento uniforme, no qual a gravidade não atua. Para baixo (eixo y), sem atritos, temos uma queda livre. Primeiro, calculamos o tempo de queda. Podemos usar as fórmulas do MUV, mas prefiro o gráfico Vxt. O gráfico mostra, pela área do triângulo, b.h/2, que em 1 s, como g = 10 m/s2, o v (m/s) corpo cai a altura de 5 m. Então, movendo-se a 4 m/s para frente: 10 d = Alcance = v.t = 4.1= 4 m . t (s) 1 7. Um corpo é atirado para frente, a partir do repouso e horizontalmente, a uma velocidade de 6 m/s. Observe a figura abaixo. Despreze os atritos e considere g = 10 m/s2. CALCULE o alcance horizontal do corpo no momento em que ele atinge o solo. m V = 6 m/s h = 20 m ALCANCE CORREÇÃO Como sabemos, movimentos perpendiculares são independentes. Assim, para frente (eixo x) temos um movimento uniforme, no qual a gravidade não atua. Para baixo (eixo y), sem atritos, temos uma queda livre. Primeiro, calculamos o tempo de queda. Podemos usar as fórmulas do MUV, mas prefiro o gráfico Vxt. O gráfico mostra, pela área do triângulo, b.h/2, que em 2 s, como g = 10 m/s2, o v (m/s) corpo cai a altura de 20 m. 20 Então, movendo-se a 6 m/s para frente: d = Alcance = v.t = 6.2= 12 m . http://fisicanoenem.blogspot.com/ t (s) 2
  • 7. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 7 8. (UFSJ/2008) CORREÇÃO Por incrível que pareça, é outra questão de Cinemática: Lançamento Horizontal. Com a Física tão vasta, é estranho ficar batendo na mesma tecla numa prova de apenas 5 questões. A teoria do lançamento é a seguinte: → movimentos perpendiculares são independentes; → a gravidade só atua na direção y, vertical; → na horizontal temos um Movimento Uniforme; → na vertical, um Movimento Uniformemente Variado. É isto... Com uma sofisticação: como se quer o módulo da velocidade resultante, temos que usar, como na primeira questão, o conceito de Vetor Resultante. Poderia resolver utilizando apenas fórmulas da Cinemática, mas para variar e por questão de facilidade, vou resolver utilizando o conceito de Conservação da Energia Mecânica: a Energia Potencial Gravitacional no início, a uma altura h, será convertida em Energia Cinética durante a queda. Neste caso, temos que desprezar o atrito, o que também seria necessário para aplicar as relações do MRUV. Calculando vy: m vy 2 EC = EG ⇒ = m gh ⇒ v y 2 = 2 gh . 2 http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 8. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 8 O esquema abaixo mostra a variação das velocidades x e y e o cálculo da Velocidade Resultante. r uu r v = vx = k vy = 0 u r uu r g vy uu r vy uuur vRe s Como se vê, a velocidade y aumenta sob ação da gravidade e a x permanece constante (k). A Velocidade Resultante vem por Pitágoras: vRe s 2 = v y 2 + vx 2 = gh + v 2 ⇒ vRe s = 2 gh + v 2 . Ficamos sem resposta no gabarito! Mas, o oficial, que baixei em 20/07/2008 não mostra esta questão como anulada! Dá como resposta oficial a letra C! Seria esta, desprezando os atritos e soltando a bola de uma altura h a partir do repouso, não rolando sobre a mesa com velocidade de módulo v! Veja que a resposta dada à questão contradiz o bom senso: por ela, a velocidade com que a bola bate no chão, alvo da pergunta, só depende da gravidade e da altura. Ora, se a velocidade inicial x, v = vx , for maior ou menor, a bola irá bater mais longe ou mais perto. Veja: r uu r v = vx Desprezando os atritos, o tempo de queda e o valor da velocidade y são os mesmos, em qualquer caso! E, claro, v y = 2 gh . Por sinal, resultado bem conhecido. Porém, ao se considerar correta a resposta do gabarito, se você jogar uma pedra para frente ou der um tiro de fuzil horizontal da mesma altura que jogou a pedra, ambos, pedra e projétil, baterão no chão com a mesma velocidade, o que sabemos que não ocorre! http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 9. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 9 Resolvendo a questão por Conservação da Energia Mecânica, sem atritos, o erro do gabarito foi não considerar que no início, sobre a mesa, a bola tinha Energia Potencial Gravitacional e Energia Cinética, devido ao seu rolar inicial com velocidade de módulo v. A resolução assim está abaixo. m v final 2 m vinicial 2 ECfinal = EGinicial + ECinicial ⇒ = m gh + ⇒ 2 2 . v final = 2 gh + vinicial 2 OPÇÃO: oficial do gabarito C (20/07/2008), mas SEM RESPOSTA! 9. (UFMG/2009) Uma bola é lançada horizontalmente, de certa altura, e cai sobre uma superfície rígida, plana e horizontal. Uma parte da trajetória dessa bola está mostrada nesta fotografia estroboscópica, que consiste na superposição de diversas imagens registradas em instantes consecutivos: Nessa figura, tanto na escala horizontal quanto na vertical, cada divisão mede 10 cm. A massa da bola é de 0,20 kg e, na foto, o intervalo de tempo entre uma exposição e outra é de 0,020 s. Considerando essas informações, 1. DETERMINE o módulo da velocidade da bola no instante em que ela é lançada horizontalmente. JUSTIFIQUE sua resposta. CORREÇÃO Questão interessante, que envolve CINEMÁTICA VETORIAL e CONSERVAÇÃO DA ENERGIA. O item 1 trata da Composição de Movimentos. Veja na figura. Podemos separar o movimento da bola em duas direções: na horizontal, que nos interessa para cálculo da velocidade de lançamento http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 10. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 10 solicitada, e desprezando-se os atritos, o que deve ser justificado na questão, a gravidade não atua e teremos um Movimento Retilíneo Uniforme. Na vertical, com atuação da aceleração da gravidade, o movimento é Uniformemente Variado. Embora não iremos utilizar as equações deste na resolução desta questão. Discutidos os conceitos e analisada a figura, partimos para a solução. uuuuuuuu r vlançamento u r g ∆h ≅ 18 cm d Veja que, separando a distância d e contando, uma por uma, as posições ocupadas pela bolinha, encontramos 9 posições. Sabemos, do enunciado, que a escala horizontal é de 10 cm e que o intervalo entre as fotos foi de 0,020 s. 9x0,02=0,18 s. Como o movimento é uniforme, temos: d 10 cm cm m v= = = 55, 555 = 55 = 0, 55 . t 0,18 s s s 10.(CF – C6 – H20) Um corpo é atirado de uma superfície horizontal com velocidade uu r inicial vo ao mesmo tempo em que outro é solto, da mesma altura, com velocidade inicial igual a zero, conforme a figura abaixo. v0 = 0 v0y = 0 v0 v0 v0x = v0 altura h parábola http://fisicanoenem.blogspot.com/ alcance A
  • 11. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 11 Despreze todos os atritos e considere g = 10 m/s2. Qual dos dois corpos atinge o chão primeiro? JUSTIFIQUE. CORREÇÃO Como a gravidade é a mesma para os dois e, lembrando, movimentos perpendiculares são independentes, eles caem juntos. Da mesma altura, sob a mesma gravidade e sem atritos, não importa a velocidade vx , para frente. 11.(CF – C6 – H20) Dois projéteis I e II são atirados com a mesma velocidade inicial vo, sob ângulos 30º e 60º, respectivamente, conforme a figura abaixo. Vo II Vo I 60º 30º Considerando-os livres da resistência do ar, qual deles terá o maior alcance? Justifique. CORREÇÃO É possível demonstrar que o maior alcance se dá para um ângulo de 45º. Para outros ângulos, há uma simetria em relação a 45º. Como nesta questão, 30 = 45 – 15 e 60 = 45 + 15, ou seja, ambos os ângulos têm uma diferença de 15º em relação ao de 45º. Logo, o alcance será o mesmo. Um sobe pouco, tendo pouco tempo para andar para frente e o outro sobe muito, andando pouco para frente. Dá o mesmo resultado... Vo II Vo I 60º 30º http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 12. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 12 12.(SP – C6 – H20) Considere na sitação anterior que a velocidade inicial vox do corpo lançado para frente seja igual a 4 m/s. A altura h é igual a 20 m. Nestas circunstâncias, calcule o tempo de queda do corpo. v0y = 0 v0 v0 v0x = v0 altura h parábola alcance A CORREÇÃO A velocidade para frente não influi no tempo de queda. Logo, devemos considerar uma queda livre de 5 m de altura, apenas. E, voy=0. Fórmula e conta... 5 2 4 gt 10 .t 2 h = vot + ⇒ 20 = ⇒t =2 s . 2 2 13.(SP – C6 – H20) Finalmente, considerando os dados da questão anterior, determine o alcance do corpo. CORREÇÃO Já sabemos que o tempo de queda foi de 2 s. E o alcance leva em conta, apenas, a velocidade vox=4 m/s, para frente. A gravidade não influi, pois é para baixo. Temos um Movimento Uniforme, de solução simples. d = Alcance = vx .t = 4.2 = 8 m . 14.(CF – C6 – H20) Dois projéteis I e II são atirados com a mesma velocidade inicial vo, sob ângulos 28º e 62º, respectivamente, conforme a figura abaixo. http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 13. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 13 Vo II Vo I 62º 28º Considerando-os livres da resistência do ar, qual deles terá o maior alcance? Justifique. CORREÇÃO É possível demonstrar que o maior alcance se dá para um ângulo de 45º. Para outros ângulos, há uma simetria em relação a 45º. Como nesta questão, 28 = 45 – 17 e 62 = 45 + 17, ou seja, ambos os ângulos têm uma diferença de 17º em relação ao de 45º. Logo, o alcance será o mesmo. Um sobe pouco, tendo pouco tempo para andar para frente e o outro sobe muito, andando pouco para frente. Dá o mesmo resultado... Vo II Vo I 62º 28º http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 14. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 14 Velocidade Relativa 15. (UFMG/2007) Dois barcos – I e II – movem-se, em um lago, com velocidade constante, de mesmo módulo, como representado nesta figura: Em relação à água, a direção do movimento do barco I é perpendicular à do barco II e as linhas tracejadas indicam o sentido do deslocamento dos barcos. Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que a velocidade do barco II, medida por uma pessoa que está no barco I, é mais bem representada pelo vetor A) P . B) Q . C) R . D) S . CORREÇÃO Essa já é uma questão mais interessante. Não é igual ao que se viu na UFMG nos últimos 10 anos. Poderia ser classificada como de velocidade relativa, mas não consta do programa. Eu também, em sala de aula, prefiro encarar a pergunta como uma mudança de referencial. Ao contrário de pensar que o barco de baixo se move para cima em relação à água, como queremos a velocidade http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 15. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 15 de II vista por I, podemos pensar o seguinte: o barco I está parado e a água é que desce trazendo com ela o barco II, este por sinal se move para esquerda em relação à água. Veja o efeito: A composição das velocidades para baixo e para a esquerda do barco II dá uma velocidade resultante inclinada para sudoeste. OPÇÃO: C. 16. (UFMG/2009) Numa corrida, Rubens Barrichelo segue atrás de Felipe Massa, em um trecho da pista reto e plano. Inicialmente, os dois carros movem-se com velocidade constante, de mesmos módulo, direção e sentido. No instante t1, Felipe aumenta a velocidade de seu carro com aceleração constante; e, no instante t2, Barrichelo também aumenta a velocidade do seu carro com a mesma aceleração. Considerando essas informações, assinale a alternativa cujo gráfico melhor descreve o módulo da velocidade relativa entre os dois veículos, em função do tempo. http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 16. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 16 CORREÇÃO Questão de CINEMÁTICA, envolvendo o conceito de VELOCIDADE RELATIVA. Há várias maneiras de encará-la. Primeiramente, notamos que no começo, os dois têm a mesma velocidade. Isto faz com que um esteja, inicialmente, em repouso em relação ao outro. Veja: r v r v vR e l = v − v = 0 ⇒ Repouso Como o da frente começa a acelerar primeiro, a velocidade relativa aumenta. Porém, a partir do momento que o de trás adquire a mesma aceleração, a velocidade relativa se estabiliza, pára de aumentar. Este raciocínio leva ao gráfico da letra A. Outra maneira que pensei de resolver a questão seria montando uma tabela. Observe que colocamos a velocidade de Massa na primeira linha, de Barrichelo na segunda e a velocidade relativa (diferença entre as duas) na última. Como exemplo, escolhi uma suposta aceleração de 2 m/ s 2. V (m/s) t1 t2 VMassa 10 10 10 12 14 16 18 20 22 Vbarrichelo 10 10 10 10 10 10 12 14 16 VRelativa 0 0 0 2 4 6 6 6 6 Veja que a partir do momento t1 que Massa acelera, a velocidade relativa aumenta, uniformemente (aceleração constante). Porém, quando Barrichelo adquire a mesma aceleração em t2, a velocidade relativa pára de aumentar e, a partir daí, permanece constante. OPÇÃO: A. http://fisicanoenem.blogspot.com/
  • 17. © QUESTÕES CORRIGIDAS – PROFESSOR Rodrigo Penna 17 17. (UFMG/03-modificado) Um pequeno bote, que navega a uma velocidade de 2,0 m/s em relação à margem de um rio, é alcançado por um navio de 50 m de comprimento, que se move paralelamente a ele, no mesmo sentido, como mostrado na figura: Esse navio demora 20 segundos para ultrapassar o bote. Ambos movem-se com velocidades constantes. Nessas condições, despreze o comprimento do próprio bote e calcule a velocidade do navio em relação à margem. CORREÇÃO Pelo conceito de velocidade relativa, o navio ultrapassa o bote devido à velocidade que ele tem a mais, isto é, devido à velocidade relativa do navio para o bote. Para você imaginar melhor, suponha que bote e navio tivessem exatamente a mesma velocidade. Um ficaria uuur uuur uuur em repouso em relação ao outro! vRe s = vbote + vRe l Assim, a ultrapassagem é devida uuur apenas à parte da velociade – uuur vbote uuur em relação à margem – que o vbote vRel navio tem a mais que o bote. Vetorialmente: vnavio em relação à margem = vbote + vRelativa do navio para o bote . Pela relação do Movimento uniforme: d 50 m vRe l = = = 2,5 t 20 s Logo, a velocidade resultante – para a margem - do navio vale: vRes = 2+2,5 = 4,5 m/s. http://fisicanoenem.blogspot.com/