TEORIAS DA APRENDIZAGEM
Profa. Elaine Turk Faria
Acadêmica: Camila Fernandes Sarmento
TEORIA COGNITIVA
• Desenvolvida pelo suíço Jean Piaget;
• É a integração do conteúdo aprendido numa edificação mental
orde...
• Para Piaget a aprendizagem se dá através dos processos de assimilação,
acomodação e os esquemas.
• O desenvolvimento pas...
TEORIA CONSTRUTIVISTA
• O desenvolvimento da inteligência é determinado pelas ações mútuas
entre o indivíduo e o meio;
• O...
• O método propõe que o aluno participe e se responsabilize pelo seu
aprendizado através da experimentação, trabalho em gr...
TEORIA COMPORTAMENTALISTA
• O conceito principal é que a aprendizagem ocorre como uma
mudança de comportamento;
• Acredita...
• O educador é o planejador e analista de contingências, seu papel é
buscar contingências de reforço;
• O aluno é passivos...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Teorias da aprendizagem

227 visualizações

Publicada em

Teorias da Aprendizagem.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
227
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teorias da aprendizagem

  1. 1. TEORIAS DA APRENDIZAGEM Profa. Elaine Turk Faria Acadêmica: Camila Fernandes Sarmento
  2. 2. TEORIA COGNITIVA • Desenvolvida pelo suíço Jean Piaget; • É a integração do conteúdo aprendido numa edificação mental ordenada; • Os aprendizes constroem novas ideias ou conceitos com base em seu conhecimento pré-existente; • A aprendizagem coincide com o raciocínio ou a solução de problemas; • O desenvolvimento cognitivo requer interação social;
  3. 3. • Para Piaget a aprendizagem se dá através dos processos de assimilação, acomodação e os esquemas. • O desenvolvimento passa pelos seguintes estágios: • Sensorial-motor (0 - 2 anos) Seu conhecimento é privado e não tocado pela experiência de outras pessoas. • Pré-operacional (2 – 7 anos) Dividido em dois períodos: o da Inteligência Simbólica (dos 2 aos 4 anos) e o período Intuitivo (dos 4 aos 7 anos) • Operações concretas (7 - 11 anos) Desenvolve noções de tempo, espaço, velocidade, ordem e casualidade. Organiza o mundo de maneira lógica e operatória. • Operações formais (11 – 15 anos) Alcançam seu nível mais elevado de desenvolvimento, e tornam-se aptas a aplicar o raciocínio lógico a todas as classes de problemas.
  4. 4. TEORIA CONSTRUTIVISTA • O desenvolvimento da inteligência é determinado pelas ações mútuas entre o indivíduo e o meio; • O papel do educador é passivo: ele é um orientador, mediador e criador de conflitos; • O papel do acadêmico é ativo: a construção do conhecimento é o fruto de sua ação; • Responde aos estímulos externos agindo sobre eles para construir e organizar o seu próprio aprendizado de forma cada vez mais elaborada;
  5. 5. • O método propõe que o aluno participe e se responsabilize pelo seu aprendizado através da experimentação, trabalho em grupo, o estimulo a dúvida e o desenvolvimento do raciocínio; • São formados esquemas que lhe permitem agir sobre a realidade de um modo muito mais complexo do que podia fazer com seus reflexos iniciais, e sua conduta vai enriquecendo constantemente;
  6. 6. TEORIA COMPORTAMENTALISTA • O conceito principal é que a aprendizagem ocorre como uma mudança de comportamento; • Acreditam que manipulando os elementos do ambiente (estímulos) pode-se controlar o comportamento; • Impõem poder ao ambiente, o indivíduo sendo produto do meio; • São analisadas as respostas dadas pelo sujeito aos estímulos fornecidos pelo ambiente externo, não levando em consideração o que ocorre em sua mente e as condições internas durante o processo de aprendizagem;
  7. 7. • O educador é o planejador e analista de contingências, seu papel é buscar contingências de reforço; • O aluno é passivos, dependente das contingências do ambiente e dos agentes controladores; • O método de ensino é mais individualizado, dirigido e programado;

×